SlideShare uma empresa Scribd logo

BNDES

Projeto Educação Conectada

1 de 4
Baixar para ler offline
PROGRAMA DE INOVAÇÃO EDUCAÇÃO CONECTADA
DECRETO Nº 9.204, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2017
DOU DE 24/11/2017 (nº 225, Seção 1, pág.41)
Mais detalhes em:
www.bndes.gov.br/educacaoconectada
Dos projetos para a ação
BNDES Educação Conectada
Implementação e uso de tecnologias digitais na educação
Qual é o papel do BNDES no apoio ao Programa de Inovação
Educação Conectada?
A chamada pública é a primeira ação estruturada do BNDES, em parceria com o Ministério
da Educação (MEC), voltada ao apoio do Programa de Inovação Educação Conectada.
O Decreto 9.204/17 instituiu o programa, criando seu Comitê Consultivo e definindo
atribuições específicas para o BNDES.
Compete ao BNDES:
• prestar apoio técnico e financeiro,
inclusive não reembolsável;
• participar da estruturação e coordenação
do monitoramento e da avaliação; e
• modelar, gerir e operacionalizar apoio
econômico integrado de entidades privadas
e de organizações da sociedade civil.
A iniciativa:
1. Selecionou projetos de implementação e uso de tecnologias digitais para educação pública
no âmbito do Programa de Inovação Educação Conectada, com equilíbrio de suas quatro
dimensões estruturantes (visão/formação/recursos educacionais digitais/infraestrutura),
para que o uso de tecnologia digital possa apoiar os processos de gestão escolar e de
ensino e aprendizagem, gerando impactos positivos nas redes e escolas.
2. Busca testar modelos mais efetivos de:
a. articulação institucional para implementação de políticas públicas;
b. formação continuada a professores, gestores e articuladores;
c. uso da tecnologia para fins pedagógicos; e
d. aquisição e manutenção de bens e serviços alinhados com as necessidades dos territórios.
3. Visa promover aprendizado para escalabilidade do programa, com efetividade
e economicidade.
Integrantes N° de assentos
Ministério da Educação 3
Ministério da Ciência, Tecnologia,
Inovações e Comunicações
1
BNDES 1
Anatel 1
CGI-BR 1
Consed 1
Undime 1
Entidades privadas / Sociedade civil 2
Comitê Consultivo do Programa
O BNDES conta com o suporte técnico do
Centro de Inovação para a Educação Brasileira –
CIEB, que já atua em parceria com o MEC no
Programa de Inovação Educação Conectada.
Para operacionalizar apoio econômico
integrado, estão sendo mobilizadas entidades
privadas e organizações da sociedade civil,
como colaboradores financeiros e técnicos,
havendo a possibilidade de adesão de parceiros
ao longo da chamada.
A chamada também é uma oportunidade
para experimentar as possibilidades e
potencialidades da atuação de uma coalizão
das esferas pública e privada,
que se dará não só com aporte de recursos,
mas também com a convergência de seus
conhecimentos e experiências para fazer
acontecer a implantação e uso pedagógico da
tecnologia nas escolas brasileiras.
O que está contemplado no projeto?
Os valores dos projetos atenderão:
• na esfera estadual: a ações transversais e às escolas da rede estadual localizadas nos
municípios selecionados; e
• na esfera municipal: a ações transversais e a cerca de 50% de suas escolas de
ensino fundamental e médio (se houver), observando, na alocação dos recursos,
a proporcionalidade ao tamanho das respectivas redes.
ELEMENTOSHUMANOS
PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO E GESTORES PLATAFORMAS
CURRÍCULO - REDES
PLANO POLÍTICO PEDAGÓGICO - ESCOLAS
SISTEMAS DE GESTÃO
ELEMENTOSTÉCNICOS
EDUCAÇÃO CONECTADA - 4 DIMENSÕES
Obras civis de adaptação
Aquisição de serviços de
conectividade com continuidade
Aquisição de equipamentos
e outros bens e serviços
Guia de tecnologia do MEC
Desenvolvimento
de conteúdos digitais
Certificação de recursos digitais
Sociedade
civil
Parceiros
3º setor
GestoresProfessores/
Diretores
Alunos e
comunidade
Escolar
MEC
SECRETÁRIOS ESTADUAIS E MUNICIPAIS
PLANEJAMENTO / PLANOS DE AÇÃO
MOBILIZAÇÃO E COOPERAÇÃO ENTRE AGENTES
MONITORAMENTO E CONTROLE SOCIAL
VISÃO
FORMAÇÃO
INFRAESTRUTURA
CONTEÚDOS E
RECURSOS DIGITAIS
Territórios contemplados
RIO GRANDE DO SUL
Santa Maria
Cachoeira do Sul
MINAS GERAIS
Sabará
Ribeirão das Neves
SERGIPE
Lagarto
PARAÍBA
Campina Grande
Sousa
TOCANTINS
Gurupi
Araguaina
GOIÁS
Novo Gama
Luziânia
Perguntas e respostas
Qual o prazo para implantação
dos projetos?
O prazo para implantação dos projetos
é de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro)
meses a partir da data de contratação
do apoio financeiro, que ocorreu em
dezembro de 2018.
É possível ter parceiros do terceiro
setor auxiliando na implantação
dos projetos?
Sim. Além do BNDES e do CIEB, os projetos
podem contar com o apoio de parceiros do
terceiro setor, cuja escolha ficará a critério
dos estados e municípios.
Quando ocorrerá a liberação de
recursos para o projeto?
A solicitação e a liberação de recursos serão
realizadas de acordo com o cronograma de
desembolso apresentado pelos territórios e
mediante o cumprimento das condições
estabelecidas no contrato.
Como sei quais escolas receberão
recursos do projeto?
A lista com as escolas selecionadas por
município está disponível no site
www.bndes.gov.br/educacaoconectada.
Serão contempladas cerca de 50% das
escolas urbanas da rede municipal e 100%
das escolas urbanas estaduais localizadas nos
municípios selecionados.
Quais os resultados esperados para as
redes e escolas que aderiram aos projetos
da chamada pública?
O primeiro resultado é inserir o uso da tecnologia
no cotidiano pedagógico escolar e na gestão de
redes e escolas públicas de educação básica.
Com isso, espera-se também obter resultados
sobre a motivação de alunos e profissionais da
educação e sobre a evolução de indicadores
educacionais selecionados a partir dos projetos
propostos. De forma abrangente, o projeto
pretende apoiar a gestão nas redes e escolas,
gerar melhorias nos processos de ensino e
aprendizagem, e promover a equidade buscando
melhores resultados educacionais para todos.
Monitoramento e avaliação (M&A)
IMPORTÂNCIA DA
INICIATIVA DE M&A
Extrair aprendizado a
respeito do processo
de implementação dos
investimentos e de seus
impactos sobre a gestão
escolar, professores e
estudantes. As lições
aprendidas poderão ser
úteis para investimentos
que venham a ser feitos no
futuro, contribuindo para
sua eficácia e efetividade.
COMO SERÁ DESENVOLVIDO
O MODELO?
O BNDES coordenará uma rede,
que contará com universidades
e instituições públicas e
privadas, para atuar nas
atividades de M&A. Caberá ao
BNDES promover o alinhamento
técnico entre as instituições e
a complementariedade entre
métodos quantitativos
e qualitativos.
O modelo de M&A desenvolvido
para a chamada indicará as
possíveis bases de uma rede
de M&A para o Programa de
Inovação Educação Conectada.
O QUE SERÁ MONITORADO
E AVALIADO?
Haverá o monitoramento e a avaliação
do processo de implementação, além
de avaliações de efetividade. O processo
de implementação será monitorado por
meio de indicadores que mensuram as
entregas diretamente associadas aos
projetos apoiados – por exemplo, número
de dispositivos eletrônicos adquiridos. As
avaliações do processo de implementação
analisarão os fatores que contribuíram
para o desempenho observado
desses indicadores. Já as avaliações de
efetividade investigarão os efeitos dos
projetos sobre a gestão escolar, sobre os
professores e sobre os estudantes.

Recomendados

Apresentacao projeto formação
Apresentacao projeto formaçãoApresentacao projeto formação
Apresentacao projeto formaçãoGESAC
 
Relatório de Atividades do Instituto Unibanco - 2010
Relatório de  Atividades do Instituto Unibanco - 2010Relatório de  Atividades do Instituto Unibanco - 2010
Relatório de Atividades do Instituto Unibanco - 2010Instituto Unibanco
 
Design thinkers newsletter 1 vf
Design thinkers newsletter 1 vfDesign thinkers newsletter 1 vf
Design thinkers newsletter 1 vfjosematiasalves
 
03 andre lopes_conviva_ferramenta_pme
03 andre lopes_conviva_ferramenta_pme03 andre lopes_conviva_ferramenta_pme
03 andre lopes_conviva_ferramenta_pmeLuciana
 
Cidadania e desenvolvimento: da estratégia à aprendizagem por projeto
Cidadania e desenvolvimento: da estratégia à aprendizagem por projetoCidadania e desenvolvimento: da estratégia à aprendizagem por projeto
Cidadania e desenvolvimento: da estratégia à aprendizagem por projetoLuís Gonçalves
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de Recursos
Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de RecursosFestival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de Recursos
Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de RecursosABCR
 
2 ppt conviva certissimo
2 ppt conviva certissimo2 ppt conviva certissimo
2 ppt conviva certissimoundimego
 
VALERA Consulting
VALERA ConsultingVALERA Consulting
VALERA ConsultingMarco Coghi
 
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa Catarina
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa CatarinaMapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa Catarina
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa CatarinaSecovi-SC
 

Mais procurados (6)

Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de Recursos
Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de RecursosFestival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de Recursos
Festival 2019 - Instituições de Ensino Superior e Captação de Recursos
 
Ppt De Apresentacao
Ppt De ApresentacaoPpt De Apresentacao
Ppt De Apresentacao
 
2 ppt conviva certissimo
2 ppt conviva certissimo2 ppt conviva certissimo
2 ppt conviva certissimo
 
VALERA Consulting
VALERA ConsultingVALERA Consulting
VALERA Consulting
 
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa Catarina
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa CatarinaMapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa Catarina
Mapeamento das empresas com soluções educacionais em Santa Catarina
 
EAD - Aula 1
EAD - Aula 1EAD - Aula 1
EAD - Aula 1
 

Semelhante a BNDES

Conetividade edu especial.pdf
Conetividade edu especial.pdfConetividade edu especial.pdf
Conetividade edu especial.pdfJunior Oliveira
 
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIASSLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIASThainá Silva
 
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdf
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdfCIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdf
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdfPaulo Alves da Silva
 
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
Um breve estudo sobre ensino à distância   eadUm breve estudo sobre ensino à distância   ead
Um breve estudo sobre ensino à distância eadtcelribeiro
 
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
Um breve estudo sobre ensino à distância   eadUm breve estudo sobre ensino à distância   ead
Um breve estudo sobre ensino à distância eadtcelribeiro
 
Educação Digital e Desafios Contemporâneos
Educação Digital e Desafios ContemporâneosEducação Digital e Desafios Contemporâneos
Educação Digital e Desafios ContemporâneosRoberto C. S. Pacheco
 
Um breve estudo sobre Ensino a Distância - EAD
Um breve estudo sobre Ensino a Distância  - EADUm breve estudo sobre Ensino a Distância  - EAD
Um breve estudo sobre Ensino a Distância - EADLasallecorreg
 
Novas tecnologias no ensino
Novas tecnologias no ensinoNovas tecnologias no ensino
Novas tecnologias no ensinoPtR2011
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...SimoneHelenDrumond
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...SimoneHelenDrumond
 
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014Alessandro Maia
 

Semelhante a BNDES (20)

Conetividade edu especial.pdf
Conetividade edu especial.pdfConetividade edu especial.pdf
Conetividade edu especial.pdf
 
04
0404
04
 
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIASSLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
 
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdf
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdfCIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdf
CIEB-Notas-Técnicas-8-COMPETÊNCIAS-2019.pdf
 
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
Um breve estudo sobre ensino à distância   eadUm breve estudo sobre ensino à distância   ead
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
 
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
Um breve estudo sobre ensino à distância   eadUm breve estudo sobre ensino à distância   ead
Um breve estudo sobre ensino à distância ead
 
Formação dos tutores proj. revisado
Formação dos tutores proj. revisadoFormação dos tutores proj. revisado
Formação dos tutores proj. revisado
 
Edital 104 2014 sagi
Edital 104 2014 sagiEdital 104 2014 sagi
Edital 104 2014 sagi
 
Edital 104 2014 sagi_republicação
Edital 104 2014 sagi_republicaçãoEdital 104 2014 sagi_republicação
Edital 104 2014 sagi_republicação
 
Educação Digital e Desafios Contemporâneos
Educação Digital e Desafios ContemporâneosEducação Digital e Desafios Contemporâneos
Educação Digital e Desafios Contemporâneos
 
Um breve estudo sobre Ensino a Distância - EAD
Um breve estudo sobre Ensino a Distância  - EADUm breve estudo sobre Ensino a Distância  - EAD
Um breve estudo sobre Ensino a Distância - EAD
 
Serie tecnologias digitaisedu
Serie tecnologias digitaiseduSerie tecnologias digitaisedu
Serie tecnologias digitaisedu
 
Dimensões pedagógicas e de avaliação do Piloto
Dimensões pedagógicas e de avaliação do PilotoDimensões pedagógicas e de avaliação do Piloto
Dimensões pedagógicas e de avaliação do Piloto
 
Novas tecnologias no ensino
Novas tecnologias no ensinoNovas tecnologias no ensino
Novas tecnologias no ensino
 
Reinaldo mayerguialegalprojetos
Reinaldo mayerguialegalprojetosReinaldo mayerguialegalprojetos
Reinaldo mayerguialegalprojetos
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
 
Crie A
Crie ACrie A
Crie A
 
Crie A
Crie ACrie A
Crie A
 
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014
Tic centros-publicos-de-acesso-2013-12112014
 

Último

Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 

BNDES

  • 1. PROGRAMA DE INOVAÇÃO EDUCAÇÃO CONECTADA DECRETO Nº 9.204, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2017 DOU DE 24/11/2017 (nº 225, Seção 1, pág.41) Mais detalhes em: www.bndes.gov.br/educacaoconectada Dos projetos para a ação BNDES Educação Conectada Implementação e uso de tecnologias digitais na educação
  • 2. Qual é o papel do BNDES no apoio ao Programa de Inovação Educação Conectada? A chamada pública é a primeira ação estruturada do BNDES, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), voltada ao apoio do Programa de Inovação Educação Conectada. O Decreto 9.204/17 instituiu o programa, criando seu Comitê Consultivo e definindo atribuições específicas para o BNDES. Compete ao BNDES: • prestar apoio técnico e financeiro, inclusive não reembolsável; • participar da estruturação e coordenação do monitoramento e da avaliação; e • modelar, gerir e operacionalizar apoio econômico integrado de entidades privadas e de organizações da sociedade civil. A iniciativa: 1. Selecionou projetos de implementação e uso de tecnologias digitais para educação pública no âmbito do Programa de Inovação Educação Conectada, com equilíbrio de suas quatro dimensões estruturantes (visão/formação/recursos educacionais digitais/infraestrutura), para que o uso de tecnologia digital possa apoiar os processos de gestão escolar e de ensino e aprendizagem, gerando impactos positivos nas redes e escolas. 2. Busca testar modelos mais efetivos de: a. articulação institucional para implementação de políticas públicas; b. formação continuada a professores, gestores e articuladores; c. uso da tecnologia para fins pedagógicos; e d. aquisição e manutenção de bens e serviços alinhados com as necessidades dos territórios. 3. Visa promover aprendizado para escalabilidade do programa, com efetividade e economicidade. Integrantes N° de assentos Ministério da Educação 3 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações 1 BNDES 1 Anatel 1 CGI-BR 1 Consed 1 Undime 1 Entidades privadas / Sociedade civil 2 Comitê Consultivo do Programa O BNDES conta com o suporte técnico do Centro de Inovação para a Educação Brasileira – CIEB, que já atua em parceria com o MEC no Programa de Inovação Educação Conectada. Para operacionalizar apoio econômico integrado, estão sendo mobilizadas entidades privadas e organizações da sociedade civil, como colaboradores financeiros e técnicos, havendo a possibilidade de adesão de parceiros ao longo da chamada. A chamada também é uma oportunidade para experimentar as possibilidades e potencialidades da atuação de uma coalizão das esferas pública e privada, que se dará não só com aporte de recursos, mas também com a convergência de seus conhecimentos e experiências para fazer acontecer a implantação e uso pedagógico da tecnologia nas escolas brasileiras.
  • 3. O que está contemplado no projeto? Os valores dos projetos atenderão: • na esfera estadual: a ações transversais e às escolas da rede estadual localizadas nos municípios selecionados; e • na esfera municipal: a ações transversais e a cerca de 50% de suas escolas de ensino fundamental e médio (se houver), observando, na alocação dos recursos, a proporcionalidade ao tamanho das respectivas redes. ELEMENTOSHUMANOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO E GESTORES PLATAFORMAS CURRÍCULO - REDES PLANO POLÍTICO PEDAGÓGICO - ESCOLAS SISTEMAS DE GESTÃO ELEMENTOSTÉCNICOS EDUCAÇÃO CONECTADA - 4 DIMENSÕES Obras civis de adaptação Aquisição de serviços de conectividade com continuidade Aquisição de equipamentos e outros bens e serviços Guia de tecnologia do MEC Desenvolvimento de conteúdos digitais Certificação de recursos digitais Sociedade civil Parceiros 3º setor GestoresProfessores/ Diretores Alunos e comunidade Escolar MEC SECRETÁRIOS ESTADUAIS E MUNICIPAIS PLANEJAMENTO / PLANOS DE AÇÃO MOBILIZAÇÃO E COOPERAÇÃO ENTRE AGENTES MONITORAMENTO E CONTROLE SOCIAL VISÃO FORMAÇÃO INFRAESTRUTURA CONTEÚDOS E RECURSOS DIGITAIS Territórios contemplados RIO GRANDE DO SUL Santa Maria Cachoeira do Sul MINAS GERAIS Sabará Ribeirão das Neves SERGIPE Lagarto PARAÍBA Campina Grande Sousa TOCANTINS Gurupi Araguaina GOIÁS Novo Gama Luziânia
  • 4. Perguntas e respostas Qual o prazo para implantação dos projetos? O prazo para implantação dos projetos é de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro) meses a partir da data de contratação do apoio financeiro, que ocorreu em dezembro de 2018. É possível ter parceiros do terceiro setor auxiliando na implantação dos projetos? Sim. Além do BNDES e do CIEB, os projetos podem contar com o apoio de parceiros do terceiro setor, cuja escolha ficará a critério dos estados e municípios. Quando ocorrerá a liberação de recursos para o projeto? A solicitação e a liberação de recursos serão realizadas de acordo com o cronograma de desembolso apresentado pelos territórios e mediante o cumprimento das condições estabelecidas no contrato. Como sei quais escolas receberão recursos do projeto? A lista com as escolas selecionadas por município está disponível no site www.bndes.gov.br/educacaoconectada. Serão contempladas cerca de 50% das escolas urbanas da rede municipal e 100% das escolas urbanas estaduais localizadas nos municípios selecionados. Quais os resultados esperados para as redes e escolas que aderiram aos projetos da chamada pública? O primeiro resultado é inserir o uso da tecnologia no cotidiano pedagógico escolar e na gestão de redes e escolas públicas de educação básica. Com isso, espera-se também obter resultados sobre a motivação de alunos e profissionais da educação e sobre a evolução de indicadores educacionais selecionados a partir dos projetos propostos. De forma abrangente, o projeto pretende apoiar a gestão nas redes e escolas, gerar melhorias nos processos de ensino e aprendizagem, e promover a equidade buscando melhores resultados educacionais para todos. Monitoramento e avaliação (M&A) IMPORTÂNCIA DA INICIATIVA DE M&A Extrair aprendizado a respeito do processo de implementação dos investimentos e de seus impactos sobre a gestão escolar, professores e estudantes. As lições aprendidas poderão ser úteis para investimentos que venham a ser feitos no futuro, contribuindo para sua eficácia e efetividade. COMO SERÁ DESENVOLVIDO O MODELO? O BNDES coordenará uma rede, que contará com universidades e instituições públicas e privadas, para atuar nas atividades de M&A. Caberá ao BNDES promover o alinhamento técnico entre as instituições e a complementariedade entre métodos quantitativos e qualitativos. O modelo de M&A desenvolvido para a chamada indicará as possíveis bases de uma rede de M&A para o Programa de Inovação Educação Conectada. O QUE SERÁ MONITORADO E AVALIADO? Haverá o monitoramento e a avaliação do processo de implementação, além de avaliações de efetividade. O processo de implementação será monitorado por meio de indicadores que mensuram as entregas diretamente associadas aos projetos apoiados – por exemplo, número de dispositivos eletrônicos adquiridos. As avaliações do processo de implementação analisarão os fatores que contribuíram para o desempenho observado desses indicadores. Já as avaliações de efetividade investigarão os efeitos dos projetos sobre a gestão escolar, sobre os professores e sobre os estudantes.