Project Office e Nível de MaturidadeIpatinga-MG GP4
Equipe VALERA Consulting:Victor Dias MartinsAlexandre de Oliveira SouzaLeandro Thomaz RabeloEuger Assis BrandãoRogerio de ...
Project Management OfficeLISARB
Alinhado com o Planejamento Estratégico deLISARB, a empresa VALERA Consulting apresentao portfólio do gerenciamento de pro...
Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARBObjetivo DescritivoLisarb mais justo Ter uma justiça pública mais ágil para...
Identificação dos ProjetosProjeto CategoriaEscola para TodosEducaçãoCultura 100%Educação PlenaAliança verdeSustentabilidad...
CategorizaçãoAs categorias definidas pela VALERA Consulting foram baseadas nos temascentrais de cada item dos objetivos do...
AvaliaçãoCritério Peso JustificativaCusto deImplementação30%Orçamento restrito do governo, intenção deimplementar o máximo...
Seleção
PriorizaçãoProjetos PriorizadosEscola para TodosEducação PlenaAliança verdeLisarb IgualitáriaLisarb SeguraCaça aos corruptos
BalanceamentoNota total
Readequação do PortfólioVerificando os projetos priorizados em relação ao planos estratégicos,percebemos a necessidade de ...
RebalanceamentoNovo projeto incluso no PortfólioNota total
Metodologia do TrabalhoForam identificados vários projetos, estes classificados em cincocategorias, sendo elas: educação, ...
Obtenção do Resultado FinalApós o rebalançeamento foi obtido o resultado esperado pois, osprojetos estão alinhados com o P...
Benefícios da Implantação do PMORecentemente, através de pesquisas, LISARB foi avaliado como nível IIde maturidade em gest...
Foco na ComunicaçãoCom a deficiência em gerenciamento de projetos será necessário queo PMO crie uma metodologia e, que a m...
Função do PMOMétodos e ProcedimentosBaseado na pesquisa de maturidade da equipe de gerenciamento deprojetos de LISARB foi ...
Modelo AdotadoTorre de controle (Control Tower).O modelo desempenha quatro funções:1) Estabelecimentos de padrões para a g...
Nível Hierárquico e Profissionais EnvolvidosMinistério dePlanejamentoNacionalSecretaria deSustentabilidadeGerente deProjet...
Fases de ImplementaçãoFase 1LevantamentoFase 2IdentificaçãoStakeholdersPlano deComunicaçãoOrçamentaçãoEstimativas deRecurs...
Métricas e Fatores Críticos de Sucesso Envolvimento e apoio dos patrocinadores;Pesquisa de Boas Práticas em PMO´s govern...
A VALERA Consulting agradece a sua atenção.Victor Dias MartinsAlexandre de Oliveira SouzaLeandro Thomaz RabeloEuger Assis ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VALERA Consulting

289 visualizações

Publicada em

Titulo: VALERA Consulting
Alunos:Rogerio de Araujo Moreira,Alexandre P A Moura,Leandro Thomaz Rabelo,EUGER ASSIS BRANDAO,Alexandre de Oliveira Souza,Victor Dias Martins,
Cidade: Ipatinga
Disciplina: PMO
Turma: GP04
Data:10-05-2013
Hora:08:31
Comentarios:
Publico até ápos a correção

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Comentários
    Introdução: ok;
    Objetivo do trabalho: ok;
    Identificação: ok;
    Categorização: ok;
    Avaliação: ok;
    Seleção: ok;
    Priorização: os projetos não estão na sequencia da nota dos projetos, nesse sentido sugere-se identificar o método de priorização dos projetos;
    Balanceamento: sugere-se identificar claramente as 4 variáveis do gráfico de bolhas;
    Rebalanceamento: ok;
    Nível de maturidade: ok;
    Benefícios do PMO: ok;
    Nível hierárquico: ok;
    Função do PMO: ok;
    Modelo de PMO: ok;
    Etapas de implementação: ok;
    Métricas: ok;
    Fatores críticos de sucesso: item não contemplado claramente no trabalho.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
289
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

VALERA Consulting

  1. 1. Project Office e Nível de MaturidadeIpatinga-MG GP4
  2. 2. Equipe VALERA Consulting:Victor Dias MartinsAlexandre de Oliveira SouzaLeandro Thomaz RabeloEuger Assis BrandãoRogerio de Araujo MoreiraAlexandre Perboyre Andrade Moura
  3. 3. Project Management OfficeLISARB
  4. 4. Alinhado com o Planejamento Estratégico deLISARB, a empresa VALERA Consulting apresentao portfólio do gerenciamento de projeto,diagnosticando a estrutura de gerenciamento doestado e proposta para implementar um PMO.
  5. 5. Objetivos do Planejamento Estratégico de LISARBObjetivo DescritivoLisarb mais justo Ter uma justiça pública mais ágil para atender toda a população.Política cidadãbaseada emprincípios evalores.Participação dos habitantes de todos os lugares colocando em práticaos princípios e valores da população.Educação parauma sociedadedo conhecimentoPara fazer uma conexão entre o presente e o futuro é necessário umeducação de qualidade pois o conhecimento será cada vez maisdemandado.EconomiasustentávelDesenvolvimento com foco na melhoria da qualidade de vida doslisarbeanos.Proteção social ecombate acorrupçãoAtacar problemas sociais como drogas e álcool e reestruturar o sistemade saúde e previdência. Lançar projetos sociais e políticas públicasintegradas e complementares. Criar praticas para combate à corrupçãonos diversos setores públicas.
  6. 6. Identificação dos ProjetosProjeto CategoriaEscola para TodosEducaçãoCultura 100%Educação PlenaAliança verdeSustentabilidadeZona verdePró-ecoLisarb IgualitáriaDesenvolvimento SocialLisarb avanteRedistribução de RendaLisarb interativoLisarb HabitaçãoIntegração SocialParticipação de todosSegurançaLisarb SeguraQualiseg LisarbMelhoria do JudiciárioÉticaDescentralização do PoderCaça aos corruptos
  7. 7. CategorizaçãoAs categorias definidas pela VALERA Consulting foram baseadas nos temascentrais de cada item dos objetivos do planejamento estratégico.Categoria Objetivo EstratégicoÉtica•Lisarb mais justo, Proteção social e combatea corrupçãoSustentabilidade •Economia sustentávelDesenvolvimentoSocial•Política cidadã baseada em princípios evalores.•Educação de qualidade para uma sociedadedo conhecimento•Proteção social e combate a corrupçãoEducação•Educação de qualidade para uma sociedadedo conhecimentoSegurança •Proteção social e combate a corrupção
  8. 8. AvaliaçãoCritério Peso JustificativaCusto deImplementação30%Orçamento restrito do governo, intenção deimplementar o máximo de projetos da verbadisponívelBeneficio para apopulação25% Satisfação da população.Impacto à opiniãopública20%Aumento da popularidade do governo,intenção de reeleiçãoTempo paraimplantação15%A seqüência de Projetos ou Portfólio tem queser concluídos dentro do mandato vigente.Aumento do IDH 10% Desenvolvimento social
  9. 9. Seleção
  10. 10. PriorizaçãoProjetos PriorizadosEscola para TodosEducação PlenaAliança verdeLisarb IgualitáriaLisarb SeguraCaça aos corruptos
  11. 11. BalanceamentoNota total
  12. 12. Readequação do PortfólioVerificando os projetos priorizados em relação ao planos estratégicos,percebemos a necessidade de inclusão de mais um projeto para atuarno objetivo Desenvolvimento Social.Existe uma demanda por projetos que visam o desenvolvimento socialelegemos o projeto de Redistribuição de Renda para fazer parte desteportfólio.
  13. 13. RebalanceamentoNovo projeto incluso no PortfólioNota total
  14. 14. Metodologia do TrabalhoForam identificados vários projetos, estes classificados em cincocategorias, sendo elas: educação, sustentabilidade, desenvolvimentosocial, segurança e ética. Elaborados critérios de avaliação alinhadoscom os Objetivos Estratégicos de LISARB, ao qual os projetos foramsubmetidos de forma a selecioná-los e priorizá-los.Os projetos priorizados foram balanceados através do gráfico debolhas utilizando os critérios: custo, categoria, notas totais e projetos.Observou-se a necessidade de incluir um projeto de desenvolvimentosocial para atuar a na redistribuição de renda para a população.
  15. 15. Obtenção do Resultado FinalApós o rebalançeamento foi obtido o resultado esperado pois, osprojetos estão alinhados com o Planejamento Estratégico de LISARB.Desta forma o portfólio foi autorizado pelo principal stakeholder: o patrocinador.
  16. 16. Benefícios da Implantação do PMORecentemente, através de pesquisas, LISARB foi avaliado como nível IIde maturidade em gestão de projetos. Dentre os aspectos analisados,diversas deficiências foram identificadas (gerenciamento de tempo,escopo, custo, prazo, qualidade, comunicação, riscos...), o que vemocasionando um resultado insatisfatório do portfólio de projetos dopaís.A implantação de um PMO irá garantir uma gestão mais eficiente eintegrada do portfólio de projetos, através de um suporteespecializado à gerência de projetos. O uso de metodologiasbaseadas nas melhores práticas do PMI, da integração e transferênciade conhecimento entre os diversos projetos, obtendo umaperformance maior e consequentemente uma maior maturidade noâmbito de gerenciamento de projetos.
  17. 17. Foco na ComunicaçãoCom a deficiência em gerenciamento de projetos será necessário queo PMO crie uma metodologia e, que a mesma será divulgada para asequipes de projeto com intuito de disseminar as melhores práticas eaumentar o nível de maturidade e integração da equipe obtendomelhores resultados.
  18. 18. Função do PMOMétodos e ProcedimentosBaseado na pesquisa de maturidade da equipe de gerenciamento deprojetos de LISARB foi observado uma deficiência de conhecimentoem gestão de projetos, planos de projetos, monitoramento e controleda tríplice restrição (escopo, tempo e custo) sendo necessário criaruma metodologia que se aplique a estrutura, treinar a equipe eutilizar o mesmo padrão para todos os projetos
  19. 19. Modelo AdotadoTorre de controle (Control Tower).O modelo desempenha quatro funções:1) Estabelecimentos de padrões para a gerência de projetos, ouseja criar metodologia;2) Suporte de como seguir esses padrões;3) Reforçar os padrões definidos, e;4) Buscar sempre a melhoria continua do processo divulgando asmelhores práticas.Para reforçar os padrões definidos é necessário que a Torredesempenhe um papel de auditoria.
  20. 20. Nível Hierárquico e Profissionais EnvolvidosMinistério dePlanejamentoNacionalSecretaria deSustentabilidadeGerente deProjeto1 Biólogo1 GeógrafoSecretaria deEducaçãoGerente deProjeto1 Especialista emEducação1 PsicólogoSecretaria deComissão deÉticaGerente deProjeto2 EspecialistasPolíticosSecretaria deSegurançaGerente deProjeto3 Técnicos deSegurançaPublica1 ControladorSecretaria deDesenvolvimentoSocialGerente deProjeto3 Técnicos1 CompradorPMONível 2PMONível 3
  21. 21. Fases de ImplementaçãoFase 1LevantamentoFase 2IdentificaçãoStakeholdersPlano deComunicaçãoOrçamentaçãoEstimativas deRecursos e RHFase 3Estudos deViabilidadeFase 4Aprovaçõese Liberaçãodas VerbasFase 5Implementação
  22. 22. Métricas e Fatores Críticos de Sucesso Envolvimento e apoio dos patrocinadores;Pesquisa de Boas Práticas em PMO´s governamentais; Pesquisa de Satisfação / Avaliação Geral; Determinação de indicadores mensuráveis e de fácil coleta; Monitoramento constante dos indicadores dos projetos (escopo, tempo,custo, qualidade, RH, comunicação, aquisição, riscos, integração); Envio de Reports para os stakeholders; Registro de lições aprendidas em bancos de dados;
  23. 23. A VALERA Consulting agradece a sua atenção.Victor Dias MartinsAlexandre de Oliveira SouzaLeandro Thomaz RabeloEuger Assis BrandãoRogerio de Araujo MoreiraAlexandre Perboyre Andrade MouraIpatinga, Maio de 2013

×