Evangelho de lucas liçao 8

404 visualizações

Publicada em

Lição baseada na revista Compromisso-2T/JUERP

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Evangelho de lucas liçao 8

  1. 1. Revista Compromisso
  2. 2. Parábolas que ajudam a entender (Lucas 15 e 16) Lucas nestes dois capítulos narra o ambiente em que as parábolas foram proferidas por Jesus como um lugar de refeição, e para escândalo dos fariseus e escribas, em meio aos publicanos e pecadores.
  3. 3. Ovelha e moeda perdidas. • Lucas 15.1-10 O filho pródigo • Lucas 15.11-32 A questão das riquezas • Lucas 16
  4. 4. Na época de Jesus, os rebanhos eram cuidados por mais de uma pessoa. Quando uma ovelha se perdia, um dos pastores a procurava e, para tanto, Enfrentava perigos e risco de morte. Deixar a ovelha perdida significava prejuízo para a comunidade. Por isso O retorno de ambos é motivo de grande alegria. OVELHA E MOEDA PERDIDAS (LUCAS 15.1-10)
  5. 5. Na parábola seguinte, a da moeda perdida, o tema da alegria e do encontro se repete. A época era de escassez do dinheiro em espécie, as aldeias produziam o seu próprio alimento e confeccionavam as próprias roupas. As mulheres tinham vida restrita à casa e, por isso, havia a certeza de que a moeda perdida só poderia estar ali. Em ambas é enfatizado o valor do que se perdeu e a busca incessante por encontrar até achar e a alegria quando o mesmo acontece. OVELHA E MOEDA PERDIDAS (LUCAS 15.1-10)
  6. 6. Precisamos observar que, na parábola da ovelha perdida, o pastor a carrega no colo, quando a encontra.Jesus mostra a importância do cuidado com a restauração da ovelha. Ele não só a busca, mas, também, a tranquiliza carregando no colo. Carregar uma ovelha no colo não era uma tarefa fácil e nem suave devido aos seu peso que varia de 75 à 200 kg. A igreja de Jesus precisa aprender com o Mestre a buscar a perdida até encontrar e, quando encontrar, cuidar pra restaurar e integrar, mesmo que por muitas vezes, seja um peso. OVELHA E MOEDA PERDIDAS (LUCAS 15.1-10)
  7. 7. A parábola nos apresenta três personagens e cinco conceitos: Pecado; Arrependimento; Graça; Alegria; Filiação. O filho começa com um pedido Incomum, que, naquela sociedade Representava a rejeição ao pai Qual foi o pedido? Lc 15.12 O FILHO PRÓDIGO (LUCAS 15.11-32)
  8. 8. O rapaz sai e gasta todo o seu dinheiro rapidamente e no momento de sua dificuldade ele abre mão de conceitos espirituais aprendidos em casa. O que seria? Lc 15.15 O FILHO PRÓDIGO (LUCAS 15.11-32)
  9. 9. Pensava estar resolvida a questão de sobrevivência, mas não, a parábola conta que o mesmo teve que se contentar com a comida dos porcos. Qual era? Lc 15.16 O rapaz cai em si e retorna pra casa, esperando ser contratado como servo assalariado, o que lhe daria condições de devolver ao pai o que perdera. Ele porém não contava, no entanto, com a recepção do pai. Como foi? Lc 15.20-24 O FILHO PRÓDIGO (LUCAS 15.11-32)
  10. 10. O irmão fica então indignado, aborrecido deixando de cumprir com as responsabilidades de primogênito, humilhando publicamente o pai. Qual era a sua revolta? Lc 15.29,30 O pai também vai ao seu encontro e também lhe demonstra amor. Como foi? Lc 15.28, 31,32 O FILHO PRÓDIGO (LUCAS 15.11-32)
  11. 11. Lucas nos apresenta a atitude correta diante das riquezas. A primeira e a última das histórias aqui contadas são exclusividades de Lucas. Parábola do administrador desonesto (Lc 16.1-8); Parábola do rico e Lázaro (Lc 16.19-31) Em ambas as parábolas é tratado a questão das riquezas. No primeiro caso ensina ao crente, que, como mordomo de Deus, deve ser astuto no uso dos bens materiais, investindo na salvação do mundo. O apego apego às coisas materiais pode representar um grande perigo, por isso as palavras de Jesus em Lucas 16.13 A QUESTÃO DAS RIQUEZAS (LUCAS 16)
  12. 12. Prof. Mariângela Domeniche Perdomo

×