O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

O verbete

  1. 1. Verbete, um gênero enciclopédico Manoel Neves
  2. 2. VERBETE, UM GÊNERO ENCICLOPÉDICO aspectos gerais
  3. 3. ASPECTOS GERAIS o verbete definiçãoexposição,  organizada  e  sistemá4ca,  de  informações  sobre  assuntos  do  conhecimento  humano   intencionalidade difundir  conhecimento  acumulado,  por  meio  da  criação  de  obra  de  referência  [enciclopédia]   estruturadefinição  [técnica],  finalidade,  exemplos,  informações  históricas,  transformações,  estado  atual   tipos textuais exposição  [argumentação?]   contexto de circulação enciclopédias  [in  folio,  virtuais,  online  ou  digitais]  
  4. 4. CARACTERÍSTICAS o verbete in  folio   suporte   virtual   linguagem   hipertexto   não  verbal  modalidades  
  5. 5. ESTRUTURA o verbete definiçãoinformação  técnica  simples  cujo  obje4vo  é  a  apresentar  o  assunto  de  que  o  verbete  tratará;   finalidade aplicação,  obje4vo  do  conhecimento;   exemplo conferem  verossimilhança;   informações históricas e transformações onde  e  como  surgiu  tal  técnica  e  quais  alterações  sofreu  ao  longo  do  tempo;   estado atualinformações  acerca  de  como  o  assunto  é  visto  próximo  do  momento  da  produção  do  texto.  
  6. 6. TEXTOo verbete
  7. 7. ENGENHARIA GENÉTICA o verbeteEngenharia   Gené4ca   e   Modificação   Gené4ca   são   termos   para   o   processo   de   manipulação   dos  genes   de   um   organismo,   geralmente   fora   do   processo   normal   reprodu4vo   deste.   Envolvem  frequentemente  o  isolamento,  a  manipulação  e  a  introdução  do  ADN  num  chamado  “corpo  de  prova”,  geralmente  para  exprimir  um  gene.  O  obje4vo  é  de  introduzir  novas  caracterís4cas  num  ser   vivo   para   aumentar   a   sua   u4lidade,   tal   como   aumentando   a   área   de   uma   espécie   de   cul4vo,  introduzindo  uma  nova  caracterís4ca,  ou  produzindo  uma  nova  proteína  ou  enzima.  Exemplos   são   a   produção   de   insulina   humana   através   do   uso   modificado   de   bactérias   e   da  produção  de  novos  4pos  de  ratos  como  o  OncoMouase  [rato  do  cancro]  para  pesquisa,  através  de  re-­‐estruturamento  gené4co.  [...]   Disponível  em:  hTp://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_gen%C3%A94ca.  Acesso  em  18  de  março  de  2007.  
  8. 8. ANÁLISE o verbete
  9. 9. ANÁLISE o verbeteEngenharia   Gené4ca   e   Modificação   Gené4ca   são   termos   para   o   processo   de   manipulação   dos  genes  de  um  organismo,  geralmente  fora  do  processo  normal  reprodu4vo  deste.   comentárioA  primeira  informação  encontrada  no  verbete  sobre  engenharia  gené4ca  é  uma  definição  dessa  técnica  de  manipulação  de  genes.  Como  o  exemplo  foi  re4rado  de  uma  enciclopédia  virtual,  verifica-­‐se  a  presença  de  hiperlinks,  em  azul  e  sublinhado.  
  10. 10. ANÁLISE o verbeteEnvolvem  frequentemente  o  isolamento,  a  manipulação  e  a  introdução  do  ADN  num  chamado  “corpo   de   prova”,   geralmente   para   exprimir   um   gene.   O   obje4vo   é   de   introduzir   novas  caracterís4cas  num  ser  vivo  para  aumentar  a  sua  u4lidade,  tal  como  aumentando  a  área  de  uma  espécie  de  cul4vo,  introduzindo  uma  nova  caracterís4ca,  ou  produzindo  uma  nova  proteína  ou  enzima.   comentárioConcluída  a  definição  do  termo,  o  texto  passa  a  tratar  da  finalidade  [aplicações,  obje4vos]  da  engenharia  gené4ca.  
  11. 11. ANÁLISE o verbeteExemplos   são   a   produção   de   insulina   humana   através   do   uso   modificado   de   bactérias   e   da  produção  de  novos  4pos  de  ratos  como  o  OncoMouase  [rato  do  cancro]  para  pesquisa,  através  de  re-­‐estruturamento  gené4co.  [...]   comentárioNa   sequência,   como   o   termo   a   ser   apresentado   permite,   são   fornecidos   diferentes   exemplos   de  sua  aplicação  prá4ca.  
  12. 12. FONTES o verbeteABAURRE,   Maria   Luiza   M.,   ABAURRE,   Maria   Bernadete   M.   Produção   de   texto;   interlocução   e  gêneros.  São  Paulo:  Moderna,  2007.  COSTA,  Sérgio  Roberto.  Dicionário  de  gêneros  textuais.  Belo  Horizonte:  Autên4ca,  2008.  
  • ImRnRUser

    May. 27, 2021
  • IgorSouza237

    May. 25, 2021
  • ValStefanello

    Mar. 24, 2021
  • lucimarsouza31508

    Feb. 7, 2021
  • nainadad

    Oct. 6, 2020
  • TaynamFernandes

    Sep. 14, 2020
  • anoluci

    Aug. 14, 2020
  • THALITAANDREOLICASTR

    Jul. 7, 2020
  • vanessaizzo

    May. 31, 2020
  • LeticiaAndreia3

    May. 29, 2020
  • CristianeCabral7

    May. 26, 2020
  • EstelaNunes

    Apr. 7, 2020
  • ValdileneBordoni

    Mar. 12, 2020
  • ilzepos

    Feb. 3, 2020
  • AndraPatrciaMeloMelo

    Jun. 11, 2019
  • m_opl

    Mar. 11, 2019
  • AlineCorra11

    Jun. 12, 2018
  • amalcardoso

    Mar. 20, 2018
  • fladnasilva

    Nov. 9, 2017
  • NaweyvaDarleng

    Oct. 23, 2017

Vistos

Vistos totais

11.441

No Slideshare

0

De incorporações

0

Número de incorporações

2.146

Ações

Baixados

0

Compartilhados

0

Comentários

0

Curtir

25

×