SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
SOROCABA • DOMINGO • 12 DE JULHO DE 2015caderno de domingo E3
Monitorar o que os filhos fa-
zem na web nem sempre é
tarefa fácil, reconhecem os
pais. Segundo especialistas, a
proibição pura e simples pode
dar em nada, enquanto o diá-
logo e a confiança recíproca
tendem a ser as melhores alia-
das de pais e filhos diante da
multiplicidade de caminhos
que a web oferece, o tempo
todo. Veja algumas dicas que
podem auxiliar a obter mel-
hores resultados nessa
equação:
* Tenha certeza de que proi-
bir não educa e não previne
nada. As “tecnologias” mais
avançadas para proteger
crianças e adolescentes em
qualquer espaço continuam
sendo diálogo e orientação.
* Se não sabe usar o compu-
tador nem navegar na inter-
net, aproveite para aprender
junto com seus filhos. Verá
que será muito interessante
receber lições de tecnologia,
entender o que eles fazem, com
quem conversam e o que di-
vulgam na internet. E você te-
rá oportunidade para ensiná-
los a tomar cuidado.
* Coloque-se sempre à dis-
posição para que peçam ajuda
quando se sentirem ameaça-
dos ou receberem conteúdos
impróprios on-line.
* No lugar das velhas dicas
para não receber doces nem
carona de estranhos, hoje os
pais precisam alertar os filhos
para não divulgarem dados
pessoais na internet, não
aceitarem convites para se
encontrarem com amigos vir-
tuais e nem receberem arqui-
vos de estranhos.
* Espionar e gravar tudo
o que seus filhos fazem não
são boas saídas, pois você
fere a privacidade e pode
fragilizar a confiança. Pen-
se bem: você grava as con-
versas dos filhos na quadra
de futebol ou na casa de bo-
necas? Por que faria isto na
internet?
* Programas de filtro de
conteúdo podem ajudar, mas o
diálogo aberto sobre como,
quando e com quem usar a in-
ternet continua sendo respon-
sabilidade dos pais. Os progra-
mas podem funcionar bem em
casa, mas e na lan house? E
na casa do colega?
* Ensine que não podemos
acreditar em tudo, nem em
todos. Como em todos lugares,
há pessoas mal intencionadas
e mentirosas.
* Mantenha sempre diálo-
go aberto com seus filhos.
Assim eles poderão incorpo-
rar as dicas de segurança
como proteção e não apenas
como mais uma regra im-
posta. Quando entenderem
que é para o bem deles, es-
tarão protegidos em todos os
lugares. (T.S.)
Fonte: http://www.safernet.org.br
SOROCABA • DOMINGO • 12 DE JULHO DE 2015 3
Crianças devem ser orientadas a não aceitarem convites para se
encontrarem com amigos virtuais e nem receberem arquivos de estranhos
As redes sociais possibilitam
a troca de ideias, informações
e conteúdos em qualquer parte
do mundo e a todo momento
Pedagoga e psicopedagoga Lygia
Nascimento: os alunos devem sair da
posição de expectadores para protagonistas,
caminhando frente às tecnologias de
informação e comunicação
LUIZ SETTI
LUIZ SETTI
EMÍDIO MARQUES
Protagonismo infantil tem
de ser alicerçado em valores
Telma Silvério
telma.silverio@jcruzeiro.com.br
T
endo a world wide web, www ou
simplesmente web como ferra-
menta de acesso, a internet co-
necta milhões de computado-
res pelo mundo, portanto, um espaço
coletivo. A pedagoga e psicopedagoga
Lygia Nascimento de Almeida explica
que esse território sem um dono único
é um espaço que apresenta múltiplas
tarefas e milhares de usuários. As in-
formações estão disponíveis e são aces-
síveis a qualquer um que tenha acesso
a um computador. Dinâmica e ambí-
gua, a tecnologia pode ir além de um lu-
gar de pesquisa, pois através das redes
sociais possibilita a troca de ideias, in-
formações e conteúdos em qualquer
parte do mundo e a todo momento. Des-
ta forma, a escola tem papel importan-
te nessa relação entre tecnologia e
usuário, destaca a educadora.
A escola muitas vezes introduz a
criança em ambientes virtuais, aproxi-
mando-as de uma realidade que é reco-
nhecida como parte de suas vidas. Em
artigo intitulado O Protagonista das No-
vas Habilidades do século XXI, Lygia Al-
meida esclarece que a iniciativa não dei-
xa de ser uma oportunidade para que os
alunos saiam da posição de expectado-
res para protagonistas da criação de in-
formação, caminhando frente às tecno-
logias de informação e co-
municação (TICs). A prio-
ridade, nesse caso, é o co-
nhecimento produzido
com autonomia. Desde ce-
do a criança precisa ter
autonomia e consciência
das suas postagens. E is-
so ela só aprende na esco-
la, opina.
Por outro lado, acres-
centa a psicopedagoga,
trata-se de uma iniciativa
que exige parceria da es-
cola e da família na cons-
trução de valores. “Na verdade é um tra-
balho feito desde a infância e a longo
prazo. Não se aprende a ter essa atitu-
de da noite para o dia. É uma questão
de formação”, finaliza.
Soluções mágicas
Quando as crianças frequentam a
escola aprendem de tudo: bom e mau.
E com o acesso irrestrito que a inter-
net oferece com PCs, tablets e celula-
res podem aprender de tudo e muito
mais, destaca o professor da Univer-
sidade de Sorocaba (Uniso), Hélder
Leal da Costa, que pos-
sui experiência na área
de Ciência da Compu-
tação, com ênfase em
Sistemas de Informação.
A única maneira segura
de protegê-las contra in-
formações perniciosas é
não deixar que frequen-
tem a escola e não usem
a internet. O que, eviden-
temente, é um absurdo,
acrescenta. “Não existe
nenhuma tecnologia se-
gura para proteção na in-
ternet. É preciso tentar educar as
crianças em casa, principalmente com
exemplos e menos com discursos”, en-
fatiza.
Para o especialista, não existem so-
luções mágicas. A confiança e o diálogo
aberto com os filhos, sobre todos os as-
suntos, com honestidade e amor, po-
dem ser a melhor forma de conduzir es-
se tipo de situação.
Ao invés de proibir
o uso das redes
sociais, pais
devem educar
Desde cedo, a
criança precisa
ter autonomia e
consciência das
suas postagens
na web

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividade5
Atividade5Atividade5
Atividade5abramo
 
Atividade 5.Ppt Simone
Atividade 5.Ppt SimoneAtividade 5.Ppt Simone
Atividade 5.Ppt Simoneguest299790
 
Guia de segurança On line
Guia de segurança On lineGuia de segurança On line
Guia de segurança On lineTharas On Line
 
"Meu filho não sai do computador, e agora?"
"Meu filho não sai do computador, e agora?""Meu filho não sai do computador, e agora?"
"Meu filho não sai do computador, e agora?"Bianca Santana
 
Atividade3AmandaJonasNascimento
Atividade3AmandaJonasNascimentoAtividade3AmandaJonasNascimento
Atividade3AmandaJonasNascimentoAmanda Jonas
 
Jovens e mídia paloma cristina
Jovens e mídia   paloma cristinaJovens e mídia   paloma cristina
Jovens e mídia paloma cristinaRedeci Uftm
 
Como utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para paisComo utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para paisCarmen Valadas
 
Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos gersonos
 
Atividade 5.Ppt Giovana
Atividade 5.Ppt GiovanaAtividade 5.Ppt Giovana
Atividade 5.Ppt Giovanaguest299790
 
Boas+PráTicas+Legais+No
Boas+PráTicas+Legais+NoBoas+PráTicas+Legais+No
Boas+PráTicas+Legais+NoLuís Lima
 
Educação, tecnologia e Infância
Educação, tecnologia e InfânciaEducação, tecnologia e Infância
Educação, tecnologia e Infânciacacildasr
 
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...
Perceções de famílias  portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...Perceções de famílias  portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...Rita Brito
 

Mais procurados (18)

Atividade5
Atividade5Atividade5
Atividade5
 
Atividade 5.Ppt Simone
Atividade 5.Ppt SimoneAtividade 5.Ppt Simone
Atividade 5.Ppt Simone
 
Internet Segura 2
Internet Segura 2Internet Segura 2
Internet Segura 2
 
Avg ebook
Avg ebookAvg ebook
Avg ebook
 
Guia de segurança On line
Guia de segurança On lineGuia de segurança On line
Guia de segurança On line
 
"Meu filho não sai do computador, e agora?"
"Meu filho não sai do computador, e agora?""Meu filho não sai do computador, e agora?"
"Meu filho não sai do computador, e agora?"
 
Atividade3AmandaJonasNascimento
Atividade3AmandaJonasNascimentoAtividade3AmandaJonasNascimento
Atividade3AmandaJonasNascimento
 
Jovens e mídia paloma cristina
Jovens e mídia   paloma cristinaJovens e mídia   paloma cristina
Jovens e mídia paloma cristina
 
Como utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para paisComo utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para pais
 
Elaine
ElaineElaine
Elaine
 
Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos Puc tp 1 - tecnófobos
Puc tp 1 - tecnófobos
 
Atividade 5.Ppt Giovana
Atividade 5.Ppt GiovanaAtividade 5.Ppt Giovana
Atividade 5.Ppt Giovana
 
Como utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para paisComo utilizar a internet para pais
Como utilizar a internet para pais
 
Geração Y
Geração YGeração Y
Geração Y
 
Boas+PráTicas+Legais+No
Boas+PráTicas+Legais+NoBoas+PráTicas+Legais+No
Boas+PráTicas+Legais+No
 
06 09
06  0906  09
06 09
 
Educação, tecnologia e Infância
Educação, tecnologia e InfânciaEducação, tecnologia e Infância
Educação, tecnologia e Infância
 
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...
Perceções de famílias  portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...Perceções de famílias  portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança di...
 

Destaque

Standardisation and semantic interoperability for eHealth platforms
Standardisation and semantic interoperability for eHealth platformsStandardisation and semantic interoperability for eHealth platforms
Standardisation and semantic interoperability for eHealth platformsJan-Marc Verlinden
 
Informativocafecompp
InformativocafecomppInformativocafecompp
Informativocafecomppcafecompp
 
G15 soft tissue coverage
G15 soft tissue coverageG15 soft tissue coverage
G15 soft tissue coverageClaudiu Cucu
 
CDNのパフォーマンス比較/Cedexis
CDNのパフォーマンス比較/CedexisCDNのパフォーマンス比較/Cedexis
CDNのパフォーマンス比較/CedexisJ-Stream Inc.
 
マルチCDNの概要
マルチCDNの概要マルチCDNの概要
マルチCDNの概要J-Stream Inc.
 

Destaque (9)

COME ALIVE
COME ALIVECOME ALIVE
COME ALIVE
 
Standardisation and semantic interoperability for eHealth platforms
Standardisation and semantic interoperability for eHealth platformsStandardisation and semantic interoperability for eHealth platforms
Standardisation and semantic interoperability for eHealth platforms
 
Portada 3
Portada 3Portada 3
Portada 3
 
Flip flops
Flip flopsFlip flops
Flip flops
 
Informativocafecompp
InformativocafecomppInformativocafecompp
Informativocafecompp
 
G15 soft tissue coverage
G15 soft tissue coverageG15 soft tissue coverage
G15 soft tissue coverage
 
CDNのパフォーマンス比較/Cedexis
CDNのパフォーマンス比較/CedexisCDNのパフォーマンス比較/Cedexis
CDNのパフォーマンス比較/Cedexis
 
Samburu
SamburuSamburu
Samburu
 
マルチCDNの概要
マルチCDNの概要マルチCDNの概要
マルチCDNの概要
 

Semelhante a Caderno de domingo e3

O que sabe sobre segurança infantil?
O que sabe sobre segurança infantil?O que sabe sobre segurança infantil?
O que sabe sobre segurança infantil?Mais Segurança
 
Power Point Internet Fim
Power Point Internet FimPower Point Internet Fim
Power Point Internet FimEBSilva6
 
Power Point Internet Fim
Power Point Internet FimPower Point Internet Fim
Power Point Internet FimEBSilva6
 
Trabalho tic vanessa
Trabalho tic vanessaTrabalho tic vanessa
Trabalho tic vanessaVPS1
 
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...Maria Rosário Rodrigues - Zizá
 
2011 guia internet e família - wan
2011   guia internet e família - wan2011   guia internet e família - wan
2011 guia internet e família - wanO Diário Na Escola
 
A internet na vida das crianças inês
A internet na vida das crianças   inêsA internet na vida das crianças   inês
A internet na vida das crianças inêsInes Bá
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetBenedilosn
 
Escolas Interativas e Famílias Participativas
Escolas Interativas e Famílias ParticipativasEscolas Interativas e Famílias Participativas
Escolas Interativas e Famílias ParticipativasDebora Sebriam
 
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...Rita Brito
 
Atividade 5 Perigo Na Rede
Atividade 5 Perigo Na RedeAtividade 5 Perigo Na Rede
Atividade 5 Perigo Na Redeabramo
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalhomuniina
 

Semelhante a Caderno de domingo e3 (20)

O que sabe sobre segurança infantil?
O que sabe sobre segurança infantil?O que sabe sobre segurança infantil?
O que sabe sobre segurança infantil?
 
Power Point Internet
Power Point InternetPower Point Internet
Power Point Internet
 
Power Point Internet Fim
Power Point Internet FimPower Point Internet Fim
Power Point Internet Fim
 
Power Point Internet Fim
Power Point Internet FimPower Point Internet Fim
Power Point Internet Fim
 
Trabalho de tecnologia
Trabalho de tecnologiaTrabalho de tecnologia
Trabalho de tecnologia
 
Trabalho tic vanessa
Trabalho tic vanessaTrabalho tic vanessa
Trabalho tic vanessa
 
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...
UMA EXPERIÊNCIA SOBRE UTILIZAÇÃO SEGURA DA INTERNET COM ALUNOS DE 1.º CICLO D...
 
2011 guia internet e família - wan
2011   guia internet e família - wan2011   guia internet e família - wan
2011 guia internet e família - wan
 
A internet na vida das crianças inês
A internet na vida das crianças   inêsA internet na vida das crianças   inês
A internet na vida das crianças inês
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internet
 
Midias Sociais na Educacao
Midias Sociais na EducacaoMidias Sociais na Educacao
Midias Sociais na Educacao
 
Tecnologia para crianças
Tecnologia para criançasTecnologia para crianças
Tecnologia para crianças
 
Escolas Interativas e Famílias Participativas
Escolas Interativas e Famílias ParticipativasEscolas Interativas e Famílias Participativas
Escolas Interativas e Famílias Participativas
 
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...
Perceções de famílias portuguesas, com filhos até 8 anos, sobre segurança dig...
 
Atividade 5 Perigo Na Rede
Atividade 5 Perigo Na RedeAtividade 5 Perigo Na Rede
Atividade 5 Perigo Na Rede
 
Mind the gap
Mind the gapMind the gap
Mind the gap
 
43 878
43 87843 878
43 878
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
1º série reda cem - 10.30
1º série   reda cem -  10.301º série   reda cem -  10.30
1º série reda cem - 10.30
 
Power Point De Tice
Power Point De TicePower Point De Tice
Power Point De Tice
 

Mais de lygia almeida

Caderno de domingo e2
Caderno de domingo e2Caderno de domingo e2
Caderno de domingo e2lygia almeida
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemlygia almeida
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemlygia almeida
 
Colégio dom aguirre
Colégio dom aguirreColégio dom aguirre
Colégio dom aguirrelygia almeida
 
Colégio dom aguirre
Colégio dom aguirreColégio dom aguirre
Colégio dom aguirrelygia almeida
 

Mais de lygia almeida (6)

Caderno de domingo e2
Caderno de domingo e2Caderno de domingo e2
Caderno de domingo e2
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Fundamentos da ei
Fundamentos da eiFundamentos da ei
Fundamentos da ei
 
Colégio dom aguirre
Colégio dom aguirreColégio dom aguirre
Colégio dom aguirre
 
Colégio dom aguirre
Colégio dom aguirreColégio dom aguirre
Colégio dom aguirre
 

Último

Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 

Último (20)

Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 

Caderno de domingo e3

  • 1. SOROCABA • DOMINGO • 12 DE JULHO DE 2015caderno de domingo E3 Monitorar o que os filhos fa- zem na web nem sempre é tarefa fácil, reconhecem os pais. Segundo especialistas, a proibição pura e simples pode dar em nada, enquanto o diá- logo e a confiança recíproca tendem a ser as melhores alia- das de pais e filhos diante da multiplicidade de caminhos que a web oferece, o tempo todo. Veja algumas dicas que podem auxiliar a obter mel- hores resultados nessa equação: * Tenha certeza de que proi- bir não educa e não previne nada. As “tecnologias” mais avançadas para proteger crianças e adolescentes em qualquer espaço continuam sendo diálogo e orientação. * Se não sabe usar o compu- tador nem navegar na inter- net, aproveite para aprender junto com seus filhos. Verá que será muito interessante receber lições de tecnologia, entender o que eles fazem, com quem conversam e o que di- vulgam na internet. E você te- rá oportunidade para ensiná- los a tomar cuidado. * Coloque-se sempre à dis- posição para que peçam ajuda quando se sentirem ameaça- dos ou receberem conteúdos impróprios on-line. * No lugar das velhas dicas para não receber doces nem carona de estranhos, hoje os pais precisam alertar os filhos para não divulgarem dados pessoais na internet, não aceitarem convites para se encontrarem com amigos vir- tuais e nem receberem arqui- vos de estranhos. * Espionar e gravar tudo o que seus filhos fazem não são boas saídas, pois você fere a privacidade e pode fragilizar a confiança. Pen- se bem: você grava as con- versas dos filhos na quadra de futebol ou na casa de bo- necas? Por que faria isto na internet? * Programas de filtro de conteúdo podem ajudar, mas o diálogo aberto sobre como, quando e com quem usar a in- ternet continua sendo respon- sabilidade dos pais. Os progra- mas podem funcionar bem em casa, mas e na lan house? E na casa do colega? * Ensine que não podemos acreditar em tudo, nem em todos. Como em todos lugares, há pessoas mal intencionadas e mentirosas. * Mantenha sempre diálo- go aberto com seus filhos. Assim eles poderão incorpo- rar as dicas de segurança como proteção e não apenas como mais uma regra im- posta. Quando entenderem que é para o bem deles, es- tarão protegidos em todos os lugares. (T.S.) Fonte: http://www.safernet.org.br SOROCABA • DOMINGO • 12 DE JULHO DE 2015 3 Crianças devem ser orientadas a não aceitarem convites para se encontrarem com amigos virtuais e nem receberem arquivos de estranhos As redes sociais possibilitam a troca de ideias, informações e conteúdos em qualquer parte do mundo e a todo momento Pedagoga e psicopedagoga Lygia Nascimento: os alunos devem sair da posição de expectadores para protagonistas, caminhando frente às tecnologias de informação e comunicação LUIZ SETTI LUIZ SETTI EMÍDIO MARQUES Protagonismo infantil tem de ser alicerçado em valores Telma Silvério telma.silverio@jcruzeiro.com.br T endo a world wide web, www ou simplesmente web como ferra- menta de acesso, a internet co- necta milhões de computado- res pelo mundo, portanto, um espaço coletivo. A pedagoga e psicopedagoga Lygia Nascimento de Almeida explica que esse território sem um dono único é um espaço que apresenta múltiplas tarefas e milhares de usuários. As in- formações estão disponíveis e são aces- síveis a qualquer um que tenha acesso a um computador. Dinâmica e ambí- gua, a tecnologia pode ir além de um lu- gar de pesquisa, pois através das redes sociais possibilita a troca de ideias, in- formações e conteúdos em qualquer parte do mundo e a todo momento. Des- ta forma, a escola tem papel importan- te nessa relação entre tecnologia e usuário, destaca a educadora. A escola muitas vezes introduz a criança em ambientes virtuais, aproxi- mando-as de uma realidade que é reco- nhecida como parte de suas vidas. Em artigo intitulado O Protagonista das No- vas Habilidades do século XXI, Lygia Al- meida esclarece que a iniciativa não dei- xa de ser uma oportunidade para que os alunos saiam da posição de expectado- res para protagonistas da criação de in- formação, caminhando frente às tecno- logias de informação e co- municação (TICs). A prio- ridade, nesse caso, é o co- nhecimento produzido com autonomia. Desde ce- do a criança precisa ter autonomia e consciência das suas postagens. E is- so ela só aprende na esco- la, opina. Por outro lado, acres- centa a psicopedagoga, trata-se de uma iniciativa que exige parceria da es- cola e da família na cons- trução de valores. “Na verdade é um tra- balho feito desde a infância e a longo prazo. Não se aprende a ter essa atitu- de da noite para o dia. É uma questão de formação”, finaliza. Soluções mágicas Quando as crianças frequentam a escola aprendem de tudo: bom e mau. E com o acesso irrestrito que a inter- net oferece com PCs, tablets e celula- res podem aprender de tudo e muito mais, destaca o professor da Univer- sidade de Sorocaba (Uniso), Hélder Leal da Costa, que pos- sui experiência na área de Ciência da Compu- tação, com ênfase em Sistemas de Informação. A única maneira segura de protegê-las contra in- formações perniciosas é não deixar que frequen- tem a escola e não usem a internet. O que, eviden- temente, é um absurdo, acrescenta. “Não existe nenhuma tecnologia se- gura para proteção na in- ternet. É preciso tentar educar as crianças em casa, principalmente com exemplos e menos com discursos”, en- fatiza. Para o especialista, não existem so- luções mágicas. A confiança e o diálogo aberto com os filhos, sobre todos os as- suntos, com honestidade e amor, po- dem ser a melhor forma de conduzir es- se tipo de situação. Ao invés de proibir o uso das redes sociais, pais devem educar Desde cedo, a criança precisa ter autonomia e consciência das suas postagens na web