Apresentação de resultados 2013 4_t13_vfinal

214 visualizações

Publicada em

Apresentação de resultados 2013 - 4T13 - Lopes Brasil

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação de resultados 2013 4_t13_vfinal

  1. 1. Apresentação dos Resultados 2013 / 4T13 Apresentação Marcos Lopes – CEO Francisco Lopes – COO Marcello Leone – CFO e DRI Bruno Gama – COO CrediPronto!
  2. 2. Aviso importante Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou qualquer informação aqui contida formam a base de qualquer tipo de contrato ou compromisso. O material que se segue contém informações gerais sobre os negócios da LPS Brasil – Consultoria de imóveis S.A e suas controladas (“LPS” ou “Companhia”), referentes ao trimestre findo em 31 de dezembro de 2013. Este material não deve ser entendido como aconselhamento a potenciais investidores. Estas informações não se propõem estarem completas e estão sob a forma de resumo. Nenhuma confiança deveria ser realizada na exatidão das informações aqui presentes e nenhuma representação ou garantia, expressa ou implícita, é feita em relação à exatidão da informação aqui presente. Esta apresentação contém afirmações que podem contemplar previsões futuras e estas são somente previsões, não garantias de performance futura. Os investidores são avisados de que tais previsões acerca do futuro estão e serão sujeitas a inúmeros riscos, incertezas e fatores relacionados às operações e aos ambientes de negócios da LPS Brasil , tais como: pressões competitivas, a performance da economia brasileira e do setor imobiliário, mudanças em condições de mercado, entre outros fatores presentes nos documentos divulgados pela LPS Brasil. Tais riscos podem fazer com que os resultados da Companhia sejam materialmente diferentes de quaisquer resultados futuros expressos ou implícitos em tais afirmações acerca do futuro. A LPS Brasil acredita que baseada nas informações atualmente disponíveis para os administradores da Companhia, as expectativas e hipóteses refletidas nas afirmações acerca do futuro são razoáveis. Também, a LPS Brasil não pode garantir eventos ou resultados futuros. Finalmente a LPS Brasil expressamente nega qualquer obrigação de atualizar qualquer previsões futuras aqui presentes.
  3. 3. Agenda I. Destaques II. Resultados Operacionais III. CrediPronto! IV. Resultados Financeiros
  4. 4. Destaques
  5. 5. Destaques 2013  Total de intermediações atingiram patamar recorde de R$ 19,9 bilhões  Tivemos o melhor ano em intermediações no mercado primário da nossa história. Intermediações no mercado primário atingiram R$ 14,9 bilhões, crescimento de 4% em relação a 2012  Intermediações no mercado secundário recordes de R$ 4,9 bilhões, 7% superior a 2012  Receita líquida de R$ 503,8 milhões. Aumento de 22% em relação a 2012  EBITDA de R$ 222,4 milhões e EBITDA ajustado por efeitos não recorrentes de R$ 171,9 milhões, melhores marcas já alcançadas pela companhia  Margem EBITDA ajustada por efeitos não recorrentes de R 38,4%, 2,9 pp superior a 2012.  Lucro Líquido dos Acionistas Controladores Antes do IFRS de R$ 142,1 milhões com margem líquida de 28,2%. Aumento de 65% em relação a 2012 e melhora de 7,3 p.p. da margem líquida  CrediPronto! originou R$ 2,0 bilhões em financiamentos. Crescimento de 34% na comparação com 2012  Carteira da CrediPronto! atingiu R$ 4,0 bilhões. Volume 45% superior a 2012  Reconhecemos R$ 57,7 milhões da segunda parcela do earn out da CrediPronto!. 5
  6. 6. Resultados Operacionais
  7. 7. VGV Intermediado (em R$ milhões) VGV e Unidades Intermediadas Unidades Intermediadas +5% +11% 2013 19.858 14.947 4.912 2012 18.981 14.389 4.592 4T13 5.656 4.370 1.286 4T12 5.101 3.886 1.216 1.798 -17% -14% 2013 49.022 40.624 8.398 2012 58.923 48.988 9.935 4T13 13.897 12.099 4T12 16.082 13.655 2.427 7 (em unidades) Mercado Secundário Mercado Primário
  8. 8. Velocidade de Intermediação sobre a Oferta 4T133T13 16,6% 15,7% 4T13 19,5% 3T13 25,8% 8 VSO Consolidado Brasil (em %) VSO Habitcasa (em %) O VSO, Consolidado e Habitcasa, apresentaram queda em relação ao 3T13
  9. 9. R$ 19.858 milhões 36% 26% 30% 8% 43% 25% 27% 5% >600150-350 350-600<150 10% 17% 38% 35% 15% 22% 37% 27% VGV Intermediado por Faixa de Preço – Mercado Primário e Secundário R$ 18.981 milhões 49.022 unidades58.923 unidades 9 VGV Intermediado (%) Unidades Intermediadas (%) 2013 2012 2013 2012
  10. 10. VGV Intermediado por Região – Mercado Primário e Secundário 6% 5% 13% 4% 21% 51% 5% 5% 15% 4% 21% 51% Outros Nordeste Sul Brasília Rio de janeiro São Paulo 10 VGV Intermediado (em %) Aumento de 2pp da participação da região Sul 2012 2013
  11. 11. Breakdown do VGV Intermediado – Incorporadores listados e não-listados 11 Breakdown VGV Intermediado Mercado total (em %) 39% 41% 61% 59% 44%50% 56%50% 2013201220112010 Incorporadores Listados Incorporadores Não Listados Breakdown VGV Intermediado Mercado primário (em %) 31% 25% 44% Incorporadores Listados Mercado secundário Incorporadores Não Listados
  12. 12. Breakdown do VGV Intermediado – Diversificação dos clientes incorporadores 55% 68% 64% 67% 65% 55% 45% 32% 36% 33% 35% 45% 2012 2013 1T13 2T13 3T13 4T13 Demais Clientes 10 Maiores Incorporadores 9% 5% 7% 5% 6% 10% 7% 5% 5% 5% 5% 8% 6% 5% 5% 4% 5% 5% 5% 4% 5% 4% 4% 4% 4% 3% 4% 3% 4% 4% 2012 2013 1T13 2T13 3T13 4T13 1º 2º 3º 4º 5º 12 Clientes Incorporadores Breakdown dos 5 maiores incorporadores (em %) (em %)
  13. 13. LPS Brasil no Mercado de Financiamentos Imobiliários CrediPronto!
  14. 14. CrediPronto! R$ 2.020 MM em geração de financiamentos LTV Médio de 58,4% 6.555 Contratos Prazo Médio de 305 meses Taxa Média de 8,8% + TR 2013 14
  15. 15. CrediPronto! 2.020 1.503 545 440 +34% +24% 4T12 4T13 2012 2013 4.031 2.771 Saldo final 4T12 +45% Saldo final 4T13 15 Volume financiado Carteira de financiamentos (em R$ milhões) (em R$ milhões) O saldo médio da carteira no ano de 2013 foi de R$ 3,3 bilhões. O volume total originado até dez/13 atingiu R$ 5,6 bilhões.
  16. 16. CrediPronto! 517 707 881 1.162 1.454 1.756 1.989 2.266 2.492 2.771 2.986 3.328 3.688 4.031 set/10 dez/10 mar/11 jun/11 set/11 dez/11 mar/12 jun/12 set/12 dez/12 mar/13 jun/13 set/13 dez/13 16 Saldo final da carteira (em R$ milhões) O saldo final da carteira da CrediPronto! cresceu em média 6,0% ao mês desde set/10 e atingiu R$ 4,0 bilhões em dez/13
  17. 17. CrediPronto! P&L 2013 17 (em R$ mil) Total Assinaturas 2.019.989 Carteira Inicial 2.771.051 Carteira Final 4.030.957 Saldo médio da carteira¹ 3.329.343 Margem Financeira 58.141 % Spread 1,7% (-) Tributos sobre vendas -4.234 (-) Total dos custos e despesas -69.599 (-) Despesas Itaú -13.970 (-) Despesas Olímpia -33.644 (-) Comissões Pagas -19.876 (-) Seguros e Sinistros (+/-) -2.337 (+) Outras Receitas (Financ.) 340 (-) PDD -112 (-) IRPJ/CSLL (Balanço Itaú) -4.164 (=) Resultado líquido -19.857 % Margem Líquida -34,15% 50% Profit Sharing -9.928 (+) Retenção de Comissão 1.330 Resultado Credipronto! LPS -8.598 Resultado CrediPronto! 2013 1) Saldo médio da carteira calculado através de média ponderada.. * Números do P&L gerencial 2013 foram auditados pela Ernst&Young e devido a sua natureza gerencial não segue padrões de contabilidade
  18. 18. Resultados Financeiros
  19. 19. Comissão Líquida por Mercado 19 Comissão Líquida 4T11 1T12 2T12 3T12 4T12 1T13 2T13 3T13 4T13 BRASIL 2,4% 2,3% 2,4% 2,4% 2,4% 2,4% 2,4% 2,4% 2,4% Primário SP 3,1% 2,8% 3,1% 3,0% 2,9% 2,9% 2,9% 2,9% 2,9% Habitcasa 2,1% 2,0% 1,9% 2,1% 2,0% 2,4% 2,4% 2,4% 2,2% RJ 2,1% 2,1% 2,1% 2,0% 2,2% 2,2% 2,1% 2,0% 2,1% Outros 2,1% 2,1% 2,0% 2,1% 2,1% 2,1% 2,1% 2,1% 1,9% Secundário SP 2,4% 2,2% 2,2% 2,4% 2,2% 2,3% 2,4% 2,1% 2,5% RJ 2,3% 2,3% 2,0% 2,3% 2,2% 2,3% 2,2% 2,3% 2,3% Outros 2,5% 2,3% 2,5% 2,1% 2,5% 2,0% 2,3% 3,0% 2,6%
  20. 20. Receita Bruta e Líquida 4T12 14,8 4T13 +25% 124,0111,4 138,8 +11% 503,8 412,8 20132012 412,8 448,1 55,6 +22% +9% 4T12 156,9 +24% 127,0 15,4 141,5 4T13 +11% 2012 2013 470,4 470,4 567,1 509,3 57,7 +8% +21% 20 Receita bruta Receita líquida (em R$ milhões) (em R$ milhões) Em 2013, a Receita líquida cresceu 22% e atingiu R$ 503,8 milhões Earn out CrediPronto! Earn out CrediPronto! Earn out CrediPronto!Earn out CrediPronto!
  21. 21. Reconciliação da Receita Bruta 2013 IMPORTANTE CRITÉRIO PARA VGV INTERMEDIADO O VGV divulgado como VGV intermediado do trimestre tem por critério reconhecer somente o VGV faturado que multiplicado pela comissão líquida foram reconhecidos como receita bruta no trimestre. Sendo assim o VGV intermediado reportado no trimestre representa todos os critérios para a contabilização da receita bruta da companhia, que incluem inclusive a aprovação do contrato da intermediação pelo incorporador. VGV intermediado adicionalmente que foram gerados dentro do período que não tenham atingido todos os critérios para a sua contabilização não foram considerados como VGV intermediado neste mesmo período. 21 2013 - Reconciliação Receita Bruta (R$ MM) VGV Faturado (a) 19.858 Taxa Líquida (b) 2,40% Receita Bruta com Intermediação (a) x (b) 475,9 Reconhecimento Earn Out da CrediPronto 57,7 Apropriação de Receita da operação Itaú 14,5 Outras Receitas 23,1 AVP (4,1) Receita Bruta 567,1
  22. 22. Resultados 2013 22 Resultado 2013 Antes do IFRS e por Segmento (R$ milhares, exceto percentuais) Receita Bruta de Serviços 374.682 115.817 18.896 509.395 57.733 567.128 Receita de Intermediação Imobiliária 363.846 116.283 18.896 499.024 - 499.024 Apropriação de Receita da Operação Itaú 14.500 - - 14.500 - 14.500 Earn Out - - - - 57.733 57.733 Ajuste a Valor Presente (3.664) (465) - (4.129) - (4.129) Receita Operacional Líquida 329.208 101.818 17.104 448.130 55.626 503.755 (-)Custos e Despesas (136.437) (52.029) (14.926) (203.392) (2.966) (206.358) (-)Serviços Compartilhados (54.899) (16.932) - (71.830) (2.159) (73.989) (-)Despesas de Stock Option CPC10 (1.461) - - (1.461) - (1.461) (-)Apropriação de Despesas da Itaú (953) - - (953) - (953) (+/-) Equivalência Patrimonial - - 1.371 1.371 - 1.371 (=)EBITDA 135.458 32.857 3.549 171.864 50.500 222.364 Margem EBITDA Ajustada 41,1% 32,3% 20,8% 38,4% 44,1% (-)Depreciações e amortizações (11.579) (4.385) (0) (15.964) - (15.964) (+/-)Resultado Financeiro 11.552 4.065 7 15.624 - 15.624 (-)Imposto de renda e contribuição social (25.875) (10.371) (3.954) (40.200) (6.279) (46.480) (=)Lucro líquido Antes do IFRS 109.555 22.166 (398) 131.323 44.221 175.544 Margem Líquida Antes do IFRS 33,3% 21,8% -2,3% 29,3% 34,8% Sócios não controladores (33.407) (33.407) (=)Lucro Líquido atribuível aos Controladores Antes IFRS* 97.917 44.221 142.138 Margem líquida Controladores 21,9% 28,2% * Consideramos o Lucro Líquido ajustado por efeitos não caixa com IFRS 3 (Combinação de Negócios) o indicador de Lucro mais apurado para medir a performance da companhia. ConsolidadoLançamentos Pronto! CrediPronto! Consolidado Sem não recorrentes Não Recorrentes A B C A B C Efeito líquido do reconhecimento parcial da segunda parcela de earn out da CrediPronto; Despesas não recorrentes com: (R$ 4,2 milhões) despesas com reestruturação e (R$ 0,9 milhão) referente a provisão de bônus pelo reconhecimento parcial de earn out da CrediPronto; IR/CSLL sobre o reconhecimento parcial do earn out da CrediPronto.
  23. 23. Lucro Líquido 2013 por Segmento – Lançamentos e Pronto! Lucro Líquido Lançamentos 2013 (R$ milhares) Lucro Líquido Pronto! 2013 (R$ milhares) Lucro Líquido Antes do IFRS Margem Líquida (%) 109.555 (33%) Amortização de Intangível 24.584 Impairment 19.363 Reavaliação das Calls e Puts 10.178 Reavaliação Earn Out 6.306 IR/CSLL diferido sobre Intangível 12.944 Lucro Líquido Após IFRS Margem Líquida (%) 74.680 (23%) Impairment 22.404 Lucro Líquido Antes do IFRS Margem Líquida (%) 22.166 (22%) Amortização de Intangível 19.594 Reavaliação Earn Out 13.228 Reavaliação das Calls e Puts 54.009 Lucro Líquido Após IFRS Margem Líquida 47.405 (47%) 23
  24. 24. Resultados 4T13 / 2013 – Lançamentos antes do IFRS 2012 2013 122,9 (40%)+44% 4T13 43,4 (47%) 4T12 30,3 (36%) +10% 135,5 (41%) 4T13 +52% 33,8 (37%) 4T12 22,3 (27%) 109,6 (33%)96,2 (31%) 20132012 +14% 24 Lançamento EBITDA e Margem Lançamento Lucro Líquido e Margem Antes do IFRS (em R$ milhões) (em R$ milhões)
  25. 25. Resultados 4T13 / 2013 – Pronto! antes do IFRS +125% 4T13 10,9 (40%) 4T12 4,9 (20%) 2012 2013 20,6 (22%) 32,9 (32%) +60% +319% 4T13 9,4 (35%) 4T12 2,2 (9%) 2012 2013 12,9 (14%) 22,2 (22%) +72% 25 Pronto! EBITDA e Margem Pronto! Lucro Líquido e Margem Antes do IFRS (em R$ milhões) (em R$ milhões)
  26. 26. Despesas 1) Não considera despesas com CrediPronto e não recorrentes. 2) Fonte: IBGE 26 Despesas¹ Operacionais (em R$ milhões) 0% (-0,6) 2013 259,1 2012 258,5 IPCA² 928,4 983,3 +6% 20132012
  27. 27. EBITDA e Margem 1) Contempla o resultado de empresas controladas e com controle compartilhado de acordo com o método da equivalência patrimonial e resultado dos não controladores. Obs.: O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis e também não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados, não devendo ser considerado como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA da Companhia foi calculado de acordo com a Instrução CVM nº 527. 2) Não recorrentes com reconhecimento do Earn Out da CrediPronto, despesas relacionadas com o reconhecimento do earn out e despesas com reestruturação. 27 EBITDA1 Margem EBITDA (%) (em R$ milhões) Não recorrente² Não recorrente² 37,1 (33%) 222,4 (44%) 171,9 (38%) 50,5 +17% +52% +46% +86% 2013 54,3 (44%) 69,0 (50%) 146,6 (36%)14,7 4T12 20124T13
  28. 28. EBITDA e Receita Líquida 1) Contempla o resultado de empresas controladas e com controle compartilhado de acordo com o método da equivalência patrimonial e resultado dos não controladores. Obs.: O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis e também não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados, não devendo ser considerado como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA da Companhia foi calculado de acordo com a Instrução CVM nº 527. 28 EBITDA1 Histórico (em R$ milhões) 2011 2012 146,6 171,9 134,9 2013 Receita Líquida Histórica (em R$ milhões) 2011 2012 412,8 448,1 401,1 2013
  29. 29. Lucro Líquido e Margem 1) Consideramos o Lucro Líquido ajustado por efeitos não caixa com IFRS 3 (Combinação de Negócios) o indicador de Lucro mais apurado para medir a performance da companhia; 2) Não recorrentes com reconhecimento parcial do Earn Out da CrediPronto, despesas relacionadas com o reconhecimento do earn out e despesas com reestruturação. 29 Lucro Líquido Controladores Antes do IFRS¹ Margem Líquida (%) (em R$ milhões) Não recorrente² 4T12 18,5 (17%) +14% 2012 2013 +75% +145% 86,1 (21%) 142,1 (28%) +65% 44,2 97,9 (22%) 4T13 45,4 (33%) 32,3 (26%) 13,0 Não recorrente²
  30. 30. Impactos IFRS – Lucro líquido Controladores 4T13 / 2013 (1) Impairment de Ágio e Intangíveis de Aquisição. As aquisições da LPS desde 2010 são contabilizadas pelo valor do “CAP” do “Earnout” das transações. Anualmente, à medida que os valores do “CAP” não se confirmam pela performance das empresas os valores de ágio e intangíveis sofrem impairment com contrapartida na redução dos earnouts a pagar; (2) Amortização de Intangíveis; (3) Efeito combinado com: i) Ganhos e Perdas com efeitos líquidos não caixa das contabilizações das opções de call e put das companhias controladas, baseado em valor justo conforme estimativas futuras e ii) correção/baixa, sem efeito caixa, das parcelas de Earn Outs a pagar. (4) IR Diferido sobre ativos intangíveis da LPS Brasil. (5) Efeitos relacionados com IR diferido e amortização de intangíveis nos acionistas não controladores. 30 (em R$ mil) 4T13 2013 Descrição Antes do IFRS Efeitos do IFRS* Após IFRS Antes do IFRS Efeitos do IFRS* Após IFRS Receita Operacional Líquida 138.789 138.789 503.755 503.755 Custos e Despesas -58.569 -11.257 -69.826 -239.623 -41.767 -281.390 (1) Outros resultados não recorrentes Depreciação e amortização -4.921 -10.834 -15.755 -15.965 -44.178 -60.143 (2) Resultado Financeiro 5.065 20.442 25.507 15.625 63.365 78.990 (3) Lucro Operacional 80.363 -1.649 78.714 263.792 -22.580 241.212 (1)+(2)+(3) Imposto de Renda e Contribuição Social -13.596 9.624 -3.972 -46.481 12.944 -33.537 (4) Lucro Líquido 66.767 7.975 74.742 217.311 -9.636 207.675 (1)+(2)+(3)+(4) Acionistas não controladores -21.406 7.613 -13.793 -75.174 24.088 -51.086 (5) Lucro Líquido Atribuível aos Acionistas da Controladora 45.361 15.588 60.949 142.138 14.452 156.590 (1)+(2)+(3)+(4)+(5) * Efeitos não caixa referentes ao IFRS 3 (Combinação de Negócios)
  31. 31. CONTATOS RI Tel. +55 (11) 3067-0520/0312/0242 E-mail: ri@lopes.com.br www.lopes.com.br/ri 31

×