Cteep apresentação 1_t14

334 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cteep apresentação 1_t14

  1. 1. 1 Apresentação dos Resultados 1T14 São Paulo, 16 de Maio 2014
  2. 2. 2 Agenda Resultados Financeiros 1T14 Performance do Mercado de Capitais
  3. 3. 3 Receita Operacional Bruta 24,5 37,7 139,1 163,0 27,0 19,5 5,3 6,1 1T13 1T14 Construção O&M Financeira Outras 195,9 226,3 46,5 40,7 143,7 168,1 38,8 38,25,1 5,3 1T13 1T14 Construção O&M Financeira Outras 234,1 252,3+15,5% +7,8% Controladora Consolidado (R$ milhões) Aumento de 17% na Receita de O&M
  4. 4. 4 166,3 200,2 34,5 25,1 1T13 1T14 Controladora Controladas 200,8 225,3 Receita Operacional Líquida +12,2% (R$ milhões) Redução de 18,8% nas deduções da receita
  5. 5. 5 Custos e Despesas Operacionais -69,2 -56,6 -20,0 -10,3 -43,0 -36,9 -22,9 -24,8 1T13 1T14 Pessoal Material Serviços Outros -155,1 -128,5 -71,0 -59,0 -41,7 -14,7 -45,1 -38,5 -23,2 -25,3 1T13 1T14 Pessoal Material Serviços Outros -181,0 -137,4 Controladora Consolidado -17,2% -24,1% * * Inclui contingências, depreciação e arrendamento de aluguéis * (R$ milhões) Redução de 64,7% em Material e 14,6% em Serviços
  6. 6. 6 28,4% 46,9% Ebitda ICVM 527 e Margem Ebitda (R$ milhões) 51,6 103,05,4 2,6 1T13 1T14 Controladora Controladas 56,9 105,6 Margem Ebitda Consolidado
  7. 7. 7 Equivalência Patrimonial (R$ milhões) 20,8 19,9 0,6 0,2 0,2 IEMAD IEGAR IENNE IESUL TOTAL 0,0 15,2 12,2 3,5 (0,6) 0,1 IEMAD IEGAR IENNE IESUL TOTAL 1T13 1T14 Entrada em operação do Lote D da IEMadeira e avanço nas obras de IEGaranhuns
  8. 8. 8 Resultado Financeiro 43,6 14,1 -4,6 -4,2 9,9 Controladora Controladas 39,0 9,9 1T13 1T14 -74,6% (R$ milhões) Menor receita financeira sobre a Indenização do NI
  9. 9. 9 Lucro Líquido 71,0 85,5 1T13 1T14 +20,4% (R$ milhões)
  10. 10. 10 Dívida Líquida (*) A partir de janeiro de 2013, a Companhia concentrou as suas aplicações financeiras em fundos de investimentos exclusivos. Referem-se a quotas de fundo de investimento com alta liquidez, prontamente conversíveis em montante de caixa, independentemente do vencimento dos ativos. Dívida Bruta 1.337,7 1.239,5 7,9% Curto Prazo 383,7 377,7 1,6% Longo Prazo 954,0 861,8 10,7% Disponibilidades* 502,2 600,0 -16,3% Dívida Líquida 835,5 639,5 30,7% Δ% Empréstimos e Financiamentos (R$ milhões) 1T14 2013 Captação BNDES de R$ 124,1 milhões
  11. 11. 11 40,2%53,4% 6,1% 0,3% 40,2% 59,5% 0,3% BNDES NPs Debêntures BancosDebêntures Outros Perfil da Dívida - Consolidado Dívida Bruta R$ 1.337,7 milhões Tipos de Contratação Distribuição por indexador 1T14 2013 1T14 2013 TJLP CDI IPCA Outros 43,2% 56,5% 0,2% 32,8% 50,7% 5,9% 10,6%
  12. 12. 12 Amortização da Dívida (R$ milhões) Caixa Futuro de Recebimentos (NI) 2014 2015 Total Indenização NI a receber (projetado) 427,1 332,2 759,3 Receita Financeira s/ Indenização NI a receber (projetado) 46,2 12,0 58,2 Total 473,3 344,2 817,5 Caixa e Equivalentes em 31/03/2014: R$ 502,2 milhões 305,6 101,5 199,8 199,9 181,8 11,1 49,8 21,1 29,9 30,9 26,5 26,5 26,5 26,5 85,4 15,0 335,4 132,4 226,3 226,4 208,3 37,6 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 a 2024 2025 a 2029 Controladora Controladas 135,2 36,0
  13. 13. 13 Dívida Controladas em Conjunto Madeira Garanhuns IENNE IESUL Participação CTEEP 2013 1T14 1.245,1 101,2 57,9 18,9 1.256,0 118,3 57,8 18,8 (R$ milhões) Total da Dívida: R$ 1.423,2 Total da Dívida: R$ 1.451,0
  14. 14. 14 Agenda Resultados Financeiros 1T14 Performance do Mercado de Capitais
  15. 15. 15 Performance no Mercado de Capitais 87,5 mil negócios realizados até 31/03/2014 Média diária de 1.366 negócios Valor de mercado em 31/03/2014 R$ 5,1 bilhões Performance das ações até 31/03/2014 70,00 100,00 Jan/14 Fev/14 Mar/14 TRPL3 TRPL4 IBOVESPA IEE -5,38% -2,12% -8,51% 3,86% (base 31/12/2013 = 100) 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 Jan/14 Fev/14 Mar/14 Volume Financeiro Negociado até 31/03/2014 (R$ milhões) Volume Total R$ 549 Milhões Volume Médio / Dia R$ 8,6 milhões
  16. 16. 16 Disclaimer As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Companhia, às projeções e resultado e ao seu potencial de crescimento constituem-se em meras previsões e foram baseadas nas expectativas da administração em relação ao futuro da Companhia. Estas expectativas são altamente dependentes de mudanças no mercado, no desempenho econômico geral do País, do setor e dos mercados internacionais, estando sujeitas a mudanças.
  17. 17. 17 Relações com Investidores Tel: +55 11 3138-7557 ri@cteep.com.br www.cteep.com.br/ri

×