João Pedro e Tiago

177 visualizações

Publicada em

403

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
57
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

João Pedro e Tiago

  1. 1. Imigração africana João Pedro e Tiago – Turma 403
  2. 2. Imigrantes Africanos Seu início ocorreu na segunda metade do século XVI com o tráfico negreiro desenvolvido pelos portugueses. O negro africano contribuiu para o desenvolvimento populacional e econômico do Brasil. Os africanos espalharam-se por todo o território brasileiro, em engenhos de açúcar, fazendas de criação, arraiais de mineração, sítios extrativos, plantações de algodão, fazendas de café e áreas urbanas. A maior parte dos escravos africanos provinham de lugares como Angola, Guiné, Benin, Nigéria e Moçambique.
  3. 3. Influência africana na cultura brasileira A influência da África aparece em várias partes de nossa cultura, como por exemplo: Na música com ritrmos como o samba, que tem origem de ritmos africanos além de usar intrumentos vindos da África como o agogo. Na língua, onde várias palavras africanas foram introduzidas em nosso idioma. Na dança como o Maracatu e a Capoeira. Na religião, de onde vieram o candomblé e a ubanda.
  4. 4. Feijoada 1/2 QUILO DE FEIJÃO PRETO 1//2 QUILO DE COSTELINHA
  5. 5. Modo de preparo Ferva o charque em uma panela com água o suficiente para cobrir todo o charque, escorra, repita a operação para retirar todo o sal, escorra. Cozinhe o feijão em panela de pressão junto com todas as carnes e água suficiente para cobrir e passar ainda um 03 ou 04 dedos , quando estiver bem cozido, ponha os temperos e deixe ferver até o caldo ficar bem grossinho.

×