SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 54
Baixar para ler offline
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo
Hortaliças Não-Convencionais
(Tradicionais)
Brasília - 2010
© 2010 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte.
A responsabilidade pelos direitos autorais de textos e imagens desta obra é do autor.
1ª edição. Ano 2010
Tiragem: 1.000 exemplares
Elaboração, distribuição, informações:
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado de Minas Ge-
rais
Serviço de Política e Desenvolvimento Agropecuário – SEPDAG/DT/SFA-MG
Av. Raja Gabaglia, 245 – Cidade Jardim –
CEP: 30.380-103, Belo Horizonte-MG
Tel.: (31) 3250.0337
Fax.: (31) 3250.0337
www.agricultura.gov.br
e-mail: sepdag-mg@agricultura.gov.br
Central de Relacionamento: 0800 704 1995
Coordenação Editorial: Assessoria de Comunicação Social
Equipe Técnica: Georgeton Soares Ribeiro Silveira - EMATER-MG; Nuno Rodrigo Madeira - EMBRAPA
HORTALIÇAS; Maria Helena Tabim Mascarenhas - EPAMIG; Faustina Maria de Oliveira - EMATER-MG;
Lygia de Oliveira Figueiredo Bortolini - SFA-MG/Mapa; Érika Regina de Carvalho - EMATER-MG;Tamara
GonzagaHomemEstagiária-EMATER-MG;Magno GomesdaRocha-EMATER-MG;WalfridoMachado
Albernaz-EMATER-MG; WalterJoséRodriguesMatrangolo-EMBRAPAMILHOESORGO;SérgioPereira
de Carvalho - EMATER-MG
Impresso no Brasil / Printed in Brazil
Catalogação na Fonte
Biblioteca Nacional de Agricultura – BINAGRI
Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Hortaliçasnão-convencionais:(tradicionais)/MinistériodaAgricultura,PecuáriaeAbaste-
cimento. Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo. – Brasília : MAPA/
ACS, 2010.
52 p.
1. Horticultura 2. Hortaliça. I. Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperati-
vismo. II.Título.
AGRIS F01
CDU 635.1/8
3
Apresentação
O cultivo e o consumo de hortaliças não-convencionais (tradi-
cionais) tem diminuído em todas as regiões do país, em áreas
rurais e urbanas e entre todas as classes sociais, resultado da
globalização e do crescente uso de alimentos industrializados,
verificando-se mudanças significativas no padrão alimentar
dos brasileiros e perdas de características culturais e de identi-
dade com o consumo de alimentos locais e regionais.
Ações que visem a incentivar o consumo de variedades locais
são fundamentais para a diversidade e riqueza da dieta das po-
pulações, para a perpetuação de bons hábitos alimentares e
valorização do patrimônio sócio-cultural do povo brasileiro.
Neste sentido, este trabalho é resultado da percepção da im-
portância do resgate de variedades de hortaliças tradicionais
pela Emater-MG, Embrapa Hortaliças, Ministério da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento e Epamig.
Esta publicação visa estimular os agricultores familiares a res-
gatar o cultivo e o consumo de variedades de hortaliças não-
convencionais ou“hortaliças tradicionais”, hoje preservadas de
forma isolada junto a populações tradicionais, muitas vezes
fazendo parte de sua identidade cultural. São plantas rústicas,
por vezes esquecidas, com potencial para o enriquecimento
da dieta e melhoria de renda das comunidades.
Comissão de Resgate das Hortaliças Tradicionais
4
Hortaliças Não-Convencionais (Tradicionais)
Definição
São aquelas presentes em determinadas localidades ou regiões
exercendo influência na alimentação de uma população tradi-
cional. Normalmente, não estão organizadas enquanto cadeia
produtiva propriamente dita, não despertando o interesse por
parte de empresas de sementes, fertilizantes ou agroquímicos
As populações tradicionais compreendem todos os grupos de
agricultores familiares que tem a sua convivência e sobrevivên-
cia ligadas ao campo. Como exemplo, os geraiseiros, veredei-
ros, caatingueiros pescadores, entre outros.
O resgate e a valorização das variedades tradicionais de horta-
liças representam ganhos importantes do ponto de vista cultu-
ral, econômico, social e nutricional. O cultivo dessas hortaliças
é feito na sua grande parte por populações tradicionais (agri-
cultores familiares) que preservam o conhecimento acerca de
seu cultivo e consumo, passando-o de geração a geração.
5
Importância do Resgate das Hortaliças Não-
Convencionais (Tradicionais)
As hortaliças não-convencionais (Tradicionais) são importantes
na expressão cultural de determinadas populações, a exemplo
do ora-pro-nobis, presente na culinária de algumas localidades
de Minas Gerais como Tiradentes e Sabará. Cabe citar o festival
anual do ora-pro-nobis realizado em Sabará, reunindo a comu-
nidade e movimentando a economia regional.
Da mesma forma, fizeram e/ou fazem parte da nossa cultura
a taioba, a araruta, o mangarito, a vinagreira, o taro (inhame),
a chicória-do-pará, a capuchinha, o jacatupé, o inhame (cará),
a jurubeba, o cubiu, o maxixe-do-reino, a bertalha, o ora-pro-
nóbis, o jambu, o maxixe, o caruru, o quiabo, a beldroega, a
azedinha, a serralha, o peixinho, o almeirão-de-árvore, a capi-
çoba, entre outras, algumas nativas e outras introduzidas por
colonizadores europeus (especialmente portugueses) ou por
escravos africanos.
O trabalho de resgate das hortaliças tradicionais é fundamen-
tal para que se evite o processo de extinção hoje verificado em
algumas destas plantas, lembrando que quando uma planta
desta some, também somem parte da tradição, cultura e he-
rança de nossos pais e avós.
6
BancosdeMultiplicaçãodeSementeseMudas
Os bancos de multiplicação de sementes e mudas de hortali-
ças tradicionais são a base para fornecer aos agricultores mate-
riais necessários para multiplicação (sementes e mudas).
Os Bancos de Multiplicação de Sementes e Mudas devem ser
trabalhados de forma participativa junto às comunidades ou
parceiros que tenham identidade com estas populações, pre-
ferencialmente em espaços comunitários e que ofereçam as
condições necessárias para o bom desenvolvimento das plan-
tas (clima e solo, disponibilidade de água, facilidade de acesso).
O espaço necessário para plantar os Bancos é pequeno, po-
dendo ser feito mesmo em pequenos quintais, variando con-
forme a necessidade de cada comunidade.
7
FuncionamentodeumBancodeMultiplicação
A implantação e condução de um Banco de Multiplicação de-
vem ter o suporte de órgãos de pesquisa e desenvolvimento e
o acompanhamento do órgão local de extensão rural.
Implantado o Banco, com a produção de sementes e mudas, é
feito o repasse para os interessados, conforme interesse e dis-
ponibilidade de cada variedade.
O agricultor preenche uma ficha, o termo de doação ou acor-
do de transferência de material, para que ele se responsabilize
por plantar a(s) variedade(s) que recebeu.
Segundo a lei no 10.711, de 05 de agosto de 2003,“ficam isen-
tos da inscrição no RENASEM os agricultores familiares, os as-
sentados da reforma agrária e os indígenas que multipliquem
sementes ou mudas para distribuição, troca ou comercializa-
ção entre si”(Mapa, 2007).
8
Recomendações Gerais para o Plantio
Primeiramente, é notável a rusticidade das espécies de horta-
liças tradicionais, sendo em geral pouco afetadas por pragas
e doenças, adequando-se facilmente a cultivos orgânicos e
agroecológicos.
Para iniciar o plantio, com base na análise de solo, efetua-se a
correção do pH quando necessário. A adubação de plantio (de
base) também é determinada pela análise de solo, devendo-se
fornecer todo o fósforo e parte do potássio e do nitrogênio no
plantio. Conforme a espécie, pode-se efetuar o preparo de solo
convencional, por meio de aração e gradagem, ou o preparo
localizado, restrito às covas ou linhas de plantio. Para espécies
mais sensíveis e menos agressivas, usam-se canteiros.
Deve-se efetuar os tratos culturais básicos, irrigação adequa-
da, manejo de plantas espontâneas, adubação de cobertura
equilibrada com nitrogênio, potássio e matéria orgânica, tuto-
ramento e podas quando necessário, etc.
9
Instruções Básicas para o Plantio
Folhas / Flores
Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias)
Almeirão-de-árvore Sementes Canteiros 30 x 25 > 60
Azedinha Mudas Canteiros 25 x 20 > 50
Beldroega Mudas Canteiros 25 x 20 > 60
Bertalha Sementes CovasousulcosCanteiros 80 x 50 / 40 x 40 > 60 a 90
Capiçoba Sementes Canteiros 30 x 30 > 90
Capuchinha Sementesouramas Canteiros ou leiras 50 x 50 > 50
Caruru Sementes Canteiros 25 x 25 > 30
Chicória-do-Pará Sementes Canteiros 25 x 25 > 60
Jambu Sementesouramas Canteiros 30 x 30 > 50
Ora-pro-nobis Estacas Covas ou sulcos 100-200(cercaviva)
100 x 50 (lavoura)
> 90
Peixinho Mudas Canteiros 25 x 20 > 60
Serralha Sementes Canteiros 30 x 30 > 50
Taioba Rizomas Covas ou sulcos 70 x 40 > 90
Vinagreira Sementes Covas ou sulcos 100 x 50 (p/folhas)
100 x 100 (p/flores)
> 60 (folhas)
> 150 (flores)
10
Instruções Básicas para o Plantio (Cont.)
Raízes / Rizomas /Túberas
Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias)
Araruta Rizomas Leiras 80 x 40 180-210
Inhame (Cará) Túberas Covas altas 120 x 60 180-210
Jacatupé Sementes Leiras 80 x 50 180-210
Mangarito Rizomas Leiras ou canteiros 50 x 25 180-210
Taro (Inhame) Rizomas Leiras 100 x 30 210-270
Frutos
Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias)
Cubiu Sementes Covas 100 x 100 > 210
Jurubeba Sementes Covas 150 x 100 > 100
Maxixe Sementes Covas 300 x 100 > 60
Maxixe-do-reino Sementes Covas 100 x 50 > 100
11
Aspectos Nutricionais
Essenciais para o consumo diário, as hortaliças compreendem
todos os vegetais cultivados em horta. Pertencem ao grupo
de alimentos conhecidos como reguladores ou protetores, por
serem ricos em vitaminas, sais minerais e fibras, importantes
para regular as funções do corpo e protegê-lo contra vários
tipos de doenças.
Pela sua importância nutricional, as hortaliças são indispensá-
veis na alimentação diária, as quais devem se constituir de 4
a 5 porções por dia, de forma variada, para o funcionamento
saudável do organismo.
O consumo de hortaliças de modo geral, convencionais ou
não-convencionais, traz alguns benefícios:
são leves e de fácil digestão;yy
auxiliam na saciedade, fornecendo poucas calorias;yy
são ricos em fibras auxiliam no bom funcionamento doyy
intestino;
contém carboidratos, sais minerais, vitaminas e água,yy
nutrientes importantes para o bom funcionamento do
organismo.
12
Funções dos nutrientes encontrados nessas
hortaliças
Vitamina A: Encontrada principalmente nas hortaliças de cor
verde, amarela e alaranjadas, protege a visão, a pele e as mem-
branas do corpo, promove o crescimento e o desenvolvimento
do organismo e aumenta a resistência contra doenças.
Vitamina B: Estimula o crescimento e a recuperação dos teci-
dos do corpo, regula o sistema nervoso e combate o estresse,
participa na formação dos glóbulos vermelhos do sangue.
Vitamina C: encontrada principalmente nas hortaliças folho-
sas e frescas, estimula o crescimento e a recuperação dos teci-
dos do corpo, regula o sistema nervoso e combate o estresse,
fortalece as defesas do organismo contra doenças, ajuda na
cicatrização e auxilia na absorção do ferro.
Cálcio: Importante na formação e manutenção de ossos e
dentes, na coagulação do sangue e na contração muscular.
Fósforo: Consttuinte de todas as células, ajuda na formação
dos ossos, dentes e músculos fortes.
Ferro: Encontrada principalmente nas hortaliças de cor verde
forte, contribui para a formação do sangue, prevenção e trata-
mento da anemia.
Potássio: Regula a pressão arterial, as funções renais e as con-
trações cardíacas.
Carboidratos: Fonte de energia, necessária da o desempenho
de todas as atividades do organismo.
Fibras: Controla a absorção do colesterol e açúcar, elimina
toxinas do corpo, possui ação laxante, previne contra úlceras,
constipação, hemorróidas, diverticulites, obesidade, diabetes,
doenças cardíacas e câncer do intestino grosso e do cólon.
13
Uso das hortaliças não-convencionais na ali-
mentação
Almeirão-de-árvore: Usada como a couve ou espinafre no preparo
depratosquentesouemsaladas.Podeserpreparadocomfeijão,arroz,
anguecomorecheiodebolinhosetortas.
Araruta:Uso tradicional na forma do polvilho extraído das raízes (rizo-
mas).Opolvilhosecoepeneiradoeusadoparafazerbolos,biscoitose
mingau.Tambémengrossamolhos,cremesesopas.
Azedinha:Asfolhasfrescaspicadaspodemserutilizadasemsaladase
sucos, conferindo-lhes um agradável e estimulante sabor ácido. As fo-
lhas,refogadassãousadastambémemsopasemolhos.
Beldroega: São utilizados os talos e as folhas em saladas cruas, sucos,
sopasecaldos,conferindocaracterísticaconsistênciacremosa.
Bertalha:Éutilizadarefogadaeemsopas,damesmaformaqueseuti-
lizaoespinafre.
Capiçoba: De sabor levemente amargo, é consumida como couve e
podeseracompanhadacomangu,arrozefeijão.
Capuchinha: Tem sabor picante, semelhante ao agrião. Confere um
toque exótico às saladas. Seu caule é suculento e as folhas possuem
formatoarredondadocomfloresvistosasemtonsdevermelho,laranja
e amarelo. Os frutos verdes em conserva substituem à altura as alca-
parras.
Chicória-do-Pará: Muito utilizada como condimentar, formando no
Norteopopularcheiro-verde.
Chuchu-de-vento: Os frutos são consumidos refogados, cozidos, em
pratoscomcarnesouavesourecheados.Desabor levementeamargo,
semelhanteaodojiló,osfrutosverdespodemserconsumidoscrus.
Cubiu: Pode ser consumido ao natural, ou processado na forma de
sucos, doces, geléias e compotas. Também é usado na caldeirada de
peixeoucomotemperodepratosàbasedecarneefrango.
14
Inhame (Cará): Pode ser consumido cozido, frito, assado ou
em forma de pão.
Jacatupé: raízes consumidas cruas e cozidas em sopas, prepa-
ro de massas e produtos de panificação.
Jambu: Com paladar peculiar que causa característico amorteci-
mentodasmucosas,éforteseuusonoNortenopreparodepratos
tradicionais como o tacacá, o pato no tucupi e peixes regionais.
Jurubeba: Particularmante amargos, os frutos são cozidos
com arroz ou feijão ou em conservas.
Mangarito: Depois de cozido, a polpa branca ou amarelada, de-
pendendodavariedade,ganhaconsistênciatenra.Usadocomoba-
tata e mandioca, cozido, frito, em purê, bolinhos, sopas e assados.
Maxixe: É consumido refogado ou cozido com arroz, carne ou
feijão. Para consumo cru, o maxixe deve ser previamente des-
cascado ou raspado, retirando a fina casca.
Ora-pro-nobis: A combinação mais usada em pratos tradi-
cionais em Minas Gerais é com frango ou com angu. Pode ser
usado em sopas, recheio, mexidos e omeletes. Pode-se usar as
folhas secas e moídas no preparo da farinha múltipla, comple-
mento nutricional no combate á desnutrição.
Peixinho: Suas folhas podem ser utilizadas no preparo de su-
cos, refogados, sopas, omeletes, e recheios diversos. Quando
preparadas à milanesa tomam sabor de peixe.
Serralha: Utilizada em saladas ou refogadas.
Taioba: As folhas são usadas refogadas ou cozidas com frango,
carne moída ou arroz. Faz-se também omeletes e suflês. São tóxi-
cas quando cruas. Os rizomas podem ser usados como o inhame.
Taro (Inhame): Os rizomas são consumidos cozidos, assados
ou em produtos de panificação.
Vinagreira: As folhas são usadas em saladas cruas ou refoga-
das e as flores em chás. Dos cálices, faz-se geléias e sucos. É
ingrediente do tradicional arroz-de-cuxá do Maranhão.
RECEITAS
HORTALIÇAS NÃO-CONVENCIONAIS
RESGATANDO HISTÓRIA, SABERES E SABORES
16
APRESENTAÇÃO
Esta publicação, contendo receitas utilizando algumas horta-
liças, consideradas “não convencionais” apresenta de forma
prática, várias possibilidades de utilização, em preparações do-
ces e salgadas, em forma de saladas, refogados, sopas, cremes,
pães, biscoitos, bolos, recheios, sucos, entre outros.
Esta coletânea de receitas tem como objetivo divulgar formas
diversificadas de utilização de hortaliças em preparações nu-
tritivas e saudáveis, combinadas com outros alimentos, que
tradicionalmente já fazem parte dos hábitos alimentares da
população brasileira.
Estas receitas representam apenas uma amostra das possibili-
dades de preparações que podem ser feitas , a partir da cria-
tividade, do gosto e da experiência de cada um, resgatando
história, saberes e a cultura alimentar regional.
Certamente a partir dessas receitas muitas outras serão resga-
tas e experimentadas, fazendo com que a diversidade cultural
seja cada vez mais valorizada e reconhecida, na direção da ali-
mentação saudável.
As receitas constantes dessa publicação foram selecionadas de
diferentes fontes: famílias rurais da comunidade rural de Bon-
fim, município de Três Marias, MG, folhetos da EMATER-MG,
entre outras, tendo sido avaliadas e padronizadas, segundo as
recomendações técnicas, para que a sua reprodução possa ser
realizada com sucesso.
“A cultura é o maior patrimônio de qualquer civilização e a
alimentação com seus pratos típicos e hábitos alimentares
é fundamental para a perpetuação das relações culturais
existentes nas diversas regiões”.
17
COMOOBTERSUCESSONOPREPARODASRECEITAS
Ao iniciar qualquer atividade de preparo de alimentos, algumas me-
didas devem ser adotadas, visando facilitar o trabalho, evitar conta-
minação e garantir a qualidade nutricional e higiênica dos alimentos
preparados.
Leia a receita antes de iniciar o seu preparo e verifique se todos ingre-
dientes estão disponíveis.
Avalieaqualidadedosingredientes(aparência,presençadefungos,inse-
tos etc.) as condições das embalagens, data de validade.
Reúna todos os ingredientes, os equipamentos e vasilhames necessários
ao preparo da receita, tomando cuidado na escolha de vasilhas com capa-
cidade compatível com a receita a ser preparada.
Meça corretamente todos os ingredientes, utilizando sempre que
possível as medidas-padrões.
Utilize sempre as medidas recomendadas na receita. Lembre-se que
nem sempre a duplicação da receita resulta em produtos com a mes-
ma qualidade.
Siga todas as recomendações de preparo, inclusive os tempos, os ins-
trumentos, os cortes dos ingredientes e, principalmente a sequência
do preparo.
Respeite as temperaturas
estabelecidas para assar e
cozinhar.
A substituição de ingredien-
tes deve ser feita com pro-
dutos que tenham as mes-
mas características quanto
ao teor de umidade, amido,
açúcar, gordura, fibras, entre
outros.
ROCAMBOLE DE JACATUPÉ
Ingredientes:
Massa
2 xícaras (chá) da raiz de jacatupé cozido e amassadoyy
1 ovo (inteiro)yy
3 Colheres (sopa) de farinha de trigoyy
1 colher (sopa) de margarinayy
3 colheres (sopa ) de queijo minas raladoyy
1 xícara (chá ) de leiteyy
1 colher (chá) de fermento em póyy
1 colheres (chá) de salyy
Recheio:
1 ½ xícara (chá) de carne de frango cozido e desfiadoyy
1 xícara (chá ) de tomate picado, sem semente e sem peleyy
12 xícara(chá) de cebola picadayy
19
2 colheres (chá ) de salyy
1 xícara (chá ) de alho amassadoyy
1 colher (sopa) de óleoyy
cheiro verde e pimenta a gostoyy
Opcional: 12 xícara (chá) de molho de tomateyy
2 colheres (sopa) de queijo raladoyy
Modo de preparo:
Massa:
Peneirar a farinha de trigo, o sal e o fermento em pó.
Medir todos ingredientes
Amassar o jacatupé, transformando-o numa massa bem
fina.
Colocar o ovo, a farinha de trigo, o queijo, a margarina, o sal
e misturar bem.
Dissolver o fermento em pó no leite e adicionar à massa,
misturando bem.
Colocar para assar em tabuleiro médio, untado com marga-
rina e polvilhado com farinha de trigo.
Assar em forno médio, preaquecido, por 40 minutos, aproxi-
madamente.
Depois de assado, virar a massa sobre um pano úmido e es-
palhar o recheio frio, distribuindo-o uniformemente.
Enrolar em forma de rocambole.
Opção; cobrir o rocambole com molho de tomate e polvi-
lhar queijo ralado
Recheio:
Colocar em uma panela o óleo, o alho, a cebola e refogar.
Acrescentar o tomate, o frango desfiado, o sal , deixando co-
zinhar por 10 minutos
Acrescentar o cheiro verde e pimenta a gosto e reservar.
20
INHOQUE DE JACATUPÉ
Ingredientes:
Massa
2 xícaras (chá) da raiz de jacatupé cozida e amassadayy
2 ovos inteirosyy
2 colheres (sopa )de margarinayy
12 xícara (chá) de queijo meia cura raladoyy
4 xícaras( de chá) de farinha de trigoyy
Sal a gostoyy
Molho
1 ½ xícara (chá) de carne de frango cozido e desfiadoyy
1 xícara (chá ) de tomate picado, sem semente e sem peleyy
12 xícara(chá) de cebola picadayy
2 colheres (chá ) de salyy
1 xícara (chá ) de alho amassadoyy
1 colher (sopa) de óleoyy
cheiro verde e pimenta a gostoyy
1 xícara (chá) de molho de tomateyy
Modo de Preparo:
Massa
Amasse tudo em uma vasilha, reservando a farinha de trigo
quando estiver todos os ingredientes bem amassados acres-
cente aos poucos a farinha de trigo.
Enrole em estilo corda, corte os pedacinhos de mais ou menos
2 cm.
Coloque a massa cortada em uma panela com água fervendo,
deixe cozinhar até a massa subir na superfície da água. Reti-
re rapidamente a massa com escumadeira , colocando- a em
uma travessa refratária.
Colocar o molho sobre a massa, polvilhar o queijo ralado e le-
var ao forno por 15 minutos.
Molho
Colocar em uma panela o óleo, o alho, a cebola e refogar.
21
Acrescentar o tomate, o frango desfiado, o sal , deixando cozi-
nhar por 10 minutos
Acrescentar o molho de tomate e deixar ferver.
Co locar o cheiro verde, pimenta a gosto e reservar.
OMELETE VERDE
Ingredientes:
4 ovos ( inteiros)yy
1 colher (sopa ) de queijo fresco raladoyy
1 colher (sopa ) de farinha de trigoyy
½ xícara (chá) de folhas de beldroega, seralha, bertalha,yy
picadas
½ xícara (chá ) de salsa e cebolinha picadayy
Sal e pimenta a gostoyy
Óleo para untaryy
Recheio:
1 lata de sardinhayy
1 xícara (chá) de tomate picadoyy
½ xícara (chá) de cebola picadayy
Salsa e cebolinha a gosto.yy
Modo de Preparo:
Coloque em uma tigela os ovos, a cebola, o queijo, a farinha de
trigo. Mexa bem e acrescente a beldroega, mostarda, salsa e
cebolinha, tempere a gosto.
Unte uma frigideira deixe aquecer e coloque um pouco da
massa. Deixe dourar e vire. Coloque na metade da massa um
pouco do recheio e dobre o omelete, formato de pastel meia
lua. Deixe dourar e retire.
FEIJÃO TROPEIRO COM FOLHAS VERDES
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de feijão cozido, sem o caldoyy
2 colher (sopa) de óleoyy
2 colheres (chá) de alho amassadoyy
2 xícaras (chá) de linguiça picadayy
4 ovosyy
1 xícara (chá) de cebola picada em cubosyy
1 xícara (chá ) de talo de salsão picadoyy
2xícaras(chá)defolhasdeserralha,beldroega,bertalha, picadasyy
1 xícara (chá) de farinha de mandiocayy
Salsinha e cebolinha a gostoyy
Sal e pimenta a gostoyy
Modo de Preparo:
Colocar o óleo na panela e fritar a linguiça até dourar.
Refogar na gordura da linguiça a cebola, com alho e os tem-
peros .Acrescentar os ovos e fritar, misturando ligeiramente.
Acrescente em seguida o feijão sem caldo, as folhas picadas,
o talo do salsão e farinha de mandioca, aos poucos,mexendo
para misturar bem. colocar o cheiro verde e desligar o fogo.
23
TORTA SALGADA COM ORA-PRO-NOBIS
Ingredientes:
4 ovos inteirosyy
1 xícara (chá) de óleo)yy
2 xícaras (chá) de leiteyy
2 xícaras (chá) de farinha de trigoyy
12 xícara (chá) de cebola picadayy
1 colher (sopa) de fermento em póyy
1 xícara (chá) de folhas de ora-pro-nobis picadasyy
2 xícaras (chá) de queijo fresco raladoyy
2 latas de sardinhayy
Orégano e sal a gostoyy
Modo de Preparo:
Bater todos os ingrediente no liquidificador ( exceto o ora-pro-
nobis, o queijo e a sardinha).
Unte uma forma com óleo, coloque a metade da massa, o ora-
pro-nobis, o queijo e orégano por cima.
Cubra com o restante da massa.
Bata um ovo inteiro e passe por cima da massa pincelando,
Assar em forno médio.
CHARUTO COM TAIOBA
Ingredientes:
1 xícara (chá) de carne moídayy
1 xícara (chá) de arroz cozidoyy
1 xícara (chá) de cenoura raladayy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1colher (sopa) de óleo ou azeiteyy
Tempero alho e salyy
Salsa e cebolinha a gostoyy
Folhas novas de taiobayy
24
Modo de Preparo:
Amasse todos os ingredientes em uma bacia, enrole em for-
mato de quibe.
Lave bem as folhas de taioba, corte-as em tiras seguindo as
linhas naturais,
Envolva a massa com as tirinhas de taioba, formando os charu-
tos e prenda com palitos
Coloque os charutos ordenados em uma panela
Coloque sobre os charutos o óleo ou azeite
Cubra os charutos com água e leve para cozinhar, até reduzir
o caldo.
Coloque o cheiro verde .
Servir com salada de azedinha
COSTELINHA COM CANJIQUINHA E JAMBÚ
Ingredientes:
1kg de costelinha suína picadayy
2 xícaras (chá) de canjiquinha de milhoyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 colher (sopa) de colorauyy
Tempero de sal, alho e pimenta a gostoyy
Ramos Jambú (com as folhas e flores)yy
Modo de Preparo:
Refogue a costelinha com os temperos e a cebola até dourar.
Acrescente o corante, a canjiquinha e mecha bem, coloque
água quente e deixe cozinhar. . Vá acrescentando água quen-
te, aos poucos, até ficar bem cozida e cremosa
Desligue o fogo e coloque os ramos de Jambú e mexa leve-
mente, sirva ainda quente.
25
ARROZ DE CARRETEIRO COM VINAGREIRA
Ingredientes:
4 xícaras (chá) de arroz cruyy
2 xícaras (chá) carne de sol picadayy
1 xícara (chá ) de cenoura raladayy
1 xícara (chá) de milho verdeyy
1 xícara (chá) de folhas de vinagreira picadasyy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
½ xícara (chá) de cebola picadayy
1 colher (sopa) de óleoyy
Sal e pimenta a gosto.yy
Modo de preparo:
Coloqueemumapanelaoóleo,alho,acebolaeacarnedesolemecha
poralgunsminutosatédourar,Coloqueoarroz,e refogue umpouco
Acrescente acenouraeostemperoseaáguaedeixecozinhar
Depois doarrozcozido,mistureomilhoverdeeasfolhasdevinagreira
picadase desligueofogo.
Colocaremumatravessaedecorarcomaflordevinagreira
SALADA VERDE COM FLOR DE CAPUCHINHA
ingredientes
1 molho de folhas de azedinhayy
1 molho de folhas de beldroegayy
1 molho de folhas de agriãoyy
Flores de capuchinha inteirasyy
1 xícara (chá) de tomate cerejayy
Molho de suco de limão, azeite, orégano e sal.yy
Modo de preparo
Lavar as folhas e secar
Montar a salada com as folhas
Decorar com tomes cereja e flores de capuchinha
Servir com molho de limão
26
BISCOITO DE ARARUTA COM QUEIJO
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy
1 xícara (chá) de farinha de trigoyy
1 xícara (chá) de açúcaryy
1 xícara (chá) de queijo Minas raladoyy
½ colher (chá) de fermento em póyy
2 ovosyy
Modo de Preparo
Junte todos os ingredientes, amasse e sove bem,
Corte pedacinhos da massa, abra em forma de palitos, enrole
em formato de biscoitos
Assar em forno moderado
CREME DE JACATUPÉ COM CALDA CARAMELADA
Ingredientes:
4 xícaras (chá) de leiteyy
2 xícaras (chá) de raiz de jacatupé cozido e amassadoyy
1 ¼ xícara (chá) de açúcaryy
1 colher (sopa) de manteigayy
1 colher (chá ) de baunilhayy
1 colher (sopa) de maisenayy
Calda:
1 xícara (chá )de açúcar cristalyy
1 xícara (chá) de águayy
Modo de preparo:
Bater no liquidificador o jacatupé cozido e amassado com 3
xícaras de leite.
Numa panela despejar o jacatupé batido com leite e acrescen-
tar o açúcar, a manteiga, os ovos inteiros batidos, a baunilha e
27
a maisena dissolvida em 1 xícara de leite frio.
Levar ao fogo para cozinhar por aproximadamente 20 minutos,
mexendo constantemente, para não agarrar no fundo da panela.
Despejar o creme, ainda quente, em forminhas ou taças indi-
viduais.
Despejar a calda caramelada nas bordas das taças.
Deixar esfriar e colocar na geladeira.
Decorar a gosto com ameixas pretas, cerejas, ou banana cara-
melada.
Calda Caramelada:
Colocar 1 xícara de açúcar cristal com ¼ de xícara de água fria
e deixar ferver, até adquirir a cor de caramelo. Acrescente o res-
tante de água e deixe dissolver até o ponto calda rala.
Deixar esfriar e colocar sobre o creme.
BOLINHO DE INHAME (CARÁ ) COM CARNE MOÍDA
Ingredientes:
2 xícaras (chá ) de inhame cozido e amassadoyy
1 ovoyy
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigoyy
1 xícara (chá) de queijo raladoyy
1 colher (chá) de fermento em póyy
½ xícara (chá) de cebola picadayy
1 xícara (chá) de carne moídayy
1 colher de chá de alho amassadoyy
Cebolinha e salsa a gosto.yy
Óleo para fritaryy
Modo de preparo
Refogar a carne com os temperos e deixar cozinhar até secar
toda a água e reservar.
Amassar bem o inhame, com o ovo inteiro, até obter uma
massa lisa, acrescentar farinha de trigo, queijo, fermento, até o
ponto de enrolar.
Abrir na mão pequenas porções da massa, rechear com uma
colher de carne refogada e fechar bem, dando a forma de bo-
linhos.
Passar na farinha de trigo e fritar em óleo bem quente.
Colocar sobre papel toalha para absorver o excesso de gordura.
BOLO DE INHAME (CARÁ) COM BANANA
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de inhame cozido e amassadoyy
1 xícara (chá) de açúcaryy
1 xícara (chá) de queijo Minas raladoyy
2 xícaras (chá) de leiteyy
4 ovosyy
1 xícara (chá) de manteigayy
1 colher (de sopa) de fermento em póyy
Sal (1 pitada)yy
6 unidades médias de banana caturra madurayy
1 xícara (chá) de açúcar mascavoyy
1 colher (chá) de canela em póyy
Erva doce se desejaryy
Modo de preparo:
Bata no liquidificador, os ovos, o açúcar, o leite, a margarina, o
queijo e o inhame . Depois de bater bem, despeje em uma ti-
gela e acrescente a farinha de trigo, o sal, o fermento e a erva
doce.
Forre o fundo da assadeira com o açúcar mascavo, coloque as
banana cortadas em tira finas, e salpique a canela em pó sobre
as bananas.
Cubra as bananas com a massa .
Coloque para assar.
Desenforme depois de frio
29
BISCOITO ESPREMIDO DE ARARUTA COM ERVAS
Ingredientes:
4 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy
½ xícara (chá) de óleoyy
½ xícara (chá) de águayy
1	xícara (chá) de leiteyy
4 ovosyy
1 colher (chá)de salyy
Ervas , a gosto.yy
31
SEQUILHOS DE ARARUTA COM LIMÃO
Ingredientes:
3 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy
1 xícara (chá) de farinha de trigoyy
1 xícara (chá )de margarinayy
1 xícara (chá) de açúcaryy
½ colher (chá) de salyy
2 ovosyy
1 colher (sopa) de raspa de limãoyy
Para pincelar:
1 colher (sopa) de leiteyy
1 gema de ovoyy
Modo de Preparo:
Bater na batedeira a margarina, o açúcar e o sal até formar um
creme.
Acrescentar ao creme os ovos inteiros (gema e clara), a raspa
de limão e continuar a bater
Modo de Preparo
Numa panela coloque o óleo, a água, o sal e meia xícara de leite e
levar ao fogo para ferver.
Escaldar o polvilho com esse líquido quente, mexendo bem.
Depois de frio, acrescentar os ovos e amolecer com o restante do
leite, amassando muito bem.
Colocar a massa em um saquinho plástico com pequeno orifício e
espremer os biscoitos em formato de palito, com 5 cm de compri-
mento, em tabuleiro sem untar.
Assar em forno bem quente, durante 15 minutos. Diminuir a tempe-
ratura do forno e assar por mais 5 minutos, aproximadamente, até
ficarem secos.
32
Em uma vasilha colocar o creme batido e misturar o polvilho, a fari-
nha de trigo e amassar bem, até formar uma massa homogênea.
Abrir a massa em superfície plana e lisa, ligeiramente polvilha-
da com farinha de trigo, na espessura de um centímetro.
Cortar os biscoitinhos no formato desejado e colocar em assa-
deira untada.
Pincelar os biscoitos com gema diluída no leite.
Assar em forno moderado entre 20 a 25 minutos.
PÃO DE TARO (INHAME) COM ERVAS
Ingredientes:
3 colheres (sopa) de fermento biológico frescoyy
1 xícara (chá de) de águayy
2 colheres (sopa) de melyy
5 xícaras (chá) de farinha de trigoyy
1 colher (chá) de salyy
2 xícaras (chá) de taro (inhame) cozido e amassadoyy
1 colher (sopa) de alecrim seco ou outras ervas, agosto.yy
½ xícara (de chá) de manteigayy
Modo de Preparo:
Numa bacia ou tigela grande, dissolva o fermento na água com
o mel. Junte um pouco da farinha só para formar um mingau.
Deixe borbulhar (cerca de 20 minutos). Junte o sal e o taro co-
zido, mexa bem.
Vá acrescentando aos poucos a farinha de trigo mexendo com
uma colher de pau. Quando ficar duro de mexer, passe para
uma superfície de trabalho enfarinhada e vá juntando farinha à
medida que amassa, até formar uma massa homogênea.
Junte as ervas. Sove um pouco e adicione aos poucos a man-
teiga, vá amassando até incorporá-la toda à massa. Junte mais
farinha, aos poucos, até formar uma massa bem lisa, brilhante
e que não gruda nas mãos.
Colocar a massa novamente na tigela grande, coberta com plás-
33
tico ou um pano. Espere a massa crescer até dobrar de volume
(caso não tenha experiência com pães, faça uma bolinha com a
massa e deixe num copo com água em temperatura ambiente –
quando ela subir à superfície, a massa estará no ponto).
Divida a massa em três e molde os pães compridos ou redon-
dos (ou diretamente em formas de pão) coloque numa assa-
deira grande untada e polvilhada, deixando espaço entre eles.
Deixe crescer novamente por cerca de meia hora ou até os
pães dobrarem de volume.
Polvilhe com farinha de trigo e leve ao forno preaquecido bem
quente (280ºC) e deixe assar por 10 minutos. Abaixe o fogo
(150ºC) e deixe assar por mais 50 minutos.
Os pães devem ficar bem dourados.
BOBÓ DE FRANGO COM JACATUPÉ
Ingredientes:
5 xícaras (chá) de raiz de jacatupé cozido e amassadoyy
5 xícaras (chá) de leiteyy
1 vidro de leite de coco (250 ml)yy
3 xícaras (chá) de peito de frango cozido e desfiadoyy
1 ½ xícara (chá) de milho verde cozido ou conservayy
2 xícaras (chá) de tomate picado se pele e sem sementeyy
2 xícaras (chá) de caldo do cozimento do frangoyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
2 colheres (sopa) de óleoyy
1 ½ colher (sopa) de salyy
1 colher (sopa) de colorau ou extrato de tomateyy
Cheiro verde e pimenta a gosto.yy
Modo de preparo:
Cozinhar o jacatupé e amassa-lo
Cozinhar o peito de frango, Desfiar retirando a pele, ossos e
cartilagens.
34
Em uma panela refogar a cebola, o alho, o sal, o colorau e o
tomate picado.
Acrescentar o milho, o caldo de frango e deixar cozinhar por 10
minutos, aproximadamente.
Bater no liquidificador o leite e o jacatupé.
Acrescentar ao molho da panela o jacatupé, o frango desfiado
e deixar ferver por mas 10 minutos, até engrossar o caldo..
Misturar o leite de coco, e deixar ferver mais um pouco. acres-
centar cheiro verde e pimenta a gosto.
Servir com arroz branco e batata palha.
SOPA CREMOSA DE INHAME (CARÁ) ROXO
Ingredientes:
3 xícaras (chá) de cará roxo, cozido e amassadoyy
½ xícara (chá) de ramos de jambu picadoyy
5 xícaras (chá) de caldo de cozimento do caráyy
2 xícaras (chá) de leiteyy
½ xícara (chá) de cebola raladayy
3 colheres (sopa) de margarinayy
3 colheres (sopa )de farinha de trigoyy
1 colher (sopa) de salyy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
pimenta do reino e cheiro verde a gostoyy
Modo de Preparo:
Numa panela refogar a margarina, o alho, a cebola ralada e o sal.
Acrescentar a farinha de trigo, mexendo bem, até cozinhar.
Acrescentar à mistura cozida, o caldo do cará , aos poucos, me-
xendo bem até formar um mingau.
Bater no liquidificador o cará cozido com leite por aproximada-
mente 2 minutos.
Acrescentar na panela o cará batido e deixar cozinhar por apro-
ximadamente 15 minutos.
Depois de pronto colocar cheiro verde e o Jambu.
35
FRANGO COM ORA-PRO-NOBIS
Ingredientes
1 kg de frango em pedaçosyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 xícara (chá) de tomate cerejayy
1 colher (sopa) de alho amassadoyy
1colher (sopa) de óleoyy
Sal, pimenta-do-reinol e vinagre, a gostoyy
Modo de preparo
Temperar os pedaços de frango com vinagre, alho, sal e pimen-
ta e deixar marinar por 20 minutos.
Refogar o frango em óleo, com a cebola, até dourar. acrescen-
tar os tomates-cereja e por último as folhas de ora-pro-nobis
picadas.
Adicionando água, o necessário para cozinhar o frango.
TAIOBA REFOGADA:
Ingredientes:
3 molhos de taioba previamente limpas e cortadasyy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
12 xícara (chá) de cebola picadayy
3 colheres (sopa) de azeiteyy
12 xícara (chá) de tomate picadoyy
12 xícara (chá) de talo de aipo (salsão) cortados emyy
cubinhos
12 xícara (chá) de alho-poró cortado em rodelas finasyy
Sal à gostoyy
Preparo:
Limpe bem as folhas da taioba e os talos.
Corte as folhas como couve, (pode também rasgar em peda-
ços pequenos)
Corte os talos em pedacinhos
36
Refogue no azeite a cebola e o alho. Adicione o tomate, o aipo
e o alho poro deixando murchar bem. Logo em seguida, a taio-
ba cortada, mexendo bem. Não acrescente água. Abafe e con-
trole o cozimento, até ficar bem macia.
Dicas: faça com carne moída, costelinha ou frango, acompa-
nhado com arroz branco.
MOLHO DE TANGERINA COM AZEDINHA
Ingredientes:
2 tangerinas médias sem cascayy
1 colher (sopa) de maisenayy
1 colher (sopa) de azeite de olivayy
¼ de xícara (chá) de cebola raladayy
1 colher (sopa) de melyy
1 colher ( sopa) de azedinha picadayy
sal a gostoyy
Preparo:
Separe os gomos das tangerinas, retire as sementes e pique-as
ao meio. Coloque-as no liquidificador, junte 1 xícara (chá) de
água e bata até obter uma mistura homogênea. Retire, coe e
dissolva a maisena na mistura. Reserve.
Em uma panela, aqueça um pouco o azeite e frite a cebola,
mexendo de vez em quando, até dourar. Em seguida, junte o
caldo de tangerina, o mel, a azedinha e o sal. Mantenha a pane-
la no fogo, por 5 minutos, ou até o molho encorpar. Sirva com
lombo assado e salada de agrião.
250 g de manteigayy
1 ovoyy
1 coco raladoyy
Preparo
Misture todos os ingredientes e amasse bem até formar uma
massa homogênea. Faça bolinhas e achate-as com um garfo.
Asse em forno médio.
37
BISCOITO DE ARARUTA E LEITE CONDENSADO
1 colher (chá) de canela em póyy
1 xícara (chá) de manteigayy
4 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiroyy
1 pitada de salyy
1 colher (sopa) de fermento em póyy
3 xícaras (chá) de farinha de trigoyy
2 xícaras (chá) de ararutayy
1 lata de leite condensadoyy
4 gemasyy
Preparo
Ligue o forno à temperatura média
Bata a manteiga (reserve 2 colheres sopa) na batedeira por dois
minutos, ou até ficar cremosa. Sem parar de bater, junte as ge-
mas, uma a uma. Despeje lentamente o leite condensado, sem
parar de bater. Reserve. Em uma tigela, peneire a araruta com a
farinha, o fermento em pó e o sal. Incorpore-os, aos poucos, na
tigela com o creme, misturando sempre. Transfira a massa para
uma superfície lisa e sove por 5 minutos, ou até ficar no ponto
de enrolar. Modele pequenos biscoitos na forma de meia-lua
e disponha-os em assadeiras untadas com a manteiga reser-
vada. Deixe espaço de 1 cm entre eles. Leve ao forno por 15
minutos, ou até ficar levemente dourados. Retire do forno e es-
pere amornar. Em seguida, passe-os no açúcar misturado com
a canela em pó.
REFOGADO DE BERTALHA
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de folhas de bertalha picadasyy
1 colher (sopa) de alho amassadoyy
2 ovos inteiros ligeiramente batidosyy
2 colheres (sopa) de óleoyy
sal a gostoyy
38
Preparo:
Coloque as folhas de bertalha em uma panela com água e um
pouco de sal, leve ao fogo. Deixe ferver só até a bertalha come-
çar a murchar.
Deixe escorrer bem.
Coloque em uma panela o óleo, o alho amassado e deixe dou-
rar. Coloque a bertalha e refogue bem.
A seguir bata ligeiramente os ovos e coloque sobre a bertalha
refogada.
OMELETE VERDE COM BERTALHA
Ingredientes:
1 ovoyy
1 xícara (chá )de bertalha picadayy
1/2 xícara (chá) de cebola picadayy
1/2 xícara (chá) de tomate picadoyy
1/2 xícara (chá) de salsa picadayy
12 colher (sopa) de óleoyy
1 pitada de salyy
Preparo
Bata o ovo misture o sal, a salsa, a cebola o tomate e a bertalha;
Unte a frigideira com óleo ou manteiga e deixe esquentar;
Despeje a mistura na frigideira e deixe cozinhar .
Vire a omelete e deixe cozinhar do outro lado, até dourar.
SALADA DE BELDROEGA
Ingredientes:
1 molho de folhas de beldroegayy
Sal, alho socado, pimenta-do-reino, limão e azeite deyy
oliva.
39
Preparo
Lave bem as folhas de beldroega , retire os talos mais grossos
e deixe escorrer;
Cloque em uma travessa e regue as folhas com o molho feito
com os temperos acima.
SOPA DE LEGUMES COM BELDROEGA
Ingredientes:
1 molho de folhas de beldroega (sem os talos)yy
2 xícaras ( chá) de batatas picadasyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
1 xícara (chá) de tomates maduros picados sem pele eyy
sementes
3 colheres (sopa) de azeiteyy
sal a gostoyy
Preparo
Coloque os legumes picados em uma panela e regue com um
litro de água.
Junte o azeite, tempere com sal e leve ao fogo até ficarem bem
cozidos.
Prepare a beldroega reservando apenas as folhas.
Reduza o conteúdo da panela a purê, acerte o sal e leve nova-
mente ao fogo para ferver. Junte as folhas de beldroega e deixe
cozinhar.
Sirva bem quente.
CARURU COM COCO
Ingredientes:
2 maços de caruruyy
1 vidro de leite de coco (250 ml )yy
40
2 xícaras (chá ) de tomates picadosyy
1 xícara (chá ) de cebola picadayy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
2 colheres (sopa) de azeite de olivayy
Sal e pimenta a gostoyy
Coentro picado a gostoyy
Preparo:
Destaque as folhas de caruru, lave-as e leve para escaldar para
tirar o visgo. Escorra e reserve. Faça um molho fritando a cebola
e o alho no azeite. Junte os tomates e deixe cozinhar até encor-
par. Junte o coentro e tempere com sal e pimenta. Acrescente
o caruru e deixe cozinhar cerca de 10 minutos. Junte o leite de
coco e assim que levantar fervura apague o fogo.
Servir acompanhado de arroz .
SOPA DE CARURU
Ingredientes:
1 molho grande de caruruyy
1 colher (sopa ) de manteigayy
1 colher (sopa ) de fubá ou creme de milhoyy
1 2 colher (chá) de alho amassadoyy
1 folha de louroyy
6 xícaras (chá) de caldo de carne ou galinhayy
2 colheres (sopa ) de cebola picadinhayy
Sal e pimenta a gostoyy
Preparo:
Coloque a manteiga em uma panela, juntamente com a ce-
bola e o alho e refogue. Junte o fubá, refogue-o até dourar.
Acrescente o caldo de carne ou galinha e a folha de louro. Dei-
xe levantar fervura. Acrescente as folhas de caruru e cozinhe
por mais 10 a 15 minutos, ou até o caruru ficar cozido.
41
REFOGADO DE SERRALHA
Ingredientes:
Folhas e galhos tenros de serralhayy
sal, alho, cebola batida, cheiro-verdeyy
Óleo, para refogar.yy
Preparo:yy
Lave bem a serralha e deixe escorrer.yy
Corte as folhas de serralha como couveyy
Doure a cebola e o alho no óleo, adicione a serralha eyy
tempere com sal.
Misture bem e junte o cheiro-verde picadinho.yy
Sirva com arroz e feijão.yy
yy
SUÃ DE PORCO COM SERRALHA
Ingredientes:
3 kg de suã (suína e bem carnuda) --yy
4 xícaras (chá) de tomates picados, sem sementes e bemyy
maduros;
2 molhos de serralha ;yy
1 xícara (chá) de cebola picada;yy
4 xícaras (chá) de água;yy
1 xícara (chá) de cachaça;yy
1 colher (sopa) de óleo;yy
3 colheres (sopa) de vinagre;yy
1 colher (sopa) de colorau;yy
Sal, pimenta malagueta e pimenta-do-reino a gosto.yy
Preparo:
Lavar a suã em água corrente. Numa bacia, colocar a água, o
vinagre, a cachaça e deixar a carne de molho por 10 minutos.
Escorrer e temperar com sal e pimenta. Deixar marinar por 30
minutos. Numa panela com o óleo, fritar a suã até deixá-la bem
corada. Reservar os pedaços. Na mesma panela, escorrer o ex-
cesso de gordura e fazer um refogado com o colorau, tomate
42
e a cebola. Deixar apurar. Colocar a suã e acrescentar água, até
cobrir.Tampar a panela e deixar cozinhar por cerca de 30 minu-
tos. Numa frigideira, refogar rapidamente as folhas de serralha,
rasgadas e adicioná-las à suã.
COSTELINHAS COM MAXIXE
Ingredientes
1 kg de costelinhayy
3 dentes de alhoyy
Suco de 1 limãoyy
2 colheres (sopa) de azeiteyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 xícara (chá) de tomates picadosyy
2 xícaras (chá) de águayy
½ kg de maxixeyy
1 xícara (chá) de leite de cocoyy
1 colher (sopa) de salsinha picadayy
1 colher (sopa) de cebolinha picadayy
Sal e pimenta a gostoyy
Preparo
Tempere a costelinha com sal, pimenta, alho e o suco do limão.
Deixe nesse tempero por no mínimo duas horas. O ideal é de
um dia pelo outro.
Em uma panela, aquecer o óleo e fritar a costelinha até dou-
rar bem, acrescentar a cebola e o tomate e refogar mais um
pouco. Acrescentar a água, tampar a panela e cozinhar , por
aproximadamente 10 minutos.
Junte o maxixe limpo e cortado em quarto ,e cozinhe por mais 10
minutos , ou até que a costelinha e o maxixe estejam macios.
43
MAXIXE COM ARROZ
No preparo normal do arroz branco , acrescente o maxixe fatia-
do em quatro partes, na hora em que colocar a água fervente.
Ele cozinha ao mesmo tempo em que o arroz.
PÃO DE INHAME (CARÁ) COM CEBOLA
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de inhame cozido e amassadoyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
3 ovosyy
1 xícara (chá) de leite mornoyy
1 colher (sopa) de salyy
1 colher (sopa) de açúcaryy
2 colheres (sopa) de fermento biológico.yy
4 xícaras (chá) de farinha de trigo ( mais ou menos)yy
Preparo;
Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha
de trigo.
Coloque a mistura em uma vasilha e acrescente farinha de tri-
go até o ponto de desgrudar das mãos.
Sove bem a massa , forme uma bola com a massa e deixe cres-
cer até dobrar de volume.
Forme os pães e deixe crescer novamente, até dobrar de vo-
lume.
Passe manteiga sobre os pães e salpique com orégano. Asse
em forno quente por 40 minutos aproximadamente.
SOPA CREMOSA DE INHAME (CARÁ)
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de inhame picadoyy
12 xícara (chá) de cebola picadayy
44
4 xícaras (chá) de caldo de galinha ou de legumesyy
1 talo de salsãoyy
1 folha de louroyy
2 colheres (sopa) de manteigayy
sal e alho a gostoyy
Preparo:
Lave bem e descasque os inhames. Corte em cubos e reserve.
Coloque a manteiga em uma panela funda e leve ao fogo, adi-
cione os temperos, a cebola e refogue lentamente para que a
cebola fique macia. Acrescente os cubos de inhame, a folha
de louro e o talo de salsão. Coloque o caldo, tampe a panela e
deixe cozinhar até que o inhame esteja bem macio.
Descarte a folha de louro e o talo de salsão.
Bata a sopa em um liquidificador e coloque-a novamente na
panela.
Acerte o ponto de sal e deixe ferver mais um pouco.
Sirva regado com um fio de azeite de oliva.
FOLHAS DE PEIXINHO EMPANADAS
Ingredientes:
Um molho de folhas de peixinho.yy
½ xícara (chá) de farinha de trigoyy
½ xícara (chá) de água geladayy
1 colher (sopa) de maisenayy
¼ de colher (chá) de fermento em póyy
1 pitada de salyy
Óleo para fritaryy
Preparo:
Lave bem as folhas e deixe de molho por 30 minutos,
Escorra a água, enxague novamente e enxugue as folhas.
Numa tigela, misture todos os outros ingredientes.
Envolva as folhas na massa.
45
Frite em óleo quente até ficarem crocantes.
Polvilhe com sal e sirva como aperitivo ou elemento decorativo.
FRANGO ENSOPADO COM JAMBU
Ingredientes:
1 frango em pedaçosyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 maço de jambuyy
1 maço de cheiro verdeyy
1 colher (sopa) de alho amassadoyy
1 limãoyy
1 xícara (chá) de tomates picadosyy
Sal e pimenta a gosto.yy
Preparo:
Tempere o frango com alho e sal, pimenta e limão e leve para
dourar no óleo;
Faça um refogado com os tomates, a cebola e o cheiro verde
bem picados, acrescente o frango e as folhas inteiras de jambu
deixe cozinhar até ficar macio.
SOPA DE JAMBU COM ABÓBORA
Ingredientes:
1 xícara (chá ) de músculo picado em cubosyy
2 maços de jambuyy
3 tabletes de caldo de carneyy
1 xícara (chá ) de cebola picadayy
1 xícara (chá ) de pimentão picadoyy
1 xícara (chá ) de tomate picado, com peleyy
4 xícaras (chá ) de abóbora picada, cozida com casca eyy
sem sementes
2 colheres ( sopa) de azeite de olivayy
46
Pimenta do reino e sal a gostoyy
4 xícaras (de chá ) de água para dissolver o caldo de carneyy
Preparo:
Cortar a abóbora em pedaços , retirar as sementes, cozinhá-la
com casca.
Em uma panela funda refogar a carne, a cebola, o tomate, o
pimentão, o azeite, o sal e a pimenta- do- reino.
Acrescentar o caldo de carne dissolvidos em água e deixar co-
zinhar por 40 minutos.
Após os 40 minutos acrescente as folhas de jambu na panela
para cozinhar por 15 minutos.
Bata no liquidificador a abóbora cozida com casca, com um
pouco de água, formando uma papa.
Acrescente a abóbora batida na panela com a carne cozida e
deixe cozinhar por mais 5 minutos.
Sirva quente.
ALMEIRÃO-DE-ÁRVORE COM ARROZ
Ingredientes:
1 xícara (chá) de almeirão cortado fininhoyy
1 1/2 xícara (chá) de arroz cruyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
4 colheres ( de sopa) de azeiteyy
1 lata de sardinha escorrida e desfiadayy
1 colher (de sopa) de alho socado ou picadoyy
sal a gostoyy
Preparo:
Numa panela, cozinhe o arroz com sal e água fervente; escorra
e reserve;
Frite a cebola e o alho no azeite, junte o almeirão e refogue;
Acrescente a sardinha e o sal, misture e deixe por 2 minutos
em fogo baixo;
Junte o refogado ao arroz, misture e sirva a seguir.
47
REFOGADO DE ALMEIRÃO-DE-ÁRVORE COM FEIJÃO
Ingredientes:
1 xícara (chá) de almeirão picadoyy
3 xícaras (chá) de feijão cozidoyy
1 xícara (chá) de cebola picadayy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
1/2 xícara ( chá) de cheiro-verdeyy
1/2 xícara ( chá) de bacon picadoyy
1 xícara (chá) de farinha de mandiocayy
1 colher (sopa) de óleoyy
Sal e pimenta a gostoyy
Preparo:
Coloque o óleo em uma panela, refogue o almeirão e reserve;
Em outra panela, frite o bacon, junte o alho e a cebola e deixe
dourar;
Acrescente o feijão, mexa bem e tempere com sal e pimenta;
Junte o almeirão ao feijão, misture bem e adicione aos poucos
a farinha, tendo o cuidado de não deixar esta mistura seca;
Acrescente o cheiro-verde, misture e sirva quente.
ARROZ COM JURUBEBA
Ingredientes:
2 xícaras (chá )de arroz cruyy
1 colher (sopa) de óleoyy
1 colher (chá) de alho amassadoyy
1 colher (chá) de cebola picadayy
Jurubeba a gostoyy
Sal a gostoyy
Preparo:
Prepare o arroz como de costume, utilizando o óleo e os tem-
peros, deixando cozinhar; Lave a jurubeba e, quando o arroz
estiver em fase final de cozimento, adicione os frutos sobre o
arroz. Tampe a panela e deixe por mais 5 minutos.
48
BOLINHO FRITO DE INHAME (CARÁ)
Ingredientes:
4 xícaras (chá) de cara inhame cozido e amassadoyy
2 ovos inteirosyy
12 xícara (chá) de farinha de trigoyy
12 xícara (chá) de queijo minas fresco raladoyy
½ colher sopa de fermento em póyy
sal e tempero a gosto.yy
Modo de preparo
Pique o inhame, cozinhe com água e um pouco de sal.
Em uma vasilha, misture o inhame cozido com os ovos, a fa-
rinha de trigo, o queijo ralado, o fermento e os temperos e
mexa bem.
Frite pingados em óleo quente.
BOLO DE INHAME (CARÁ)
Ingredientes:
2 xícaras de Cara inhame descascado e picadoyy
1 xícara (chá) de açúcaryy
1xícara (chá) de farinha de trigoyy
1 xícara (chá) de queijo minas fresco, ralado.yy
2 xícaras (chá) de leite.yy
4 ovos inteiros.yy
01 colher (sopa) de fermento em póyy
01 pitada de salyy
Erva doce se desejaryy
Modo de preparo:
Bata no liquidificador, os ovos, o açúcar, o leite, a margarina,
o queijo, o inhame picado. Depois de bater bem despeje em
uma tigela e acrescente a farinha de trigo, o sal, o fermento, e
a erva doce.
49
Unte um tabuleiro médio com margarina, e leve ao forno para
assar.
PÃO DE QUEIJO DE ARARUTA
Ingredientes:
1 lata de creme de leiteyy
1 xícara (chá )de polvilho de ararutayy
1 xícara (chá)de queijo raladoyy
Sal a gostoyy
Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes até o ponto de pegar com colher.
Colocar a massa às colheradas em forma untada e assar.
MANGARITONOVAPORCOMMANTEIGAEESPECIARIAS
Ingredientes
2 unidades de carás branco ou roxo ( cerca de 300 g)yy
A mesma proporção de mangaritos , com cascayy
2 colheres (sopa) de manteigayy
2 colheres (chá) de alho bem picadoyy
1 pimenta dedo de moça picada, sem sementesyy
1 colher (chá) de salyy
1 colher (chá) de grãos de coentro, socadosyy
1 colher (chá) de cominhoyy
2 colheres (chá) de cúrcuma fresca , raladayy
Folhas de alfavaca, a gostoyy
Modo de preparo
Lavar bem o cará e o mangarito com escova .
Partir cada cará ao meio , sem descascar, e leve para cozinhar
em panela de vapor com água na parte de baixo.
Cozinhe em panela tampada, por 10 minutos, ou até ficar ma-
cio, mas ainda firme.
50
Coloque o mangarito com casca, bem lavado,sobre o cará.
Deixe cozinhar por mais 3 minutos, ou até ficar macio.
Espere amornar, descasque o cará e corte em pedaços do ta-
manho dos mangaritos.
Descascar os mangaritos puxando a pele com os dedos, que
sai facilmente.
Numa frigideira antiaderente aqueça a manteiga e junte o co-
entro e o cominho.
Espere começar a pipocar.
Junte então, o alho e refogue até começar a dourar.
Coloque a pimenta e mexa bem.
Acrescente o cará e o mangarito, tempere com o sal e balance
a frigideira para envolver tudo com o tempero
No final, junte as folhinhas de alfavaca, misture e sirva quente.
MANGARITO COM GALINHA CAIPIRA
Ingredientes
2 kg de galinha caipira cortada em pedaços.yy
1 kg de mangarito.yy
2 xícara (chá) de arroz cru.yy
12 xícara (chá) de óleo.yy
4 xícaras (chá) de água quenteyy
2 xícaras (chá) de tomate picadoyy
2 xícaras (chá) de pimentão picado.yy
1 colher ( chá) de açafrão ou colorauyy
1 colher (chá) de gengibre ralado ou em póyy
1 xícara (chá) de cebola picada.yy
1 colher (sopa ) de alho amassado.yy
Sal, pimenta e cheiro verde a gosto.yy
yy
Modo de preparo
Cozinhe antecipadamente a galinha com óleo e sal, por mais
ou menos 1 h0ra, até ficar semi- cozida.
Cozinhe o mangarito, mas deixando-o ainda firme,para retirar a
51
casca ( puxe a pele com os dedos ,ela sai facilmente).
Refogue no óleo a cebola, o alho, o gengibre e o açafrão. Colo-
que a galinha semi- cozida e acrescente a água quente e deixe
cozinhar mais um pouco.
Quando a carne começar a amolecer, coloque mais 1 litro de
água quente, misture o arroz e o mangarito, mexa para não
grudar.
Quando o arroz estiver cozido, no ponto,coloque os demais
temperos.
SUCO DE TALOS
Ingredientes
2xícaras (chá)detalosdehortaliçasverdespicados(agriãoyy
e beldroega ou couve, ou outras hortaliças verdes).
12 xícara (chá) de suco de limãoyy
1 xícara (chá) de açúcaryy
8 xícaras (chá) de águayy
Modo de preparo
Lavar os talos e picar
Bater os talos, com um pouco da água no liquidificador, até
triturar bem.
Coar o liquido batido e coador de peneira bem fina.
Diluir o suco com o restante da água gelada e bater novamen-
te com o açúcar e o caldo de limão.
Servir logo após o preparo.
Embrapa Hortaliças
BR 060, Km. 09, C.P. 218, 70359-970, Brasília, DF
Fone: (61) 3385-9000 – Fax: 3556-5744
Home page: www.cnph.embrapa.br
Endereço eletrônico: sac@cnph.embrapa.br
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
Av. Raja Gabáglia 245, Setor G SEPDAG, Cidade Jardim, 30.380-103,
Belo Horizonte, MG
Fone: (31) 3250-07370
Home page: www.agricultura.gov..br
Endereço eletrônico: gab-mg@agricultura.gov.br
Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig)
Av. José Cândido da Silveira, 1647, Cidade Nova 31.170-000, Belo Ho-
rizonte, MG
Fone:( 31) 3489-5000
Home page: www.epamig.br
Endereço eletrônico: dptd@epamig.br
Projeto de Resgate de Hortaliças Não-Convencionais (Tradi-
cionais)
Maiores informações, com a Emater-MG:
Av. Raja Gabaglia, 1626, Gutierrez,30.441.194 Belo Horizonte, MG
Fone: (31) 3349-8000
Home page: www.emater.mg.gov.br
Endereço eletrônico: portal@emater.mg.gov.br
BIBLIOGRAFIA
Alimentos Regionais Brasileiros  Ministério da saúde. Secretaria de Política de
saúde. Coordenação- geral da Política de Alimentação e Nutrição.- 1 ad.-Brasília:
Ministério da Saúde, 2202.
Toe Good Housekeeping Step-by Step cook Book. 1980 By Dorling Kindersley Li-
mited, London, e Hearst Corporation.
1999 Nova cultural, São Paulo, SP, Brasil.
Belas Fornadas  Cathrine Atkison...et al. ; tradução Paula Garcia Solano Martins.-
Rio de Janeiro: Reader’s Digest, 2003.
Oliveira, Faustina Maria de. A mandioca na alimentação humana. Belo horizonte:
EMATER-MG, 1988. 36 pg.
Cartilha hortaliças

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairDesenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairGilson Santos
 
HORTALICAS 2014 ANUARIO
HORTALICAS 2014 ANUARIOHORTALICAS 2014 ANUARIO
HORTALICAS 2014 ANUARIOfernandes1717
 
abelhas meliponeas do nordeste
abelhas meliponeas do nordesteabelhas meliponeas do nordeste
abelhas meliponeas do nordesteLenildo Araujo
 
Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_
 Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_ Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_
Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_agro_SEBRAE
 
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013Diário Oficial do Dia - 20/09/2013
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013prefeituraguaruja
 
Cadeia de valor da mandioca reunião nacional
Cadeia de valor da mandioca   reunião nacionalCadeia de valor da mandioca   reunião nacional
Cadeia de valor da mandioca reunião nacionalSostino Mocumbe
 
Artigo 04 estudo dirigido gimnosperma sala
Artigo 04  estudo dirigido gimnosperma salaArtigo 04  estudo dirigido gimnosperma sala
Artigo 04 estudo dirigido gimnosperma salaKathia Nemeth Perez
 
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o SemiáridoSerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o SemiáridoPalácio do Planalto
 
Cartilha quintal-produtivo-formatada
Cartilha quintal-produtivo-formatadaCartilha quintal-produtivo-formatada
Cartilha quintal-produtivo-formatadaEmlur
 
Cartilha alternativas agricultura familiar
Cartilha alternativas agricultura familiarCartilha alternativas agricultura familiar
Cartilha alternativas agricultura familiarPolpas
 
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/inverno
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/invernoAveia preta - alternativa de cultivo no outono/inverno
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/invernoRural Pecuária
 
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVES
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVESAGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVES
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVESCarima Atiyel
 

Mais procurados (19)

Desenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familairDesenvolvimento e agroindustria familair
Desenvolvimento e agroindustria familair
 
HORTALICAS 2014 ANUARIO
HORTALICAS 2014 ANUARIOHORTALICAS 2014 ANUARIO
HORTALICAS 2014 ANUARIO
 
Olericultura basica2006
Olericultura basica2006Olericultura basica2006
Olericultura basica2006
 
abelhas meliponeas do nordeste
abelhas meliponeas do nordesteabelhas meliponeas do nordeste
abelhas meliponeas do nordeste
 
Manualhortaurbana
ManualhortaurbanaManualhortaurbana
Manualhortaurbana
 
Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_
 Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_ Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_
Palestra sebrae o desafio do agronegócio de hortaliças-maio 2010_
 
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013Diário Oficial do Dia - 20/09/2013
Diário Oficial do Dia - 20/09/2013
 
Cadeia de valor da mandioca reunião nacional
Cadeia de valor da mandioca   reunião nacionalCadeia de valor da mandioca   reunião nacional
Cadeia de valor da mandioca reunião nacional
 
Artigo 04 estudo dirigido gimnosperma sala
Artigo 04  estudo dirigido gimnosperma salaArtigo 04  estudo dirigido gimnosperma sala
Artigo 04 estudo dirigido gimnosperma sala
 
Epamig braquiaria
Epamig braquiariaEpamig braquiaria
Epamig braquiaria
 
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o SemiáridoSerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
SerTãoVivo - Ações de Convivência com o Semiárido
 
Cartilha quintal-produtivo-formatada
Cartilha quintal-produtivo-formatadaCartilha quintal-produtivo-formatada
Cartilha quintal-produtivo-formatada
 
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveisAgricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
Agricultura Orgânica - Tecnologia de produção de alimentos saudáveis
 
Cartilha alternativas agricultura familiar
Cartilha alternativas agricultura familiarCartilha alternativas agricultura familiar
Cartilha alternativas agricultura familiar
 
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/inverno
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/invernoAveia preta - alternativa de cultivo no outono/inverno
Aveia preta - alternativa de cultivo no outono/inverno
 
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
 
Oásis no Sertão
Oásis no SertãoOásis no Sertão
Oásis no Sertão
 
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVES
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVESAGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVES
AGROINDÚSTRIA FAMILIAR RURAL - ENTRAVES
 
A Agricultura em Parauapebas
A Agricultura em ParauapebasA Agricultura em Parauapebas
A Agricultura em Parauapebas
 

Destaque

Trilhas para ler e escrever textos
Trilhas para ler e escrever textosTrilhas para ler e escrever textos
Trilhas para ler e escrever textosCristiane Finco
 
Caderno de leitura do 1º C - Fevereiro
Caderno de leitura do 1º C - FevereiroCaderno de leitura do 1º C - Fevereiro
Caderno de leitura do 1º C - FevereiroFilipa Albuquerque
 
Caderno de Leitura
Caderno de LeituraCaderno de Leitura
Caderno de LeituraCarol Guedes
 
Mat5 3 bim_aluno_2013
Mat5 3 bim_aluno_2013Mat5 3 bim_aluno_2013
Mat5 3 bim_aluno_2013Janete Guedes
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leituraLuzia Ester
 
Atividade de leitura e escrita
Atividade de leitura e escritaAtividade de leitura e escrita
Atividade de leitura e escritaElisangela Rabelo
 
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonico
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonicoApostila alfabetizacao completa_metodo_fonico
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonicosilvinha331
 
Descritor 1 50 questões de matemática 5º ano
Descritor 1   50 questões de matemática 5º anoDescritor 1   50 questões de matemática 5º ano
Descritor 1 50 questões de matemática 5º anoLuiz Carlos
 
Leitura e interpretação de texto para alfabetização
Leitura e interpretação de texto para alfabetizaçãoLeitura e interpretação de texto para alfabetização
Leitura e interpretação de texto para alfabetizaçãoLorena Lopes
 
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2orientacoesdidaticas
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosMarcos Ataide
 
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNO
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNOLINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNO
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNOorientadoresdeestudopaic
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOMara Sueli
 

Destaque (14)

Trilhas para ler e escrever textos
Trilhas para ler e escrever textosTrilhas para ler e escrever textos
Trilhas para ler e escrever textos
 
Caderno de leitura do 1º C - Fevereiro
Caderno de leitura do 1º C - FevereiroCaderno de leitura do 1º C - Fevereiro
Caderno de leitura do 1º C - Fevereiro
 
Caderno de Leitura
Caderno de LeituraCaderno de Leitura
Caderno de Leitura
 
Mat5 3 bim_aluno_2013
Mat5 3 bim_aluno_2013Mat5 3 bim_aluno_2013
Mat5 3 bim_aluno_2013
 
Caderno de leitura
Caderno de leituraCaderno de leitura
Caderno de leitura
 
Atividade de leitura e escrita
Atividade de leitura e escritaAtividade de leitura e escrita
Atividade de leitura e escrita
 
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonico
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonicoApostila alfabetizacao completa_metodo_fonico
Apostila alfabetizacao completa_metodo_fonico
 
Os três jacarezinhos
Os três jacarezinhosOs três jacarezinhos
Os três jacarezinhos
 
Descritor 1 50 questões de matemática 5º ano
Descritor 1   50 questões de matemática 5º anoDescritor 1   50 questões de matemática 5º ano
Descritor 1 50 questões de matemática 5º ano
 
Leitura e interpretação de texto para alfabetização
Leitura e interpretação de texto para alfabetizaçãoLeitura e interpretação de texto para alfabetização
Leitura e interpretação de texto para alfabetização
 
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2
Guia de planejamento e orientações didáticas 3º ano vol 2
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
 
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNO
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNOLINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNO
LINGUA PORTUGUES CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ ALUNO
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 

Semelhante a Cartilha hortaliças

Manual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapaManual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapavaniambcunha
 
Manual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagensManual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagensJoyce Muzy
 
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdf
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdfCartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdf
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdfHlidaFreire
 
Práticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolasPráticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolasEpfr De Estaquinha
 
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAGergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAjosefontenelle
 
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdfCartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdfVstrega
 
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdfCartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdfCarlosAlberto803554
 
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2Lenildo Araujo
 
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butia
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butiaBoas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butia
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butiapeterpadilha
 
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...Rural Pecuária
 
Trabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalTrabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalpaulosergiok5
 
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulas
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulasCartilha agrobiodiversidade sementes crioulas
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulasHélida Freire
 
Cartilha agrobiodiversidade
Cartilha agrobiodiversidadeCartilha agrobiodiversidade
Cartilha agrobiodiversidadeKarlla Costa
 
Cartilha cenoura passo a passo projeto novo
Cartilha cenoura passo a passo projeto novoCartilha cenoura passo a passo projeto novo
Cartilha cenoura passo a passo projeto novoBruno No Stress
 
A cidade e a roça semeando agroecologia - aspta
A cidade e a roça   semeando agroecologia - asptaA cidade e a roça   semeando agroecologia - aspta
A cidade e a roça semeando agroecologia - asptaFlavio Meireles
 
Banco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalBanco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalLenildo Araujo
 

Semelhante a Cartilha hortaliças (20)

Manual hortaliças web f
Manual hortaliças web fManual hortaliças web f
Manual hortaliças web f
 
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapaManual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
 
Manual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagensManual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagens
 
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdf
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdfCartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdf
Cartilha_de_Agrofloresta_do_RJ_SiAMA_2022-OrganicsNet-CI-Organicos-2022-1.pdf
 
Manual hortaliças web f
Manual hortaliças web fManual hortaliças web f
Manual hortaliças web f
 
Práticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolasPráticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolas
 
Gergelin
GergelinGergelin
Gergelin
 
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPAGergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
Gergelim 500 Perguntas 500 Respostas EMBRAPA
 
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdfCartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais.pdf
 
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdfCartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdf
Cartilha-Guia-Prático-de-PANC-Plantas-Alimenticias-Nao-Convencionais (1).pdf
 
Agriculturas abr2014
Agriculturas abr2014Agriculturas abr2014
Agriculturas abr2014
 
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2
Abc da agricultura preservação e uso da caatinga 2
 
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butia
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butiaBoas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butia
Boas praticas de_manejo_para_o_extrativismo_sustentavel_do_butia
 
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...
RESGATE DE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS: PRODUÇÃO E CONSUMO DE PLANTAS NÃO CONV...
 
Trabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambientalTrabalho Gestão ambiental
Trabalho Gestão ambiental
 
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulas
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulasCartilha agrobiodiversidade sementes crioulas
Cartilha agrobiodiversidade sementes crioulas
 
Cartilha agrobiodiversidade
Cartilha agrobiodiversidadeCartilha agrobiodiversidade
Cartilha agrobiodiversidade
 
Cartilha cenoura passo a passo projeto novo
Cartilha cenoura passo a passo projeto novoCartilha cenoura passo a passo projeto novo
Cartilha cenoura passo a passo projeto novo
 
A cidade e a roça semeando agroecologia - aspta
A cidade e a roça   semeando agroecologia - asptaA cidade e a roça   semeando agroecologia - aspta
A cidade e a roça semeando agroecologia - aspta
 
Banco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animalBanco de proteina para ração animal
Banco de proteina para ração animal
 

Mais de Keylla Tayne

Avaliação Nutricional de Idoso
 Avaliação Nutricional de Idoso Avaliação Nutricional de Idoso
Avaliação Nutricional de IdosoKeylla Tayne
 
Alimentos organicos
Alimentos organicos Alimentos organicos
Alimentos organicos Keylla Tayne
 
Cartilha de ziraldo
Cartilha de ziraldo Cartilha de ziraldo
Cartilha de ziraldo Keylla Tayne
 
Questionario de Frequencia Alimentar de adulto
Questionario de Frequencia Alimentar de adultoQuestionario de Frequencia Alimentar de adulto
Questionario de Frequencia Alimentar de adultoKeylla Tayne
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavelKeylla Tayne
 
Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso
 Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso
Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idosoKeylla Tayne
 
Habitos alimentares no shopping
  Habitos alimentares no shopping  Habitos alimentares no shopping
Habitos alimentares no shoppingKeylla Tayne
 

Mais de Keylla Tayne (9)

Avaliação Nutricional de Idoso
 Avaliação Nutricional de Idoso Avaliação Nutricional de Idoso
Avaliação Nutricional de Idoso
 
Alimentos organicos
Alimentos organicos Alimentos organicos
Alimentos organicos
 
Cartilha de ziraldo
Cartilha de ziraldo Cartilha de ziraldo
Cartilha de ziraldo
 
Publi alimentos
Publi alimentos Publi alimentos
Publi alimentos
 
Questionario de Frequencia Alimentar de adulto
Questionario de Frequencia Alimentar de adultoQuestionario de Frequencia Alimentar de adulto
Questionario de Frequencia Alimentar de adulto
 
Qfa adulto
Qfa adultoQfa adulto
Qfa adulto
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavel
 
Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso
 Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso
Alteracoes fisiologicas e anatomicas do idoso
 
Habitos alimentares no shopping
  Habitos alimentares no shopping  Habitos alimentares no shopping
Habitos alimentares no shopping
 

Último

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 

Último (20)

POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 

Cartilha hortaliças

  • 1.
  • 2. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Hortaliças Não-Convencionais (Tradicionais) Brasília - 2010
  • 3. © 2010 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que citada a fonte. A responsabilidade pelos direitos autorais de textos e imagens desta obra é do autor. 1ª edição. Ano 2010 Tiragem: 1.000 exemplares Elaboração, distribuição, informações: MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado de Minas Ge- rais Serviço de Política e Desenvolvimento Agropecuário – SEPDAG/DT/SFA-MG Av. Raja Gabaglia, 245 – Cidade Jardim – CEP: 30.380-103, Belo Horizonte-MG Tel.: (31) 3250.0337 Fax.: (31) 3250.0337 www.agricultura.gov.br e-mail: sepdag-mg@agricultura.gov.br Central de Relacionamento: 0800 704 1995 Coordenação Editorial: Assessoria de Comunicação Social Equipe Técnica: Georgeton Soares Ribeiro Silveira - EMATER-MG; Nuno Rodrigo Madeira - EMBRAPA HORTALIÇAS; Maria Helena Tabim Mascarenhas - EPAMIG; Faustina Maria de Oliveira - EMATER-MG; Lygia de Oliveira Figueiredo Bortolini - SFA-MG/Mapa; Érika Regina de Carvalho - EMATER-MG;Tamara GonzagaHomemEstagiária-EMATER-MG;Magno GomesdaRocha-EMATER-MG;WalfridoMachado Albernaz-EMATER-MG; WalterJoséRodriguesMatrangolo-EMBRAPAMILHOESORGO;SérgioPereira de Carvalho - EMATER-MG Impresso no Brasil / Printed in Brazil Catalogação na Fonte Biblioteca Nacional de Agricultura – BINAGRI Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Hortaliçasnão-convencionais:(tradicionais)/MinistériodaAgricultura,PecuáriaeAbaste- cimento. Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo. – Brasília : MAPA/ ACS, 2010. 52 p. 1. Horticultura 2. Hortaliça. I. Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperati- vismo. II.Título. AGRIS F01 CDU 635.1/8
  • 4. 3 Apresentação O cultivo e o consumo de hortaliças não-convencionais (tradi- cionais) tem diminuído em todas as regiões do país, em áreas rurais e urbanas e entre todas as classes sociais, resultado da globalização e do crescente uso de alimentos industrializados, verificando-se mudanças significativas no padrão alimentar dos brasileiros e perdas de características culturais e de identi- dade com o consumo de alimentos locais e regionais. Ações que visem a incentivar o consumo de variedades locais são fundamentais para a diversidade e riqueza da dieta das po- pulações, para a perpetuação de bons hábitos alimentares e valorização do patrimônio sócio-cultural do povo brasileiro. Neste sentido, este trabalho é resultado da percepção da im- portância do resgate de variedades de hortaliças tradicionais pela Emater-MG, Embrapa Hortaliças, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Epamig. Esta publicação visa estimular os agricultores familiares a res- gatar o cultivo e o consumo de variedades de hortaliças não- convencionais ou“hortaliças tradicionais”, hoje preservadas de forma isolada junto a populações tradicionais, muitas vezes fazendo parte de sua identidade cultural. São plantas rústicas, por vezes esquecidas, com potencial para o enriquecimento da dieta e melhoria de renda das comunidades. Comissão de Resgate das Hortaliças Tradicionais
  • 5. 4 Hortaliças Não-Convencionais (Tradicionais) Definição São aquelas presentes em determinadas localidades ou regiões exercendo influência na alimentação de uma população tradi- cional. Normalmente, não estão organizadas enquanto cadeia produtiva propriamente dita, não despertando o interesse por parte de empresas de sementes, fertilizantes ou agroquímicos As populações tradicionais compreendem todos os grupos de agricultores familiares que tem a sua convivência e sobrevivên- cia ligadas ao campo. Como exemplo, os geraiseiros, veredei- ros, caatingueiros pescadores, entre outros. O resgate e a valorização das variedades tradicionais de horta- liças representam ganhos importantes do ponto de vista cultu- ral, econômico, social e nutricional. O cultivo dessas hortaliças é feito na sua grande parte por populações tradicionais (agri- cultores familiares) que preservam o conhecimento acerca de seu cultivo e consumo, passando-o de geração a geração.
  • 6. 5 Importância do Resgate das Hortaliças Não- Convencionais (Tradicionais) As hortaliças não-convencionais (Tradicionais) são importantes na expressão cultural de determinadas populações, a exemplo do ora-pro-nobis, presente na culinária de algumas localidades de Minas Gerais como Tiradentes e Sabará. Cabe citar o festival anual do ora-pro-nobis realizado em Sabará, reunindo a comu- nidade e movimentando a economia regional. Da mesma forma, fizeram e/ou fazem parte da nossa cultura a taioba, a araruta, o mangarito, a vinagreira, o taro (inhame), a chicória-do-pará, a capuchinha, o jacatupé, o inhame (cará), a jurubeba, o cubiu, o maxixe-do-reino, a bertalha, o ora-pro- nóbis, o jambu, o maxixe, o caruru, o quiabo, a beldroega, a azedinha, a serralha, o peixinho, o almeirão-de-árvore, a capi- çoba, entre outras, algumas nativas e outras introduzidas por colonizadores europeus (especialmente portugueses) ou por escravos africanos. O trabalho de resgate das hortaliças tradicionais é fundamen- tal para que se evite o processo de extinção hoje verificado em algumas destas plantas, lembrando que quando uma planta desta some, também somem parte da tradição, cultura e he- rança de nossos pais e avós.
  • 7. 6 BancosdeMultiplicaçãodeSementeseMudas Os bancos de multiplicação de sementes e mudas de hortali- ças tradicionais são a base para fornecer aos agricultores mate- riais necessários para multiplicação (sementes e mudas). Os Bancos de Multiplicação de Sementes e Mudas devem ser trabalhados de forma participativa junto às comunidades ou parceiros que tenham identidade com estas populações, pre- ferencialmente em espaços comunitários e que ofereçam as condições necessárias para o bom desenvolvimento das plan- tas (clima e solo, disponibilidade de água, facilidade de acesso). O espaço necessário para plantar os Bancos é pequeno, po- dendo ser feito mesmo em pequenos quintais, variando con- forme a necessidade de cada comunidade.
  • 8. 7 FuncionamentodeumBancodeMultiplicação A implantação e condução de um Banco de Multiplicação de- vem ter o suporte de órgãos de pesquisa e desenvolvimento e o acompanhamento do órgão local de extensão rural. Implantado o Banco, com a produção de sementes e mudas, é feito o repasse para os interessados, conforme interesse e dis- ponibilidade de cada variedade. O agricultor preenche uma ficha, o termo de doação ou acor- do de transferência de material, para que ele se responsabilize por plantar a(s) variedade(s) que recebeu. Segundo a lei no 10.711, de 05 de agosto de 2003,“ficam isen- tos da inscrição no RENASEM os agricultores familiares, os as- sentados da reforma agrária e os indígenas que multipliquem sementes ou mudas para distribuição, troca ou comercializa- ção entre si”(Mapa, 2007).
  • 9. 8 Recomendações Gerais para o Plantio Primeiramente, é notável a rusticidade das espécies de horta- liças tradicionais, sendo em geral pouco afetadas por pragas e doenças, adequando-se facilmente a cultivos orgânicos e agroecológicos. Para iniciar o plantio, com base na análise de solo, efetua-se a correção do pH quando necessário. A adubação de plantio (de base) também é determinada pela análise de solo, devendo-se fornecer todo o fósforo e parte do potássio e do nitrogênio no plantio. Conforme a espécie, pode-se efetuar o preparo de solo convencional, por meio de aração e gradagem, ou o preparo localizado, restrito às covas ou linhas de plantio. Para espécies mais sensíveis e menos agressivas, usam-se canteiros. Deve-se efetuar os tratos culturais básicos, irrigação adequa- da, manejo de plantas espontâneas, adubação de cobertura equilibrada com nitrogênio, potássio e matéria orgânica, tuto- ramento e podas quando necessário, etc.
  • 10. 9 Instruções Básicas para o Plantio Folhas / Flores Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias) Almeirão-de-árvore Sementes Canteiros 30 x 25 > 60 Azedinha Mudas Canteiros 25 x 20 > 50 Beldroega Mudas Canteiros 25 x 20 > 60 Bertalha Sementes CovasousulcosCanteiros 80 x 50 / 40 x 40 > 60 a 90 Capiçoba Sementes Canteiros 30 x 30 > 90 Capuchinha Sementesouramas Canteiros ou leiras 50 x 50 > 50 Caruru Sementes Canteiros 25 x 25 > 30 Chicória-do-Pará Sementes Canteiros 25 x 25 > 60 Jambu Sementesouramas Canteiros 30 x 30 > 50 Ora-pro-nobis Estacas Covas ou sulcos 100-200(cercaviva) 100 x 50 (lavoura) > 90 Peixinho Mudas Canteiros 25 x 20 > 60 Serralha Sementes Canteiros 30 x 30 > 50 Taioba Rizomas Covas ou sulcos 70 x 40 > 90 Vinagreira Sementes Covas ou sulcos 100 x 50 (p/folhas) 100 x 100 (p/flores) > 60 (folhas) > 150 (flores)
  • 11. 10 Instruções Básicas para o Plantio (Cont.) Raízes / Rizomas /Túberas Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias) Araruta Rizomas Leiras 80 x 40 180-210 Inhame (Cará) Túberas Covas altas 120 x 60 180-210 Jacatupé Sementes Leiras 80 x 50 180-210 Mangarito Rizomas Leiras ou canteiros 50 x 25 180-210 Taro (Inhame) Rizomas Leiras 100 x 30 210-270 Frutos Nome Comum Parte a plantar Modo de plantar Espaçamento (cm) Colheita (dias) Cubiu Sementes Covas 100 x 100 > 210 Jurubeba Sementes Covas 150 x 100 > 100 Maxixe Sementes Covas 300 x 100 > 60 Maxixe-do-reino Sementes Covas 100 x 50 > 100
  • 12. 11 Aspectos Nutricionais Essenciais para o consumo diário, as hortaliças compreendem todos os vegetais cultivados em horta. Pertencem ao grupo de alimentos conhecidos como reguladores ou protetores, por serem ricos em vitaminas, sais minerais e fibras, importantes para regular as funções do corpo e protegê-lo contra vários tipos de doenças. Pela sua importância nutricional, as hortaliças são indispensá- veis na alimentação diária, as quais devem se constituir de 4 a 5 porções por dia, de forma variada, para o funcionamento saudável do organismo. O consumo de hortaliças de modo geral, convencionais ou não-convencionais, traz alguns benefícios: são leves e de fácil digestão;yy auxiliam na saciedade, fornecendo poucas calorias;yy são ricos em fibras auxiliam no bom funcionamento doyy intestino; contém carboidratos, sais minerais, vitaminas e água,yy nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.
  • 13. 12 Funções dos nutrientes encontrados nessas hortaliças Vitamina A: Encontrada principalmente nas hortaliças de cor verde, amarela e alaranjadas, protege a visão, a pele e as mem- branas do corpo, promove o crescimento e o desenvolvimento do organismo e aumenta a resistência contra doenças. Vitamina B: Estimula o crescimento e a recuperação dos teci- dos do corpo, regula o sistema nervoso e combate o estresse, participa na formação dos glóbulos vermelhos do sangue. Vitamina C: encontrada principalmente nas hortaliças folho- sas e frescas, estimula o crescimento e a recuperação dos teci- dos do corpo, regula o sistema nervoso e combate o estresse, fortalece as defesas do organismo contra doenças, ajuda na cicatrização e auxilia na absorção do ferro. Cálcio: Importante na formação e manutenção de ossos e dentes, na coagulação do sangue e na contração muscular. Fósforo: Consttuinte de todas as células, ajuda na formação dos ossos, dentes e músculos fortes. Ferro: Encontrada principalmente nas hortaliças de cor verde forte, contribui para a formação do sangue, prevenção e trata- mento da anemia. Potássio: Regula a pressão arterial, as funções renais e as con- trações cardíacas. Carboidratos: Fonte de energia, necessária da o desempenho de todas as atividades do organismo. Fibras: Controla a absorção do colesterol e açúcar, elimina toxinas do corpo, possui ação laxante, previne contra úlceras, constipação, hemorróidas, diverticulites, obesidade, diabetes, doenças cardíacas e câncer do intestino grosso e do cólon.
  • 14. 13 Uso das hortaliças não-convencionais na ali- mentação Almeirão-de-árvore: Usada como a couve ou espinafre no preparo depratosquentesouemsaladas.Podeserpreparadocomfeijão,arroz, anguecomorecheiodebolinhosetortas. Araruta:Uso tradicional na forma do polvilho extraído das raízes (rizo- mas).Opolvilhosecoepeneiradoeusadoparafazerbolos,biscoitose mingau.Tambémengrossamolhos,cremesesopas. Azedinha:Asfolhasfrescaspicadaspodemserutilizadasemsaladase sucos, conferindo-lhes um agradável e estimulante sabor ácido. As fo- lhas,refogadassãousadastambémemsopasemolhos. Beldroega: São utilizados os talos e as folhas em saladas cruas, sucos, sopasecaldos,conferindocaracterísticaconsistênciacremosa. Bertalha:Éutilizadarefogadaeemsopas,damesmaformaqueseuti- lizaoespinafre. Capiçoba: De sabor levemente amargo, é consumida como couve e podeseracompanhadacomangu,arrozefeijão. Capuchinha: Tem sabor picante, semelhante ao agrião. Confere um toque exótico às saladas. Seu caule é suculento e as folhas possuem formatoarredondadocomfloresvistosasemtonsdevermelho,laranja e amarelo. Os frutos verdes em conserva substituem à altura as alca- parras. Chicória-do-Pará: Muito utilizada como condimentar, formando no Norteopopularcheiro-verde. Chuchu-de-vento: Os frutos são consumidos refogados, cozidos, em pratoscomcarnesouavesourecheados.Desabor levementeamargo, semelhanteaodojiló,osfrutosverdespodemserconsumidoscrus. Cubiu: Pode ser consumido ao natural, ou processado na forma de sucos, doces, geléias e compotas. Também é usado na caldeirada de peixeoucomotemperodepratosàbasedecarneefrango.
  • 15. 14 Inhame (Cará): Pode ser consumido cozido, frito, assado ou em forma de pão. Jacatupé: raízes consumidas cruas e cozidas em sopas, prepa- ro de massas e produtos de panificação. Jambu: Com paladar peculiar que causa característico amorteci- mentodasmucosas,éforteseuusonoNortenopreparodepratos tradicionais como o tacacá, o pato no tucupi e peixes regionais. Jurubeba: Particularmante amargos, os frutos são cozidos com arroz ou feijão ou em conservas. Mangarito: Depois de cozido, a polpa branca ou amarelada, de- pendendodavariedade,ganhaconsistênciatenra.Usadocomoba- tata e mandioca, cozido, frito, em purê, bolinhos, sopas e assados. Maxixe: É consumido refogado ou cozido com arroz, carne ou feijão. Para consumo cru, o maxixe deve ser previamente des- cascado ou raspado, retirando a fina casca. Ora-pro-nobis: A combinação mais usada em pratos tradi- cionais em Minas Gerais é com frango ou com angu. Pode ser usado em sopas, recheio, mexidos e omeletes. Pode-se usar as folhas secas e moídas no preparo da farinha múltipla, comple- mento nutricional no combate á desnutrição. Peixinho: Suas folhas podem ser utilizadas no preparo de su- cos, refogados, sopas, omeletes, e recheios diversos. Quando preparadas à milanesa tomam sabor de peixe. Serralha: Utilizada em saladas ou refogadas. Taioba: As folhas são usadas refogadas ou cozidas com frango, carne moída ou arroz. Faz-se também omeletes e suflês. São tóxi- cas quando cruas. Os rizomas podem ser usados como o inhame. Taro (Inhame): Os rizomas são consumidos cozidos, assados ou em produtos de panificação. Vinagreira: As folhas são usadas em saladas cruas ou refoga- das e as flores em chás. Dos cálices, faz-se geléias e sucos. É ingrediente do tradicional arroz-de-cuxá do Maranhão.
  • 17. 16 APRESENTAÇÃO Esta publicação, contendo receitas utilizando algumas horta- liças, consideradas “não convencionais” apresenta de forma prática, várias possibilidades de utilização, em preparações do- ces e salgadas, em forma de saladas, refogados, sopas, cremes, pães, biscoitos, bolos, recheios, sucos, entre outros. Esta coletânea de receitas tem como objetivo divulgar formas diversificadas de utilização de hortaliças em preparações nu- tritivas e saudáveis, combinadas com outros alimentos, que tradicionalmente já fazem parte dos hábitos alimentares da população brasileira. Estas receitas representam apenas uma amostra das possibili- dades de preparações que podem ser feitas , a partir da cria- tividade, do gosto e da experiência de cada um, resgatando história, saberes e a cultura alimentar regional. Certamente a partir dessas receitas muitas outras serão resga- tas e experimentadas, fazendo com que a diversidade cultural seja cada vez mais valorizada e reconhecida, na direção da ali- mentação saudável. As receitas constantes dessa publicação foram selecionadas de diferentes fontes: famílias rurais da comunidade rural de Bon- fim, município de Três Marias, MG, folhetos da EMATER-MG, entre outras, tendo sido avaliadas e padronizadas, segundo as recomendações técnicas, para que a sua reprodução possa ser realizada com sucesso. “A cultura é o maior patrimônio de qualquer civilização e a alimentação com seus pratos típicos e hábitos alimentares é fundamental para a perpetuação das relações culturais existentes nas diversas regiões”.
  • 18. 17 COMOOBTERSUCESSONOPREPARODASRECEITAS Ao iniciar qualquer atividade de preparo de alimentos, algumas me- didas devem ser adotadas, visando facilitar o trabalho, evitar conta- minação e garantir a qualidade nutricional e higiênica dos alimentos preparados. Leia a receita antes de iniciar o seu preparo e verifique se todos ingre- dientes estão disponíveis. Avalieaqualidadedosingredientes(aparência,presençadefungos,inse- tos etc.) as condições das embalagens, data de validade. Reúna todos os ingredientes, os equipamentos e vasilhames necessários ao preparo da receita, tomando cuidado na escolha de vasilhas com capa- cidade compatível com a receita a ser preparada. Meça corretamente todos os ingredientes, utilizando sempre que possível as medidas-padrões. Utilize sempre as medidas recomendadas na receita. Lembre-se que nem sempre a duplicação da receita resulta em produtos com a mes- ma qualidade. Siga todas as recomendações de preparo, inclusive os tempos, os ins- trumentos, os cortes dos ingredientes e, principalmente a sequência do preparo. Respeite as temperaturas estabelecidas para assar e cozinhar. A substituição de ingredien- tes deve ser feita com pro- dutos que tenham as mes- mas características quanto ao teor de umidade, amido, açúcar, gordura, fibras, entre outros.
  • 19. ROCAMBOLE DE JACATUPÉ Ingredientes: Massa 2 xícaras (chá) da raiz de jacatupé cozido e amassadoyy 1 ovo (inteiro)yy 3 Colheres (sopa) de farinha de trigoyy 1 colher (sopa) de margarinayy 3 colheres (sopa ) de queijo minas raladoyy 1 xícara (chá ) de leiteyy 1 colher (chá) de fermento em póyy 1 colheres (chá) de salyy Recheio: 1 ½ xícara (chá) de carne de frango cozido e desfiadoyy 1 xícara (chá ) de tomate picado, sem semente e sem peleyy 12 xícara(chá) de cebola picadayy
  • 20. 19 2 colheres (chá ) de salyy 1 xícara (chá ) de alho amassadoyy 1 colher (sopa) de óleoyy cheiro verde e pimenta a gostoyy Opcional: 12 xícara (chá) de molho de tomateyy 2 colheres (sopa) de queijo raladoyy Modo de preparo: Massa: Peneirar a farinha de trigo, o sal e o fermento em pó. Medir todos ingredientes Amassar o jacatupé, transformando-o numa massa bem fina. Colocar o ovo, a farinha de trigo, o queijo, a margarina, o sal e misturar bem. Dissolver o fermento em pó no leite e adicionar à massa, misturando bem. Colocar para assar em tabuleiro médio, untado com marga- rina e polvilhado com farinha de trigo. Assar em forno médio, preaquecido, por 40 minutos, aproxi- madamente. Depois de assado, virar a massa sobre um pano úmido e es- palhar o recheio frio, distribuindo-o uniformemente. Enrolar em forma de rocambole. Opção; cobrir o rocambole com molho de tomate e polvi- lhar queijo ralado Recheio: Colocar em uma panela o óleo, o alho, a cebola e refogar. Acrescentar o tomate, o frango desfiado, o sal , deixando co- zinhar por 10 minutos Acrescentar o cheiro verde e pimenta a gosto e reservar.
  • 21. 20 INHOQUE DE JACATUPÉ Ingredientes: Massa 2 xícaras (chá) da raiz de jacatupé cozida e amassadayy 2 ovos inteirosyy 2 colheres (sopa )de margarinayy 12 xícara (chá) de queijo meia cura raladoyy 4 xícaras( de chá) de farinha de trigoyy Sal a gostoyy Molho 1 ½ xícara (chá) de carne de frango cozido e desfiadoyy 1 xícara (chá ) de tomate picado, sem semente e sem peleyy 12 xícara(chá) de cebola picadayy 2 colheres (chá ) de salyy 1 xícara (chá ) de alho amassadoyy 1 colher (sopa) de óleoyy cheiro verde e pimenta a gostoyy 1 xícara (chá) de molho de tomateyy Modo de Preparo: Massa Amasse tudo em uma vasilha, reservando a farinha de trigo quando estiver todos os ingredientes bem amassados acres- cente aos poucos a farinha de trigo. Enrole em estilo corda, corte os pedacinhos de mais ou menos 2 cm. Coloque a massa cortada em uma panela com água fervendo, deixe cozinhar até a massa subir na superfície da água. Reti- re rapidamente a massa com escumadeira , colocando- a em uma travessa refratária. Colocar o molho sobre a massa, polvilhar o queijo ralado e le- var ao forno por 15 minutos. Molho Colocar em uma panela o óleo, o alho, a cebola e refogar.
  • 22. 21 Acrescentar o tomate, o frango desfiado, o sal , deixando cozi- nhar por 10 minutos Acrescentar o molho de tomate e deixar ferver. Co locar o cheiro verde, pimenta a gosto e reservar. OMELETE VERDE Ingredientes: 4 ovos ( inteiros)yy 1 colher (sopa ) de queijo fresco raladoyy 1 colher (sopa ) de farinha de trigoyy ½ xícara (chá) de folhas de beldroega, seralha, bertalha,yy picadas ½ xícara (chá ) de salsa e cebolinha picadayy Sal e pimenta a gostoyy Óleo para untaryy Recheio: 1 lata de sardinhayy 1 xícara (chá) de tomate picadoyy ½ xícara (chá) de cebola picadayy Salsa e cebolinha a gosto.yy Modo de Preparo: Coloque em uma tigela os ovos, a cebola, o queijo, a farinha de trigo. Mexa bem e acrescente a beldroega, mostarda, salsa e cebolinha, tempere a gosto. Unte uma frigideira deixe aquecer e coloque um pouco da massa. Deixe dourar e vire. Coloque na metade da massa um pouco do recheio e dobre o omelete, formato de pastel meia lua. Deixe dourar e retire.
  • 23. FEIJÃO TROPEIRO COM FOLHAS VERDES Ingredientes: 2 xícaras (chá) de feijão cozido, sem o caldoyy 2 colher (sopa) de óleoyy 2 colheres (chá) de alho amassadoyy 2 xícaras (chá) de linguiça picadayy 4 ovosyy 1 xícara (chá) de cebola picada em cubosyy 1 xícara (chá ) de talo de salsão picadoyy 2xícaras(chá)defolhasdeserralha,beldroega,bertalha, picadasyy 1 xícara (chá) de farinha de mandiocayy Salsinha e cebolinha a gostoyy Sal e pimenta a gostoyy Modo de Preparo: Colocar o óleo na panela e fritar a linguiça até dourar. Refogar na gordura da linguiça a cebola, com alho e os tem- peros .Acrescentar os ovos e fritar, misturando ligeiramente. Acrescente em seguida o feijão sem caldo, as folhas picadas, o talo do salsão e farinha de mandioca, aos poucos,mexendo para misturar bem. colocar o cheiro verde e desligar o fogo.
  • 24. 23 TORTA SALGADA COM ORA-PRO-NOBIS Ingredientes: 4 ovos inteirosyy 1 xícara (chá) de óleo)yy 2 xícaras (chá) de leiteyy 2 xícaras (chá) de farinha de trigoyy 12 xícara (chá) de cebola picadayy 1 colher (sopa) de fermento em póyy 1 xícara (chá) de folhas de ora-pro-nobis picadasyy 2 xícaras (chá) de queijo fresco raladoyy 2 latas de sardinhayy Orégano e sal a gostoyy Modo de Preparo: Bater todos os ingrediente no liquidificador ( exceto o ora-pro- nobis, o queijo e a sardinha). Unte uma forma com óleo, coloque a metade da massa, o ora- pro-nobis, o queijo e orégano por cima. Cubra com o restante da massa. Bata um ovo inteiro e passe por cima da massa pincelando, Assar em forno médio. CHARUTO COM TAIOBA Ingredientes: 1 xícara (chá) de carne moídayy 1 xícara (chá) de arroz cozidoyy 1 xícara (chá) de cenoura raladayy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1colher (sopa) de óleo ou azeiteyy Tempero alho e salyy Salsa e cebolinha a gostoyy Folhas novas de taiobayy
  • 25. 24 Modo de Preparo: Amasse todos os ingredientes em uma bacia, enrole em for- mato de quibe. Lave bem as folhas de taioba, corte-as em tiras seguindo as linhas naturais, Envolva a massa com as tirinhas de taioba, formando os charu- tos e prenda com palitos Coloque os charutos ordenados em uma panela Coloque sobre os charutos o óleo ou azeite Cubra os charutos com água e leve para cozinhar, até reduzir o caldo. Coloque o cheiro verde . Servir com salada de azedinha COSTELINHA COM CANJIQUINHA E JAMBÚ Ingredientes: 1kg de costelinha suína picadayy 2 xícaras (chá) de canjiquinha de milhoyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 colher (sopa) de colorauyy Tempero de sal, alho e pimenta a gostoyy Ramos Jambú (com as folhas e flores)yy Modo de Preparo: Refogue a costelinha com os temperos e a cebola até dourar. Acrescente o corante, a canjiquinha e mecha bem, coloque água quente e deixe cozinhar. . Vá acrescentando água quen- te, aos poucos, até ficar bem cozida e cremosa Desligue o fogo e coloque os ramos de Jambú e mexa leve- mente, sirva ainda quente.
  • 26. 25 ARROZ DE CARRETEIRO COM VINAGREIRA Ingredientes: 4 xícaras (chá) de arroz cruyy 2 xícaras (chá) carne de sol picadayy 1 xícara (chá ) de cenoura raladayy 1 xícara (chá) de milho verdeyy 1 xícara (chá) de folhas de vinagreira picadasyy 1 colher (chá) de alho amassadoyy ½ xícara (chá) de cebola picadayy 1 colher (sopa) de óleoyy Sal e pimenta a gosto.yy Modo de preparo: Coloqueemumapanelaoóleo,alho,acebolaeacarnedesolemecha poralgunsminutosatédourar,Coloqueoarroz,e refogue umpouco Acrescente acenouraeostemperoseaáguaedeixecozinhar Depois doarrozcozido,mistureomilhoverdeeasfolhasdevinagreira picadase desligueofogo. Colocaremumatravessaedecorarcomaflordevinagreira SALADA VERDE COM FLOR DE CAPUCHINHA ingredientes 1 molho de folhas de azedinhayy 1 molho de folhas de beldroegayy 1 molho de folhas de agriãoyy Flores de capuchinha inteirasyy 1 xícara (chá) de tomate cerejayy Molho de suco de limão, azeite, orégano e sal.yy Modo de preparo Lavar as folhas e secar Montar a salada com as folhas Decorar com tomes cereja e flores de capuchinha Servir com molho de limão
  • 27. 26 BISCOITO DE ARARUTA COM QUEIJO Ingredientes: 2 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy 1 xícara (chá) de farinha de trigoyy 1 xícara (chá) de açúcaryy 1 xícara (chá) de queijo Minas raladoyy ½ colher (chá) de fermento em póyy 2 ovosyy Modo de Preparo Junte todos os ingredientes, amasse e sove bem, Corte pedacinhos da massa, abra em forma de palitos, enrole em formato de biscoitos Assar em forno moderado CREME DE JACATUPÉ COM CALDA CARAMELADA Ingredientes: 4 xícaras (chá) de leiteyy 2 xícaras (chá) de raiz de jacatupé cozido e amassadoyy 1 ¼ xícara (chá) de açúcaryy 1 colher (sopa) de manteigayy 1 colher (chá ) de baunilhayy 1 colher (sopa) de maisenayy Calda: 1 xícara (chá )de açúcar cristalyy 1 xícara (chá) de águayy Modo de preparo: Bater no liquidificador o jacatupé cozido e amassado com 3 xícaras de leite. Numa panela despejar o jacatupé batido com leite e acrescen- tar o açúcar, a manteiga, os ovos inteiros batidos, a baunilha e
  • 28. 27 a maisena dissolvida em 1 xícara de leite frio. Levar ao fogo para cozinhar por aproximadamente 20 minutos, mexendo constantemente, para não agarrar no fundo da panela. Despejar o creme, ainda quente, em forminhas ou taças indi- viduais. Despejar a calda caramelada nas bordas das taças. Deixar esfriar e colocar na geladeira. Decorar a gosto com ameixas pretas, cerejas, ou banana cara- melada. Calda Caramelada: Colocar 1 xícara de açúcar cristal com ¼ de xícara de água fria e deixar ferver, até adquirir a cor de caramelo. Acrescente o res- tante de água e deixe dissolver até o ponto calda rala. Deixar esfriar e colocar sobre o creme. BOLINHO DE INHAME (CARÁ ) COM CARNE MOÍDA Ingredientes: 2 xícaras (chá ) de inhame cozido e amassadoyy 1 ovoyy 1 ½ xícara (chá) de farinha de trigoyy 1 xícara (chá) de queijo raladoyy 1 colher (chá) de fermento em póyy ½ xícara (chá) de cebola picadayy 1 xícara (chá) de carne moídayy 1 colher de chá de alho amassadoyy Cebolinha e salsa a gosto.yy Óleo para fritaryy Modo de preparo Refogar a carne com os temperos e deixar cozinhar até secar toda a água e reservar. Amassar bem o inhame, com o ovo inteiro, até obter uma
  • 29. massa lisa, acrescentar farinha de trigo, queijo, fermento, até o ponto de enrolar. Abrir na mão pequenas porções da massa, rechear com uma colher de carne refogada e fechar bem, dando a forma de bo- linhos. Passar na farinha de trigo e fritar em óleo bem quente. Colocar sobre papel toalha para absorver o excesso de gordura. BOLO DE INHAME (CARÁ) COM BANANA Ingredientes: 2 xícaras (chá) de inhame cozido e amassadoyy 1 xícara (chá) de açúcaryy 1 xícara (chá) de queijo Minas raladoyy 2 xícaras (chá) de leiteyy 4 ovosyy 1 xícara (chá) de manteigayy 1 colher (de sopa) de fermento em póyy Sal (1 pitada)yy 6 unidades médias de banana caturra madurayy 1 xícara (chá) de açúcar mascavoyy 1 colher (chá) de canela em póyy Erva doce se desejaryy Modo de preparo: Bata no liquidificador, os ovos, o açúcar, o leite, a margarina, o queijo e o inhame . Depois de bater bem, despeje em uma ti- gela e acrescente a farinha de trigo, o sal, o fermento e a erva doce. Forre o fundo da assadeira com o açúcar mascavo, coloque as banana cortadas em tira finas, e salpique a canela em pó sobre as bananas. Cubra as bananas com a massa . Coloque para assar. Desenforme depois de frio
  • 30. 29
  • 31. BISCOITO ESPREMIDO DE ARARUTA COM ERVAS Ingredientes: 4 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy ½ xícara (chá) de óleoyy ½ xícara (chá) de águayy 1 xícara (chá) de leiteyy 4 ovosyy 1 colher (chá)de salyy Ervas , a gosto.yy
  • 32. 31 SEQUILHOS DE ARARUTA COM LIMÃO Ingredientes: 3 xícaras (chá) de polvilho de ararutayy 1 xícara (chá) de farinha de trigoyy 1 xícara (chá )de margarinayy 1 xícara (chá) de açúcaryy ½ colher (chá) de salyy 2 ovosyy 1 colher (sopa) de raspa de limãoyy Para pincelar: 1 colher (sopa) de leiteyy 1 gema de ovoyy Modo de Preparo: Bater na batedeira a margarina, o açúcar e o sal até formar um creme. Acrescentar ao creme os ovos inteiros (gema e clara), a raspa de limão e continuar a bater Modo de Preparo Numa panela coloque o óleo, a água, o sal e meia xícara de leite e levar ao fogo para ferver. Escaldar o polvilho com esse líquido quente, mexendo bem. Depois de frio, acrescentar os ovos e amolecer com o restante do leite, amassando muito bem. Colocar a massa em um saquinho plástico com pequeno orifício e espremer os biscoitos em formato de palito, com 5 cm de compri- mento, em tabuleiro sem untar. Assar em forno bem quente, durante 15 minutos. Diminuir a tempe- ratura do forno e assar por mais 5 minutos, aproximadamente, até ficarem secos.
  • 33. 32 Em uma vasilha colocar o creme batido e misturar o polvilho, a fari- nha de trigo e amassar bem, até formar uma massa homogênea. Abrir a massa em superfície plana e lisa, ligeiramente polvilha- da com farinha de trigo, na espessura de um centímetro. Cortar os biscoitinhos no formato desejado e colocar em assa- deira untada. Pincelar os biscoitos com gema diluída no leite. Assar em forno moderado entre 20 a 25 minutos. PÃO DE TARO (INHAME) COM ERVAS Ingredientes: 3 colheres (sopa) de fermento biológico frescoyy 1 xícara (chá de) de águayy 2 colheres (sopa) de melyy 5 xícaras (chá) de farinha de trigoyy 1 colher (chá) de salyy 2 xícaras (chá) de taro (inhame) cozido e amassadoyy 1 colher (sopa) de alecrim seco ou outras ervas, agosto.yy ½ xícara (de chá) de manteigayy Modo de Preparo: Numa bacia ou tigela grande, dissolva o fermento na água com o mel. Junte um pouco da farinha só para formar um mingau. Deixe borbulhar (cerca de 20 minutos). Junte o sal e o taro co- zido, mexa bem. Vá acrescentando aos poucos a farinha de trigo mexendo com uma colher de pau. Quando ficar duro de mexer, passe para uma superfície de trabalho enfarinhada e vá juntando farinha à medida que amassa, até formar uma massa homogênea. Junte as ervas. Sove um pouco e adicione aos poucos a man- teiga, vá amassando até incorporá-la toda à massa. Junte mais farinha, aos poucos, até formar uma massa bem lisa, brilhante e que não gruda nas mãos. Colocar a massa novamente na tigela grande, coberta com plás-
  • 34. 33 tico ou um pano. Espere a massa crescer até dobrar de volume (caso não tenha experiência com pães, faça uma bolinha com a massa e deixe num copo com água em temperatura ambiente – quando ela subir à superfície, a massa estará no ponto). Divida a massa em três e molde os pães compridos ou redon- dos (ou diretamente em formas de pão) coloque numa assa- deira grande untada e polvilhada, deixando espaço entre eles. Deixe crescer novamente por cerca de meia hora ou até os pães dobrarem de volume. Polvilhe com farinha de trigo e leve ao forno preaquecido bem quente (280ºC) e deixe assar por 10 minutos. Abaixe o fogo (150ºC) e deixe assar por mais 50 minutos. Os pães devem ficar bem dourados. BOBÓ DE FRANGO COM JACATUPÉ Ingredientes: 5 xícaras (chá) de raiz de jacatupé cozido e amassadoyy 5 xícaras (chá) de leiteyy 1 vidro de leite de coco (250 ml)yy 3 xícaras (chá) de peito de frango cozido e desfiadoyy 1 ½ xícara (chá) de milho verde cozido ou conservayy 2 xícaras (chá) de tomate picado se pele e sem sementeyy 2 xícaras (chá) de caldo do cozimento do frangoyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 2 colheres (sopa) de óleoyy 1 ½ colher (sopa) de salyy 1 colher (sopa) de colorau ou extrato de tomateyy Cheiro verde e pimenta a gosto.yy Modo de preparo: Cozinhar o jacatupé e amassa-lo Cozinhar o peito de frango, Desfiar retirando a pele, ossos e cartilagens.
  • 35. 34 Em uma panela refogar a cebola, o alho, o sal, o colorau e o tomate picado. Acrescentar o milho, o caldo de frango e deixar cozinhar por 10 minutos, aproximadamente. Bater no liquidificador o leite e o jacatupé. Acrescentar ao molho da panela o jacatupé, o frango desfiado e deixar ferver por mas 10 minutos, até engrossar o caldo.. Misturar o leite de coco, e deixar ferver mais um pouco. acres- centar cheiro verde e pimenta a gosto. Servir com arroz branco e batata palha. SOPA CREMOSA DE INHAME (CARÁ) ROXO Ingredientes: 3 xícaras (chá) de cará roxo, cozido e amassadoyy ½ xícara (chá) de ramos de jambu picadoyy 5 xícaras (chá) de caldo de cozimento do caráyy 2 xícaras (chá) de leiteyy ½ xícara (chá) de cebola raladayy 3 colheres (sopa) de margarinayy 3 colheres (sopa )de farinha de trigoyy 1 colher (sopa) de salyy 1 colher (chá) de alho amassadoyy pimenta do reino e cheiro verde a gostoyy Modo de Preparo: Numa panela refogar a margarina, o alho, a cebola ralada e o sal. Acrescentar a farinha de trigo, mexendo bem, até cozinhar. Acrescentar à mistura cozida, o caldo do cará , aos poucos, me- xendo bem até formar um mingau. Bater no liquidificador o cará cozido com leite por aproximada- mente 2 minutos. Acrescentar na panela o cará batido e deixar cozinhar por apro- ximadamente 15 minutos. Depois de pronto colocar cheiro verde e o Jambu.
  • 36. 35 FRANGO COM ORA-PRO-NOBIS Ingredientes 1 kg de frango em pedaçosyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 xícara (chá) de tomate cerejayy 1 colher (sopa) de alho amassadoyy 1colher (sopa) de óleoyy Sal, pimenta-do-reinol e vinagre, a gostoyy Modo de preparo Temperar os pedaços de frango com vinagre, alho, sal e pimen- ta e deixar marinar por 20 minutos. Refogar o frango em óleo, com a cebola, até dourar. acrescen- tar os tomates-cereja e por último as folhas de ora-pro-nobis picadas. Adicionando água, o necessário para cozinhar o frango. TAIOBA REFOGADA: Ingredientes: 3 molhos de taioba previamente limpas e cortadasyy 1 colher (chá) de alho amassadoyy 12 xícara (chá) de cebola picadayy 3 colheres (sopa) de azeiteyy 12 xícara (chá) de tomate picadoyy 12 xícara (chá) de talo de aipo (salsão) cortados emyy cubinhos 12 xícara (chá) de alho-poró cortado em rodelas finasyy Sal à gostoyy Preparo: Limpe bem as folhas da taioba e os talos. Corte as folhas como couve, (pode também rasgar em peda- ços pequenos) Corte os talos em pedacinhos
  • 37. 36 Refogue no azeite a cebola e o alho. Adicione o tomate, o aipo e o alho poro deixando murchar bem. Logo em seguida, a taio- ba cortada, mexendo bem. Não acrescente água. Abafe e con- trole o cozimento, até ficar bem macia. Dicas: faça com carne moída, costelinha ou frango, acompa- nhado com arroz branco. MOLHO DE TANGERINA COM AZEDINHA Ingredientes: 2 tangerinas médias sem cascayy 1 colher (sopa) de maisenayy 1 colher (sopa) de azeite de olivayy ¼ de xícara (chá) de cebola raladayy 1 colher (sopa) de melyy 1 colher ( sopa) de azedinha picadayy sal a gostoyy Preparo: Separe os gomos das tangerinas, retire as sementes e pique-as ao meio. Coloque-as no liquidificador, junte 1 xícara (chá) de água e bata até obter uma mistura homogênea. Retire, coe e dissolva a maisena na mistura. Reserve. Em uma panela, aqueça um pouco o azeite e frite a cebola, mexendo de vez em quando, até dourar. Em seguida, junte o caldo de tangerina, o mel, a azedinha e o sal. Mantenha a pane- la no fogo, por 5 minutos, ou até o molho encorpar. Sirva com lombo assado e salada de agrião. 250 g de manteigayy 1 ovoyy 1 coco raladoyy Preparo Misture todos os ingredientes e amasse bem até formar uma massa homogênea. Faça bolinhas e achate-as com um garfo. Asse em forno médio.
  • 38. 37 BISCOITO DE ARARUTA E LEITE CONDENSADO 1 colher (chá) de canela em póyy 1 xícara (chá) de manteigayy 4 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiroyy 1 pitada de salyy 1 colher (sopa) de fermento em póyy 3 xícaras (chá) de farinha de trigoyy 2 xícaras (chá) de ararutayy 1 lata de leite condensadoyy 4 gemasyy Preparo Ligue o forno à temperatura média Bata a manteiga (reserve 2 colheres sopa) na batedeira por dois minutos, ou até ficar cremosa. Sem parar de bater, junte as ge- mas, uma a uma. Despeje lentamente o leite condensado, sem parar de bater. Reserve. Em uma tigela, peneire a araruta com a farinha, o fermento em pó e o sal. Incorpore-os, aos poucos, na tigela com o creme, misturando sempre. Transfira a massa para uma superfície lisa e sove por 5 minutos, ou até ficar no ponto de enrolar. Modele pequenos biscoitos na forma de meia-lua e disponha-os em assadeiras untadas com a manteiga reser- vada. Deixe espaço de 1 cm entre eles. Leve ao forno por 15 minutos, ou até ficar levemente dourados. Retire do forno e es- pere amornar. Em seguida, passe-os no açúcar misturado com a canela em pó. REFOGADO DE BERTALHA Ingredientes: 2 xícaras (chá) de folhas de bertalha picadasyy 1 colher (sopa) de alho amassadoyy 2 ovos inteiros ligeiramente batidosyy 2 colheres (sopa) de óleoyy sal a gostoyy
  • 39. 38 Preparo: Coloque as folhas de bertalha em uma panela com água e um pouco de sal, leve ao fogo. Deixe ferver só até a bertalha come- çar a murchar. Deixe escorrer bem. Coloque em uma panela o óleo, o alho amassado e deixe dou- rar. Coloque a bertalha e refogue bem. A seguir bata ligeiramente os ovos e coloque sobre a bertalha refogada. OMELETE VERDE COM BERTALHA Ingredientes: 1 ovoyy 1 xícara (chá )de bertalha picadayy 1/2 xícara (chá) de cebola picadayy 1/2 xícara (chá) de tomate picadoyy 1/2 xícara (chá) de salsa picadayy 12 colher (sopa) de óleoyy 1 pitada de salyy Preparo Bata o ovo misture o sal, a salsa, a cebola o tomate e a bertalha; Unte a frigideira com óleo ou manteiga e deixe esquentar; Despeje a mistura na frigideira e deixe cozinhar . Vire a omelete e deixe cozinhar do outro lado, até dourar. SALADA DE BELDROEGA Ingredientes: 1 molho de folhas de beldroegayy Sal, alho socado, pimenta-do-reino, limão e azeite deyy oliva.
  • 40. 39 Preparo Lave bem as folhas de beldroega , retire os talos mais grossos e deixe escorrer; Cloque em uma travessa e regue as folhas com o molho feito com os temperos acima. SOPA DE LEGUMES COM BELDROEGA Ingredientes: 1 molho de folhas de beldroega (sem os talos)yy 2 xícaras ( chá) de batatas picadasyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 colher (chá) de alho amassadoyy 1 xícara (chá) de tomates maduros picados sem pele eyy sementes 3 colheres (sopa) de azeiteyy sal a gostoyy Preparo Coloque os legumes picados em uma panela e regue com um litro de água. Junte o azeite, tempere com sal e leve ao fogo até ficarem bem cozidos. Prepare a beldroega reservando apenas as folhas. Reduza o conteúdo da panela a purê, acerte o sal e leve nova- mente ao fogo para ferver. Junte as folhas de beldroega e deixe cozinhar. Sirva bem quente. CARURU COM COCO Ingredientes: 2 maços de caruruyy 1 vidro de leite de coco (250 ml )yy
  • 41. 40 2 xícaras (chá ) de tomates picadosyy 1 xícara (chá ) de cebola picadayy 1 colher (chá) de alho amassadoyy 2 colheres (sopa) de azeite de olivayy Sal e pimenta a gostoyy Coentro picado a gostoyy Preparo: Destaque as folhas de caruru, lave-as e leve para escaldar para tirar o visgo. Escorra e reserve. Faça um molho fritando a cebola e o alho no azeite. Junte os tomates e deixe cozinhar até encor- par. Junte o coentro e tempere com sal e pimenta. Acrescente o caruru e deixe cozinhar cerca de 10 minutos. Junte o leite de coco e assim que levantar fervura apague o fogo. Servir acompanhado de arroz . SOPA DE CARURU Ingredientes: 1 molho grande de caruruyy 1 colher (sopa ) de manteigayy 1 colher (sopa ) de fubá ou creme de milhoyy 1 2 colher (chá) de alho amassadoyy 1 folha de louroyy 6 xícaras (chá) de caldo de carne ou galinhayy 2 colheres (sopa ) de cebola picadinhayy Sal e pimenta a gostoyy Preparo: Coloque a manteiga em uma panela, juntamente com a ce- bola e o alho e refogue. Junte o fubá, refogue-o até dourar. Acrescente o caldo de carne ou galinha e a folha de louro. Dei- xe levantar fervura. Acrescente as folhas de caruru e cozinhe por mais 10 a 15 minutos, ou até o caruru ficar cozido.
  • 42. 41 REFOGADO DE SERRALHA Ingredientes: Folhas e galhos tenros de serralhayy sal, alho, cebola batida, cheiro-verdeyy Óleo, para refogar.yy Preparo:yy Lave bem a serralha e deixe escorrer.yy Corte as folhas de serralha como couveyy Doure a cebola e o alho no óleo, adicione a serralha eyy tempere com sal. Misture bem e junte o cheiro-verde picadinho.yy Sirva com arroz e feijão.yy yy SUÃ DE PORCO COM SERRALHA Ingredientes: 3 kg de suã (suína e bem carnuda) --yy 4 xícaras (chá) de tomates picados, sem sementes e bemyy maduros; 2 molhos de serralha ;yy 1 xícara (chá) de cebola picada;yy 4 xícaras (chá) de água;yy 1 xícara (chá) de cachaça;yy 1 colher (sopa) de óleo;yy 3 colheres (sopa) de vinagre;yy 1 colher (sopa) de colorau;yy Sal, pimenta malagueta e pimenta-do-reino a gosto.yy Preparo: Lavar a suã em água corrente. Numa bacia, colocar a água, o vinagre, a cachaça e deixar a carne de molho por 10 minutos. Escorrer e temperar com sal e pimenta. Deixar marinar por 30 minutos. Numa panela com o óleo, fritar a suã até deixá-la bem corada. Reservar os pedaços. Na mesma panela, escorrer o ex- cesso de gordura e fazer um refogado com o colorau, tomate
  • 43. 42 e a cebola. Deixar apurar. Colocar a suã e acrescentar água, até cobrir.Tampar a panela e deixar cozinhar por cerca de 30 minu- tos. Numa frigideira, refogar rapidamente as folhas de serralha, rasgadas e adicioná-las à suã. COSTELINHAS COM MAXIXE Ingredientes 1 kg de costelinhayy 3 dentes de alhoyy Suco de 1 limãoyy 2 colheres (sopa) de azeiteyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 xícara (chá) de tomates picadosyy 2 xícaras (chá) de águayy ½ kg de maxixeyy 1 xícara (chá) de leite de cocoyy 1 colher (sopa) de salsinha picadayy 1 colher (sopa) de cebolinha picadayy Sal e pimenta a gostoyy Preparo Tempere a costelinha com sal, pimenta, alho e o suco do limão. Deixe nesse tempero por no mínimo duas horas. O ideal é de um dia pelo outro. Em uma panela, aquecer o óleo e fritar a costelinha até dou- rar bem, acrescentar a cebola e o tomate e refogar mais um pouco. Acrescentar a água, tampar a panela e cozinhar , por aproximadamente 10 minutos. Junte o maxixe limpo e cortado em quarto ,e cozinhe por mais 10 minutos , ou até que a costelinha e o maxixe estejam macios.
  • 44. 43 MAXIXE COM ARROZ No preparo normal do arroz branco , acrescente o maxixe fatia- do em quatro partes, na hora em que colocar a água fervente. Ele cozinha ao mesmo tempo em que o arroz. PÃO DE INHAME (CARÁ) COM CEBOLA Ingredientes: 2 xícaras (chá) de inhame cozido e amassadoyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 3 ovosyy 1 xícara (chá) de leite mornoyy 1 colher (sopa) de salyy 1 colher (sopa) de açúcaryy 2 colheres (sopa) de fermento biológico.yy 4 xícaras (chá) de farinha de trigo ( mais ou menos)yy Preparo; Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha de trigo. Coloque a mistura em uma vasilha e acrescente farinha de tri- go até o ponto de desgrudar das mãos. Sove bem a massa , forme uma bola com a massa e deixe cres- cer até dobrar de volume. Forme os pães e deixe crescer novamente, até dobrar de vo- lume. Passe manteiga sobre os pães e salpique com orégano. Asse em forno quente por 40 minutos aproximadamente. SOPA CREMOSA DE INHAME (CARÁ) Ingredientes: 2 xícaras (chá) de inhame picadoyy 12 xícara (chá) de cebola picadayy
  • 45. 44 4 xícaras (chá) de caldo de galinha ou de legumesyy 1 talo de salsãoyy 1 folha de louroyy 2 colheres (sopa) de manteigayy sal e alho a gostoyy Preparo: Lave bem e descasque os inhames. Corte em cubos e reserve. Coloque a manteiga em uma panela funda e leve ao fogo, adi- cione os temperos, a cebola e refogue lentamente para que a cebola fique macia. Acrescente os cubos de inhame, a folha de louro e o talo de salsão. Coloque o caldo, tampe a panela e deixe cozinhar até que o inhame esteja bem macio. Descarte a folha de louro e o talo de salsão. Bata a sopa em um liquidificador e coloque-a novamente na panela. Acerte o ponto de sal e deixe ferver mais um pouco. Sirva regado com um fio de azeite de oliva. FOLHAS DE PEIXINHO EMPANADAS Ingredientes: Um molho de folhas de peixinho.yy ½ xícara (chá) de farinha de trigoyy ½ xícara (chá) de água geladayy 1 colher (sopa) de maisenayy ¼ de colher (chá) de fermento em póyy 1 pitada de salyy Óleo para fritaryy Preparo: Lave bem as folhas e deixe de molho por 30 minutos, Escorra a água, enxague novamente e enxugue as folhas. Numa tigela, misture todos os outros ingredientes. Envolva as folhas na massa.
  • 46. 45 Frite em óleo quente até ficarem crocantes. Polvilhe com sal e sirva como aperitivo ou elemento decorativo. FRANGO ENSOPADO COM JAMBU Ingredientes: 1 frango em pedaçosyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 maço de jambuyy 1 maço de cheiro verdeyy 1 colher (sopa) de alho amassadoyy 1 limãoyy 1 xícara (chá) de tomates picadosyy Sal e pimenta a gosto.yy Preparo: Tempere o frango com alho e sal, pimenta e limão e leve para dourar no óleo; Faça um refogado com os tomates, a cebola e o cheiro verde bem picados, acrescente o frango e as folhas inteiras de jambu deixe cozinhar até ficar macio. SOPA DE JAMBU COM ABÓBORA Ingredientes: 1 xícara (chá ) de músculo picado em cubosyy 2 maços de jambuyy 3 tabletes de caldo de carneyy 1 xícara (chá ) de cebola picadayy 1 xícara (chá ) de pimentão picadoyy 1 xícara (chá ) de tomate picado, com peleyy 4 xícaras (chá ) de abóbora picada, cozida com casca eyy sem sementes 2 colheres ( sopa) de azeite de olivayy
  • 47. 46 Pimenta do reino e sal a gostoyy 4 xícaras (de chá ) de água para dissolver o caldo de carneyy Preparo: Cortar a abóbora em pedaços , retirar as sementes, cozinhá-la com casca. Em uma panela funda refogar a carne, a cebola, o tomate, o pimentão, o azeite, o sal e a pimenta- do- reino. Acrescentar o caldo de carne dissolvidos em água e deixar co- zinhar por 40 minutos. Após os 40 minutos acrescente as folhas de jambu na panela para cozinhar por 15 minutos. Bata no liquidificador a abóbora cozida com casca, com um pouco de água, formando uma papa. Acrescente a abóbora batida na panela com a carne cozida e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Sirva quente. ALMEIRÃO-DE-ÁRVORE COM ARROZ Ingredientes: 1 xícara (chá) de almeirão cortado fininhoyy 1 1/2 xícara (chá) de arroz cruyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 4 colheres ( de sopa) de azeiteyy 1 lata de sardinha escorrida e desfiadayy 1 colher (de sopa) de alho socado ou picadoyy sal a gostoyy Preparo: Numa panela, cozinhe o arroz com sal e água fervente; escorra e reserve; Frite a cebola e o alho no azeite, junte o almeirão e refogue; Acrescente a sardinha e o sal, misture e deixe por 2 minutos em fogo baixo; Junte o refogado ao arroz, misture e sirva a seguir.
  • 48. 47 REFOGADO DE ALMEIRÃO-DE-ÁRVORE COM FEIJÃO Ingredientes: 1 xícara (chá) de almeirão picadoyy 3 xícaras (chá) de feijão cozidoyy 1 xícara (chá) de cebola picadayy 1 colher (chá) de alho amassadoyy 1/2 xícara ( chá) de cheiro-verdeyy 1/2 xícara ( chá) de bacon picadoyy 1 xícara (chá) de farinha de mandiocayy 1 colher (sopa) de óleoyy Sal e pimenta a gostoyy Preparo: Coloque o óleo em uma panela, refogue o almeirão e reserve; Em outra panela, frite o bacon, junte o alho e a cebola e deixe dourar; Acrescente o feijão, mexa bem e tempere com sal e pimenta; Junte o almeirão ao feijão, misture bem e adicione aos poucos a farinha, tendo o cuidado de não deixar esta mistura seca; Acrescente o cheiro-verde, misture e sirva quente. ARROZ COM JURUBEBA Ingredientes: 2 xícaras (chá )de arroz cruyy 1 colher (sopa) de óleoyy 1 colher (chá) de alho amassadoyy 1 colher (chá) de cebola picadayy Jurubeba a gostoyy Sal a gostoyy Preparo: Prepare o arroz como de costume, utilizando o óleo e os tem- peros, deixando cozinhar; Lave a jurubeba e, quando o arroz estiver em fase final de cozimento, adicione os frutos sobre o arroz. Tampe a panela e deixe por mais 5 minutos.
  • 49. 48 BOLINHO FRITO DE INHAME (CARÁ) Ingredientes: 4 xícaras (chá) de cara inhame cozido e amassadoyy 2 ovos inteirosyy 12 xícara (chá) de farinha de trigoyy 12 xícara (chá) de queijo minas fresco raladoyy ½ colher sopa de fermento em póyy sal e tempero a gosto.yy Modo de preparo Pique o inhame, cozinhe com água e um pouco de sal. Em uma vasilha, misture o inhame cozido com os ovos, a fa- rinha de trigo, o queijo ralado, o fermento e os temperos e mexa bem. Frite pingados em óleo quente. BOLO DE INHAME (CARÁ) Ingredientes: 2 xícaras de Cara inhame descascado e picadoyy 1 xícara (chá) de açúcaryy 1xícara (chá) de farinha de trigoyy 1 xícara (chá) de queijo minas fresco, ralado.yy 2 xícaras (chá) de leite.yy 4 ovos inteiros.yy 01 colher (sopa) de fermento em póyy 01 pitada de salyy Erva doce se desejaryy Modo de preparo: Bata no liquidificador, os ovos, o açúcar, o leite, a margarina, o queijo, o inhame picado. Depois de bater bem despeje em uma tigela e acrescente a farinha de trigo, o sal, o fermento, e a erva doce.
  • 50. 49 Unte um tabuleiro médio com margarina, e leve ao forno para assar. PÃO DE QUEIJO DE ARARUTA Ingredientes: 1 lata de creme de leiteyy 1 xícara (chá )de polvilho de ararutayy 1 xícara (chá)de queijo raladoyy Sal a gostoyy Modo de preparo Misturar todos os ingredientes até o ponto de pegar com colher. Colocar a massa às colheradas em forma untada e assar. MANGARITONOVAPORCOMMANTEIGAEESPECIARIAS Ingredientes 2 unidades de carás branco ou roxo ( cerca de 300 g)yy A mesma proporção de mangaritos , com cascayy 2 colheres (sopa) de manteigayy 2 colheres (chá) de alho bem picadoyy 1 pimenta dedo de moça picada, sem sementesyy 1 colher (chá) de salyy 1 colher (chá) de grãos de coentro, socadosyy 1 colher (chá) de cominhoyy 2 colheres (chá) de cúrcuma fresca , raladayy Folhas de alfavaca, a gostoyy Modo de preparo Lavar bem o cará e o mangarito com escova . Partir cada cará ao meio , sem descascar, e leve para cozinhar em panela de vapor com água na parte de baixo. Cozinhe em panela tampada, por 10 minutos, ou até ficar ma- cio, mas ainda firme.
  • 51. 50 Coloque o mangarito com casca, bem lavado,sobre o cará. Deixe cozinhar por mais 3 minutos, ou até ficar macio. Espere amornar, descasque o cará e corte em pedaços do ta- manho dos mangaritos. Descascar os mangaritos puxando a pele com os dedos, que sai facilmente. Numa frigideira antiaderente aqueça a manteiga e junte o co- entro e o cominho. Espere começar a pipocar. Junte então, o alho e refogue até começar a dourar. Coloque a pimenta e mexa bem. Acrescente o cará e o mangarito, tempere com o sal e balance a frigideira para envolver tudo com o tempero No final, junte as folhinhas de alfavaca, misture e sirva quente. MANGARITO COM GALINHA CAIPIRA Ingredientes 2 kg de galinha caipira cortada em pedaços.yy 1 kg de mangarito.yy 2 xícara (chá) de arroz cru.yy 12 xícara (chá) de óleo.yy 4 xícaras (chá) de água quenteyy 2 xícaras (chá) de tomate picadoyy 2 xícaras (chá) de pimentão picado.yy 1 colher ( chá) de açafrão ou colorauyy 1 colher (chá) de gengibre ralado ou em póyy 1 xícara (chá) de cebola picada.yy 1 colher (sopa ) de alho amassado.yy Sal, pimenta e cheiro verde a gosto.yy yy Modo de preparo Cozinhe antecipadamente a galinha com óleo e sal, por mais ou menos 1 h0ra, até ficar semi- cozida. Cozinhe o mangarito, mas deixando-o ainda firme,para retirar a
  • 52. 51 casca ( puxe a pele com os dedos ,ela sai facilmente). Refogue no óleo a cebola, o alho, o gengibre e o açafrão. Colo- que a galinha semi- cozida e acrescente a água quente e deixe cozinhar mais um pouco. Quando a carne começar a amolecer, coloque mais 1 litro de água quente, misture o arroz e o mangarito, mexa para não grudar. Quando o arroz estiver cozido, no ponto,coloque os demais temperos. SUCO DE TALOS Ingredientes 2xícaras (chá)detalosdehortaliçasverdespicados(agriãoyy e beldroega ou couve, ou outras hortaliças verdes). 12 xícara (chá) de suco de limãoyy 1 xícara (chá) de açúcaryy 8 xícaras (chá) de águayy Modo de preparo Lavar os talos e picar Bater os talos, com um pouco da água no liquidificador, até triturar bem. Coar o liquido batido e coador de peneira bem fina. Diluir o suco com o restante da água gelada e bater novamen- te com o açúcar e o caldo de limão. Servir logo após o preparo.
  • 53. Embrapa Hortaliças BR 060, Km. 09, C.P. 218, 70359-970, Brasília, DF Fone: (61) 3385-9000 – Fax: 3556-5744 Home page: www.cnph.embrapa.br Endereço eletrônico: sac@cnph.embrapa.br Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) Av. Raja Gabáglia 245, Setor G SEPDAG, Cidade Jardim, 30.380-103, Belo Horizonte, MG Fone: (31) 3250-07370 Home page: www.agricultura.gov..br Endereço eletrônico: gab-mg@agricultura.gov.br Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) Av. José Cândido da Silveira, 1647, Cidade Nova 31.170-000, Belo Ho- rizonte, MG Fone:( 31) 3489-5000 Home page: www.epamig.br Endereço eletrônico: dptd@epamig.br Projeto de Resgate de Hortaliças Não-Convencionais (Tradi- cionais) Maiores informações, com a Emater-MG: Av. Raja Gabaglia, 1626, Gutierrez,30.441.194 Belo Horizonte, MG Fone: (31) 3349-8000 Home page: www.emater.mg.gov.br Endereço eletrônico: portal@emater.mg.gov.br BIBLIOGRAFIA Alimentos Regionais Brasileiros Ministério da saúde. Secretaria de Política de saúde. Coordenação- geral da Política de Alimentação e Nutrição.- 1 ad.-Brasília: Ministério da Saúde, 2202. Toe Good Housekeeping Step-by Step cook Book. 1980 By Dorling Kindersley Li- mited, London, e Hearst Corporation. 1999 Nova cultural, São Paulo, SP, Brasil. Belas Fornadas Cathrine Atkison...et al. ; tradução Paula Garcia Solano Martins.- Rio de Janeiro: Reader’s Digest, 2003. Oliveira, Faustina Maria de. A mandioca na alimentação humana. Belo horizonte: EMATER-MG, 1988. 36 pg.