SlideShare uma empresa Scribd logo

Nr – 13

Paulo R. Itami da Cruz
Paulo R. Itami da Cruz
Paulo R. Itami da CruzOperador Logistico em Chateraise

Segurança do Trabalho

Nr – 13

1 de 26
Baixar para ler offline
Escolástica Rosa
Nr – 13
 Definições
Caldeira é um recipiente metálico cuja função é, entre muitas, a produção de
vapor através do aquecimento da água. As caldeiras em geral são empregadas
para alimentar máquinas térmicas, autoclaves para esterilização de materiais
diversos, cozimento de alimentos através do vapor, calefação ambiental.
Caldeira Industrial
 Documentação
Todo vaso de pressão deve possuir, no estabelecimento onde estiver
instalado, a seguinte documentação devidamente atualizada:
a) Prontuário do Vaso de Pressão;
b) Registro de Segurança;
c) Projeto de Instalação;
d) Projetos de Alteração ou Reparo;
e) Manual de Operação;
f) Certificado de Treinamento dos Operadores;
e) Relatórios de Inspeção.
 Operação
Toda caldeira deve possuir “Manual de Operação” atualizado,
em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operadores,
contento no mínimo:
A) procedimentos de partidas e paradas;
B) procedimentos e parâmetros operacionais de rotina;
C) procedimentos para situações de emergência;
D) procedimentos gerais de segurança, saúde e de preservação do
meio ambiente;
E) Instrumentos e controles de caldeiras – calibrados e em boas
condições;
F) Qualidade de água controlada.
 Caldeira de Vapor Saturado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...
Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...
Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...Marcos Paulo Souza Batista
 
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeira
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeiraNR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeira
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeiraQualify Capacitação
 
Caldeiras e vasos de pressão
Caldeiras e vasos de pressãoCaldeiras e vasos de pressão
Caldeiras e vasos de pressãogleybson
 
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressão
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressãoE book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressão
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressãoroberto farias farias
 
Vasos de pressao (1)
Vasos de pressao (1)Vasos de pressao (1)
Vasos de pressao (1)Jupira Silva
 
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeira
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeiraNR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeira
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeiraQualify Capacitação
 
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1Qualify Capacitação
 
NR 13 VASOS 6. questionário modulo vi
NR 13 VASOS 6. questionário modulo viNR 13 VASOS 6. questionário modulo vi
NR 13 VASOS 6. questionário modulo viQualify Capacitação
 
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICO
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICOAULA NR 37 MÓDULO BÁSICO
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICOPilar345603
 
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)Jupira Silva
 
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03Jussiê Pereira da Silva
 
Equipamentos de proteção individual
Equipamentos de proteção individualEquipamentos de proteção individual
Equipamentos de proteção individualMauricio Cesar Soares
 
trocadores de calor
trocadores de calor trocadores de calor
trocadores de calor Janayna Adr
 

Mais procurados (20)

Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...
Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...
Exemplo de curso nr 13 - segurança na operação de caldeiras e unidades de pro...
 
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeira
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeiraNR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeira
NR 13 CADEIRA legislação e normalização caldeira
 
Nr 13
Nr 13Nr 13
Nr 13
 
Caldeiras e vasos de pressão
Caldeiras e vasos de pressãoCaldeiras e vasos de pressão
Caldeiras e vasos de pressão
 
Nova norma nr 13
Nova norma nr 13Nova norma nr 13
Nova norma nr 13
 
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressão
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressãoE book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressão
E book nr-13 operação de unidades de processos e vasos de pressão
 
Vasos de pressao (1)
Vasos de pressao (1)Vasos de pressao (1)
Vasos de pressao (1)
 
Caldeiras
CaldeirasCaldeiras
Caldeiras
 
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeira
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeiraNR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeira
NR 13 CADEIRA prevenção contra explosões e outros riscos caldeira
 
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1
NR 13 VASOS 2. mod. ii equipamentos de processo 1
 
NR 13 VASOS 6. questionário modulo vi
NR 13 VASOS 6. questionário modulo viNR 13 VASOS 6. questionário modulo vi
NR 13 VASOS 6. questionário modulo vi
 
Nr – 23
Nr – 23Nr – 23
Nr – 23
 
56115622 nr-11
56115622 nr-1156115622 nr-11
56115622 nr-11
 
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICO
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICOAULA NR 37 MÓDULO BÁSICO
AULA NR 37 MÓDULO BÁSICO
 
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
 
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
PRO 015_PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO DE MOTOPODA Rev.03
 
Equipamentos de proteção individual
Equipamentos de proteção individualEquipamentos de proteção individual
Equipamentos de proteção individual
 
Aula4 acidentes maos
Aula4 acidentes maosAula4 acidentes maos
Aula4 acidentes maos
 
Nr – 26
Nr – 26Nr – 26
Nr – 26
 
trocadores de calor
trocadores de calor trocadores de calor
trocadores de calor
 

Semelhante a Nr – 13

CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdf
CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdfCALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdf
CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdfLucieneBulhes1
 
Apostila de máquinas térmicas geradores de vapor
Apostila de máquinas térmicas   geradores de vaporApostila de máquinas térmicas   geradores de vapor
Apostila de máquinas térmicas geradores de vaporSandro Sena
 
Guia de caldeiras
Guia de caldeirasGuia de caldeiras
Guia de caldeirasJb Alves
 
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdf
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdfAULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdf
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdfJoão Vitor Santos Silva
 
Caldeiras um explicativo sobre caldeiras
Caldeiras um explicativo sobre caldeirasCaldeiras um explicativo sobre caldeiras
Caldeiras um explicativo sobre caldeirasAdsonsouza15
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporAntonio Carlos
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporAntonio Carlos
 
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptx
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptxMotor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptx
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptxJoseLuisPerez387436
 
CALDEIRAS - Professor João Batista.ppt
CALDEIRAS - Professor João Batista.pptCALDEIRAS - Professor João Batista.ppt
CALDEIRAS - Professor João Batista.pptVANDERLEITREVISAN2
 
Destilac3a7c3a3o fracionada
Destilac3a7c3a3o fracionadaDestilac3a7c3a3o fracionada
Destilac3a7c3a3o fracionadaJeová Corrêa
 
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdf
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdfdokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdf
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdfAndre Lavor Lavor
 

Semelhante a Nr – 13 (20)

Caldeiras acd
Caldeiras acdCaldeiras acd
Caldeiras acd
 
CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdf
CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdfCALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdf
CALDEIRA_TIPOS_E_FUNCIONAMENTO.pdf
 
Caldeiras
CaldeirasCaldeiras
Caldeiras
 
Descongelamento
Descongelamento   Descongelamento
Descongelamento
 
Apostila de máquinas térmicas geradores de vapor
Apostila de máquinas térmicas   geradores de vaporApostila de máquinas térmicas   geradores de vapor
Apostila de máquinas térmicas geradores de vapor
 
Caldeiras apostila cg
Caldeiras  apostila cgCaldeiras  apostila cg
Caldeiras apostila cg
 
10. vapor
10. vapor10. vapor
10. vapor
 
Guia de caldeiras
Guia de caldeirasGuia de caldeiras
Guia de caldeiras
 
Caldeiras
CaldeirasCaldeiras
Caldeiras
 
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdf
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdfAULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdf
AULA COMPLETA TIPOS E DESCRIÇOES CALDEIRAS.pdf
 
Caldeiras um explicativo sobre caldeiras
Caldeiras um explicativo sobre caldeirasCaldeiras um explicativo sobre caldeiras
Caldeiras um explicativo sobre caldeiras
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
 
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vaporApostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
Apostila modulo ii aula2 purgadores de vapor
 
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptx
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptxMotor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptx
Motor_a_Vapor_e_Refrigeradore_FINAL.pptx
 
Tipos e aplicação caldeiras petrobras
Tipos e aplicação caldeiras   petrobrasTipos e aplicação caldeiras   petrobras
Tipos e aplicação caldeiras petrobras
 
CALDEIRAS - Professor João Batista.ppt
CALDEIRAS - Professor João Batista.pptCALDEIRAS - Professor João Batista.ppt
CALDEIRAS - Professor João Batista.ppt
 
Destilac3a7c3a3o fracionada
Destilac3a7c3a3o fracionadaDestilac3a7c3a3o fracionada
Destilac3a7c3a3o fracionada
 
Caldeiras godoy
Caldeiras godoyCaldeiras godoy
Caldeiras godoy
 
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdf
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdfdokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdf
dokumen.tips_caldeiras-godoy-58b0a16c45ed7.pdf
 
Caldeiras.pdf
Caldeiras.pdfCaldeiras.pdf
Caldeiras.pdf
 

Mais de Paulo R. Itami da Cruz (20)

Instrumentação
InstrumentaçãoInstrumentação
Instrumentação
 
Nutrição e Saúde
Nutrição e SaúdeNutrição e Saúde
Nutrição e Saúde
 
Nr – 33
Nr – 33Nr – 33
Nr – 33
 
Nr – 32
Nr – 32Nr – 32
Nr – 32
 
Nr – 31
Nr – 31Nr – 31
Nr – 31
 
Nr – 30
Nr – 30Nr – 30
Nr – 30
 
Nr – 29
Nr – 29Nr – 29
Nr – 29
 
Nr – 28
Nr – 28Nr – 28
Nr – 28
 
Nr – 27
Nr – 27Nr – 27
Nr – 27
 
Nr – 24
Nr – 24Nr – 24
Nr – 24
 
Nr – 22
Nr – 22Nr – 22
Nr – 22
 
Nr – 21
Nr – 21Nr – 21
Nr – 21
 
Nr – 20
Nr – 20Nr – 20
Nr – 20
 
Nr – 19
Nr – 19Nr – 19
Nr – 19
 
Nr – 18
Nr – 18Nr – 18
Nr – 18
 
Nr – 17
Nr – 17Nr – 17
Nr – 17
 
Nr – 16
Nr – 16Nr – 16
Nr – 16
 
Nr – 15
Nr – 15Nr – 15
Nr – 15
 
Nr – 12
Nr – 12Nr – 12
Nr – 12
 
Nr – 11
Nr – 11Nr – 11
Nr – 11
 

Último

(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...AaAssessoriadll
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...daimonkonicz6
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...daimonkonicz6
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...daimonkonicz6
 
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...AcademicaDlaUnicesum
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...mariaclarinhaa2723
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfphvs120
 
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfArtigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfCassioZakabi
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...AaAssessoriadll
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.pptJefersonCavalcante10
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...AcademicaDlaUnicesum
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Unicesumar
 

Último (15)

(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
 
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
 
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfArtigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
 

Nr – 13

  • 3.  Definições Caldeira é um recipiente metálico cuja função é, entre muitas, a produção de vapor através do aquecimento da água. As caldeiras em geral são empregadas para alimentar máquinas térmicas, autoclaves para esterilização de materiais diversos, cozimento de alimentos através do vapor, calefação ambiental. Caldeira Industrial
  • 4.  Documentação Todo vaso de pressão deve possuir, no estabelecimento onde estiver instalado, a seguinte documentação devidamente atualizada: a) Prontuário do Vaso de Pressão; b) Registro de Segurança; c) Projeto de Instalação; d) Projetos de Alteração ou Reparo; e) Manual de Operação; f) Certificado de Treinamento dos Operadores; e) Relatórios de Inspeção.
  • 5.  Operação Toda caldeira deve possuir “Manual de Operação” atualizado, em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operadores, contento no mínimo: A) procedimentos de partidas e paradas; B) procedimentos e parâmetros operacionais de rotina; C) procedimentos para situações de emergência; D) procedimentos gerais de segurança, saúde e de preservação do meio ambiente; E) Instrumentos e controles de caldeiras – calibrados e em boas condições; F) Qualidade de água controlada.
  • 6.  Caldeira de Vapor Saturado
  • 7.  Classificação  Quanto à localização da água e gases de aquecimento:  FLAMOTUBULARES OU PIROTUBULARES OU FOGOTUBULARES  VERTICAIS;  HORIZONTAIS;  FORNALHAS CORRUGADAS OU LISAS;  TRASEIRA SECA OU MOLHADA.  AQUOTUBULARES  TUBOS RETOS (transversal ou longitudinal);  TUBOS CURVOS (com 1, 2, 3 , 4 ou mais tambores);  PERFIL A, D ou O;  LÂMINA, CORTINA OU PAREDE DE ÁGUA  MISTA
  • 8.  Classificação  Quanto à energia empregada para o aquecimento:  COMBUSTÍVEIS (sólido, líquido ou gás)  ELÉTRICAS (de jatos de água, eletrodo submerso, de resistência)  CALDEIRAS DE RECUPERAÇÃO  NUCLEAR
  • 9.  Classificação  Quanto à montagem:  PRÉ-MONTADAS (compactas);  MONTADA EM CAMPO.  Quanto à sustentação:  AUTO-SUSTENTADAS;  SUSPENSAS;  MISTAS.  Quanto à circulação de água:  CIRCULAÇÃO NATURAL;  CIRCULAÇÃO FORÇADA;  COMBINADA.
  • 10.  Classificação  Quanto ao sistema de tiragem:  NATURAL;  FORÇADA;  BALANCEADA OU INDUZIDA.  Quanto ao grau de automação:  MANUAIS;  SEMI-AUTOMÁTICAS;  AUTOMÁTICAS.  Quanto às classes de pressão:  CATEGORIA A: pressão de operação é > 1960 kPa.  CATEGORIA C: pressão de operação é < 588 kPa.  CATEGORIA B: as que não se enquadram nas outras categorias.
  • 11. tubulão câmara de retorno queimador saída de gases para chaminé Os gases quentes da combustão passam por dentro e a água passa por fora dos tubos O lado do fogo fica por dentro e o lado da água fica por fora Caldeira FogotubularCaldeira Fogotubular
  • 12. tanque de smelt Saída de smelt bullnose economizadores coletores de cinzas saída de smelt convector balão de vaporsuperaquecedor entradas de ar fornalha screen saída de gases de combustão distribuidores de água entrada de combustível seção de transferência de calor convectiva Caldeira AquatubularCaldeira Aquatubular A água passa por dentro dos tubos e os gases quentes da combustão passam por fora O lado da água fica o por dentro e o fogo fica por fora
  • 14.  Fluxograma Ar atmosférico Ventilador Pré- aquecimento Fornalha Câmara de combustão Cinzas Cinzeiro Ar Quente CALDEIRA Economizador Ar Quente Vapor Saturado Vapor Super- saturado Distribuição Superaquecedor Tiragem Chaminé
  • 15. CÂMARA DE COMBUSTÃO: local onde ocorre a queima. Busca-se manter a temperatura elevada e garantir a queima total do combustível. Composta por fornalha e cinzeiro.
  • 16. Fornalha: responsável pela queima do combustível (onde ocorre a mistura do ar – comburente – e o combustível – atomizado ou vaporizado).
  • 17. Cinzeiro: local onde coleta-se a fuligem e os restos da queima do combustível.
  • 18. CALDEIRA: vaso fechado, mantido à alta pressão com a água que será transformada em vapor.
  • 19. SUPERAQUECEDOR: eleva a temperatura do vapor saturado (transforma-o em supersaturado).
  • 20. ECONOMIZADOR: pré-aquece a água de alimentação com gases resultantes da combustão.
  • 21. PRÉ-AQUECEDOR DE AR: Pré-aquece o ar (comburente) antes de entrar na fornalha.
  • 22. CONDUTOS DE FUMO: conduz gás de combustão até a chaminé.
  • 23. CHAMINÉ: Retira os gases da instalação até a atmosfera.
  • 24. Caldeira Ar Combustível CO2 - Dióxido de carbono CO - Monóxido de carbono O2 - Oxigênio N2 - Nitrogênio NO2 - Óxido nitroso S2 - Oxido sulfúrico H2 - Hidrogênio H2O - Vapor de água Aldeídos H2 - Hidrogênio C - Carbono S - Enxofre N2 - Nitrogênio O2 - Oxigênio H2O- Água Cinza H2 - Hidrogênio O2 - Oxigênio H2O - Água Gases da combustão Balanço de massa da combustão
  • 25. Agradecemos a sua atenção ! Estamos a sua disposição para esclarecimentos adicionais!
  • 26. FIMFIM ““Seu patrimônio é a vida, sua maior proteçãoSeu patrimônio é a vida, sua maior proteção é a prevenção"é a prevenção" “Segurança não é tempo perdido é tempo investido.”