O transtorno silencioso
O que é a ansiedade
Estresse o mal do século
N 1
ANO 2014
Conteúdo
G-Noseconhecimento espandindo ideias.
Ansiedade o transtorno
mais silencioso
Pagina 4
Oque é transtorno de an-
si...
Editorial Expediente
Polyelo Martins
Diagramação
Anderson Mesquita
Fotografia
Matheus Sousa Lima
Entrevistas
Iraneide Lima...
A ansiedade é uma reação normal,
é uma resposta do corpo a algum tipo
de estresse emocional de apreensão ou
defesa em algu...
excessiva sobre diversas coisas da vida.É
comum que uma mesma pessoa possa ter
sintomas de mais de um tipo de transtorno
d...
G-Nose: O que leva uma pessoa a ter transtorno de
ansiedade?
Milena: Não existe algo específico que leve alguém a
esse tra...
gânicos e não aceitam
que aquele problema é
psicológico.
G-Nose: Esse tipo de
transtorno tem cura?
Milena: Depende de
cada...
Solução para evitar o Transtorno de Ansiedade
	 As pessoas que sofrem com os transtornos de ansiedade podem pre-
venir ou ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fojornalismo- Revista G-Nose

199 visualizações

Publicada em

Trabalho de Fotojornalismo, uma revista chamada G-nose que fala sobre o transtorno de ansiedade.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
199
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fojornalismo- Revista G-Nose

  1. 1. O transtorno silencioso O que é a ansiedade Estresse o mal do século N 1 ANO 2014
  2. 2. Conteúdo G-Noseconhecimento espandindo ideias. Ansiedade o transtorno mais silencioso Pagina 4 Oque é transtorno de an- siedade Pagina 5 Caos Mental Pagina 7
  3. 3. Editorial Expediente Polyelo Martins Diagramação Anderson Mesquita Fotografia Matheus Sousa Lima Entrevistas Iraneide Lima Textos Estacio FIC - http://portal.estacio.br/ Editor Chefe - Fernanda Oliveira Equipe Jornalistica - Jornalismo 2013.2 Noite Agradecimentos A todos que se disponibilizaram para as entrevis- tas e fotografias. Excesso de informação, acúmulo de ta- refas e rotina agitada. Praticamente, todas as pessoas estão sujeitas a essas circuns- tancias. O problema é quando estes fatores tomam uma proporção exagerada, contri- buindo para o desenvolvimento da ansie- dade. Ansiedade é um sentimento vago e desagradável de medo, apreensão, caracte- rizado por tensão ou desconforto derivado de antecipação de perigo, de algo desco- nhecido ou estranho. No olhar cotidiano tudo vai bem, mas a pessoa encontrasse desmedidamente preo- cupada com alguma coisa ou não se con- centra no presente, pois esta ocupada de- mais pensando no futuro ou no passado. Quando exagerados, os comportamentos são típicos de quem sofre de algum trans- torno de ansiedade. Os transtornos de ansiedade são: pânico, fobia social, fobia especifica, ansiedade generalizada, entre outros. No Brasil aproximadamente 12℅ da po- pulação é ansiosa segundo o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clinicas da Fa- culdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Para quem sofre de algum transtorno todo cuidado é pouco, já que a probabilida- de de morrer por doenças cardíacas pode ser maior ate quatro vezes. O tratamento se da através da terapia cog- nitiva comportamental e a pratica de exer- cícios físicos. A anciedade tomou conta de nos.
  4. 4. A ansiedade é uma reação normal, é uma resposta do corpo a algum tipo de estresse emocional de apreensão ou defesa em alguma situação difícil do ser humano. A respiração e o ritmo cardíaco aumenta sua frequência. É uma sensação desagradável na qual vem acompanhada de vários sintomas físicos. Os transtornos de ansiedade são; Síndrome do pânico que é caracterizada pela ocorrência de freqüentes e inesperados ataques de pânico,fobia social pode aparecer ligado a situações de desempenho em público ou em situações de interação social, fobia específica é medo exagerado, acentuado e persistente, irracional ou excessivo, de um objeto ou circunstância fóbica. Agorafobia é outro distúrbio de ansiedade que, na maioria das vezes, está associado às crises de pânico. Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é quando se apresentam obsessões ou compulsões repetidamente, causando grande sofrimento à pessoa. Transtorno de estresse pós-traumático é estado ansioso com expectativa recorrente de reviver uma experiência que tenha sido muito traumática. Transtorno de ansiedade generalizada é quando o indivíduo tem preocupação ANSIEDADEUMDOSTRANSTORNOS MAISSILENCIOSOS Começa de forma comum para todos, mas pode se tornar algo perigoso.
  5. 5. excessiva sobre diversas coisas da vida.É comum que uma mesma pessoa possa ter sintomas de mais de um tipo de transtorno de ansiedade ao mesmo tempo. Existe também ansiedade patológica é quando o corpo reage excessivamente a um estímulo e quando ocorre ansiedade na ausência de estímulo deflagrador. Hoje existe vários tratamentos, alguns apresentam comprovação científica e outros não. Podem ser usados métodos simples quando trata-se de uma ansiedade normal como técnicas de relaxamento já no caso de ansiedade patológica pode ser necessário o uso de medicação.É sempre bom notar que o ser humano apresenta alguns comportamentos “estranhos” uma vez ou outra. A vida psicológica normalmente é cheia de estados emocionais variados, de transições e crises.O que pode caracterizar um estado como patológico é quando estas situações dominam a nossa vida mental, quando o sofrimento emocional, ansiedade, desânimo, passa a ser o primeiro plano na vida da pessoa impedindo de viver outras experiências. Nestas situações a pessoa precisará de ajuda psicológica. Texto: Iraneide Lima / Foto: Anderson Mesquirta “é estado ansioso com expectativa recorrente de reviver uma experiência que tenha sido muito traumática”
  6. 6. G-Nose: O que leva uma pessoa a ter transtorno de ansiedade? Milena: Não existe algo específico que leve alguém a esse transtorno. É preciso analisar o histórico da pes- soa, a situação, o meio em que ela convive, para saber o real motivo da pessoa estar com esse transtorno, já que existe muitas possibilidades. G-Nose: Quais os sintomas de alguém com transtor- no de ansiedade? Milena: São: irritabilidade, stress, tontura, náuseas, falta de sono. E um dos mais avançados é o ataque cardíaco, aumento da pressão arterial, que a partir disso outros transtornos podem ser adquiridos. G-Nose: As pessoas já nascem com o transtorno ou adquirem isso com o tempo? Milena: De acordo com estudos as pessoas podem ter esse transtorno desde o nascimento. G-Nose: Quem pode ter esse transtorno? Milena: Todos inclusive crianças. G-Nose: Os sintomas são diferenciados de acordo com a faixa etária das pessoas? Milena: É muito variado. Cada um sente de uma forma. Por isso o cuida- do na hora da avaliação, porque muitos desses sintomas se aproximam do pânico e da depres- são. G-Nose: Como é feito o diagnostico? Milena: O diagnóstico é clínico, terapêutico. É feito uma avaliação e dependendo da situação a pessoa é encaminhada para um psiquiatra para ser receitada a medica- ção. G-Nose: Você já presen- ciou casos de transtorno de ansiedade na clinica em que você trabalha? Milena: Geralmente as pessoas que vão lá tem uma rotina acelerada. A maioria da população é afetada pelo transtorno de ansiedade. G-Nose: Qual o tipo de tratamento realizado em pessoas com o transtor- no de ansiedade? Milena: Existem vários. O psicológico que é trabalhado com a terapia cognitiva, o de medica- mentos com anti depres- sivos, e o de exercícios físicos. Depende da situação. G-Nose: As pessoas pro- curam ajuda por conta própria e aceitam facil- mente que possuem esse transtorno? Milena: Não aceitam. Todos nos temos ansie- dade. Mas devemos ter cuidado se essa ansieda- de for continua em um tempo de seis meses. Es- sas pessoas chegam atra- vés do encaminhamento de um médico, porque sentiram sintomas or- O que é o Transtorno de Ansiedade? Para entender realmente do que estamos fa- lando, procuramos a aluna de Psicologia Milena Abreu para esclarecer definitivamente o que é e quais os sintomas do transtorno de Ansiedade.
  7. 7. gânicos e não aceitam que aquele problema é psicológico. G-Nose: Esse tipo de transtorno tem cura? Milena: Depende de cada paciente. Cada um responde de uma forma. Uns ficam bem. O tratamento é con- tínuo. Mesmo depois do término da terapia o paciente deve ficar de seis a doze meses tomando a medicação. Ate porque o transtor- no pode voltar. G-Nose: Qual a sua recomendação para pessoas que possuem esse transtorno? Milena: Reconhecer que precisam buscar tratamentos psicológi- cos. Caos Mental, o estresse traz com ele uma gama de outras doenças. O transtorno de ansiedade vem tomando conta de grande parte da população mundial, o es- tresse é o estopim para varias doenças psicológicas, a Psicologa e Professora da Estácio Fic, Pricila Cricuo- lo Peçanha nos contou que pessoas com transtorno de ansiedade passaram por algum tipo de estresse, trabalho, família e muitos outros motivos, o transtor- no deve ser tratado assim que for detectado oque in- felizmente é algo demorado pois a ansiedade sempre é tratada como algo comum que ocorre com todos. Deve haver acompanhamento medico e de medicamentos todos com prescrições medicas. Texto: Polyelo Martins / Foto : Anderson Mesquita Psicologa: Pricila Criculo CRP 11/05573 G-Nose: Quem pode ter esse transtorno? Milena: Todos inclusive crianças. O trastorno de ansiedade vem atacando todas as idades, pode se observar que o melhor tratamento para esse problema é ter um vida saudável e sem mui- to estresse.
  8. 8. Solução para evitar o Transtorno de Ansiedade As pessoas que sofrem com os transtornos de ansiedade podem pre- venir ou minimizar seus efeitos. Se há um sentimento de que a ansiedade não incapacita ou não gera um sofrimento muito intenso, é possivel lidar com essa ansiedade comum com alguns recursos para melhorar o bem-es- tar, como caminhadas ao ar livre, yoga, acupuntura, trabalhos manuais e artísticos, ou qualquer outra maneira que leva a pessoa ao relaxamento.

×