O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Barroco 8º Ano

16.634 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

Barroco 8º Ano

  1. 1. Barroco Europeu e Arte Colonial Brasileira
  2. 2. Contexto e Características <ul><li>A arte barroca originou-se na Itália (séc. XVII), mas foi difundida a outros países, inclusive o Brasil. </li></ul><ul><li>As obras barrocas romperam o equilíbrio entre o sentimento e a razão ou entre a arte e a ciência (predomínio da emoção em contraposição à razão renascentista) </li></ul><ul><li>É uma época de conflitos espirituais e religiosos. O estilo barroco traduz a tentativa angustiante de conciliar forças antagônicas: bem e mal; Deus e Diabo; céu e terra; pureza e pecado; alegria e tristeza; paganismo e cristianismo; espírito e matéria. Contra-reforma. </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><ul><li>emocional sobre o racional; seu propósito é impressionar os sentidos do observador, baseando-se no princípio segundo o qual a fé deveria ser atingida através dos sentidos e da emoção e não apenas pelo raciocínio. </li></ul></ul><ul><ul><li>busca de efeitos decorativos e visuais, através de curvas, contracurvas, colunas retorcidas; </li></ul></ul><ul><ul><li>entrelaçamento entre a arquitetura e escultura; </li></ul></ul><ul><ul><li>violentos contrastes de luz e sombra; </li></ul></ul><ul><ul><li>pintura com efeitos ilusionistas, dando-nos às vezes a impressão de ver o céu, tal a aparência de profundidade conseguida. </li></ul></ul>
  3. 3. Pintura <ul><li>Composição assimétrica, em diagonal - que se revela num estilo grandioso, monumental, retorcido, substituindo a unidade geométrica e o equilíbrio da arte renascentista. </li></ul><ul><li>Acentuado contraste de claro-escuro (expressão dos sentimentos) - era um recurso que visava a intensificar a sensação de profundidade. </li></ul><ul><li>Realista, abrangendo todas as camadas sociais. </li></ul><ul><li>Escolha de cenas no seu momento de maior intensidade dramática. </li></ul><ul><li>Temas religiosos e mitológicos </li></ul><ul><li>Principais artistas: Caravaggio, Velásquez, Rubens, Rembrandt, El Greco, Rubens, dentre outros. </li></ul>
  4. 4. Observe as diagonais Assimetria
  5. 5. Trompe-l'oeil é uma técnica artística que, com truques de perspectiva, cria uma ilusão óptica que mostra objetos ou formas que não existem realmente. Provém de uma expressão em língua francesa que significa engana o olho e é usada principalmente em pintura ou arquitetura.
  6. 6. A vocação de São Mateus - Caravaggio
  7. 7. A Crucificação de São Pedro (1600-01) Caravaggio
  8. 8. Caravaggio
  9. 9. Andrea Pozzo
  10. 10. A lição de anatomia do Dr. Tulp - Rembrandt
  11. 12. O Conde Duque de Olivares Velásquez
  12. 14. Papa Inocêncio Diego Velásquez
  13. 15. O Massacre dos Inocentes , Peter Paul Rubens
  14. 16. Nicolas Poussin
  15. 17. Moça com brinco de pérola Vermeer
  16. 18. ESCULTURA <ul><li>Características: </li></ul><ul><li>predomínio das linhas curvas, dos drapeados das vestes e do uso do dourado; </li></ul><ul><li>os gestos e os rostos das personagens revelam emoções violentas e atingem uma dramaticidade desconhecida no Renascimento. </li></ul><ul><li>principal representante: Bernini </li></ul>Apolo e Dafne Bernini
  17. 19. Êxtase de Santa Tereza ( 1645-1652 ) Bernini
  18. 20. Detalhe do Êxtase de Santa Tereza
  19. 21. Arquitetura barroca Fachada do Palácio de Dos Aguas Valência Arquitetura
  20. 22. A Praça de São Pedro, Vaticano
  21. 23. Baldaquino da Basílica de São Pedro – Itália Bernini
  22. 24. San Carlo alle Quattro Fontane Roma Borromini
  23. 25. Igreja de Il Gesú - Vignola y Giacomo della Porta Roma - século XVI
  24. 26. Palácio de Versalhes – Paris Jules Hardouin-Mansart
  25. 27. Château de Vaux-le-Vicomte Louis Le Vau
  26. 28. Sant'Agnese in Agone – Roma Borromini
  27. 29. Piazza Navona - Roma Borromini
  28. 30. Temple du Marais - Paris François Mansart
  29. 31. Hôtel dos Inválidos - Paris
  30. 32. Catedral de Saint-Louis-des-Invalides
  31. 33. Palácio de Schonbrunn
  32. 34. Escorial
  33. 35. BARROCO NO BRASIL
  34. 36. Contexto Histórico <ul><li>O Barroco no Brasil iniciou-se com os missionários católicos, especialmente jesuítas. </li></ul><ul><li>Surge no Brasil depois de cerca de cem anos de presença colonizadora no território. </li></ul><ul><li>Exploração pela metrópole </li></ul><ul><li>Sociedade escravocrata </li></ul><ul><li>Ambiente de escassez e pobreza </li></ul>São Francisco Xavier, Museu Júlio de Castilhos Arte das Missões jesuíticas
  35. 37. Características <ul><li>Arte para doutrinação cristã </li></ul><ul><li>Influências européia e local </li></ul><ul><li>Estilo tocado de inspiração religiosa </li></ul><ul><li>A espontaneidade naïf é uma característica de grande parte do barroco brasileiro </li></ul><ul><li>Enorme ênfase na sensorialidade e na opulência dos materiais e formas </li></ul><ul><li>Ambiguidade entre glória espiritual e êxtase carnal </li></ul><ul><li>Teatralização das imagens </li></ul><ul><li>Dramático jogo de luz e sombra </li></ul><ul><li>Uso das diagonais marcando a presença de movimento </li></ul>
  36. 38. Retábulo da Basílica de Nossa Senhora do Carmo em Recife, uma das glórias do barroco brasileiro
  37. 39. Santo não identificado, Museu de Arte Sacra de Pernambuco. Exemplo típico da escola portuguesa
  38. 40. Religiosidade Retábulo de São Bento, Olinda
  39. 41. Igreja de São Francisco, Salvador
  40. 42. Altar no Convento de São Francisco, Olinda
  41. 43. O Homem das Dores . Mestre anônimo no Museu de Arte Sacra de Pernambuco
  42. 44. Capela de N. S. das Dores, Matriz de Santo Antônio, Recife, com bilhetes e ex-votos deixados pelos fiéis
  43. 45. Arquitetura Catedral de Salvador
  44. 46. Fachada da igreja do Mosteiro de São Bento, Rio
  45. 47. Interior do Mosteiro de São Bento, Rio, com o grande órgão barroco sobre o coro
  46. 48. Lampadário Mestre Valentim
  47. 49. Igreja de São Francisco - Salvador
  48. 50. Interior da Igreja de São Francisco , Salvador
  49. 51. Igreja Franciscana de Cairu - Bahia
  50. 52. Igreja do Rosário dos Pretos, Salvador
  51. 53. Igreja de Nossa Senhora do Pilar – Ouro Preto
  52. 54. Igreja de São Francisco em Ouro Preto
  53. 55. Vista de Ouro Preto – Minas Gerais
  54. 56. Igreja de S. Francisco, João Pessoa
  55. 57. Interior da Igreja de São Francisco, São João del Rei
  56. 58. Igreja de São Francisco – Diamantina/ Minas Gerais
  57. 59. Igreja do Rosário – Diamantina/Minas Gerais
  58. 60. Vista do Largo do Carmo em 1818 por Franz Josef Frühbeck (detalhe).
  59. 61. Vista do Largo do Carmo (Debret, 1834). Em primeiro plano vê-se o Chafariz de Mestre Valentim junto ao cais.
  60. 63. Museu da Inconfidência, em Ouro Preto
  61. 64. Paço Imperial – Rio de Janeiro
  62. 65. Igreja do Outeiro da Glória – Rio de Janeiro
  63. 66. Leandro Joaquim (1790)
  64. 67. Vista do Outeiro, Praia e Igreja da Glória em 1817, por Nicolas-Antoine Taunay
  65. 68. Pintura José Joaquim da Rocha: Glorificação dos Santos Franciscanos, Igreja do Convento de S. Antônio, João Pessoa
  66. 69. Frans Post: Vista de Olinda .
  67. 70. Vista de Itamaracá (1637) - Frans Post
  68. 71. Rio São Francisco - Frans Post
  69. 72. Tapuia Albert Eckhout
  70. 73. Mulher africana Albert Eckhout
  71. 74. Mestre Ataíde: Nossa Senhora cercada de anjos músicos, no teto da igreja de São Francisco de Assis, Ouro Preto
  72. 75. Mestre Ataíde - A última ceia
  73. 76. Mestre Ataíde: Anjos músicos, detalhe do teto de São Francisco
  74. 77. Manuel de Jesus Pinto: Concatedral de São Pedro dos Clérigos
  75. 78. José Eloy: forro da Igreja de São Bento, Olinda
  76. 79. Anônimo: Êxtase de Santa Teresa, Igreja do Convento do Carmo, São Cristóvão.
  77. 80. Escultura Senhor dos Passos no Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, do Aleijadinho
  78. 81. Frei Agostinho de Jesus: Nossa Senhora do Rosário
  79. 82. São Miguel , Museu de Arte Sacra de Pernambuco
  80. 83. Antônio Francisco Lisboa Aleijadinho
  81. 84. Santuário de Bom Jesus do Matosinhos Profetas no conjunto do adro da Igreja de Congonhas
  82. 85. Profetas Aleijadinho Congonhas do Campo - MG
  83. 86. Aleijadinho: Anjo , Congonhas
  84. 87. Última Ceia de Aleijadinho - Congonhas
  85. 88. Aleijadinho
  86. 90. Rococó
  87. 91. Características <ul><li>Rococó surgiu na França como desdobramento do barroco (mais leve e intimista que aquele e usado inicialmente em decoração de interiores). </li></ul><ul><li>Temas utilizados: cenas eróticas ou galantes da vida cortesã e da mitologia, pastorais, alusões ao teatro italiano da época, motivos religiosos e farta estilização naturalista do mundo vegetal em ornatos e molduras. </li></ul><ul><li>O termo deriva do francês rocaille, que significa &quot;embrechado&quot;, técnica de incrustação de conchas e fragmentos de vidro utilizadas originariamente na decoração de grutas artificiais. </li></ul><ul><li>Na França, o rococó é também chamado estilo Luís XV e Luís XVI. </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><ul><li>Uso abundante de formas curvas e pela profusão de elementos decorativos, tais como conchas, laços e flores. </li></ul></ul><ul><ul><li>Possui leveza, caráter intimista, elegância, alegria, bizarro, frivolidade e exuberante </li></ul></ul>
  88. 92. ARQUITETURA <ul><li>Características: </li></ul><ul><ul><li>Cores vivas foram substituídas por tons pastéis, a luz difusa inundou os interiores por meio de numerosas janelas e o relevo abrupto das superfícies deu lugar a texturas suaves. </li></ul></ul><ul><ul><li>A estrutura das construções ganhou leveza e o espaço interno foi unificado, com maior graça e intimidade. </li></ul></ul><ul><li>Principal Artista: Johann Michael Fischer (1692-1766). </li></ul>
  89. 93. Palacio do Belvedere - Viena
  90. 94. ESCULTURA <ul><li>Não é possível traçar uma clara linha divisória entre o barroco e o rococó, quer cronológica, quer estilisticamente. </li></ul><ul><li>Os grandes grupos coordenados dão lugar a figuras isoladas, cada uma com existência própria e individual, que dessa maneira contribuem para o equilíbrio geral da decoração interior das igrejas. </li></ul>Virgem com o menino - Jean Baptiste Pigalle
  91. 96. PINTURA <ul><li>Durante muito tempo, o rococó francês ficou restrito às artes decorativas e teve pequeno impacto na escultura e pintura francesas. No final do reinado de Luís XIV, em que se afirmou o predomínio político e cultural da França sobre o resto da Europa, apareceram as primeiras pinturas rococós sob influência da técnica de Rubens. </li></ul>

×