Valores E Cultura Ufcd4

1.120 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Valores E Cultura Ufcd4

  1. 1. OS VALORES DE UMA CULTURA/ UMA CULTURA DE VALORES CARMEN HELENA DE MEDEIROS BARBOSA RODRIGUES EFA – Turma – P Nº2 OUTUBRO 2009
  2. 2. <ul><li>São conhecimentos, crenças, arte, leis, moral, costumes e qualquer outro tipo de capacidades ou hábitos adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade. </li></ul><ul><li>Tudo o que aprendemos e partilhamos com os elementos integrantes de uma comunidade que vive em sociedade. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Crenças amplamente difundidas que afirmam o que é desejável. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Choque entre culturas, com reflexos em todos os domínios da nossa vida. </li></ul><ul><li>A globalização um fenómeno emergente. </li></ul><ul><li>Diferenças de Valores na família, na escola e no trabalho. </li></ul><ul><li>Diferenças culturais na liderança e na motivação. </li></ul><ul><li>Competição ou Cooperação? </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Materiais : todos os produtos e serviços que são gerados e consumidos. </li></ul><ul><li>Não materiais: o que nos é transmitido, a educação, as ideias, os costumes, crenças e hábitos das pessoas. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A família, através de uma série de valores e costumes; </li></ul><ul><li>As instituições educativas e religiosas que nos ensinam que é correcto e ético; </li></ul><ul><li>Os meios de comunicação, através da publicidade sobre o que é socialmente bem visto e aceite. </li></ul>
  7. 9. <ul><li>Causas do consumismo </li></ul><ul><li>Leque variadíssimo de bens e serviços à disposição dos consumidores </li></ul><ul><li>Técnicas de marketing, publicidade e vendas agressivas com forte apelo ao consumo </li></ul><ul><li>Fácil acesso ao crédito </li></ul><ul><li>Efeitos do consumismo </li></ul><ul><li>Aquisição irracional – compra por impulso </li></ul><ul><li>Recurso a créditos mal planeados </li></ul><ul><li>Ecologia e saúde </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  8. 10. <ul><li>Antigamente </li></ul><ul><li>Acto de poupar era valorizado e ensinado </li></ul><ul><li>Poupava-se para estar preparado para o “amanhã” </li></ul><ul><li>Ficar a dever era encarado como uma vergonha </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Actualmente </li></ul><ul><li>Desmaterialização do dinheiro (cartões de débito e crédito) </li></ul><ul><li>Percepção de que haverá sempre um crédito disponível </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  9. 11. <ul><li>A publicidade não vende só produtos e serviços - VENDE VALORES: </li></ul><ul><li>- Valores contrários à ética social que sugerem que para SER é preciso ter, relações afectivas mediadas pelas relações de consumo, para muitas pessoas, alguns produtos e serviços são ingressos sociais . </li></ul><ul><li>- Consumo de produtos infantis: </li></ul><ul><li>Publicidade na televisão </li></ul><ul><li>Personagem famoso </li></ul><ul><li>Embalagens, brindes </li></ul>
  10. 13. <ul><li>O crescimento do crédito a particulares registado em Portugal nos últimos anos conduziu a níveis de endividamento excessivos, com várias consequências. </li></ul><ul><li>O preço que se paga por uma má gestão é às vezes muito alto. </li></ul><ul><li>A educação do indivíduo e da comunidade, em questões relacionadas com a gestão dos seus recursos, é hoje em dia muito importante. </li></ul>
  11. 14. <ul><li>Antigamente centrava a sua atenção na vitória sobre o suborno, o respeito pela verdade objectiva, a veracidade e a boa fama das pessoas. </li></ul><ul><li>Actualmente esses critérios perderam quase todo o seu prestígio, uma vez que os meios de comunicação se encontram envolvidos na mudança de mentalidade e modelos de conduta. </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Ética é o código dos Princípios Morais e dos Valores. </li></ul><ul><li>A Ética faz parte dos valores da Cultura das organizações e condiciona as decisões que dizem respeito à forma de actuação da empresa no desenvolvimento dos seus negócios e à Responsabilidade Social interna e externa. </li></ul>
  13. 16. <ul><li>É a obrigação da gestão em fazer escolhas e adoptar acções que contribuam para o bem-estar e interesses da Sociedade e da própria Organização. </li></ul><ul><li>Pode-se colocar uma questão ética quando, numa determinada situação, uma decisão e acção de um indivíduo ou grupo, pode prejudicar ou beneficiar alguém ou um grupo. </li></ul>
  14. 17. <ul><li>Ganância é a ambição extrema </li></ul><ul><li>Com o explodir da crise financeira internacional, no corrente ano, a origem </li></ul><ul><li>da mesma foi atacada pela ganância dos banqueiros , que terão forçado a </li></ul><ul><li>concessão de crédito a quem não tinha condições para o obter. </li></ul>
  15. 18. <ul><li>O mundo em constante evolução , a uma grande Velocidade, Complexidade e muita Incerteza </li></ul><ul><li>O que chegou: </li></ul><ul><li>O que caiu em desuso: </li></ul>
  16. 19. <ul><li>Abundância versus Escassez, Crescimento Económico versus Inclusão Social, Global versus Local, Conexão versus Isolamento Humano, Guerra versus Paz </li></ul>
  17. 20. <ul><li>A livraria de maior crescimento no mundo, a Amazon, não tem um metro quadrado de lojas. </li></ul><ul><li>A Microsoft vale em bolsa cem vezes o valor do seu activo real. </li></ul><ul><li>A Maior indústria de ténis do mundo, a Nike, não tem fábrica . São produzidos no terceiro mundo, em ZPEs (Zonas de Processamento de Exportação) e sob contratos muito vantajosos: nenhuma obrigação trabalhista, longas isenções de impostos e outras facilidades. </li></ul><ul><li>Discrepâncias entre custo de produção e valor de revenda . </li></ul>
  18. 21. <ul><li>Profissões tradicionais estão a desaparecer, outras transformam-se para atenderem à EVOLUÇÃO DOS TEMPOS </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>O que define o profissional do </li></ul><ul><li>futuro é a capacidade de transitar por mais </li></ul><ul><li>de um campo de conhecimento e não ficar </li></ul><ul><li>preso apenas ao seu segmento </li></ul><ul><li>específico. </li></ul>

×