SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
O PLANETA ESTÁ DENTRO DE NÓS
Somos feitos rigorosamente dos mesmos elementos que constituem o planeta.  A palavra homem, de onde vem Humanidade, tem origem no latim húmus.
A palavra Adão, que aparece simbolicamente no Velho Testamento como a primeira criatura humana, significa terra fértil em hebraico.
Essa mesma terra – que empresta o nome ao planeta e à nossa espécie – se revela no mais rudimentar dos exames de sangue, quando descobrimos que por nossas veias transportamos minérios que jazem nas profundezas do solo.
Ferro Zinco Cálcio Selênio Fósforo Manganês Potássio Magnésio E outros elementos absolutamente fundamentas à nossa saúde e bem-estar.
Se descuidamos da ingestão desses nutrientes – presentes em boa parte dos alimentos – nosso metabolismo fica exposto a diferentes gêneros de desequilíbrio e doenças. O mesmo ocorre em relação à água. As primeiras estruturas microscópicas de vida do planeta apareceram nas águas salgadas e quentes dos mares primitivos. Também quente é o líquido que nos envolve durante todo o período de gestação no útero materno.
O soro fisiológico – bem como o soro caseiro – salva vidas quando recompõe a tempo nossa necessidade deste precioso líquido.  Por um capricho divino, a proporção de água no planeta (70%) é a mesma com que esse elemento compõe o nosso corpo físico.  Precisamos ingerir pelo menos 2,5 litros de água por dia para assegurar o bom funcionamento do metabolismo, irrigando células, glândulas, órgãos, tecidos.
Também precisamos de uma quantidade mínima de água no ar que respiramos. Segundo a OMS, se a umidade relativa do ar oscilar entre 20% a 30%, deve-se considerar estado de atenção; entre 12% a 20%, é estado de alerta; abaixo de 12, é estado de emergência. É absolutamente desagradável – e ameaça a saúde – respirar num ambiente com pouco vapor d’água misturado ao ar.
Vem do Sol a energia que sustenta todas as estruturas vitais do planeta, cujo núcleo é composto de uma grande massa de magma incandescente. O elemento fogo se revela simbolicamente em diferentes fenômenos fundamentais à manutenção da vida.
Trata-se de um fenômeno natural, que assegura a manutenção da temperatura média do globo na faixa de 15oC. O que se convencionou chamar de EFEITO ESTUFA é a capacidade de a atmosfera reter parte do calor irradiado pelo Sol.
Não fosse possível reter esse calor através dos gases que compõem a atmosfera, a temperatura média do planeta seria de 23oC negativos, reduzindo-se drasticamente a presença da vida na Terra. O aquecimento global é o agravamento do efeito estufa, causado principalmente pela queima progressiva de petróleo, carvão e gás, que gera inúmeros problemas à Humanidade por meio de mudanças climáticas.
O coração é a grande usina de calor do organismo, símbolo maior do amor e da nossa capacidade de doar, de nos entregar e de manifestar os mais nobres sentimentos. Por fim, somos animais de sangue quente graças ao trabalho ininterrupto de um poderoso músculo do tamanho de uma mão fechada, que irriga vida para todas as partes do corpo humano.
O ar é o elemento mais urgente para a nossa existência.  Podemos passar vários dias sem ingerir alimentação sólida, um número menor de dias sem líquidos, mas apenas alguns poucos instantes sem ar. Na milenar tradição mística da Índia, o prana – ou força vital – é absorvida pela respiração.
A respiração profunda regula o batimento cardíaco, harmoniza os centros de força ( chacras ) que acumulam e distribuem a energia vital, ajuda a clarear o raciocínio e a apaziguar as emoções. Numerosas práticas de meditação preconizam a necessidade de respirarmos com consciência, entendendo a inspiração e a expiração como importante ferramenta de troca de energia com o meio que nos cerca.
Considerando a importância estratégica de todos esses elementos para nossas vidas, é forçoso reconhecer que sem água potável, terra fértil, ar respirável e incidência adequada de luz e calor nosso projeto evolutivo encontra-se ameaçado. As condições cada vez menos acolhedoras de nossa casa (oikos) tornam o ambiente hostil à vida humana por nossa própria imperícia, imprudência e negligência.
Sofremos as consequências dos estragos que determinamos ao meio que nos cerca porque, na verdade, o que está fora também está dentro. Não é mais possível separar a Humanidade do planeta. “ O meio ambiente começa no meio da gente”.
“ São os mesmos elementos constitutivos dos seres orgânicos e inorgânicos, que os sabemos a formar incessantemente, em dadas circunstâncias, as pedras, as plantas e os frutos”.  O que vale para o corpo físico também vale para a substância que envolve o Espírito. ,[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],Esse fluido cósmico universal – matéria-prima de tudo o que existe – assume diferentes formas e texturas na exuberante rede de sistemas que se desdobram pelo Universo.
A compreensão dessa realidade poderá determinar o aparecimento de uma nova ética existencial, na qual nos reconheçamos como parte do Todo, e não a razão pela qual o Universo existe. Somos todos, essencialmente, feitos da mesma coisa.
Fonte: Livro ‘Espiritismo e Ecologia’, de  André Trigueiro Montagem: Iracema 28-02-2010 Imagens:  Google

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (13)

A terra e os subsistemas terrestres
A terra e os subsistemas terrestresA terra e os subsistemas terrestres
A terra e os subsistemas terrestres
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
Sistema Terra
Sistema TerraSistema Terra
Sistema Terra
 
Ecologia e Meio Ambiente
Ecologia e Meio AmbienteEcologia e Meio Ambiente
Ecologia e Meio Ambiente
 
Terra um planeta com vida 7ºano
Terra   um planeta com vida 7ºanoTerra   um planeta com vida 7ºano
Terra um planeta com vida 7ºano
 
Apresentação 8º 2.
Apresentação 8º 2.Apresentação 8º 2.
Apresentação 8º 2.
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vida
 
Ciências (Teste)
Ciências (Teste)Ciências (Teste)
Ciências (Teste)
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
 
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
 
Apresentação 8º 1-
Apresentação 8º 1-Apresentação 8º 1-
Apresentação 8º 1-
 
Livro hidrologia clima
Livro hidrologia climaLivro hidrologia clima
Livro hidrologia clima
 
A geologia
A geologiaA geologia
A geologia
 

Destaque

NEBOSH 3 (1)
NEBOSH 3 (1)NEBOSH 3 (1)
NEBOSH 3 (1)
patelrenu
 
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
Akhmad Ridhani
 
Normas da ABNT [Breve Introdução]
Normas da ABNT [Breve Introdução]Normas da ABNT [Breve Introdução]
Normas da ABNT [Breve Introdução]
Gerson Victor
 
Power point conflicto y negociación
Power point conflicto y negociaciónPower point conflicto y negociación
Power point conflicto y negociación
Oihane Marín Landa
 
Crea y compite
Crea  y  compiteCrea  y  compite
Crea y compite
IIBARBOSAH
 
PRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
PRESENTACION DE DIAPOSITIVASPRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
PRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
jonathanvazhdez
 
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
Marcia Facelli
 

Destaque (20)

Equipo 3. actividad 1
Equipo 3. actividad 1Equipo 3. actividad 1
Equipo 3. actividad 1
 
Montaje completo de un computador
Montaje completo de un computadorMontaje completo de un computador
Montaje completo de un computador
 
Situations graves
Situations gravesSituations graves
Situations graves
 
INTERNET Y SERVICIOS
INTERNET Y SERVICIOS INTERNET Y SERVICIOS
INTERNET Y SERVICIOS
 
Yuliana romero sierra8 a
Yuliana romero sierra8 aYuliana romero sierra8 a
Yuliana romero sierra8 a
 
NEBOSH 3 (1)
NEBOSH 3 (1)NEBOSH 3 (1)
NEBOSH 3 (1)
 
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
Laporan tahap 1 pengaruh duduk yang terlalu lama pada kesehatan mahasiswa saa...
 
Proyecto de quimica 2.5
Proyecto de quimica 2.5Proyecto de quimica 2.5
Proyecto de quimica 2.5
 
Sobre el autor
Sobre el autorSobre el autor
Sobre el autor
 
Normas da ABNT [Breve Introdução]
Normas da ABNT [Breve Introdução]Normas da ABNT [Breve Introdução]
Normas da ABNT [Breve Introdução]
 
Cases #4
Cases #4Cases #4
Cases #4
 
Power point conflicto y negociación
Power point conflicto y negociaciónPower point conflicto y negociación
Power point conflicto y negociación
 
La c omputad ora
La c omputad oraLa c omputad ora
La c omputad ora
 
Vih
VihVih
Vih
 
Crea y compite
Crea  y  compiteCrea  y  compite
Crea y compite
 
Varis
VarisVaris
Varis
 
PRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
PRESENTACION DE DIAPOSITIVASPRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
PRESENTACION DE DIAPOSITIVAS
 
Investigacion
InvestigacionInvestigacion
Investigacion
 
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
Trabalho de leitura e redação 9o. E 2012
 
Ejercicios de repaso
Ejercicios de repasoEjercicios de repaso
Ejercicios de repaso
 

Semelhante a O Planeta Está Dentro De NóS

3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
Márcia Albuquerque
 
Trabalho talyson vicente bio
Trabalho talyson vicente bioTrabalho talyson vicente bio
Trabalho talyson vicente bio
Roberto Bagatini
 
Roteiro 1 espírito, matéria e fluidos
Roteiro 1   espírito, matéria e fluidosRoteiro 1   espírito, matéria e fluidos
Roteiro 1 espírito, matéria e fluidos
Joao Paulo
 
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Jorge Moreira
 

Semelhante a O Planeta Está Dentro De NóS (20)

AULA DA ÁGUA.ppsx
AULA DA ÁGUA.ppsxAULA DA ÁGUA.ppsx
AULA DA ÁGUA.ppsx
 
A terra como_um_sistema
A terra como_um_sistemaA terra como_um_sistema
A terra como_um_sistema
 
Palestra ecologia à luz da doutrina espírita
Palestra   ecologia à luz da doutrina espíritaPalestra   ecologia à luz da doutrina espírita
Palestra ecologia à luz da doutrina espírita
 
Ciencias para o 6º ano ver
Ciencias para o 6º ano   verCiencias para o 6º ano   ver
Ciencias para o 6º ano ver
 
A lei de conservação e a ecologia
A lei de conservação e a ecologiaA lei de conservação e a ecologia
A lei de conservação e a ecologia
 
Principio Vital
Principio VitalPrincipio Vital
Principio Vital
 
A criação
A criaçãoA criação
A criação
 
A gênese
A gêneseA gênese
A gênese
 
3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
3º Encontro ciclos 2 e 3 - A Criação Divina
 
Trabalho talyson vicente bio
Trabalho talyson vicente bioTrabalho talyson vicente bio
Trabalho talyson vicente bio
 
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
 
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno biologia 3 ano vol 2 2014 2017
 
Unidade i a vida e o ambiente
Unidade i   a vida e o ambienteUnidade i   a vida e o ambiente
Unidade i a vida e o ambiente
 
Roteiro 1 espírito, matéria e fluidos
Roteiro 1   espírito, matéria e fluidosRoteiro 1   espírito, matéria e fluidos
Roteiro 1 espírito, matéria e fluidos
 
Acupuntura sem agulha
Acupuntura sem agulhaAcupuntura sem agulha
Acupuntura sem agulha
 
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
 
8 ano juvencio2018
8 ano juvencio20188 ano juvencio2018
8 ano juvencio2018
 
Genese cap 10 parte 2 de 3 princípilo vital geração espontânea
Genese cap 10 parte 2  de 3 princípilo vital   geração espontâneaGenese cap 10 parte 2  de 3 princípilo vital   geração espontânea
Genese cap 10 parte 2 de 3 princípilo vital geração espontânea
 
Genese cap 10 parte 2 de 3 princípilo vital geração espontânea
Genese cap 10 parte 2  de 3 princípilo vital   geração espontâneaGenese cap 10 parte 2  de 3 princípilo vital   geração espontânea
Genese cap 10 parte 2 de 3 princípilo vital geração espontânea
 
O ser humano segundo a antroposofia(2)
O ser humano segundo a antroposofia(2)O ser humano segundo a antroposofia(2)
O ser humano segundo a antroposofia(2)
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 

O Planeta Está Dentro De NóS

  • 1. O PLANETA ESTÁ DENTRO DE NÓS
  • 2. Somos feitos rigorosamente dos mesmos elementos que constituem o planeta. A palavra homem, de onde vem Humanidade, tem origem no latim húmus.
  • 3. A palavra Adão, que aparece simbolicamente no Velho Testamento como a primeira criatura humana, significa terra fértil em hebraico.
  • 4. Essa mesma terra – que empresta o nome ao planeta e à nossa espécie – se revela no mais rudimentar dos exames de sangue, quando descobrimos que por nossas veias transportamos minérios que jazem nas profundezas do solo.
  • 5. Ferro Zinco Cálcio Selênio Fósforo Manganês Potássio Magnésio E outros elementos absolutamente fundamentas à nossa saúde e bem-estar.
  • 6. Se descuidamos da ingestão desses nutrientes – presentes em boa parte dos alimentos – nosso metabolismo fica exposto a diferentes gêneros de desequilíbrio e doenças. O mesmo ocorre em relação à água. As primeiras estruturas microscópicas de vida do planeta apareceram nas águas salgadas e quentes dos mares primitivos. Também quente é o líquido que nos envolve durante todo o período de gestação no útero materno.
  • 7. O soro fisiológico – bem como o soro caseiro – salva vidas quando recompõe a tempo nossa necessidade deste precioso líquido. Por um capricho divino, a proporção de água no planeta (70%) é a mesma com que esse elemento compõe o nosso corpo físico. Precisamos ingerir pelo menos 2,5 litros de água por dia para assegurar o bom funcionamento do metabolismo, irrigando células, glândulas, órgãos, tecidos.
  • 8. Também precisamos de uma quantidade mínima de água no ar que respiramos. Segundo a OMS, se a umidade relativa do ar oscilar entre 20% a 30%, deve-se considerar estado de atenção; entre 12% a 20%, é estado de alerta; abaixo de 12, é estado de emergência. É absolutamente desagradável – e ameaça a saúde – respirar num ambiente com pouco vapor d’água misturado ao ar.
  • 9. Vem do Sol a energia que sustenta todas as estruturas vitais do planeta, cujo núcleo é composto de uma grande massa de magma incandescente. O elemento fogo se revela simbolicamente em diferentes fenômenos fundamentais à manutenção da vida.
  • 10. Trata-se de um fenômeno natural, que assegura a manutenção da temperatura média do globo na faixa de 15oC. O que se convencionou chamar de EFEITO ESTUFA é a capacidade de a atmosfera reter parte do calor irradiado pelo Sol.
  • 11. Não fosse possível reter esse calor através dos gases que compõem a atmosfera, a temperatura média do planeta seria de 23oC negativos, reduzindo-se drasticamente a presença da vida na Terra. O aquecimento global é o agravamento do efeito estufa, causado principalmente pela queima progressiva de petróleo, carvão e gás, que gera inúmeros problemas à Humanidade por meio de mudanças climáticas.
  • 12. O coração é a grande usina de calor do organismo, símbolo maior do amor e da nossa capacidade de doar, de nos entregar e de manifestar os mais nobres sentimentos. Por fim, somos animais de sangue quente graças ao trabalho ininterrupto de um poderoso músculo do tamanho de uma mão fechada, que irriga vida para todas as partes do corpo humano.
  • 13. O ar é o elemento mais urgente para a nossa existência. Podemos passar vários dias sem ingerir alimentação sólida, um número menor de dias sem líquidos, mas apenas alguns poucos instantes sem ar. Na milenar tradição mística da Índia, o prana – ou força vital – é absorvida pela respiração.
  • 14. A respiração profunda regula o batimento cardíaco, harmoniza os centros de força ( chacras ) que acumulam e distribuem a energia vital, ajuda a clarear o raciocínio e a apaziguar as emoções. Numerosas práticas de meditação preconizam a necessidade de respirarmos com consciência, entendendo a inspiração e a expiração como importante ferramenta de troca de energia com o meio que nos cerca.
  • 15. Considerando a importância estratégica de todos esses elementos para nossas vidas, é forçoso reconhecer que sem água potável, terra fértil, ar respirável e incidência adequada de luz e calor nosso projeto evolutivo encontra-se ameaçado. As condições cada vez menos acolhedoras de nossa casa (oikos) tornam o ambiente hostil à vida humana por nossa própria imperícia, imprudência e negligência.
  • 16. Sofremos as consequências dos estragos que determinamos ao meio que nos cerca porque, na verdade, o que está fora também está dentro. Não é mais possível separar a Humanidade do planeta. “ O meio ambiente começa no meio da gente”.
  • 17.
  • 18.
  • 19. A compreensão dessa realidade poderá determinar o aparecimento de uma nova ética existencial, na qual nos reconheçamos como parte do Todo, e não a razão pela qual o Universo existe. Somos todos, essencialmente, feitos da mesma coisa.
  • 20. Fonte: Livro ‘Espiritismo e Ecologia’, de André Trigueiro Montagem: Iracema 28-02-2010 Imagens: Google