SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
A Farmacogenômica ou Farmacogenética(FGx),
análise de vários genes ao mesmo tempo, é uma
ferramenta para auxiliar a seleção dos medicamentos
mais adequados para um tratamento personalizado,
pois detecta as diferenças genéticas que contribuem
para a variabilidade de resposta e potenciais efeitos
adversos em um paciente.
A maioria dos medicamentos é metabolizada por várias
enzimas diferente e atuam em diferentes receptores
celulares, transportadores, etc. Dessa forma, a análise
de alguns poucos genes ou ainda reduzidas classes de
genes (só genes metabolizadores) reduz a validade e a
utilidade clínica dos testes.
A farmacogenética é capaz de identificar indivíduos
que estão em regimes de medicação que possam
apresentar interações gene-medicamento
significativas com base na integração de vários
fatores genéticos, além de uma excelente relação
custo-efetividade.
Validade Clínica x Utilidade Clínica
A validade clínica é a precisão de um teste genético para
prever um o resultado clínico, tais como a probabilidade
de resposta ao tratamento. A utilidade clínica representa
a melhora nos resultados em indivíduos testados (FGx)
em relação ao padrão normal de atendimento.
Três ensaios clínicos prospectivos demonstraram a
validade clínica do tratamento guiado por
farmacogenômica combinatórias na Depressão. Em
todos os ensaios os médicos utilizaram os
resultados dos testes farmacogenéticos para dirigir
os tratamentos.
(Hall-Flavin et al, 2012, 2013; J. G. Winner et al, 2013).
Medicamento pode
ser parcialmente
eficaz ou ineficaz.
TESTE FARMACOGENÉTICO
Medicamento pode
causar efeitos adversos
e complicações graves.
Medicamento se
comporta conforme
o esperado.
PACIENTES
PRESCRIÇÃO
PERSONALIZADA
PRESCRIÇÃO
PERSONALIZADA
PRESCRIÇÃO
PERSONALIZADA
Melhores Resultados
Como uma proposta de valor, O Teste
Farmacogenético é uma intervenção que
oferece o potencial para melhores resultados,
combinados com redução de custos notável.
Referências
Allen, J.D., Carhart, J.M., Spivak, A.J., Dechairo, B.M., 2014a. GeneSight Psychotropic Reduces Overall
Medication Cost in Patients Treated with Psychiatric Medications Poster presentation at the American
Psychiatric Association Annual Meeting (New York, NY).
Allen, J.D., Carhart, J.M., Winner, J.G., Marshak, A.G., Dechairo, B.M., 2014b. GeneSight Psychotropic Decreases
Medication Costs in a Large, Prospective Case–control Project Poster presentation at the Neuroscience
Education Institute (NEI) Psychopharmacology Congress. Colorado Springs, CO
.
Altar, C.A., Carhart, J.M., Allen, J.D., Hall-flavin, D.K., Dechairo, B.M., Winner, J.G., 2015. Clinical Validity:
Combinatorial Pharmacogenomics Predicts Antidepressant Responses and Healthcare Utilizations Better
Than Single Gene Phenotypes. pp. 1–9 http://dx.doi.org/10.1038/tpj.2014.85.
Benitez J, Jablonski MR, Allen JD, Winner JG. The clinical validity and utility of combinatorial
pharmacogenomics: Enhancing patient outcomes. Appl Transl Genom. 2015 Mar 24;5:47-9. doi:
10.1016/j.atg.2015.03.001.
Referências
Center for Medicare and Medicaid Services, Coverage Database, Medicare, 2014, October Hall-Flavin, D.K.,
Winner, J.G., Allen, J.D., Jordan, J.J., Nesheim, R.S., Snyder, K. a, Drews, M.S., Eisterhold, L.L., Biernacka, J.M.,
Mrazek, D. a, 2012. Using a pharmacogenomic algorithm to guide the treatment of depression. Transl.
Psychiatry 2, e172. http://dx. doi.org/10.1038/tp.2012.99.
Hall-Flavin, D.K., Winner, J.G., Allen, J.D., Carhart, J.M., Proctor, B., Snyder, K. a, Drews, M.S., Eisterhold, L.L.,
Geske, J., Mrazek, D. a, 2013. Utility of integrated pharmacogenomic testing to support the treatment of
major depressive disorder in a psychiatric outpatient setting.
Pharmacogenet. Genomics 23, 535–548. Winner, J., Allen, J.D., Anthony Altar, C., Spahic-Mihajlovic, a, 2013.
Psychiatric pharmacogenomics predicts health resource utilization of outpatients with anxiety and
depression. Transl. Psychiatry 3, e242. http://dx.doi.org/10.1038/tp.2013.2.
Winner, J.G., Carhart, J.M., Altar, C.A., Allen, J.D., Dechairo, B.M., 2013. A prospective, randomized, double-
blind study assessing the clinical impact of integrated pharmacogenomic testing for major depressive
disorder. Discov. Med. 16, 219–227.
Escrito por:
Vinicius Coltro
Bacharel em Biologia – CRBio 110143/03-D
Editado por:
Nina Stober
Relações Públicas/Analista de Marketing - GnTech
Fale com um consultor

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a E book - A validade clínica da farmacogenética: melhorar os resultados dos pacientes

Dissertação patrícia r. gonçalves
Dissertação patrícia r. gonçalvesDissertação patrícia r. gonçalves
Dissertação patrícia r. gonçalvesLASCES UFPR
 
04 análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...
04   análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...04   análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...
04 análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...gisa_legal
 
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b análise de custo-e...
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b   análise de custo-e...Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b   análise de custo-e...
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b análise de custo-e...Nádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
Dissertação rangel r. godoy
Dissertação rangel r. godoyDissertação rangel r. godoy
Dissertação rangel r. godoyLASCES UFPR
 
Tese ana c. melchiors
Tese ana c. melchiorsTese ana c. melchiors
Tese ana c. melchiorsLASCES UFPR
 
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologiaInterações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologiaSandra Brassica
 
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdf
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdfArtigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdf
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdfAnaCarol382535
 
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...jose vanderlei oliveira dos reis
 
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdfHudsonUDF
 
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)monique cupello
 
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Van Der Häägen Brazil
 
Uso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosUso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosPedro Azevedo
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaCassyano Correr
 
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...Cassyano Correr
 
Terapia gênica oqueé
Terapia gênica  oqueéTerapia gênica  oqueé
Terapia gênica oqueéwfkam
 

Semelhante a E book - A validade clínica da farmacogenética: melhorar os resultados dos pacientes (20)

Dissertação patrícia r. gonçalves
Dissertação patrícia r. gonçalvesDissertação patrícia r. gonçalves
Dissertação patrícia r. gonçalves
 
04 análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...
04   análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...04   análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...
04 análise crítica de artigos científicos - foco nos ensaios clínicos contr...
 
Revisão farmacologia av1
Revisão farmacologia av1Revisão farmacologia av1
Revisão farmacologia av1
 
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b análise de custo-e...
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b   análise de custo-e...Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b   análise de custo-e...
Alternativas de tratamento para hepatite viral crônica b análise de custo-e...
 
Dissertação rangel r. godoy
Dissertação rangel r. godoyDissertação rangel r. godoy
Dissertação rangel r. godoy
 
Slide 13 out 2019
Slide 13 out 2019Slide 13 out 2019
Slide 13 out 2019
 
Tese ana c. melchiors
Tese ana c. melchiorsTese ana c. melchiors
Tese ana c. melchiors
 
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologiaInterações medicamentosas em pediatria e neonatologia
Interações medicamentosas em pediatria e neonatologia
 
PRM para aula 2.pdf
PRM para aula 2.pdfPRM para aula 2.pdf
PRM para aula 2.pdf
 
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdf
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdfArtigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdf
Artigo - INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.pdf
 
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...
HIPEREXPRESSÃO DE RECEPTORES HER2/neu E SUAS ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS AO CÂNC...
 
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf
1. AINES e hipertensos na odontologia.pdf
 
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)
Artigo interações medicamentosas em enfermagem (3)
 
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
 
Uso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosUso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentos
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da Farmacoterapia
 
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
 
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
Projeto DEPICT: um novo sistema para caracterização dos componentes das inter...
 
Medicina Baseada em Evidências - Diagnóstico na Prática do MFC
Medicina Baseada em Evidências - Diagnóstico na Prática do MFCMedicina Baseada em Evidências - Diagnóstico na Prática do MFC
Medicina Baseada em Evidências - Diagnóstico na Prática do MFC
 
Terapia gênica oqueé
Terapia gênica  oqueéTerapia gênica  oqueé
Terapia gênica oqueé
 

Último

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxWenderSantos21
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 

Último (10)

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 

E book - A validade clínica da farmacogenética: melhorar os resultados dos pacientes

  • 1.
  • 2. A Farmacogenômica ou Farmacogenética(FGx), análise de vários genes ao mesmo tempo, é uma ferramenta para auxiliar a seleção dos medicamentos mais adequados para um tratamento personalizado, pois detecta as diferenças genéticas que contribuem para a variabilidade de resposta e potenciais efeitos adversos em um paciente.
  • 3. A maioria dos medicamentos é metabolizada por várias enzimas diferente e atuam em diferentes receptores celulares, transportadores, etc. Dessa forma, a análise de alguns poucos genes ou ainda reduzidas classes de genes (só genes metabolizadores) reduz a validade e a utilidade clínica dos testes.
  • 4. A farmacogenética é capaz de identificar indivíduos que estão em regimes de medicação que possam apresentar interações gene-medicamento significativas com base na integração de vários fatores genéticos, além de uma excelente relação custo-efetividade.
  • 5. Validade Clínica x Utilidade Clínica A validade clínica é a precisão de um teste genético para prever um o resultado clínico, tais como a probabilidade de resposta ao tratamento. A utilidade clínica representa a melhora nos resultados em indivíduos testados (FGx) em relação ao padrão normal de atendimento.
  • 6. Três ensaios clínicos prospectivos demonstraram a validade clínica do tratamento guiado por farmacogenômica combinatórias na Depressão. Em todos os ensaios os médicos utilizaram os resultados dos testes farmacogenéticos para dirigir os tratamentos. (Hall-Flavin et al, 2012, 2013; J. G. Winner et al, 2013).
  • 7. Medicamento pode ser parcialmente eficaz ou ineficaz. TESTE FARMACOGENÉTICO Medicamento pode causar efeitos adversos e complicações graves. Medicamento se comporta conforme o esperado. PACIENTES PRESCRIÇÃO PERSONALIZADA PRESCRIÇÃO PERSONALIZADA PRESCRIÇÃO PERSONALIZADA
  • 8. Melhores Resultados Como uma proposta de valor, O Teste Farmacogenético é uma intervenção que oferece o potencial para melhores resultados, combinados com redução de custos notável.
  • 9. Referências Allen, J.D., Carhart, J.M., Spivak, A.J., Dechairo, B.M., 2014a. GeneSight Psychotropic Reduces Overall Medication Cost in Patients Treated with Psychiatric Medications Poster presentation at the American Psychiatric Association Annual Meeting (New York, NY). Allen, J.D., Carhart, J.M., Winner, J.G., Marshak, A.G., Dechairo, B.M., 2014b. GeneSight Psychotropic Decreases Medication Costs in a Large, Prospective Case–control Project Poster presentation at the Neuroscience Education Institute (NEI) Psychopharmacology Congress. Colorado Springs, CO . Altar, C.A., Carhart, J.M., Allen, J.D., Hall-flavin, D.K., Dechairo, B.M., Winner, J.G., 2015. Clinical Validity: Combinatorial Pharmacogenomics Predicts Antidepressant Responses and Healthcare Utilizations Better Than Single Gene Phenotypes. pp. 1–9 http://dx.doi.org/10.1038/tpj.2014.85. Benitez J, Jablonski MR, Allen JD, Winner JG. The clinical validity and utility of combinatorial pharmacogenomics: Enhancing patient outcomes. Appl Transl Genom. 2015 Mar 24;5:47-9. doi: 10.1016/j.atg.2015.03.001.
  • 10. Referências Center for Medicare and Medicaid Services, Coverage Database, Medicare, 2014, October Hall-Flavin, D.K., Winner, J.G., Allen, J.D., Jordan, J.J., Nesheim, R.S., Snyder, K. a, Drews, M.S., Eisterhold, L.L., Biernacka, J.M., Mrazek, D. a, 2012. Using a pharmacogenomic algorithm to guide the treatment of depression. Transl. Psychiatry 2, e172. http://dx. doi.org/10.1038/tp.2012.99. Hall-Flavin, D.K., Winner, J.G., Allen, J.D., Carhart, J.M., Proctor, B., Snyder, K. a, Drews, M.S., Eisterhold, L.L., Geske, J., Mrazek, D. a, 2013. Utility of integrated pharmacogenomic testing to support the treatment of major depressive disorder in a psychiatric outpatient setting. Pharmacogenet. Genomics 23, 535–548. Winner, J., Allen, J.D., Anthony Altar, C., Spahic-Mihajlovic, a, 2013. Psychiatric pharmacogenomics predicts health resource utilization of outpatients with anxiety and depression. Transl. Psychiatry 3, e242. http://dx.doi.org/10.1038/tp.2013.2. Winner, J.G., Carhart, J.M., Altar, C.A., Allen, J.D., Dechairo, B.M., 2013. A prospective, randomized, double- blind study assessing the clinical impact of integrated pharmacogenomic testing for major depressive disorder. Discov. Med. 16, 219–227.
  • 11. Escrito por: Vinicius Coltro Bacharel em Biologia – CRBio 110143/03-D Editado por: Nina Stober Relações Públicas/Analista de Marketing - GnTech Fale com um consultor