SlideShare uma empresa Scribd logo

Qualidade no Tratamento do Câncer

Oncoguia
Oncoguia

O documento discute a qualidade no tratamento do câncer e nos medicamentos. A qualidade no tratamento do câncer envolve tratar a doença de forma efetiva com métodos confiáveis e éticos, além de cuidar do paciente como pessoa. A qualidade dos medicamentos depende de propriedades como identidade, pureza e processos de fabricação. Medicamentos genéricos e similares precisam passar por testes de equivalência para serem considerados intercambiáveis com os de referência.

1 de 13
Baixar para ler offline
Qualidade no Tratamento do Câncer
Qualidade no Tratamento do Câncer
O que é Qualidade em Saúde?
Qualidade em saúde é o conjunto de
propriedades relacionadas aos cuidados
globais do indivíduo, desde a prevenção de
doenças e manutenção da saúde, até o
tratamento da doença e o restabelecimento da
saúde.
Qualidade no Tratamento do Câncer
A qualidade no atendimento oncológico implica
o tratamento da doença em si e o cuidado do
paciente como pessoa.
Os pacientes com doenças neoplásicas devem
ser tratados adequadamente com métodos
efetivos, confiáveis e administrados com ética e
humanismo.
Qualidade no Tratamento e
Qualidade do Medicamento
A qualidade de um medicamento se mede pela sua
capacidade de exercer o efeito terapêutico esperado.
Essa capacidade é determinada pelas propriedades
que tenham influência nesses resultados, como sua
identidade, pureza, teor ou potência, propriedades
químicas, físicas e biológicas e do processo de
fabricação.
Tipo de Medicamento: Referência
É um medicamento inovador registrado no órgão
federal responsável pela vigilância sanitária e
comercializado no país, cuja eficácia, segurança e
qualidade foram comprovadas cientificamente junto
ao órgão federal competente, por ocasião do registro.
A eficácia e segurança do medicamento de referência
são comprovadas por estudos clínicos.

Recomendados

intercambialidade farmacêutica
intercambialidade farmacêuticaintercambialidade farmacêutica
intercambialidade farmacêuticaJulai1991
 
Medicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialMedicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialArquivo-FClinico
 
O papel fundamental do farmacêutico no tratamento contra o câncer
O papel fundamental do farmacêutico no tratamento contra o câncerO papel fundamental do farmacêutico no tratamento contra o câncer
O papel fundamental do farmacêutico no tratamento contra o câncerPatrícia Rennó
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Regulação brasileira em plantas medicinais e fitoterápicos
Regulação brasileira em plantas medicinais e fitoterápicosRegulação brasileira em plantas medicinais e fitoterápicos
Regulação brasileira em plantas medicinais e fitoterápicosSimone Coulaud
 
Medicamento de referência
Medicamento de referênciaMedicamento de referência
Medicamento de referênciaSólon Batista
 
Alimentos - Int. às Ciências Farmacêuticas
 Alimentos - Int. às Ciências Farmacêuticas Alimentos - Int. às Ciências Farmacêuticas
Alimentos - Int. às Ciências FarmacêuticasDiego Simões
 

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Cuidando dos meus sentimentos
Cuidando dos meus sentimentosCuidando dos meus sentimentos
Cuidando dos meus sentimentosOncoguia
 
Dor oncológica
Dor oncológicaDor oncológica
Dor oncológicaOncoguia
 
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio ClarkOncoguia
 
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama Metastático
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama MetastáticoII Encontro Vivenco com Câncer de Mama Metastático
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama MetastáticoOncoguia
 
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUS
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUSDemocratizando a incorporação de tratamentos no SUS
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUSOncoguia
 
Dor Oncológica
Dor OncológicaDor Oncológica
Dor OncológicaOncoguia
 

Destaque (6)

Cuidando dos meus sentimentos
Cuidando dos meus sentimentosCuidando dos meus sentimentos
Cuidando dos meus sentimentos
 
Dor oncológica
Dor oncológicaDor oncológica
Dor oncológica
 
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark
7º Fórum Oncoguia - 27/06/2017 - Otávio Clark
 
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama Metastático
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama MetastáticoII Encontro Vivenco com Câncer de Mama Metastático
II Encontro Vivenco com Câncer de Mama Metastático
 
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUS
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUSDemocratizando a incorporação de tratamentos no SUS
Democratizando a incorporação de tratamentos no SUS
 
Dor Oncológica
Dor OncológicaDor Oncológica
Dor Oncológica
 

Semelhante a Qualidade no Tratamento do Câncer

noçoes farmacologia aula 3.pdf
noçoes farmacologia aula 3.pdfnoçoes farmacologia aula 3.pdf
noçoes farmacologia aula 3.pdfFabianaAlessandro2
 
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentosClaudio Luis Venturini
 
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdfAULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdfDavemacklinMaia
 
Aspectos legislacao fitoterapicos
Aspectos legislacao fitoterapicosAspectos legislacao fitoterapicos
Aspectos legislacao fitoterapicosNayara Dávilla
 
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.ppt
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.pptapresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.ppt
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.pptTatiane Fernandes
 
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdfAPOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdfcris464417
 
enfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptxenfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptxtuttitutti1
 
Assistencia farmaceutica e a anvisa
Assistencia farmaceutica e a anvisaAssistencia farmaceutica e a anvisa
Assistencia farmaceutica e a anvisacarolinylimadocarmo
 
Aula 1 Introdução A IF (1).pdf
Aula 1 Introdução A IF  (1).pdfAula 1 Introdução A IF  (1).pdf
Aula 1 Introdução A IF (1).pdfRoseSchneider9
 
0508 Educação sanitária - Rose
0508 Educação sanitária - Rose0508 Educação sanitária - Rose
0508 Educação sanitária - Roselaiscarlini
 

Semelhante a Qualidade no Tratamento do Câncer (20)

noçoes farmacologia aula 3.pdf
noçoes farmacologia aula 3.pdfnoçoes farmacologia aula 3.pdf
noçoes farmacologia aula 3.pdf
 
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
 
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
 
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdfAULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
AULA 1 TCN FARMACEUTICA.pdf
 
ADM e Drogas 2
ADM e Drogas 2ADM e Drogas 2
ADM e Drogas 2
 
genericos basic
genericos basicgenericos basic
genericos basic
 
Prof Niraldo Abertura do Curso de Fitoterapia Clínica parte 1 sp
Prof Niraldo Abertura do Curso de Fitoterapia Clínica parte 1 spProf Niraldo Abertura do Curso de Fitoterapia Clínica parte 1 sp
Prof Niraldo Abertura do Curso de Fitoterapia Clínica parte 1 sp
 
8901
89018901
8901
 
Aspectos legislacao fitoterapicos
Aspectos legislacao fitoterapicosAspectos legislacao fitoterapicos
Aspectos legislacao fitoterapicos
 
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.ppt
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.pptapresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.ppt
apresentaodourados10102007-090912180506-phpapp02.ppt
 
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdfAPOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
APOSTILA-ATENDENTE-DE-FARMÁCIA.pdf
 
Revisão farmacologia av1
Revisão farmacologia av1Revisão farmacologia av1
Revisão farmacologia av1
 
enfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptxenfermagem em far.pptx
enfermagem em far.pptx
 
Assistencia farmaceutica e a anvisa
Assistencia farmaceutica e a anvisaAssistencia farmaceutica e a anvisa
Assistencia farmaceutica e a anvisa
 
aula 1 - conceitos.pptx
aula 1 - conceitos.pptxaula 1 - conceitos.pptx
aula 1 - conceitos.pptx
 
Atenção farmacêutica
Atenção farmacêuticaAtenção farmacêutica
Atenção farmacêutica
 
Aula 1 Introdução A IF (1).pdf
Aula 1 Introdução A IF  (1).pdfAula 1 Introdução A IF  (1).pdf
Aula 1 Introdução A IF (1).pdf
 
medicamentos.pdf
medicamentos.pdfmedicamentos.pdf
medicamentos.pdf
 
0508 Educação sanitária - Rose
0508 Educação sanitária - Rose0508 Educação sanitária - Rose
0508 Educação sanitária - Rose
 
Slide 13 out 2019
Slide 13 out 2019Slide 13 out 2019
Slide 13 out 2019
 

Mais de Oncoguia

Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveFeelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveOncoguia
 
Insights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupInsights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupOncoguia
 
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Oncoguia
 
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaPesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaOncoguia
 
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasPercepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasOncoguia
 
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Oncoguia
 
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresImpactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresOncoguia
 
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasCosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasOncoguia
 
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Oncoguia
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justaOncoguia
 
Percepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerPercepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerOncoguia
 
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfDatafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfOncoguia
 
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecComo contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecOncoguia
 
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Oncoguia
 
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamStudy of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamOncoguia
 
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...Oncoguia
 
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Oncoguia
 
Cancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCCancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCOncoguia
 
Como contribuir em consulta pública da Conitec
Como contribuir em consulta pública da ConitecComo contribuir em consulta pública da Conitec
Como contribuir em consulta pública da ConitecOncoguia
 
Carta de Prioridades sobre Câncer de Rim
Carta de Prioridades sobre Câncer de RimCarta de Prioridades sobre Câncer de Rim
Carta de Prioridades sobre Câncer de RimOncoguia
 

Mais de Oncoguia (20)

Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' PerspectiveFeelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
Feelings about Radiotherapy: the Brazilian Cancer Patients' Perspective
 
Insights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient GroupInsights from a Brazilian Patient Group
Insights from a Brazilian Patient Group
 
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
Return to work after breast cancer: disparities among patients treated in pub...
 
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favelaPesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
Pesquisas do Oncoguia mostra visão sobre câncer por quem mora na favela
 
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileirasPercepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
Percepções e prioridades do câncer nas favelas brasileiras
 
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
Consultas Públicas do SUS / Paciente oncológico: informe-se e participe!
 
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadoresImpactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
Impactos do Câncer na vida dos familiares cuidadores
 
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicasCosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
Cosaúde e o processo de incorporação de tecnologias oncológicas
 
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
Relatório de atividades do Instituto Oncoguia / 2021
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justa
 
Percepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncerPercepções da população brasileira sobre o câncer
Percepções da população brasileira sobre o câncer
 
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdfDatafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
Datafolha_Oncoguia_PercepcoesSobreOCancer .pdf
 
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da ConitecComo contribuir em Consulta Pública da Conitec
Como contribuir em Consulta Pública da Conitec
 
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
Contribuição Oncoguia com a ATS na SS - 03.2022
 
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health teamStudy of cancer patient's communication of pain to the health team
Study of cancer patient's communication of pain to the health team
 
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
How can we help: The needs of those seeking breast cancer information and sup...
 
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
Caring for colorectal cancer patients: the perspective of informal caregivers...
 
Cancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNCCancer de fígado - ILNC
Cancer de fígado - ILNC
 
Como contribuir em consulta pública da Conitec
Como contribuir em consulta pública da ConitecComo contribuir em consulta pública da Conitec
Como contribuir em consulta pública da Conitec
 
Carta de Prioridades sobre Câncer de Rim
Carta de Prioridades sobre Câncer de RimCarta de Prioridades sobre Câncer de Rim
Carta de Prioridades sobre Câncer de Rim
 

Qualidade no Tratamento do Câncer

  • 3. O que é Qualidade em Saúde? Qualidade em saúde é o conjunto de propriedades relacionadas aos cuidados globais do indivíduo, desde a prevenção de doenças e manutenção da saúde, até o tratamento da doença e o restabelecimento da saúde.
  • 4. Qualidade no Tratamento do Câncer A qualidade no atendimento oncológico implica o tratamento da doença em si e o cuidado do paciente como pessoa. Os pacientes com doenças neoplásicas devem ser tratados adequadamente com métodos efetivos, confiáveis e administrados com ética e humanismo.
  • 5. Qualidade no Tratamento e Qualidade do Medicamento A qualidade de um medicamento se mede pela sua capacidade de exercer o efeito terapêutico esperado. Essa capacidade é determinada pelas propriedades que tenham influência nesses resultados, como sua identidade, pureza, teor ou potência, propriedades químicas, físicas e biológicas e do processo de fabricação.
  • 6. Tipo de Medicamento: Referência É um medicamento inovador registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária e comercializado no país, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente, por ocasião do registro. A eficácia e segurança do medicamento de referência são comprovadas por estudos clínicos.
  • 7. Tipo de Medicamento: Genérico É aquele que contém o mesmo fármaco (princípio ativo), mesma dose e forma farmacêutica. É administrado pela mesma via e com a mesma indicação terapêutica e segurança do medicamento de referência, podendo ser ser intercambiável com o mesmo.
  • 8. O que é Intecambialidade de Medicamentos? A intercambialidade, ou seja, a segura substituição do medicamento de referência pelo seu genérico é assegurada por testes de bioequivalência apresentados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, do Ministério da Saúde, mas nunca foi avaliado em estudos clínicos.
  • 9. Tipo de Medicamento: Similar É aquele que contém o mesmo ou os mesmos princípios ativos, apresenta a mesma concentração, forma farmacêutica, via de administração, posologia e indicação terapêutica, e que é equivalente ao medicamento registrado no órgão federal responsável pela vigilância sanitária, podendo diferir apenas em características relativas ao tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e veículo, devendo sempre ser identificado pelo nome comercial ou marca.
  • 10. Registro de Medicamentos Para o registro de medicamentos genéricos e similares, é obrigatória a apresentação dos estudos de biodisponibilidade relativa e equivalência farmacêutica.
  • 11. Determinantes de um Medicamento de Qualidade  Processo de Fabricação: Deve cumprir as diretrizes das boas práticas de manufatura.  Características do Medicamento: Identidade, pureza, potência, uniformidade, estabilidade e biodisponibilidade.  Eficácia Terapêutica: Garantida quando o uso é feito conforme as recomendações do fabricante e do prescritor.
  • 12. É importante assegurar que o tratamento do paciente oncológico seja seguro, eficaz e eficiente e sobre tudo que observe e respeite sua individualidade.