PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS
CURSO DE PEDAGOGIA
ATIVIDADE 6
Disciplina: ...
O USO DO COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO: A
INFORMÁTICA EDUCATIVA
 O computador está se tornando um aparelho corriqueiro em nosso ...
INFORMÁTICA EDUCATIVA
A Informática Educativa privilegia a utilização do computador
como a ferramenta pedagógica que auxil...
O COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO
Qual a importância?
 O computador surge como um meio auxiliar alternativo de ensino, um
recurso ...
CONSCIENTIZAÇÃO DO USO
 O computador transforma-se em um poderoso recurso de suporte à
aprendizagem, com inúmeras possibi...
ESCOLA E AS TECNOLOGIAS
A chegada das tecnologias no ambiente escolar provoca uma
mudança de paradigmas. A Informática Edu...
CONCLUSÃO
É papel da escola democratizar o acesso ao
computador, promovendo a inclusão sócio-digital de nossos alunos.
É p...
REFERÊNCIAS
ALMEIDA, M E de. Informática e formação de professores. Brasília:
Ministério da Educação, 2000.
BORGES NETO, H...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade 6

432 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
432
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade 6

  1. 1. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE PEDAGOGIA ATIVIDADE 6 Disciplina: Tecnologias e Práticas Educativas Professor: Simão Pedro P. Marinho Aluna: Gabriela Ruana Tema: Tecnófilos: a favor do uso de computadores na escola
  2. 2. O USO DO COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO: A INFORMÁTICA EDUCATIVA  O computador está se tornando um aparelho corriqueiro em nosso meio social.  Almeida (2000: 79), estudioso do assunto, refere-se ao computador como “uma máquina que possibilita testar ideias ou hipóteses, que levam à criação de um mundo abstrato e simbólico, ao mesmo tempo em que permite introduzir diferentes formas de atuação e interação entre as pessoas.” Sendo, por conseguinte, um equipamento que assume cada vez mais diversas funções.  Embora seja um instrumento fabuloso não se pode esquecer que este equipamento não foi desenvolvido com fins pedagógicos, e por isso é importante que se lance sobre o mesmo um olhar crítico e se busque, face às teorias e práticas pedagógicas, o bom uso desse recurso.
  3. 3. INFORMÁTICA EDUCATIVA A Informática Educativa privilegia a utilização do computador como a ferramenta pedagógica que auxilia no processo de construção do conhecimento. Neste momento, o computador é um meio e não um fim, devendo ser usado considerando o desenvolvimento dos componentes curriculares.
  4. 4. O COMPUTADOR NA EDUCAÇÃO Qual a importância?  O computador surge como um meio auxiliar alternativo de ensino, um recurso a mais para a diminuição das carências.  O processo do informatização da sociedade que já atinge o Brasil caminha com espantosa rapidez e parece ser irreversível. Temos a responsabilidade de nos preocupar em oferecer a melhor preparação possível para que os nossos alunos, inclusive da rede pública, possam viver e atuar numa sociedade informatizada.  A escola tem que preparar cidadãos suficientemente familiarizados com os mais básicos desenvolvimentos tecnológicos, de modo a poder participar no processo de geração e incorporação da tecnologia de que o País precisa para sair do estágio de subdesenvolvimento econômico e de dependência cultural e tecnológica em que se encontra. E a informática está no centro de toda essa tecnologia.
  5. 5. CONSCIENTIZAÇÃO DO USO  O computador transforma-se em um poderoso recurso de suporte à aprendizagem, com inúmeras possibilidades pedagógicas, desde que haja uma reformulação no currículo, que se crie novos modelos metodológicos e didáticos, e principalmente que se repense qual o verdadeiro significado da aprendizagem, para que o computador não se torne mais um adereço travestido de modernidade.  O mesmo só será uma excelente ferramenta, se houver a consciência de que possibilitará mais rapidamente o acesso ao conhecimento e não, somente, utilizado como uma máquina de escrever, de entretenimento, de armazenagem de dados.
  6. 6. ESCOLA E AS TECNOLOGIAS A chegada das tecnologias no ambiente escolar provoca uma mudança de paradigmas. A Informática Educativa nos oferece uma vastidão de recursos que, se bem aproveitados, nos dão suporte para o desenvolvimento de diversas atividades com os alunos.
  7. 7. CONCLUSÃO É papel da escola democratizar o acesso ao computador, promovendo a inclusão sócio-digital de nossos alunos. É preciso também que os dirigentes discutam e compreendam as possibilidades pedagógicas deste valioso recurso. É necessário construir nos nossos alunos hábitos saudáveis para utilização desses meios tecnológicos evitando que eles os aprisione a máquina, mas se faça dela uma fonte de construção do seu conhecimento, utilizando- os também para práticas pedagógicas e fazendo o bom uso desse recurso.
  8. 8. REFERÊNCIAS ALMEIDA, M E de. Informática e formação de professores. Brasília: Ministério da Educação, 2000. BORGES NETO, H. Uma classificação sobre a utilização do computador pela escola. Revista Educação em Debate, ano 21, v. 1, n. 27, p. 135- 138, Fortaleza, 1999. FERREIRA, A. L. D. Informática educativa na educação infantil: Riscos e Benefícios. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará-UFC, 2000. Monografia (Especialização em Informática Educativa).. LUFT, C.P Dicionário Luft. São Paulo: Atica, 2006. VALENTE, J. A. Computadores e conhecimento: repensando a educação. Campinas: UNICAMP. 1993.

×