Stoa: A Web Social na USP

2.214 visualizações

Publicada em

Motivação, justificativa e apresentação do projeto Stoa na USP. O Stoa (http://stoa.usp.br) visa oferecer as ferramentas da Web moderna, em particular as da "Web Social", para a comunidade USP.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.214
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
299
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Stoa: A Web Social na USP

  1. 1. Stoa suas idéias em rede Ewout ter Haar e Everton Zanella Alvarenga CEPA – Instituto de Física – USP ewout@usp.br    
  2. 2. Parte 1: Digitalização e Abundância de Informação Resumo 1. Digitalização muda tudo  2. A Web participativa 3. Abundância de Informação 4. Google salva, mas somente temporariamente 5. O Futuro de Gestão de Conhecimento é “A Web  Social”      
  3. 3. tradição oral → rolo de pergaminho → códice → livro impresso → web    
  4. 4. Incunábulo: estamos descobrindo um mundo de novas possibilidades    
  5. 5. Orígenes e a invenção da página    
  6. 6. Cervantes e a Invenção da Novela    
  7. 7. Mídia digital muda tudo O custo marginal de cópias é zero → repensar re­ distribuição e modelos de negócio baseado em direitos  autorais.  quot;Acesso Abertoquot; e quot;Educação Abertaquot; (OER) Mídia digital não ocupa espaço → repensar como  classificar e organizar informação. Taxonomias →  Folksonomies. Veja também: Jorge Luis Borges.    
  8. 8. Mídia digital muda tudo Ferramentas de criação muito mais acessíveis. Quando  sabe como fazer, a sua relação com o material muda.  Desintermediação → pensar de forma crítica. Abundância de informação → repensar o que ensinar  (conteúdo → processo, informação → compreensão),  repensar como filtrar e avaliar. Uso de mídia social para  filtrar. O seu tempo e a sua atenção agora são os  recursos escassos.    
  9. 9. A Web Moderna    
  10. 10. A Web Moderna    
  11. 11. A Web Moderna    
  12. 12. Abundância de Informação 2007: 3 1020 bytes =  300  bilhão de GB = 45 GB /  pessoa (http://tr.im/ytl) Pergunta: quantas fotos  subido para flickr.com por dia? Quantos horas de vídeo no  youtube?  Compare número de horas de  televisão     
  13. 13. A situação está ficando desesperadora    
  14. 14. A situação está ficando desesperadora    
  15. 15. Google vs Altavista: análise de rede vs conteúdo Google usa a Web como plataforma para ranquear documentos em ordem de relevância   z    
  16. 16. Amazon vs Redes Sociais Da mesma  maneira:  recomendações  baseado em  conteúdo  →  recomendações  via rede de  contatos    
  17. 17. Recomendações via Rede de Contatos    
  18. 18. Mídia Social Além da mídia digital: mídia social. Usar a sua rede  de contatos para achar informação relevante.  Efeitos de rede (quanto mais contatos, mais útil o  serviço é). Arquitetura de participação. Formar  comunidades de prática.    
  19. 19. Filtros Sociais Prestar atenção em que  os seus contatos fazem    
  20. 20. Discussão    
  21. 21. Parte 2: A Web como plataforma Como aplicar as lições da Web?  Como apropriar para os nossos  fins?  ● Focar em infra­estrutura,  escalabilidade, aplicando as lições  da Web. ● Usar tecnologia e plataformas  abertas, neutras que comportam  formação de grupos  ● Usar tecnologia Web, des­ intermediação da publicação; se não  está na Web não existe  Usar efeitos de rede ●    
  22. 22. O que todo educador deve saber Hypermedia, vídeo e som, blog, wiki, mídia social, wikipedia, flickr,  del.icio.us, web semântica, tagging, rss, preservação digital,  padrões para formatos e protocolos abertos e livres, instalar o seu  próprio forum, blog, wiki, etc., bases de dados, acessibilidade,  controle de revisão, problemas com flash e pdf, frameworks de  desenvolvimento de aplicativos web, linguagens dinâmicas, como  lidar com plágio, uso de licenças e re­uso de material. Como usar a Web para o ensino.    
  23. 23. O que todo Gestor de Informação deve saber Hypermedia, vídeo e som, blog, wiki, mídia social, wikipedia, flickr,  del.icio.us, web semântica, tagging, rss, preservação digital,  padrões para formatos e protocolos abertos e livres, instalar o seu  próprio forum, blog, wiki, etc., bases de dados, acessibilidade,  controle de revisão, problemas com flash e pdf, frameworks de  desenvolvimento de aplicativos web, linguagens dinâmicas, como  lidar com plágio, uso de licenças e re­uso de material. Como usar a Web para gestão de conhecimento.    
  24. 24. Efeitos de Rede ou (para economistas) Network externalities: como  varia o quot;valorquot; da rede com N? Assumir que o valor  da rede está no número de conexões C. 1. Um ­ Muitos, centralização, hierarquias: C ~ N 2. Muitos – Muitos C = N(N­1)/2 ~ N2 (Metcalfe).  (Exemplo: email) 3. Muitos ­ Muitos + formação de grupos, C =  2N  (Reed). Exemplo: Email + quot;Reply­allquot; Valor de redes grandes e interoperabilidade    
  25. 25. Tecnologias de Rede e Mídia Disseminação, formação de grupos e consumidores e comunicação entre  pares. As tecnologias antigas só fazem uma coisa. As redes modernas conseguem combinar  disseminação de informação, comunicação  entre pares e criar ambientes colaborativas     
  26. 26. A internet Anos 70: Dar nomes a servidores  quot;Comutação de pacotesquot;: identificar  servidores com IP (143.107.250.69 =  stoa.usp.br) e definir um protocolo  abstraindo o caminho entre dois  servidores. Arquitetura distribuída, robusta,  plataforma neutra e aberta → email,  IM, VOIP, HTTP, Bittorrent, etc. etc.    
  27. 27. A Web Anos 90: Dar nomes a documentos Identificar documentos com URL  (http://stoa.usp.br/ewout/weblog/) e  definir um protocolo de conexão Arquitetura distribuída, plataforma  neutra e aberta Resultado: a Web. Acesso à  informação sem precedentes.  Compartilhamento, Comunicação,  Colaboração.    
  28. 28. A lição Dar nomes a entidades importantes  ( arquitetura “end to end” ou  e fazer dutos de comunicação  ponta a ponta ) quot;burrosquot; entre elas. Depois: não  controlar mais como serão usados  estes dutos. Deixar inovação acontecer (na  beirada da rede).    
  29. 29. A web Social Identificar pessoas (com URLs) e  fazer ligações entre elas. Perfil  online, identidade digital. Por enquanto inovação feito por  empresas: Arquitetura centralizada,  plataformas fechadas, visando lucro. Facebook, Orkut, Myspace etc. Precisamos decentralizar, “federar”,  usar padrões abertos    
  30. 30. A web Social Como usar estas tecnologias e construir  plataformas distribuídas, neutras e  abertas? Como usar estas plataformas em  contexto educacional? Como aplicar as  lições da Web na Educação?    
  31. 31. A web Social Como usar estas tecnologias e construir  plataformas distribuídas, neutras e  abertas? Como usar estas plataformas em  contexto educacional? Como aplicar as  lições da Web para Gestão de  Conhecimento?    
  32. 32. Parte 3: A Rede Social Acadêmica Stoa 1.  Compartilhar produção acadêmica  na Web 2.  Importância de URLs, gestão  pessoal de identidade na Web 3.  Intermediação entre internet e  serviços de fora e dentro da  instituição 4.  Desenvolvimento ágil de serviços  Web 5.  Plataforma    
  33. 33. Stoa: Ambiente de aprendizagem Aprendizagem é processo social  (além de cognitivo) Espaço informal virtual Complementar a um sistema de  gerenciamento de cursos (sala  de aula virtual) Complementar a um sistema de  gerenciamento de conteúdo Espaços públicos para  discussão, além de sala de aula    
  34. 34. Stoa: espaço de arquivos O jeito mais  simples de colocar  recursos na Web.  Uma vez que um  recurso tem um  URL, toda força da  Web entre em  jogo.    
  35. 35. Stoa: blog Notem que cada  usuário pode  personalizar o seu  espaço    
  36. 36. Stoa: perfil Dar URLs a pessoas. http://stoa.usp.br/ewout    
  37. 37. Stoa: comunidades Formação de  grupos em volta  de um interesse  em comum    
  38. 38. Stoa: Wiki E, em breve,  Moodle (ambiente  de aprendizagem  virtual)     
  39. 39. Stoa - Cadastros   Após 1,5 ano em fase de testes e desenvolvimento, temos 5000 usuários, 60% tem ícone, 35% preencheu perfil. 3000 posts, 5500 comentários Acessos: 3000-5000 visitantes / dia    
  40. 40. Stoa - Posts   Após 1,5 ano em fase de testes e desenvolvimento, temos 5000 usuários, 60% tem ícone, 35% preencheu perfil. 3000 posts, 5500 comentários Acessos: 3000-5000 visitantes / dia    
  41. 41. Stoa - Usuários      
  42. 42. Stoa - Usuários Distribuições largas e desiquais; não existem ”usuários típicos”    
  43. 43. Stoa - Usuários Distribuições largas e desiquais; não existem ”usuários típicos”      
  44. 44. Stoa – Plataforma Plataforma de pesquisa (Alexandre Hannud Abdo)    
  45. 45. Stoa – Plataforma Não precisa pedir  permissão para  acrescentar  funcionalidade: Não conhecíamos a  pessoa que fez este  tema para o seu perfil    
  46. 46. Algo está errado na Internet    
  47. 47. Stoa: moderação? Como evitar “conferir valor ao que não o tem” e “mau uso  da reputação da USP” Grau de moderação: o que é tolerável no espectro de  pornografia de criança (intolerável para todos) até a  segunda Lei da termodinâmica (aceitável para todos)? Tipo de moderação: central (administradores do Stoa)  ou distribuida (sistema de votação tipo Digg/Reddit) Onde um sistema institucional deve se posicionar?     
  48. 48. comunidade vs plataforma centralizado vs distribuido plataforma A Web. Moderação feito somente pela polícia, interpol, etc Wordpress.com, blogspot.com etc., plataformas de blogs.  Knol: “wikipedia” do google, mas sem comunidade, com comentários. quot;hate  speech', etc. Proibido Arxiv. Repositório de artigos científicos. Moderaçao “na entrada” por exigir uma  afiliação acadêmica. comunidade Wikipedia.  moderação forte, distribuida (pela comunidade) Jornais, Revistas, Encyclopedia Britannica: moderação forte centralizado Onde um sistema institucional deve se posicionar?     
  49. 49. Stoa suas idéias em rede Para mais informações: http://stoa.usp.br/ CEPA – Instituto de Física – USP Contato ewout@usp.br e suporte@stoa.usp.br Desenvolvimento e Suporte: Renato Mendes Coutinho Everton Zanella Alvarenga Ewout ter Haar (Coord.) Luiz Fernando da Silva Armesto  Edgar Zanella Alvarenga Fernando Henrique    
  50. 50. Atribuição Web 2.0: http://www.youtube.com/watch?v=NJsacDCsiPg (http://futuro.usp.br/) Don Quixote: http://flickr.com/photos/mkuhn/92253895 Gimme that Camara: http://flickr.com/photos/robotography/2109413465/ Book Stack: http://flickr.com/photos/stacyanderson/389859040/ PageRank: http://en.wikipedia.org/wiki/PageRank Escrivão: http://flickr.com/photos/wallyg/2616652273/ Trampolina: http://flickr.com/photos/laurenmanning/1850210315/ Telefone: http://flickr.com/photos/mjm/109012753/ Televisão: http://flickr.com/photos/thomashobbs/96375756/ Cinema: http://flickr.com/photos/biblarte/2687945299/ Brincando: http://flickr.com/photos/soylentgreen23/ Internet Errado: http://xkcd.com/386/ Internet cachorro: Peter Steiner e  http://www.unc.edu/depts/jomc/academics/dri/idog.html    

×