WEB 2.0

914 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
914
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

WEB 2.0

  1. 1. WEB 2.0 Claudia Garcia e Joana Soares, Psicopedagogas Clínicas Porto, 12 de Maio de 2009
  2. 2. WEB 1.0 NOT WEB 2.0  1.ª geração de internet comercial  Trunfo – quantidade de informação  Conteúdo pouco interactivo  Mais um espaço de leitura  Usuário era um mero espectador, não tinha autorização para mudar o conteúdo  Já existiam hiperlinks  Aplicativos fechados
  3. 3. WEB 2.0 + DEFINIÇÃO  Foi criado em 2004 pela empresa O’Reilly Media para designar uma segunda geração de comunidades e serviços, tendo como conceito a “web como plataforma”.  O termo refere-se à uma mudança na forma como é encarada por usuários e desenvolvedores.  Tratou-se de que as empresas que conseguiram se manter através da crise da Internet possuíam características comuns entre si.
  4. 4. WEB 2.0 – O’REILLY ? Não trate o Abra os seus dados software como e serviços para que um artefacto sejam reutilizados por outros. Pense em aplicativos que estão no espaço entre o cliente e servidor Apls abertas e protocolos vencem, mas Vantagem nos isso não dados significa que a ideia de vantagem competitiva não aconteça
  5. 5. WEB 2.0 “PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS” Simplicidade Edição do usuário / Compartilhar participação Disponibilidade rápida Publicar Opinião franca Comunidade
  6. 6. WEB 2.0 + TECNOLOGIA • RDF HTML HTTP CSS • XML JavaScript • DOM
  7. 7. WEB 2.0 (DISTRIBUIÇÃO) RSS BLOG WIKI API AJAX Filtros sociais
  8. 8. WEB 2.0 AND MODELO Simplicidade Usabilidade Participação Descontralização Self-Service
  9. 9. WEB 2.0 (FILOSOFIA) Transparência Honestidade Confiança Reputação
  10. 10. USUÁRIOS A PRODUZIR CONTEÚDO  Cada individuo pode produzir conteúdo, alterando ou não o serviço, com facilidade, ou seja, cada usuário consome conteúdo também realizado por outros.  Quantas mais pessoas utilizarem melhor é o serviço  Usuários produzem e consomem conteúdo entre si, numa verdadeira comunidade, com isso, a qualidade do serviço aumenta.
  11. 11. CONTEÚDO + ACESSÍVEL  É acessível o conteúdo não só através do site do serviço, mas pode ser integrado a aplicações externas.  Poder para que os programas sejam autónomos, ou seja, criar aplicações personalizados e únicos.
  12. 12. WEB 2.0 (MASHUP)  Aplicação que combina conteúdo mais do que de uma fonte numa experiencia integrada
  13. 13. WEB 2.0 “ INFORMAÇÃO”  Os dados deixam de ser indexados segundo categorias e sub-categorias. - Tacxonomia, como a estrutura de pastas do computador e passam a receber relacionamentos directos com palavras-chave. - Folksonomia ou Tagsonomia, como faz o cérebro humano.
  14. 14. APLICAÇÕES ( WEB 2.0)  Thinkfree Office (http://www.thinkfree.com/) – alternativa completa, gratuita e on-line para edição de textos, planilhas de cálculo e apresentações; com 1 GB de armazenamento gratuito, é só fazer o cadastro no site para sair usando;  Backpackit (http://www.backpackit.com/) – site onde o usuário pode organizar qualquer coisa; além de ser um exemplo de como a web 2.0 funciona, o site tem agenda, bloco de notas, contacto de amigos, espaço para upload e muitas outras funções; tem um plano gratuito e outro pago, com mais opções;  Basecamp (http://www.basecamphq.com/) – da mesma empresa do site anterior, é um organizador de projectos baseado no mesmo conceito do Backpackit; cria uma página com uma lista de tarefas, documentos para compartilhar e muitas outras opções;
  15. 15. APLICAÇÕES ( WEB 2.0)  Basecamp (http://www.basecamphq.com/) – da mesma empresa do site anterior, é um organizador de projectos baseado no mesmo conceito do Backpackit; cria uma página com uma lista de tarefas, documentos para compartilhar e muitas outras opções;  Snipshot (http://snipshot.com/) – editor de imagens on-line, permite girar a foto, redimensionar e converter formatos, além de possibilitar o ajuste de cores, contraste e muito mais;  Media Convert (http://media-convert.com/) – converte quase todos tipos de arquivo: áudio, vídeo, texto, imagem, toques de telemóvel…; o site aceita centenas de formatos diferentes;  Meebo (http://wwwm.meebo.com/) – site para utilizar mensageiros instantâneos on-line; compatível com AIM, Yahoo Messenger, ICQ, Google Talk e MSN, é só colocar seu usuário e senha e o site loga e puxa a lista de usuários automaticamente;
  16. 16. APLICAÇÕES ( WEB 2.0)  Google Analytics (http://www.google.com/analytics/) – ferramenta que o Google disponibiliza para manter estatísticas do seu site; depois de fazer o registro no site, é só colocar um código no HTML da sua página e monitorar tudo pelo Analytics;  Mailinator (http://www.mailinator.com/) – muitos serviços on-line exigem que um cadastro seja feito e que um e-mail seja dado para verificação, entretanto, ficar distribuindo sua conta de e-mail por aí é uma forma de rapidamente encher sua caixa de vírus e spam; o Mailinator cria contas temporárias, sem senha, somente para o cadastro em sites, facilitando todo o processo;  43 things (http://br.43things.com/) – o princípio de 43 é fazer uma lista de todas as coisas que você quer fazer; no site, o usuário coloca os seus objectivos e pode conferir se outras pessoas tem o mesmo;  Traineo (http://www.traineo.com/) – para os fãs de exercícios, o Traineo é o site certo; a página permite que seja feito um cadastro de todas as actividades físicas feitas no dia e depois faz uma análise e gráficos com os dados.
  17. 17. WEB 3.0 – O FUTURO  Conjunto de tecnologias com formas mais eficientes  É possível analisar muito mais informações com menos trabalho e resultados mais precisos.
  18. 18. WEB 3.0 – O FUTURO O movimento da Web 3.0 pode consolidar como principais características:  Transparência;  Autenticidade;  Navegabilidade;  Velocidade da Informação  Inovação;
  19. 19. WEB 3.0 – O FUTURO Estão em evidência alguns estudos e metodologias, como: Behaviour Targeting (Segmentação Comportamental);  Reputação Digital;  Identidade Digital;  Infotopia (Como as mentes produzem conhecimento);  Web Semântica;  Web em celulares;  Marketing de influência social;  Web Mobile.

×