Revolução verde, transgênico e agronegócio

11.375 visualizações

Publicada em

1 comentário
17 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.375
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.020
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução verde, transgênico e agronegócio

  1. 1. Revolução verde, transgênico e agronegócio geocontexto.blogspot.com
  2. 2. REVOLUÇÃO VERDEA mais importante inovação trazida pelarevolução verde foram as sementeshíbridas de cereaisHouve um aumento de produção, mas, apósalguns anos, verificou-se que a RevoluçãoVerde não contribuiu para erradicar afome
  3. 3. Nos países subdesenvolvidos somente os grandesagricultores tiveram acesso ao “pacote tecnológico”,que aumentou a produção, diminuiu o preço a valoresimpraticáveis aos pequenos agricultoresMuitos pequenos agricultores abandonaram ouvenderam suas pequenas propriedades
  4. 4. OS TRANSGÊNICOSSão inseridos genes de outros organismos vivos no DNA dosvegetais, criando os transgênicos A partir disso é possível alterar o tamanho das plantas, promover o retardo de deterioração após a colheita, torná-la mais resistentes a pragas e mais adaptadas a diferenças dos solos e climas
  5. 5. Críticas aos transgênicos Os efeitos na saúde humana Criadas por grandes corporações, como a norte-americana Monsanto, que patenteia mudas e sementes, que permitem o seu uso mediante pagamento de royalties Dependência tecnológica dos países ricos Pode matar populações benéficas (abelhas, minhocas...)Pontos positivos Aumento da produção de alimentos Menor custo de produção Melhoria do conteúdo nutricional
  6. 6. Lavouras Custo anual por Uso anual de hectare pesticidas por hectare Soja transgênica 42 dólares 1 kg Soja convencional 87 dólares 1,5 kg Algodão transgênico 47 dólares 2 kg Algodão convencional 55 dólares 2,5 kgEUA: melão, soja, tomate, algodão,batata, canola, milhoUE: tomate, canola, soja, algodãoARGENTINA: soja, milho, algodãoBRASIL: soja, milho, algodão
  7. 7. AGRICULTURAORGÂNICA Preservar a biodiversidade, as atividades biológicas do solo Enfatiza o uso práticas naturais de manejo Exclui a adoção de substâncias químicas, ou de outros materiais sintéticos Preocupados com a saúde
  8. 8. Práticas da agricultura orgânica• Proteção da fertilidade dos solos a longo prazo, estimulando sua atividade biológica• Intervenção mecanizada cautelosa• Fornecimento de nutrientes ao solo em sua forma natural, não obtidos por processos químicos• Rotação de culturas, adubação orgânica• Processamento limpo e controlado• Extrativismo sustentávelCerca de 75% da produção nacional deorgânicos é exportada, principalmentepara a Europa, Estados Unidos e Japão.
  9. 9. POLÍTICA AGRÍCOLAE MERCADO MUNDIALOs EUA defendem publicamente aredução do protecionismo e dossubsídios, mas, não agem nessa direçãoem relação aos setores agrícolas, UE eJapão defendem uma política agrícolafortemente subsidiada e o protecionismode seus mercados
  10. 10. Segundo a TheEconomistPara cada dólar ganho, um fazendeiroamericano recebe cinquenta centavos a maisem subsídios do governo sobre o valor real doque foi produzido, um japonês recebe doisdólares a mais e um suiço, quatro dólares Recursos destinados UE 400 bilhões de dólares a subsidiar as atividades agrícolas: EUA 100 bilhões de dólares
  11. 11. Os países subdesenvolvidos são os maisprejudicados por esse apoio aos produtoresAlém disso, os países desenvolvidos protegem osprodutos locais, adotando elevada tarifação aosprodutos agrícolas importados

×