2 sequência..

1.865 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.865
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
330
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 sequência..

  1. 1. PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES FOMADORES SEQUÊNCIA DIDÁTICAÁREAS: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas TecnologiasCOMPONENTES CURRICULARES: História, Matemática, Língua PortuguesaANO: 3º Ano EM UNIDADE: ITEMPO (50 minutos cada aula): 8 aulas (História); 4 aulas (Matemática), 8 aulas (Língua Portuguesa)EIXOS:História: Temporalidade histórica e processos históricos Cultura e memória Trabalho e relações de produçãoMatemática: Estatística, probabilidade e combinatóriaLíngua Portuguesa: Produção e compreensão de textos orais Leitura e compreensão de textos Produção de textos escritos Análise lingüística e reflexão sobre a língua Literatura DESCRITORES OBJETIVOS SAEPE CONTEÚDOS LÍNGUA MATEMÁTICA PORTUGUESA HISTÓRIAConceitos de moderno, modernidade, modernização Compreender os conceitos de modernização, D6, D7, D8, D9, D11, D1, D3, D12, D34e modernismo no final do século XIX e início do modernidade, moderno e modernismo, no final do D12, D14, D16, D19,século XX século XIX e início do século XX D22, D27 Estabelecer relações entre o processo deRelação entre ciência e indústria e o uso das novas industrialização e as ciências, e o surgimento de novastecnologias tecnologias no início do Séc. XX. Caracterizar o surgimento da classe operária brasileiraCaracterização da indústria
  2. 2. MATEMÁTICAEstatística: representação de dados estatísticos Representar estatisticamente o desenvolvimento da D6, D7, D9, D11, D16, D33 e D34 industrialização D12, D13, D26 LÍNGUA PORTUGUESAIdentificação da intencionalidade comunicativa no Identificar marcas linguístico-textuais da D6, D7, D8, D9, D10,gênero textual júri simulado intencionalidade comunicativa no gênero textual júri D12, D13, D14, D16,Leitura e compreensão de resenha crítica simulado D17, D18, D19, D22, Reconhecer elementos pragmáticos e estratégias D24, D25, D26, D27 textualizadoras no gênero textual resenha crítica ....................Produção de texto argumentativo: resenha crítica Retextualizar uma produção escrita a partir de outroA linguagem e o desenvolvimento do senso crítico texto tomado como baseA literatura e a construção da modernidade e do Identificar conectores de articulação lógica emoderno cronológica Perceber a influência da modernidade e do moderno na constituição estético-literáriaRECURSOS DIDÁTICOS: HISTÓRIA MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESAFilme: Tempos Modernos (Charlie Chaplin) Livros textos: História e Matemática Textos literáriosPintura: Os Operários (Tarsila do Amaral) Revista HistóriaSlides Livros textos: História e LiteraturaGravuras Filme: Tempos Modernos (Charlie Chaplin)Data show Pintura: Os Operários (Tarsila do Amaral)Revista História Slides, GravurasLivros textos: História e Literatura Data show, VídeosMETODOLOGIA/ETAPAS: 1ª ETAPA 2ª ETAPA HISTÓRIALevantamento dos conhecimentos prévios dos estudantes sobre a ideia de Exibição do filme “Tempos Modernos”, de Charlie Chaplin, discussão etradicional e moderno comentários, focando o conceito de indústria e novas tecnologias (Após aLeitura imagética de uma pintura representando uma paisagem medieval e outra apresentação de trechos do filme, os alunos comentam e fazem um link com orepresentando uma paisagem do Séc. XIX (os alunos comparam as pinturas e conceito de moderno, refletindo sobre a importância das descobertasobservam a paisagem, as pessoas e suas vestimentas, o estilo da pintura); tecnológicas para a indústria);Discussão acerca do conceito de moderno e seus derivados a partir da leitura Análise do quadro “Os Operários”, de Tarsila do Amaral (os alunos analisam o
  3. 3. das imagens (após a apresentação de um primeiro conceito de moderno, os tema retratado a partir do quadro apresentado e fazem uma comparação com oestudantes apontam qual das pinturas se enquadra ao conceito); filme de Chaplin, observando principalmente o elemento trabalhador);Leitura de texto concernente à questão do moderno e seus derivados (em grupos Apresentação de slides pontuando o surgimento da indústria na transição dode estudo, os estudantes leem e discutem textos de História e Literatura sobre os Império para a República (exposição dialogada sobre cada um dos slidesconceitos de moderno e modernidade); apresentados, construindo coletivamente uma síntese do processo de industrialização brasileira)Socialização dos estudos das equipes, em plenária, seguida de consideraçõesgerais do professor (após a leitura do texto, debate-se sobre o conceito de Estudo dirigido e discussão do texto “O Desenvolvimento Tecnológico” (emmoderno e seus derivados, trazendo alguns exemplos de modernização, dois grupos, os educandos leem, analisam e discutem o texto)principalmente no que concerne à industrialização); Debate sobre o processo de industrialização, através de júri simuladoProdução de sínteses a partir dos estudos dos textos (os alunos constroem eapresentam uma síntese, em forma de texto, desenho, colagem, etc.). MATEMÁTICAColeta de dados sobre o desenvolvimento da industrialização (com os textos Construção de tabelas e gráficos (a partir dos dados coletados nos textostrabalhados em História, os estudantes coletam os dados necessários à estudados em História e divididos em grupos, os estudantes constroem tabelas econstrução de tabelas e gráficos) gráficos sobre: tipos de produtos industrializados, mercado de trabalho, desenvolvimento da indústria nacional e internacional) LÍNGUA PORTUGUESAProjeção de vídeos sobre como falar em público e simulações de júri (após a Estudo do gênero textual resenha crítica (através de exposição de resenhasexibição dos vídeos, os estudantes identificam e analisam marcas linguísttco- criticas, destacam-se os elementos constitutivos desse gênero)textuais presentes que caracterizem a intencionalidade comunicativa) Construção de resenhas críticas (a partir dos textos base, estudados em história, os estudantes, em grupos, construirão resenhas críticas) Socialização e análise das resenhas críticas (os estudantes socializam as resenhas críticas construídas em pequenos grupos, analisando-as e identificando conectores de articulação lógica e cronológica) Leitura e análise de textos literários pré-modernistas (após a leitura e análise desses textos, os educandos perceberão a influência da modernidade e do moderno na constituição estético-literária)AVALIAÇÃO: HISTÓRIA MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESA
  4. 4. Avaliar a apreensão e compreensão dos estudos Avaliar a capacidade de transformar informações de Avaliar a capacidade de:realizados através de registros orais e escritos, fatos históricos em linguagem matemática, através de produção oral de texto argumentativo no gêneroobservando: tabelas e gráficos. júri simulado; produção escrita no gênero resenha crítica;A compreensão do conceito de moderno e seus análise de mudanças estilísticas no texto literárioderivados; evidenciadas no pré-modernismoA apreensão do processo de industrialização e seudesenvolvimento no Brasil.REFERÊNCIAS: HISTÓRIA MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESACAMPOS, Flávio de & MIRANDA, Renan Garcia (2006). CAMPOS, Flávio de & MIRANDA, Renan Garcia CEREJA, W. Roberto e MAGALHÃES, T.A Escrita da História. São Paulo: Escala Educacional. (2006). A Escrita da História. São Paulo, Ed. Cochar. Português: linguagens. v. 3: ensino Escala Educacional. médio, 5 ed. São Paulo: Atual, 2005, pp. 10-11;GIDDENS, Anthony (1993). As Consequências da 118-122; 198-201; 246-252Modernidade. São Paulo: UNESP. SMOLE, Kátia C. Stocco & DINIZ, Mª. Ignez (2003). Matemática – Ensino Médio. RIBEIRO FILHO, Frederico. Vídeos para usoREVISTA HISTÓRIA VIVA. O nascimento de uma em T&D. Belo Horizonte, 1999. Disponível emMetrópole. Editora Duetto - edição 47 – Setembro, 2007. BONJORNO, José Roberto (2002). Matemática HTTP://www.lendo.org/como-fazer-uma- Fundamental – Nova Abordagem. resenha/FILME TEMPOS MODERNOS (87 min). Charles Chaplin. Caruaru, março 2010

×