CURSO LINUX EDUCACIONAL E SUAS APLICAÇÕES EDUCACIONAIS Núcleo de Tecnologia Educacional NTE-Taguatinga Projeto Educacional...
ARTE SEQÜENCIAL ALIADA À INFORMÁTICA Clayton Mateus de Sousa Luiz Henrique Medeiros
OBJETIVO PRINCIPAL <ul><li>Promover a apropriação consciente e sensível dos conhecimentos e modos de produção, apreciação,...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Familiarizar o aluno a trabalhar com editores de texto e apresentadores de slides. </li></ul...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Produzir Fanzine com temas variados utilizando o programa HagáQuê. </li></ul><ul><li>Publica...
CONTEÚDOS CURRICULARES E DISCIPLINAS ENVOLVIDAS <ul><li>Artes: Técnicas de desenho (manual e no computador), Sistemas de r...
CONTEÚDOS CURRICULARES E DISCIPLINAS ENVOLVIDAS <ul><li>Ciências (Biologia, Física,Química e Matemática): Meio ambiente, D...
DINÂMICA DA ATIVIDADE <ul><li>1 ª   Etapa – Diagnóstico: Levantamento dos alunos que possuem o hábito de l er e colecionar...
DINÂMICA DA ATIVIDADE <ul><li>4 ª  Etapa – Criação de tirinhas: Ilustração manual e no computador dos roteiros criados pel...
TEMPO TOTAL DE REALIZAÇÃO DO PROJETO <ul><li>Projeto para ser implementado durante o ano letivo de 2009. </li></ul><ul><li...
MATERIAL E SUPORTE NECESSÁRIO <ul><li>Laboratório de Informática com acesso a Internet </li></ul><ul><li>Projetor de Image...
FONTES DE PESQUISA <ul><li>ACEVEDO, Juan.  Como fazer Histórias em Quadrinhos.  São Paulo: Global, 1990. </li></ul><ul><li...
FONTES DE PESQUISA <ul><li>_____.  A explosão criativa dos quadrinhos.  5ª ed. Petrópolis: Vozes, 1977. </li></ul><ul><li>...
FONTES DE PESQUISA <ul><li>GOTLIEB, Liana.  Mafalda vai à escola: a comunicação dialógica de Buber e Moreno na Educação, n...
FONTES DE PESQUISA <ul><li>______.  Reinvinting Comics.  Nova Iorque: Paradox Press, 2000. </li></ul><ul><li>MOYA, Álvaro ...
FORMAS DE AVALIAÇÃO <ul><li>Os mesmos critérios utilizados nas demais disciplinas: trabalhos e provas. </li></ul><ul><li>T...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho Final Projeto

2.391 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Trabalho Final Projeto

    1. 1. CURSO LINUX EDUCACIONAL E SUAS APLICAÇÕES EDUCACIONAIS Núcleo de Tecnologia Educacional NTE-Taguatinga Projeto Educacional Atividade Final
    2. 2. ARTE SEQÜENCIAL ALIADA À INFORMÁTICA Clayton Mateus de Sousa Luiz Henrique Medeiros
    3. 3. OBJETIVO PRINCIPAL <ul><li>Promover a apropriação consciente e sensível dos conhecimentos e modos de produção, apreciação, contextualização e dos sentidos e significados da linguagem da arte seqüencial aliando-a a tecnologia educacional através do uso de conceitos básicos da informática. </li></ul>
    4. 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Familiarizar o aluno a trabalhar com editores de texto e apresentadores de slides. </li></ul><ul><li>Orientar o aluno a como proceder na utilização de sites de busca na internet. </li></ul><ul><li>Caracterizar os elementos que constituem as HQs. </li></ul><ul><li>Estudar os principais quadrinistas de todos os tempos (nacionais e internacionais). </li></ul><ul><li>Confeccionar HQs utilizando programas disponíveis on-line na internet (ToonDoo, etc...) </li></ul>
    5. 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS <ul><li>Produzir Fanzine com temas variados utilizando o programa HagáQuê. </li></ul><ul><li>Publicar as HQs produzidas na internet utilizando ferramentas da WEB 2.0 (Docstoc, Slideshare, etc...). </li></ul><ul><li>Despertar o hábito da leitura utilizando as HQs como ferramenta. </li></ul>
    6. 6. CONTEÚDOS CURRICULARES E DISCIPLINAS ENVOLVIDAS <ul><li>Artes: Técnicas de desenho (manual e no computador), Sistemas de representação estéticos (Arte Seqüencial, Fanzines, Cartuns, Charges, etc...), Forma e conteúdo nas HQs. </li></ul><ul><li>Língua Portuguesa: Relação de sentido das palavras na leitura e produção de HQs, Conotação e denotação, Gênero literário, Figuras de linguagem, Linguagem não-verbal. </li></ul><ul><li>Informática: Noções básicas de editores de texto e apresentadores de slides, Editoração de Imagens, Noções básicas de internet, Ferramentas de produção de HQs, WEB 2.0 e suas ferramentas. </li></ul>
    7. 7. CONTEÚDOS CURRICULARES E DISCIPLINAS ENVOLVIDAS <ul><li>Ciências (Biologia, Física,Química e Matemática): Meio ambiente, DST/AIDS, Transgênicos, Biopirataria, História da Matemática Recursos energéticos renováveis e não-renováveis. </li></ul><ul><li>Humanas (Filosofia, História, Geografia e Sociologia): Caracterização de períodos históricos, Cultura popular, Fatos políticos, Características de países e cidades. </li></ul><ul><li>Parte Diversificada: Caracterização e classificação das HQs, Narrativa das HQs, Biografia de quadrinistas nacionais e internacionais de destaque, Conceito e diferenciação de Mangás e Hentai, Histórico da produção de HQs. </li></ul>
    8. 8. DINÂMICA DA ATIVIDADE <ul><li>1 ª Etapa – Diagnóstico: Levantamento dos alunos que possuem o hábito de l er e colecionar HQs, quais revistas são mais lidas e, em seguida, verificar a habilidade dos mesmos em desenho manual e no computador. </li></ul><ul><li>2 ª Etapa – Estudo teórico da narrativa e técnicas das HQs: Aulas interativas e pesquisa na internet sobre vários temas relacionados as HQs. </li></ul><ul><li>3 ª Etapa – Criação de roteiros: Produção de textos/histórias nos editores de texto que, mais tarde, serão ilustradas. </li></ul>
    9. 9. DINÂMICA DA ATIVIDADE <ul><li>4 ª Etapa – Criação de tirinhas: Ilustração manual e no computador dos roteiros criados pelos alunos . </li></ul><ul><li>5 ª Etapa – Criação de Fanzines: Produção de revistas. </li></ul><ul><li>6 ª Etapa – Publicação das HQs produzidas: Postagem das HQs produzidas na internet. </li></ul>
    10. 10. TEMPO TOTAL DE REALIZAÇÃO DO PROJETO <ul><li>Projeto para ser implementado durante o ano letivo de 2009. </li></ul><ul><li>Será desenvolvido na disciplina Parte Diversificada I com 2 (duas) aulas semanais. </li></ul><ul><li>Serão utilizado os 4 (quatro) bimestres para o desenvolvimento do projeto. </li></ul>
    11. 11. MATERIAL E SUPORTE NECESSÁRIO <ul><li>Laboratório de Informática com acesso a Internet </li></ul><ul><li>Projetor de Imagem (Datashow) </li></ul><ul><li>Livros sobre a história das HQs </li></ul><ul><li>Revista em quadrinho variadas </li></ul><ul><li>Caderno de desenho </li></ul><ul><li>Material para desenho (lápiz, lápis de cor, giz de cera) </li></ul><ul><li>Softwares: Hagáquê, Sistema Operacional Linux e seus aplicativos, Sistema Operacional Windows e seus aplicativos. </li></ul>
    12. 12. FONTES DE PESQUISA <ul><li>ACEVEDO, Juan. Como fazer Histórias em Quadrinhos. São Paulo: Global, 1990. </li></ul><ul><li>BARTHES, Roland et alii. Análise estrutural da narrativa. 3ª ed. Petrópolis: Vozes, s.d. </li></ul><ul><li>BIBE LUYTEN, Sonia M. O que é História em Quadrinhos. São Paulo: Brasiliense (Coleção Primeiros Passos, 144), 1985. </li></ul><ul><li>____. (org.). Histórias em Quadrinhos – leitura crítica. São Paulo: UCBC/Paulinas, 1984. </li></ul><ul><li>CAGNIN, Antonio Luiz. Os quadrinhos. São Paulo: Ática (Ensaios, 10), 1975. </li></ul><ul><li>CIRNE, Moacy. Para ler os quadrinhos – da narrativa cinematográfica à narrativa quadrinhográfica . 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 1975. </li></ul>
    13. 13. FONTES DE PESQUISA <ul><li>_____. A explosão criativa dos quadrinhos. 5ª ed. Petrópolis: Vozes, 1977. </li></ul><ul><li>CITELLI, Adilson (coord.). Aprender e ensinar com textos não escolares. São Paulo: Cortez Editora (Aprender e ensinar com textos, volume 3), 1997. </li></ul><ul><li>CONTI, Manoel Carlos E. e YAMAGISHI, Marcos Takashi. Aprenda a fazer História em Quadrinhos. São Paulo: ABRA, 1992. </li></ul><ul><li>ECO, Umberto. Apocalípticos e Integrados. São Paulo: Perspectiva (Debates, 19), 1979. </li></ul><ul><li>EISNER, Will. Quadrinhos e Arte Seqüencial. São Paulo: Martins Fontes, 1989. </li></ul><ul><li>_______. Graphic storytelling & visual narrative. Flórida: Poorhouse Press, 1996. </li></ul><ul><li>GANCHO, Cândida Vilares. Como analisar narrativas. São Paulo: Ática (Série Princípios, 207), 1991. </li></ul>
    14. 14. FONTES DE PESQUISA <ul><li>GOTLIEB, Liana. Mafalda vai à escola: a comunicação dialógica de Buber e Moreno na Educação, nas tiras de Quino . São Paulo: Iglu/CCA-ECA-USP, 1996. </li></ul><ul><li>HELBO, André (org.) Semiologia da representação – teatro, televisão, histórias em quadrinhos . São Paulo: Cultrix, 1980. </li></ul><ul><li>MARTÍN, Antonio. História del comic español (1875-1939). Barcelona: Editorial Gustavo Gilli, 1978. </li></ul><ul><li>MICHEL, Pierre. La Bande Dessinée. Paris: Librairie Larousse, 1976. </li></ul><ul><li>McCLOUD, Scott. Desvendando os Quadrinhos. São Paulo: Makron Books, 1995. </li></ul>
    15. 15. FONTES DE PESQUISA <ul><li>______. Reinvinting Comics. Nova Iorque: Paradox Press, 2000. </li></ul><ul><li>MOYA, Álvaro de. Shazam! 3ª ed. São Paulo: Perspectiva (Debates, 26), 1977. </li></ul><ul><li>______. História da História em Quadrinhos. Porto Alegre, L&PM, 1986. </li></ul><ul><li>PROPP, Vladimir I. Morfologia do conto maravilhoso. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1984. </li></ul><ul><li>SANTOS, Roberto Elísio dos. Para reler os quadrinhos Disney – linguagem, evolução e análise de HQs . São Paulo: Paulinas, 2002. </li></ul><ul><li>Internet (sites de busca). </li></ul>
    16. 16. FORMAS DE AVALIAÇÃO <ul><li>Os mesmos critérios utilizados nas demais disciplinas: trabalhos e provas. </li></ul><ul><li>Trabalhos: produções dos alunos (roteiros, desenhos, tirinhas, pesquisas, HQs, fanzines, entre outros) </li></ul><ul><li>Provas: avaliação bimestral do conteúdo teórico visto ao longo do bimestre. </li></ul><ul><li>Exposição: ao final do ano letivo será realizada uma exposição dos trabalhos produzidos ao longo do ano letivo. </li></ul>

    ×