Gametogênese e Embriologia

464 visualizações

Publicada em

Material de apoio.: formação de gametas e inicio da formação do embrião

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
464
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gametogênese e Embriologia

  1. 1. Embriologia
  2. 2. Espermatozóide : célula haploide
  3. 3. Ovulogênese - óvulos
  4. 4. Óvulo
  5. 5. Fecundação : o encontro
  6. 6. 200 a 500 milhões de espermatozóides são lançados no interior do corpo feminino mas, somente algumas dezenas atingem o óvulo
  7. 7. Zigoto: os dois pró-nucleos unem-se no interior do óvulo que é muito maior que o espermatozóide
  8. 8. Clivagem : formação da mórula
  9. 9. Mórula : maciço celular
  10. 10. Blástula : os trofoblastos se afastam para a periferia , criando um espaço, a blastocele . (estrela do mar)
  11. 11. Gastrulação: formação dos folhetos embrionários
  12. 12. Neurulação: formação da placa neural, tubo neural e notocorda
  13. 13. Somitos: O primeiro par de somitos leva 21 dias para ser formado, posteriormente, cada 3 pares levam 24 horas para serem formados.
  14. 14. Embrião em 5ª e 8ª semanas
  15. 15. 9 semanas : já considerado feto
  16. 16. Anexos embrionários : Saco vitelino,âmnion, Córion e alantóide
  17. 17. Âmnion  O âmnio é uma estrutura que aparece ao final da primeira semana de gestação, e é caracterizada como uma bolsa localizada acima do disco embrionário, cujo assoalho é o ectoderme embrionário. Externamente, é revestido pela mesoderme extra-embrionária, e esta, forma um pedúnculo que conecta a bolsa amniótica ao córion, que passará a ser o cordão umbilical futuramente. Devido aos movimentos de flexão e dobras do disco embrionário, a bolsa amniótica é puxada, passando a envolver todo o embrião.
  18. 18. Saco vitelino  O teto do saco vitelínico origina-se da endoderme e forma o revestimento epitelial do tubo digestivo primitivo.  Nos mamíferos, este anexo possui pouca importância, pois a manutenção do embrião é feita pela placenta. No entanto, nos peixes, aves e répteis a nutrição do embrião depende das reservas acumuladas nesta estrutura.
  19. 19. Alantóide  É formado a partir de uma evaginação do teto do saco vitelínico, que se situa ventralmente após o dobramento caudal do embrião. Nos répteis e aves, esse anexo é muito desenvolvido, exercendo a função respiratória e de armazenamento de materiais excretados. Nos mamíferos, nos quais se desenvolve a placenta, essas funções são também exercidas por ela. A parte intra-embrionária deste anexo contribui para a formação do úraco e da bexiga; ligamento fibroso que serve de ligação entre o teto da bexiga e a região umbilical.
  20. 20. Placenta  A placenta é um órgão constituído tanto de tecidos materno quanto fetais (córion) que possuem a função de transportar nutrientes e oxigênio da circulação da mãe para o feto. Sendo assim, este anexo proporciona ao indivíduo em desenvolvimento a garantia de suas necessidades básicas, como: nutrição, respiração e eliminação de suas excretas.
  21. 21. Heart( coração) Liver(fígado) Eye( olho) Brain( cérrebro) Arm bud (broto braço) Leg bud ( broto perna) Tail bud ( broto cauda) Yolk sac (saco vitelino) 4ª semana

×