Gametogênese

8.670 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.670
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
259
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gametogênese

  1. 1. GametogêneseNaielly Rodrigues da Silva
  2. 2. Aparelho Reprodutor Masculino
  3. 3. Espermatogênese• Inicio: Espermatogônia (celula germinativa)Sofre mitose e meiose. Lembrando que a uma das celulas provenientes da mitose volta para o mesmo lugar, enquanto outra sofre uma sucessiva meiose e forma o espematócito 1.
  4. 4. • Espermatócito 1 – (caracteristica morfologica: é a maior célula encontrada dentro do tubulo seminífero) ele ainda é 2n.• Quando sofre a primeira divisão meiotica forma 2 espermatócitos secundários.• Na segunda divisão meiotica os espermatócitos se transformam em 4 espermátides.
  5. 5. • Espermiogênese:• Ocorre para que as espermatides se transformem em espermatozóides.• (a) formação do acrossomo• (b) condensação do núcleo• (c) formação do cabeça, peça intermediaria e cauda.• (d) eliminação de grande parte do citoplasma.
  6. 6. • Lembrando:• Célula de Sertoli: São células presentes nos túbulos seminíferos que tem a função de fazer a nutrição e a sustentação das células reprodutivas.• Célula de Leyding: São células presentes ENTRE os túbulos seminíferos e tem a função de produzir testosterona quando estimuladas pelo hormônio luteinizante (LH).
  7. 7. Aparelho Reprodutor Feminino
  8. 8. Ovulogênese• Maturação pré- natal:• Células germinativas primordiais Ovogônias As ovogônias sofrem uma série de divisões mitóticas e organizam-se rodeadas por células epiteliais achatadas (células foliculares)As ovogônias se diferenciam em ovócitos primários que entram em divisão meiótica que é interrompida na prófase 1.Um ovócito primário juntamente com as células epiteliais que o circundam é chamado de folículo primordial.
  9. 9. • Maturação pós-natal:• As células foliculares mudam de formato (ficam cubicas) e passam a formar um epitélio estratificado. O ovócito aumenta de tamanho.• Folículo primordial Folículo primário• As células da granulosa (foliculares) colocam-se sobre uma membrana basal que as separa das células do estroma. Assim, constituem a teca folicular.• As células da teca se organizam em teca externa e teca interna.
  10. 10. • As células da granulosa e do ovócito secretam uma camada de glicoproteínas na superfície do ovócito formando a zona pelúcida.• Com o avanço do desenvolvimento, surgem espaços cheios de fluido, que coalescem e forma o antro.• Foliculo primário Foliculo secundário CrescimentoFolículo terciário ou folículo de graaf
  11. 11. Folículo primordial Folículo TerciárioFolículo primário Folículo secundário
  12. 12. • Com o folículo maduro, ocorre a primeira fase da meiose formando um corpúsculo polar e o ovócito secundário.• Assim, o ovócito secundário é liberado para as tubas uterinas, levando consigo a zona pelúcida e algumas células foliculares (coroa radiata)• As células da granulosa que permaneceram no ovário se transformam em células luteínicas que formam o corpo lúteo e secretam progesterona.• Quando não ocorre a fecundação o corpo lúteo se degenera e forma uma massa de células denominada corpo albicans.

×