O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Questões Objetivas sobre Max Weber

3.875 visualizações

Publicada em

Questões Objetivas retiradas das Provas de Transferência Externa da UFU sobre o sociólogo Max Weber

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Questões Objetivas sobre Max Weber

  1. 1. QUESTÕES OBJETIVAS COMENTÁRIOS Os Clássicos da Sociologia – Max Weber
  2. 2. deseja-se conhecer a forma pela qual a ciê ncia conhece seu objeto. Em Max Weber, o método é: A) empírico, compreendido pela busca pela verdade efetiva das coisas. B) histórico-hipotético, uma vez que a descrição exata dos fenô menos históricos é impossível. C) compreensivo, o que implica a percepção do sentido que o autor atribuiu a sua conduta. D) dialético, o que exige a captura das contradições determinantes do devir. Prova de Transferência Externa da UFU (2014-2)
  3. 3. deseja-se conhecer a forma pela qual a ciê ncia conhece seu objeto. Em Max Weber, o método é: A) empírico, compreendido pela busca pela verdade efetiva das coisas. B) histórico-hipotético, uma vez que a descrição exata dos fenô menos históricos é impossível. C) compreensivo, o que implica a percepção do sentido que o autor atribuiu a sua conduta. D) dialético, o que exige a captura das contradições determinantes do devir. Prova de Transferência Externa da UFU (2014-2)
  4. 4. consciê ncia não do que é genérico, mas, muito pelo contrário, do que é específico a fenô menos culturais” (WEBER. A objetividade do conhecimento nas Ciê ncias Sociais, p. 116) ele A) delimita o escopo da sociologia, isto é, estabelece os fenô menos culturais como objetos exclusivos da ciê ncia da sociedade. B) admite lançar mão de um método compreensivo, que buscará explicações para condutas individuais, mas não coletivas. C) lança as bases para o início de um método de pesquisa rigoroso e objetivo, inaugurando o discurso da imparcialidade nas ciê ncias sociais. D) opõe-se ao método positivista, pois não se dispõe a descobrir as leis gerais que regem o funcionamento do tecido social. Prova de Transferência Externa da UFU (2014-1)
  5. 5. consciê ncia não do que é genérico, mas, muito pelo contrário, do que é específico a fenô menos culturais” (WEBER. A objetividade do conhecimento nas Ciê ncias Sociais, p. 116) ele A) delimita o escopo da sociologia, isto é, estabelece os fenô menos culturais como objetos exclusivos da ciê ncia da sociedade. B) admite lançar mão de um método compreensivo, que buscará explicações para condutas individuais, mas não coletivas. C) lança as bases para o início de um método de pesquisa rigoroso e objetivo, inaugurando o discurso da imparcialidade nas ciê ncias sociais. D) opõe-se ao método positivista, pois não se dispõe a descobrir as leis gerais que regem o funcionamento do tecido social. Prova de Transferência Externa da UFU (2014-1)
  6. 6. ser tomada como exemplo de conduta humana. Na perspectiva weberiana, é correto afirmar que a oração: A) Não constitui em ação social, uma vez que não está orientada na conduta de outros indivíduos. B) Pode ser identificada ao tipo ideal tradicional, assim como as demais condutas religiosas. C) Manteve-se imune ao processo de racionalizacão da vida social, tendência responsável pelo desencantamento do mundo. D) Impõe-se coercitivamente sobre o fiel, como obrigacão, independentemente de sua aceitação individual. Prova de Transferência Externa da UFU (2015-1)
  7. 7. ser tomada como exemplo de conduta humana. Na perspectiva weberiana, é correto afirmar que a oração: A) Não constitui em ação social, uma vez que não está orientada na conduta de outros indivíduos. B) Pode ser identificada ao tipo ideal tradicional, assim como as demais condutas religiosas. C) Manteve-se imune ao processo de racionalizacão da vida social, tendência responsável pelo desencantamento do mundo. D) Impõe-se coercitivamente sobre o fiel, como obrigacão, independentemente de sua aceitação individual. Prova de Transferência Externa da UFU (2015-1)
  8. 8. F, as falsas sobre a contribuição do sociólogo Max Weber para a Sociologia das organizações: ( ) A teoria weberiana distingue quatro tipos de ação: a tradicional, a emocional ou afetiva, a racional com relação a um valor e a racional com relação a um objetivo ( ) A consciência coletiva, de acordo com Weber, é um conjunto de crenças comuns à média dos membros de uma sociedade e que orienta a ação social. ( ) A Sociologia de Weber busca compreender o sentido que cada autor confere à própria conduta. A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a: A. V F V B. F F V C. V V F D. F V F
  9. 9. F, as falsas sobre a contribuição do sociólogo Max Weber para a Sociologia das organizações: ( ) A teoria weberiana distingue quatro tipos de ação: a tradicional, a emocional ou afetiva, a racional com relação a um valor e a racional com relação a um objetivo ( ) A consciência coletiva, de acordo com Weber, é um conjunto de crenças comuns à média dos membros de uma sociedade e que orienta a ação social. ( ) A Sociologia de Weber busca compreender o sentido que cada autor confere à própria conduta. A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a: A. V F V B. F F V C. V V F D. F V F
  10. 10. “Quanto maior a eficácia do processo de democratização, mais numerosos os domínios da vida em que a burocracia intervém. Esta tendê ncia, atualmente inelutável, Max Weber faz questão, em toda sua obra, de acentuar, não sem uma certa melancolia, pois ele enxergava os seus efeitos negativos sobre a personalidade.” RAMOS, Alberto Guerreiro. Revista do Serviço Público. Brasília 57 (2): 273, Abr/Jun., 2006.
  11. 11. tipos de dominação, caracterizados por Max Weber. Trata-se da: A) dominação tradicional, que se fundamenta na tradição e na crença da legitimidade do soberano, assinalado pela tradição para exercer o mandato. B) dominação racional-legal, que se baseia na legalidade definida por normas e estatutos jurídicos objetivos. C) dominação carismática, que é baseada na qualidade extraordinária, extracotidiana de uma personalidade, cujo carisma é uma força antitradicional e antirracional. D) dominação patrimonial, que é pré-burocrática e, por isto, incompatível com a economia, o direito e a política fiscais racionais. Prova de Transferência Externa da UFU (2013-1)
  12. 12. tipos de dominação, caracterizados por Max Weber. Trata-se da: A) dominação tradicional, que se fundamenta na tradição e na crença da legitimidade do soberano, assinalado pela tradição para exercer o mandato. B) dominação racional-legal, que se baseia na legalidade definida por normas e estatutos jurídicos objetivos. C) dominação carismática, que é baseada na qualidade extraordinária, extracotidiana de uma personalidade, cujo carisma é uma força antitradicional e antirracional. D) dominação patrimonial, que é pré-burocrática e, por isto, incompatível com a economia, o direito e a política fiscais racionais. Prova de Transferência Externa da UFU (2013-1)

×