Educafro teoria soc_ppt

1.934 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.934
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educafro teoria soc_ppt

  1. 1. As Teorias SociológicasÉ possível pensar no nosso mundo de hoje a partir de quem só o viu no passado?1. Augusto Comte (1798-1857) Positivista (Positivismo): Acreditar na superioridade da ciência e no seu poder de explicação dos fenômenos de maneira desprendida da religiosidade. Acredita que a ciência deve ser utilizada para organizar a ordem social.
  2. 2. Quando Comte pensava a Sociologia, era como sefosse uma “criança” sendo gestada, na qualcolocava toda sua crença de que poderia estudar eentender os problemas sociais que surgiam ereestabelecer a ordem social e o progresso dacivilização moderna. Ele queria que a Sociologiaestudasse de forma aprofundada os movimentosdas sociedades no passado para se entender opresente e, inclusive, para imaginar o futuro dasociedade. Percebeu? Olhando o passado para compreender o presente. Os do “andar de cima”, e não só eles, nos ajudarão a ver melhor o mundo que vivemos hoje.
  3. 3. Você já reparou no lema da nossa bandeira? Temalguma relação com o pensamento de Comte? OBrasil pode ser visto como uma sociedade queorienta-se pelo cumprimento da “Ordem e Progresso”inscritos na nossa bandeira? 2. Émile Durkheim (1858-1917)É a partir desse pensador que aSociologia ganha um formatomais “técnico”, sabendo o que ecomo ela iria buscar nasociedade. Com métodospróprios, a Sociologia deixou deser apenas uma idéia e ganhou“status” de ciência.
  4. 4. E uma das primeiras coisas que ele fez foi propor regras deobservação e de procedimentos de investigação quefizessem com que a Sociologia fosse capaz de estudar osacontecimentos sociais de maneira semelhante ao que faz aBiologia quando olha para uma célula, por exemplo. 2.1. Os Fatos SociaisAs características dos fatos sociais são:Coletivo ou geral – significa que ofenômeno é comum a todos os membrosde um grupo;Exterior ao indivíduo – ele aconteceindependente da vontade individual;Coercitivo – os indivíduos são“obrigados” a seguir o comportamentoestabelecido pelo grupo.
  5. 5. Exemplo: As pessoas pensam, em um dia, se casar. Então podemos dizer que o casamento é um fato coletivo ou geral, pois existe pela vontade da maioria de um grupo ou de uma sociedade. Isso significa que o fato socialMas ainda que “casamento” é exterior aoalguém não indivíduo. O que quer dizer quequeira se casar, a ele se constitui não comogrande maioria resultado das intençõesdas pessoas vai particulares dos indivíduos,continuar mas como resposta àsquerendo, não é necessidades ou influências do grupo, da comunidade ou damesmo? sociedade.
  6. 6. E quando alguém fica velho para casar? O que fazemos? O casamento também é coercitivo, pois nos vemos “obrigados” a fazer as mesmas coisas que fazem os demais membros do grupo ou da sociedade a que pertencemos. Para Durkheim Todo fato que reuna essas três características (generalização, exterioridade e coerção) é denominado social e pode ser estudado pela Sociologia.
  7. 7. Exercício:Em grupos apresente três fatos sociais a partir dascaracterísticas de Durkheim que possam ser estudadospela sociologia.O Suicídio: Fato SocialProblemas financeiros e de saúde aumentam suicídios noJapão23/07/2004 – 09h38 - data de publicação, Site Terra Notícias.Nove morrem em suicídio coletivo no JapãoO5/02/2005 – 08h24 – data de publicação, Site Terra Notícias..
  8. 8. Durkheim verificou que existem três categorias de suicídios:A)Suicídio Altruísta: ocorre quando um indivíduo valoriza asociedade mais do que a ele mesmo, ou seja, os laços que o unem àsociedade são muito fortes. Exemplos: 11 de setembro de 2001,atentado ao World Trade Center em Nova York. Kamikasesjaponeses durante a 2º Guerra Mundial (1939-1945). Filme: “OPatriota”, com Mel Gibson.B)Suicídio Egoísta: se alguém se desvinculasse das instituiçõessociais (família, igreja, escola, partido político, etc.) por conta própria,para viver de maneira livre, sem regras, qual seria o limite para essapessoa, uma vez que ninguém a controlaria? Mas caso tal pessoanão consiga realizar os seus desejos, a frustração poderia levá-la aum suicídio.C)Suicídio Anômico: este tipo pode acontecer quando as partes docorpo social deixam de funcionar e as normas ou laços que poderiam“abraçar”(solidarizar) os indivíduos perdem sua eficácia, deixando-osviver de forma desregrada ou em crise. Um exemplo disso podeser pensado quando, na nossa sociedade, uma família abandona ofilho, ou o idoso, ou o doente.
  9. 9. Qual seria a solução para o mundo moderno, segundo Durkheim?Já que ele compara a sociedade com um corpo, deve haver algonela que não está cumprindo sua função e gerando a patologia (aanomia, a doença).O corpo precisa de diagnóstico e remédio.Segundo ele, a Sociologia teria esse papel, ou seja, o de encontraras “partes” da sociedade que estão produzindo fatos sociaispatológicos e apontar para a solução do problema.
  10. 10. 3. Max Weber (1864-1920)Interpretação da Propôs começar pelosociedade partindo dos indivíduo que nela vive, oufatos sociais já melhor, pela verificação dasconsolidados e suas “intenções”, “motivações”,características externas “valores” e “expectativas” que orientam as ações do indivíduo na sociedade.
  11. 11. Weber desenvolve a Segundo Weber, nãoteoria da Sociologia haveria como garantirCompreensiva, ou que uma ação ouseja, uma teoria que fenômeno socialvai entender a ocorrerá sempre desociedade a partir da determinada forma,compreensão dos como resposta direta a‘motivos’ visados esta ou aquela causasubjetivamente pelas exclusiva, comoações dos indivíduos. defende os positivistas. Isto pois o ser humano tem algo chamado Subjetividade.
  12. 12. Por isso, o que a Sociologia poderia fazer, seriadesenvolver procedimentos de investigação quepermitissem verificar que conjunto de “motivações”,valores e expectativas compartilhadas, estariaorientando a ação dos indivíduos envolvidos nofenômeno que se quer compreender, como umaeleição, por exemplo.Seria possível sim, prever, com algum acerto, comoas pessoas votarão numa eleição, pesquisando sua“subjetividade”, ou seja, levantando qual é, naquelaocasião dada, o conjunto de valores, motivações,intenções e expectativas compartilhadas pelo grupode eleitores em foco, e que servirão para orientarsua escolha eleitoral.Esses pressupostos estão por detrás dasconhecidadas “pesquisas de intenção de voto”,bastante freqüentes em vésperas de eleições.
  13. 13. Segundo Weber, as pessoas podem atuar, em geral, mesclandoquatro tipos básicos de ação social. São eles:1) A ação racional com relação a fins. Ex.: Político2) A ação racional com relação a valores. Ex.: Madre Tereza3) A ação afetiva. Ex.: Uma Serenata4) A ação social tradicional. Ex.: Tomar ChimarrãoA idéia de Weber para se entender a sociedade é a seguinte:se quisermos compreender uma sociedade, uma comunidade, ouum grupo de pessoas, vamos ter que olhar os indivíduos que ascompõem e suas ações.
  14. 14. Exercício:Quais são as categorias de ação weberiana nos itensabaixos?1) Mandar flores, querer que a hora do trabalho passelogo, ficar escutando música com olhar perdido...2) Estudar muito, não paquerar ninguém, pesquisar sobrecursos universitários...3) Fazer o sinal da cruz antes de almoçar, rezar pelosfamiliares, ir à igreja todos os domingos...4) Jogar futebol com os amigos todas as quartas, lavar ocarro aos sábados, sentar-se na cabeceira da mesa nasrefeições...
  15. 15. Na crença dos calvinistas, oshomens já nasceriampredestinados à salvação ou aoinferno, embora não pudessemsaber, exatamente, seu destino Para relembrar... O Calvinismo tem sua origemparticular. nas idéias protestantes pregadas por João CalvinoAssim sendo, e para fugir da (1509-1564) que, a exemploacusação de pecadores e de Martinho Lutero (1483-desmerecedores do melhor 1546), fundador da Igrejadestino, dedicavam-se a glorificar Luterana, rompeu com os ensinamentos da IgrejaDeus por meio do trabalho e da Católica. Na intensa busca dobusca do sucesso na profissão. conhecimento bíblico, os calvinistas tornaram-se altamente moralistas (puritanos) e muito disciplinados. Também criam que os homens eram predestinados à salvação.
  16. 16. Para Weber, ser capitalista é sinônimo de ser disciplinado noque se faz. Seria da grande dedicação ao trabalho queresultaria o sucesso e o enriquecimento. Herança da éticaprotestante, válida também para os trabalhadores.Debate:Como Durkheim e Weber nos auxiliam a compreender osistema capitalista e o mundo moderno?
  17. 17. 4. Karl Marx (1818-1883) O alemão, filósofo e economista foi um dos responsáveis, se não o maior deles, em promover uma discussão crítica da sociedade capitalista que se consolidava, bem como da origem dos problemas sociais que este tipo de organização social originou.Para ele a história da toda a sociedade é:A História de luta de classes! BURGUESIA x PROLETARIADO
  18. 18. A burguesia foi tendo acesso, a partir da atividade comercial à posse dos meios de produção, enriqueceu e também passou a fazer parte daqueles que controlavam o aparelho estatal, o que acabou, por fim funcionando, principalmente como uma espécie de “escritório burguês”.Com esse acesso ao poder do aparelho estatal,a burguesia foicapaz de usar sua influência sobre ele para ir criando leis queprotegessem a propriedade privada (particular), condiçãoindispensável para sua sobrevivência, além de usar o Estadopara facilitar a difusão de sua ideologia de classe, isto é, os seusvalores de interpretação do mundo.
  19. 19. Enquanto isso, a classe assalariada (os proletários), sem osmeios de produção e em desvantagem na capacidade deinfluência política na sociedade, transforma-se em partefundamental no enriquecimento da burguesia, pois ofereciamão-de-obra para as fábricas, (as novas unidades de produçãodo mundo moderno). Marx se empenhava em produzir escritos que ajudassem a classe proletária a organizar-se e assim sair de sua condição de alienação.
  20. 20. Alienado, segundo Marx, seria o homem que não tem controlesobre o seu próprio trabalho, em termos de tempo e em termosdaquilo que é produzido, coisa que o capitalismo faz em largaescala, pois o tempo do trabalhador e o produto (a mercadoria)pertencem à burguesia, bem como a maior parte da riquezagerada por meio do trabalho. O objetivo do sistema capitalista, como modo de produção, é justamente a ampliação e a acumulação de riquezas nas mãos dos proprietários dos meios de produção. Mas de onde sai essa riqueza? Marx diria que é do trabalho do trabalhador.
  21. 21. A Mais-ValiaEntão podemos dizer que o trabalhador está sendoroubado? Não podemos dizer isso, pois o que aquiexemplificamos é conseqüência da existência dapropriedade privada e de os meios de produção nasmãos de uma classe, a burguesia.
  22. 22. Explicando a Mais-Valia Cola Salário do Operário: Vendo Cadeiras: R$ 600,00 R$ 50,00 Ele monta 10 cadeiras/dia. A fábrica de 10Bastões: R$ 15,00 operários.Cola: R$ 0,05Assento: R$ 5,00 A fábrica consegueEncosto: R$ 5,00 vender todas asTOTAL: R$: 25,05 cadeiras produzidas no mês. Então, vamos aos cálculos!
  23. 23. Explicando a Mais-Valia- 10 Operários: salário total R$ 6.000,00.- Cada operário faz 10 cadeiras/dia, e vende todas elas.R$500,00X 10 operários = R$ 5000/dia X 30 dias = R$150.000,00 mês.- A fábrica gasta R$25,05/cadeira. Se cada 10 operáriosvendem todas suas cadeiras por dia, são 100 cadeiras no dia,e 3000 cadeiras no mês, então a fábrica gasta R$ 75.510,00no mês.Receita/Mês: Despesa/Mês:Venda: R$150.000,00 Salários: R$6.000,00 Material: R$ 75.510,00 Infra-estrutura: R$ 5.000,00 TOTAL:R$ 86.510,00 Lucro/Mês: R$ 63.490,00
  24. 24. Explicando a Mais-ValiaEsse lucro Marx chama de Mais-Valia.Imaginemos se o lucro fosse repartido para os 10 operários epara o capitalista. R$ 63.490,00/10 Operários + o Capitalista =R$ 5.771,82 para cada um. Fora os R$ 600,00 de cadaoperário.
  25. 25. O que é Dialética?Dialética é um método de diálogo cujo foco é a contraposiçãoe contradição de ideias que leva a outras ideias e que temsido um tema central na filosofia ocidental e oriental desde ostempos antigos. A tradução literal de dialética significa"caminho entre as ideias". Marx utiliza a dialética como instrumento metodológico para fazer suas análises da sociedade.
  26. 26. Exemplo de pensamento Dialético MarxistaMarx também via o homem como aquele que podetransformar a sociedade fazendo sua história, mas enfatizaque nem sempre ele o faz como deseja, pois as heranças daestrutura social influenciam-no. Assim sendo, não éunicamente o homem quem faz a história da sociedade, poisa história da sociedade também constrói o homem, numarelação recíproca.
  27. 27. Exemplo de pensamento Dialético MarxistaAs condições em que se encontram a sociedade vão dizer atéque ponto o homem pode construir a sua história.Por essa lógica podemos pensar que a classe dominante, aburguesia, tem maiores oportunidades de fazer sua históriacomo deseja, pois tem o poder econômico e político nasmãos, ao contrário da classe proletária que, por causa daestrutura social, está desprovida de meios para taltransformação.Para modificar essa situação somente por intermédio de umarevolução, pois assim a classe trabalhadora pode assumir ocontrole dos meios de produção e tomar o poder político eeconômico da burguesia
  28. 28. Exercício:1. Como a teoria de Marx nos ajuda a entender a sociedadecontemporânea?2. A pobreza no Brasil e no mundo pode ser pensada comosendo uma das conseqüências do sistema capitalista? Porquê?3. No que Marx diferencia-se dos demais autores vistos atéaqui?

×