Pt8 cdr coordenacao

521 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
521
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
238
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pt8 cdr coordenacao

  1. 1. Coordenação e subordinação
  2. 2. Porto Editora As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções ou locuções conjuncionais coordenativas.
  3. 3. Porto Editora Oração coordenada copulativa expressa ligação ou adição de informações relativamente à oração anterior. Ex.: Mónica renunciou ao amor e trabalha para o sucesso. Conjunções/locuções conjuncionais coordenativas e, nem, nem…nem não só…mas também, não só…como também
  4. 4. Porto Editora Oração coordenada adversativa estabelece uma oposição relativamente à oração anterior. Ex.: Mónica ajuda os necessitados, mas fá-lo por interesse. Conjunção coordenativa adversativa mas
  5. 5. Porto Editora Oração coordenada disjuntiva estabelece uma alternativa relativamente à oração anterior. Ex.: Amanhã Mónica irá ao cabeleireiro ou fará ioga. Conjunções coordenativas disjuntivas ou, ou…ou, quer…quer, ora…ora, seja…seja
  6. 6. Porto Editora Oração coordenada conclusiva indica uma conclusão relativamente à oração anterior. Ex.: Mónica é boa mãe de família, logo é uma pessoa extraordinária. Conjunção coordenativa conclusiva logo
  7. 7. Porto Editora Oração coordenada explicativa apresenta uma explicação relativamente à oração anterior. Ex.: Mónica anda feliz, pois todos a veem sorrir. Conjunções coordenativas explicativas pois, que
  8. 8. Porto Editora Coordenação assindética Relação que se estabelece entre orações coordenadas que não são introduzidas por conjunção. Ex.: Mónica renunciou ao amor, abdicou da poesia.
  9. 9. Porto Editora A subordinação consiste numa relação entre duas orações, uma subordinante e uma subordinada, por meio de conjunções ou locuções conjuncionais subordinativas.
  10. 10. Porto Editora Oração subordinada adverbial Oração que desempenha a função sintática de modificador da frase ou do grupo verbal.
  11. 11. Porto Editora Oração subordinada adverbial temporal exprime uma ideia de tempo relativamente à oração subordinante. Ex.: Sempre que Mónica entra numa loja, todos se precipitam para ela. Conjunções/locuções subordinativas adverbiais temporais quando, enquanto, logo que, assim que, até que, antes que…
  12. 12. Porto Editora Oração subordinada adverbial causal transmite a causa do que é afirmado na oração subordinante. Ex.: Mónica é uma mulher extraordinária, porque é virtuosa. Conjunções/locuções subordinativas adverbiais causais porque, que, como, porquanto, visto que, já que, uma vez que…
  13. 13. Porto Editora Oração subordinada adverbial final expressa a finalidade da ideia indicada na oração subordinante. Ex.: Para que atingisse o sucesso, Mónica renunciou ao amor. Conjunções/locuções subordinativas adverbiais finais que, para que, a fim de que…
  14. 14. Porto Editora Oração subordinada adverbial condicional indica uma condição que permite a realização do que é expresso na oração subordinante. Ex.: Mónica saberá como atuar, se tiver algum desgosto. Conjunções/locuções subordinativas adverbiais condicionais se, caso, a não ser que, a menos que, salvo se, contanto que, desde que…
  15. 15. Porto Editora Oração subordinada adverbial comparativa estabelece uma comparação com a oração subordinante. Ex.: Mónica contorna os obstáculos como um cavalo bem treinado. Mónica levanta-se mais cedo do que o marido. Conjunções/locuções subordinativas adverbiais comparativas como, que, quanto, assim como, bem como, como se, que nem…
  16. 16. Porto Editora Oração subordinada adverbial consecutiva exprime a consequência de um facto apresentado na oração subordinante. Ex.: Mónica é tão perspicaz que gere convenientemente os amigos. Conjunção subordinativa adverbial consecutiva que
  17. 17. Porto Editora Oração subordinada adverbial concessiva transmite um contraste face à oração subordinante. Ex.: Ainda que seja bem-sucedida, Mónica será feliz? Conjunções/locuções subordinativas adverbiais concessivas embora, ainda que, mesmo se, mesmo que, se bem que…
  18. 18. Porto Editora Oração subordinada substantiva Oração que desempenha a função sintática de sujeito ou de complemento de um verbo.
  19. 19. Porto Editora Oração subordinada substantiva completiva é sujeito ou complemento de um verbo. Ex.: Todos sabemos que Mónica é o maior apoio do Príncipe deste Mundo. Conjunções subordinativas substantivas completivas que, se, para
  20. 20. Porto Editora Em síntese: FRASE COMPLEXA Orações coordenadas Orações subordinadas copulativas explicativas conclusivas disjuntivas adversativas adverbiais substantivas temporais consecutivas comparativas condicionais finais causais concessivas completivas

×