Motores Síncronos
Princípio de Funcionamento
Motor Síncrono de 2 pólos
Ângulo de Torque
Modelamento Trifásico
Modelamento Monofásico
A S A A AV E j X I R I      
Gerador Síncrono
Motor Síncrono
 
 sin
ind R net
ind R net
k B B
k B B

 
  
   
 
Em Regime Estacionário...
 
 
sin
3 sin
ind R net
A
ind
S
k B B
V E
X

 



   
  


Quanto maior a cor...
Operando com Carga Capacitiva
Operando com Cargas Diferentes
EA não muda porque
só depende do fluxo!
Ex 6.1
Uma máquina síncrona de 208 V, 45 kVA, 0,8 FDesl em
adianto, conectada em delta, 60 Hz, tem uma reatância
síncrona ...
Ex 6.1 [a]
Ex 6.1 [b]
Mudança da Corrente de Campo
Influência de IF em IA
Subexcitação e Sobreexcitação
Ex 6.2
Um motor síncrono de 208 V, 45 kVA, 0,8 FDesl em
adianto, conectada em delta, 60 Hz, do exemplo
anterior está supri...
Ex 6.2 [a e b]
Se o fluxo aumenta 25 %, a tensão de armadura também sobe 25 %
Ex 6.2 [c]
Ex 6.3 [1]
Uma barra infinita opera a 480 V. A carga 1 é um
motor de indução que consome 100 kW com um
FDesl 0,78 em atras...
Ex 6.3 [2]
Vantagens da Correção de FDesl
1. Redução das perdas nos cabos
2. Diminuição dos custos do sistema de
transmissão
3. Aumen...
Capacitor Síncrono [1]
Capacitor Síncrono [2]
PartidadosMotores
Síncronos[1]
Métodos de Partida
• Redução da
Freqüência de
Alimentação
• Máquina Primária
• Enrolamentos
Amortecedores
(indução)
PartidacomoMotorde
Indução
Os enrolamentos
amortecedores também
compensam as variações
de velocidade da
máquina!
MotorXGerador
Synchronous motors
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Synchronous motors

512 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
512
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Synchronous motors

  1. 1. Motores Síncronos
  2. 2. Princípio de Funcionamento
  3. 3. Motor Síncrono de 2 pólos
  4. 4. Ângulo de Torque
  5. 5. Modelamento Trifásico
  6. 6. Modelamento Monofásico A S A A AV E j X I R I      
  7. 7. Gerador Síncrono
  8. 8. Motor Síncrono    sin ind R net ind R net k B B k B B            
  9. 9. Em Regime Estacionário...     sin 3 sin ind R net A ind S k B B V E X                Quanto maior a corrente de campo maior é o torque que o motor pode suprir!
  10. 10. Operando com Carga Capacitiva
  11. 11. Operando com Cargas Diferentes EA não muda porque só depende do fluxo!
  12. 12. Ex 6.1 Uma máquina síncrona de 208 V, 45 kVA, 0,8 FDesl em adianto, conectada em delta, 60 Hz, tem uma reatância síncrona de 2,5 W e resistência de armadura desprezível. Suas perdas por atrito e ventilação são 1,5 kW e suas perdas no núcleo são de 1,0 kW. Inicialmente, o eixo da máquina está suprindo uma carga de 15 hp e o FDesl do motor é 0,8 adiantado. a. Plote o diagrama fasorial deste motor. b. Assuma que a carga no eixo é aumentada para 30 hp. Verifique a mudança no diagrama fasorial com esta modificação. c. Qual o novo FDesl do motor?
  13. 13. Ex 6.1 [a]
  14. 14. Ex 6.1 [b]
  15. 15. Mudança da Corrente de Campo
  16. 16. Influência de IF em IA
  17. 17. Subexcitação e Sobreexcitação
  18. 18. Ex 6.2 Um motor síncrono de 208 V, 45 kVA, 0,8 FDesl em adianto, conectada em delta, 60 Hz, do exemplo anterior está suprindo uma carga de 15 hp e o FDesl do motor é 0,85 atrasado. A corrente de campo para estas condições é de 4,0 A. a. Trace o diagrama fasorial deste motor. b. Se o fluxo do motor é aumentado de 25 %, trace o novo diagrama fasorial. c. Plote a curva IA X IF para uma carga de 15 hp.
  19. 19. Ex 6.2 [a e b] Se o fluxo aumenta 25 %, a tensão de armadura também sobe 25 %
  20. 20. Ex 6.2 [c]
  21. 21. Ex 6.3 [1] Uma barra infinita opera a 480 V. A carga 1 é um motor de indução que consome 100 kW com um FDesl 0,78 em atraso e a carga 2 do outro motor de indução consumido 200 kW com FDesl 0,8 em atraso. A carga 3 é um motor síncrono o qual está consumindo 150 kW. a. Se o FDesl do MS é de 0,85 atrasado, qual é a corrente do sistema? b. Se o FDesl do MS é de 0,85 adiantado, qual é a corrente do sistema? c. Quais as perdas totais na linha para os casos a e b?
  22. 22. Ex 6.3 [2]
  23. 23. Vantagens da Correção de FDesl 1. Redução das perdas nos cabos 2. Diminuição dos custos do sistema de transmissão 3. Aumento do torque disponível do eixo do motor síncrono  3 sinA ind S V E X         
  24. 24. Capacitor Síncrono [1]
  25. 25. Capacitor Síncrono [2]
  26. 26. PartidadosMotores Síncronos[1]
  27. 27. Métodos de Partida • Redução da Freqüência de Alimentação • Máquina Primária • Enrolamentos Amortecedores (indução)
  28. 28. PartidacomoMotorde Indução Os enrolamentos amortecedores também compensam as variações de velocidade da máquina!
  29. 29. MotorXGerador

×