Inversores

457 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inversores

  1. 1. Variação de Velocidade Conversor de frequência
  2. 2. Principais Métodos Tipo de Motor CA Síncrono Indução Gaiola Indução Enrolado Universal Série Frequência Ajustável Tensão Ajustável Reostato Rotórico Alimentação Dupla
  3. 3. Inversores de Freqüência
  4. 4. Diagrama de Blocos
  5. 5. Circuito de Potência
  6. 6. Retificador Trifásico Monofásico ou Bifásico
  7. 7. Barramento CC
  8. 8. Correntes harmônicas x Reatância
  9. 9. Harmônicos e “Notches” [1]
  10. 10. Harmônicos e “Notches” [2] 250 0 300 -250 -500 0 Tensão(V) 400 300 20 40 60 Tempo (ms) 80 100 X: 60 Y: 311 entalhe 100 0 entalhe -100 -200 200 -300 X: 180 Y: 62.05 100 0 0 entalhe 200 Tensão (V) Tensão(V) 500 100 200 X: 420 Y: 61.97 300 400 500 Freqüência (Hz) -400 70 600 700 entalhe 75 80 85 90 Tempo (ms) 95 100
  11. 11. Filtros
  12. 12. Filtros
  13. 13. Circuito Intermediário   Filtra a tensão retificada diminuindo seu ripple Faz a troca de reativos com o motor K1 Circuito de pré-carga R C
  14. 14. Etapa Inversora  Os transistores operam como chaves
  15. 15. U-V V-W ???
  16. 16. http://www.automatedbuildings.com/news/jul01/art/abbd/abbd.htm PWM – fluxo das correntes
  17. 17. PWM – tensão fase neutro www.twoof.freeserve.co.uk/TRACTION3.htm www.acroname.com/robotics/info/concepts/pwm.html
  18. 18. Tensão de Alimentação dos MITs 120 V / 60 Hz 120 V / 30 Hz
  19. 19. 120 V / 60 Hz 60 V / 60 Hz
  20. 20. 120 V / 60 Hz 60 V / 30 Hz 40 V / 20 Hz
  21. 21. Controle escalar – primeira ideia Frequências abaixo da nominal
  22. 22. Controle Escalar (sem compensação) Frequências abaixo da nominal v t V p cos Vp t V f N k sen t t
  23. 23. Controle Escalar, com compesação C C = k × ×I 2 U = k× f n  Aumentar relação U/f em frequências muito baixas
  24. 24. Controle escalar Frequências acima da nominal
  25. 25. Controle Escalar Frequências acima da nominal
  26. 26. Controle Escalar (sem compensação) Frequências abaixo e acima da nominal
  27. 27. Controle da tensão (1ª proposta)
  28. 28. Controle da tensão (2ª proposta)
  29. 29. Controle da tensão (3ª proposta)
  30. 30. Controle Vetorial e Escalar Torque, pu Controle Escalar Freqüência, Hz
  31. 31. Controle Vetorial e Escalar Grandeza Escalar Vetorial sem realimentação Regulação de velocidade 0,5 % 0,1% Variação de velocidade 1:10 1:100 1:1000 Torque de partida (máximo) 250% 400% Torque máximo (não contínuo) 250% 400% Os valores de torque dependem da corrente! Vetorial com realimentação 0,01%
  32. 32. Controle Vetorial e Escalar Característica Corrente Contínua Inversores de Freqüência Escalar Vetorial Sensorless c/ Encoder Controle de Velocidade SIM SIM SIM SIM Controle de Torque SIM NÃO NÃO SIM Sincronismo Com Precisão SIM NÃO NÃO SIM
  33. 33. Controle Vetorial e Escalar  Características de partida típicas Tipo de Inversor Escalar Vetorial Sensorless Vetorial Com Encoder CP / CN 1,0 1,5 1,5 IP / IN 1,5 1,5 1,5 Valores máximos válidos para tempos de aceleração menores que 60 s.
  34. 34. Frenagem 1. Rampa de Frequência 2. Frenagem Reostática 3. Frenagem Regenerativa 4. Frenagem por Injeção de Corrente Contínua
  35. 35. Rampa de Frequência f Sistema eficiente para cargas com baixa inércia. Rampa programável t
  36. 36. Ação motora e ação geradora
  37. 37. Frenagem Reostática Presistor » 0, 2 ×Pmotor
  38. 38. Frenagem Regenerativa
  39. 39. Frenagem por Injeção de CC f Frenagem reostática Injeção de C.C. Freqüência mínima UCC tmorto tCC t
  40. 40. MIT – gerador e motor
  41. 41. Curvas de torque para frenagem cc
  42. 42. Potenciômetro Eletrônico  Permite que duas entradas digitais sejam programadas para acelerar e desacelerar o motor Acelera Referência de freqüência Desacelera Potenciômetro eletrônico Habilitação &
  43. 43. Entradas Digitais de Velocidade  Ajuste de velocidades prédefinidas, através de combinações de entradas digitais
  44. 44. Ciclo Automático  Esta função permite que o motor execute uma seqüência préprogramada de velocidades, em tempos pré-definidos.
  45. 45. Frequências Inibidas Velocidade do Motor Banda Proibida Banda Proibida n1 n2 Referência
  46. 46. Controlador PID Velocidade Referência CONTROLADOR PID (Inversor) (Sinal padronizado) PROCESSO Realimentação
  47. 47. Fator de redução
  48. 48. Temperatura ambiente
  49. 49. Altitude
  50. 50. Montagem Simples (Para fazer funcionar!)
  51. 51. Montagem Típica
  52. 52. Filtro de RFI
  53. 53. Colocação em Funcionamento pela IHM
  54. 54. Seleção Alteração de Parâmetros
  55. 55. Tipos de Parâmetros

×