C O N S T R U Ç Ã OGERADORES SÍNCRONOS
Rotor de Pólos Lisos
Pólos Salientes [1]
Pólos Salientes [2]
Rotor de uma MS brushless
Brushless com excitador piloto
8 pólos, pólos salientes, camanda, brushless
Grandezas Elétricas120n pf2A CAE N fE K
Regulação de Tensão Problemas com subtensão Baixar RF  aumento IF Um aumento em IF  aumento Um amento de  aumentanl...
Torque e Potência
Circuito Equivalente Porque EA ≠ V ?1. Reação de armadura2. Auto-indutância dasbobinas na armadura3. Resistência nas bobi...
Reação de ArmaduraExemplo comcarga indutivaA AV E j X I
Modelo Completo do Gerador SíncronoA A A A AA A S AV E j X I R j X IV E R j X I
Circutos em Y e
Tensão Induzida [1]cosMB B te v B lRevisão
Tensão Induzida [2]1. Segmento ab , saindo radialmente dorotor. O ângulo entre e no segmento ab é90○, equanto a quantidade...
Tensão Induzida [3]1. Segmento bc e da , a quantidade é todotempo perpendicular a l .2. Segmento cd , idem segmento ab.0 v...
Tensão Induzida [4]cos 180 cos2 cos2 coscoscosind ba dcind M Mind Mind Mindind Ce e ee v B l t v B l te v B l te r B l te ...
Torque Induzido [1]2 sinindind SF ir i l Bl Br FRevisão
Torque Induzido [2]180sin sin 180 sin2 sin2sinsinsinind SR Cind R SCind R Sind R Sr i l BH N ir lH BNK H Bk B Bkind R Sτ B...
Torque Induzido [3]sinindindindindind R netkkk kkk B Bnet R SR SR net RR net R RR netB =B +BB BB B -BB B B BB BRevisão
Ângulo de Torquesin cossincosS AA S AAASX RE X IEIX33 sinAASP V IV EPXmax3 ASV EPX15 20Valores Típicossin3 sinindind R ne...
Diagrama Fasorial por Tipo de CargaRLRRC
Levantando os Parâmetros do Modelo Três grandezas devem ser determinadas paradescrever o comportamento de um GS:1. Relaçã...
Ensaio de Circuito Aberto
Ensaio de Curto Circuito
Determinação da Reatância SíncronaS AASAX RVXI
Razão de Curto Circuito Definida como a razão entre a corrente de campocom armadura aberta a tensão nominal e a corrented...
Ex 5.1 [1]Um gerador síncrono de 200 kVA, 480 V, 50Hz, conectado em Y, com uma corrente nominal decampo de 5 A foi testado...
Ex 5.1 [2]
Gerador Síncrono Isoladonl flflV VVRV
Ex 5.2 [1]Um gerador síncrono de 4 pólos, 480 V, conectado em Deltatem sua característica de tensão de circuito abertomost...
Geradores síncronos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Geradores síncronos

1.477 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geradores síncronos

  1. 1. C O N S T R U Ç Ã OGERADORES SÍNCRONOS
  2. 2. Rotor de Pólos Lisos
  3. 3. Pólos Salientes [1]
  4. 4. Pólos Salientes [2]
  5. 5. Rotor de uma MS brushless
  6. 6. Brushless com excitador piloto
  7. 7. 8 pólos, pólos salientes, camanda, brushless
  8. 8. Grandezas Elétricas120n pf2A CAE N fE K
  9. 9. Regulação de Tensão Problemas com subtensão Baixar RF  aumento IF Um aumento em IF  aumento Um amento de  aumentanl flflV VVRVAE K
  10. 10. Torque e Potência
  11. 11. Circuito Equivalente Porque EA ≠ V ?1. Reação de armadura2. Auto-indutância dasbobinas na armadura3. Resistência nas bobinasda armadura4. Efeito da forma dos pólossalientes
  12. 12. Reação de ArmaduraExemplo comcarga indutivaA AV E j X I
  13. 13. Modelo Completo do Gerador SíncronoA A A A AA A S AV E j X I R j X IV E R j X I
  14. 14. Circutos em Y e
  15. 15. Tensão Induzida [1]cosMB B te v B lRevisão
  16. 16. Tensão Induzida [2]1. Segmento ab , saindo radialmente dorotor. O ângulo entre e no segmento ab é90○, equanto a quantidade é paralela a l .180 BB vv Bcos 180cos 180bababa Mba Mee v B le v B t le v B l tv B lO sinal negativo deve-seao fato da polaridadeencontrada ser oposta àinicialmente atribuída!Revisão
  17. 17. Tensão Induzida [3]1. Segmento bc e da , a quantidade é todotempo perpendicular a l .2. Segmento cd , idem segmento ab.0 v Bcos 0coscdcdcd Mcd Mee v B le v B t le v B l tv B l0Revisão
  18. 18. Tensão Induzida [4]cos 180 cos2 cos2 coscoscosind ba dcind M Mind Mind Mindind Ce e ee v B l t v B l te v B l te r B l te te N tRevisão
  19. 19. Torque Induzido [1]2 sinindind SF ir i l Bl Br FRevisão
  20. 20. Torque Induzido [2]180sin sin 180 sin2 sin2sinsinsinind SR Cind R SCind R Sind R Sr i l BH N ir lH BNK H Bk B Bkind R Sτ B ×BRevisão
  21. 21. Torque Induzido [3]sinindindindindind R netkkk kkk B Bnet R SR SR net RR net R RR netB =B +BB BB B -BB B B BB BRevisão
  22. 22. Ângulo de Torquesin cossincosS AA S AAASX RE X IEIX33 sinAASP V IV EPXmax3 ASV EPX15 20Valores Típicossin3 sinindind R netAindSkk B BV EXR netB BindP
  23. 23. Diagrama Fasorial por Tipo de CargaRLRRC
  24. 24. Levantando os Parâmetros do Modelo Três grandezas devem ser determinadas paradescrever o comportamento de um GS:1. Relação entre corrente de campo e fluxo (ou entre correntede campo e tensão de armadura)2. Reatância Síncrona3. Resistência de Armadura
  25. 25. Ensaio de Circuito Aberto
  26. 26. Ensaio de Curto Circuito
  27. 27. Determinação da Reatância SíncronaS AASAX RVXI
  28. 28. Razão de Curto Circuito Definida como a razão entre a corrente de campocom armadura aberta a tensão nominal e a correntede campo com a ramadura curto-circuitada acorrente nominal.
  29. 29. Ex 5.1 [1]Um gerador síncrono de 200 kVA, 480 V, 50Hz, conectado em Y, com uma corrente nominal decampo de 5 A foi testado, e os dados seguintes foramobtidos:1. VT,OC a corrente nominal IF foi medida de 540 V.2. IL,SC a corrente nominal IF foi medida de 300 A.3. Quando uma tensão cc de 10 V foi aplicada aosterminais, foi medida uma corrente de 25 A.
  30. 30. Ex 5.1 [2]
  31. 31. Gerador Síncrono Isoladonl flflV VVRV
  32. 32. Ex 5.2 [1]Um gerador síncrono de 4 pólos, 480 V, conectado em Deltatem sua característica de tensão de circuito abertomostrado na Figura. Este gerador tem uma reatânciasíncrona de 0,1 e uma resistência de armadura de0,015 . A carga nominal, a máquina fornece 1.200com um Fator de Deslocamento 0,8 em atraso. Nacondição de carga nominal, as perdas por atrito eventilação são de 40 kW, as perdas no núcleo são de 30kW. Ignore as perdas no campo.a. Qual é a velocidade de rotação deste gerador?b. Quanta corrente de campo deve ser fornecida aogerador para tornar sua tensão terminal de 480 V semcarga?

×