AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO VERDE
Ciências Naturais

- Temperatura -

by

– 8º ano

Ana Kastro
... fatores do meio que afetam os seres vivos!

LUZ

HUMIDADE
SOLO
TEMPERATURA

Page  2

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  3

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  4

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  5

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  6

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  7

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Será isto possível???
Page  8

Cada espécie apenas pode viver num
determinado intervalo de temperatura!
by A...
TEMPERATURA

Page  9

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Intervalo de tolerância

Intervalo de tolerância
Intervalo de temperatura durante o qual uma
espécie sobreviv...
TEMPERATURA

GRANDES variações de
temperatura

estreito

GRANDES
variações de temperatura
Page  11

by Ana Kastro
Page  12

by Ana Kastro
Page  13

by Ana Kastro
 Floração e Germinação de sementes

TEMPERATURA

De que outras
formas é que a
temperatura
afeta os seres
vivos?
Page  14...
TEMPERATURA
Como é que a temperatura afeta ...

Page  15

by Ana Kastro
Page  16

5 – Indica qual a caixa de Petri que constitui o grupo
controle
by Ana Kastro
6 – Indica qual a variável indepe...
TEMPERATURA
 Floração e Germinação

Temperatura

Estando a caixa A a 8ºC, é esperado que apenas as sementes de centeio ge...
TEMPERATURA
Outono /
Inverno

Primavera
/ Verão

 Características / Morfologia

Na estação fria algumas
plantas perdem as...
TEMPERATURA
 Características / Morfologia

... Há outras que não perdem as
folhas na estação fria! Mas...
Têm uma forna c...
TEMPERATURA
 Características / Morfologia

... E ainda há aquelas
que, na estação fria,
perdem a sua parte
aérea, ficando...
TEMPERATURA
 Características / Morfologia

Page  21

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  22

by Ana Kastro
TEMPERATURA

http://www.youtube.com/watch?v=O_TFVia1yz0
Page  23

by Ana Kastro
TEMPERATURA
Como é que a temperatura afeta ...

Page  24

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  25

by Ana Kastro
TEMPERATURA

 Adaptações morfológicas / corporais
Que características tem o corpo daqueles animais que se
encontram em zo...
TEMPERATURA
Descrição

ADAPTAÇÕES
CORPORAIS

Exemplos

Elevadas
temperaturas

Baixas
temperaturas

ADAPTAÇÕES
COMPORTAMENT...
Descrição

ADAPTAÇÕES
CORPORAIS

Elevadas
temperaturas

Baixas
temperaturas

ADAPTAÇÕES
COMPORTAMENTAIS

Elevadas
temperat...
TEMPERATURA

ADAPTAÇÕES CORPORAIS
À TEMPERATURA
Page  29

by Ana Kastro
TEMPERATURA

ADAPTAÇÃO
COMPORTAMENTAL ÀS
ELEVADAS TEMPERATURAS
http://www.youtube.com/watch?v=uDnbWItr__0

Page  30

by A...
TEMPERATURA

ADAPTAÇÃO
COMPORTAMENTAL ÀS
BAIXAS TEMPERATURAS
(e à diminuição do fotoperíodo)

http://www.youtube.com/watch...
TEMPERATURA

Durante a hibernação os animais
estão inativos e não saem das tocas
para caçar. Como tal, não podem
gastar mu...
Page  33

T.P.C – pág. 26 do livro

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Alguns

conseguem

conseguem controlar a sua temperatura interna... Outros não!
Page  34

by Ana Kastro
TEMPERATURA

Page  35

by Ana Kastro
TEMPERATURA
Independentemente da temperatura
ambiente, conseguem manter constante a
temperatura corporal.
Ex: aves e mamíf...
Quais conseguirão sobreviver numa maior variedade de
ambientes?

Os homeotérmicos uma vez que estes conseguem manter a sua...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fatores abióticos: temperatura

1.357 visualizações

Publicada em

Influência da temperatura nos seres vivos. 8º ano, ciências naturais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fatores abióticos: temperatura

  1. 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO VERDE Ciências Naturais - Temperatura - by – 8º ano Ana Kastro
  2. 2. ... fatores do meio que afetam os seres vivos! LUZ HUMIDADE SOLO TEMPERATURA Page  2 by Ana Kastro
  3. 3. TEMPERATURA Page  3 by Ana Kastro
  4. 4. TEMPERATURA Page  4 by Ana Kastro
  5. 5. TEMPERATURA Page  5 by Ana Kastro
  6. 6. TEMPERATURA Page  6 by Ana Kastro
  7. 7. TEMPERATURA Page  7 by Ana Kastro
  8. 8. TEMPERATURA Será isto possível??? Page  8 Cada espécie apenas pode viver num determinado intervalo de temperatura! by Ana Kastro
  9. 9. TEMPERATURA Page  9 by Ana Kastro
  10. 10. TEMPERATURA Intervalo de tolerância Intervalo de tolerância Intervalo de temperatura durante o qual uma espécie sobrevive – intervalo de tolerância. Abaixo desses limites de temperatura, as suas funções vitais são seriamente Page  10 comprometidas e os seres morrem. Temperatura óptima Valor de temperatura para a qual o desenvolvimento de uma espécie é máximo by Ana Kastro
  11. 11. TEMPERATURA GRANDES variações de temperatura estreito GRANDES variações de temperatura Page  11 by Ana Kastro
  12. 12. Page  12 by Ana Kastro
  13. 13. Page  13 by Ana Kastro
  14. 14.  Floração e Germinação de sementes TEMPERATURA De que outras formas é que a temperatura afeta os seres vivos? Page  14  Características / Morfologia:  Queda de folhas  Redução às estruturas subterrâneas  Adaptações morfológicas/corporais  Adaptações comportamentais by Ana Kastro
  15. 15. TEMPERATURA Como é que a temperatura afeta ... Page  15 by Ana Kastro
  16. 16. Page  16 5 – Indica qual a caixa de Petri que constitui o grupo controle by Ana Kastro 6 – Indica qual a variável independente e qual a dependente
  17. 17. TEMPERATURA  Floração e Germinação Temperatura Estando a caixa A a 8ºC, é esperado que apenas as sementes de centeio germinem. Não: as de milho deverão estar mais desenvolvidas já que a caixa onde se encontram está a uma temperatura mais próxima da temperatura óptima de germinação As de centeio pois a sua temperatura óptima de germinação é de 25 ºC e a caixa C encontra-se a 20ºC. Caixa C by Ana Kastro Page  17 Temperatura Germinação e desenvolvimento das sementes
  18. 18. TEMPERATURA Outono / Inverno Primavera / Verão  Características / Morfologia Na estação fria algumas plantas perdem as folhas, diminindo a sua atividade até que as condições ambientais se tornem favoráveis!!! Page  18 by Ana Kastro
  19. 19. TEMPERATURA  Características / Morfologia ... Há outras que não perdem as folhas na estação fria! Mas... Têm uma forna cónica – assim a neve pode escorregar e não se acumula nos ramos, partindo-os. Page  19 by Ana Kastro
  20. 20. TEMPERATURA  Características / Morfologia ... E ainda há aquelas que, na estação fria, perdem a sua parte aérea, ficando reduzidas às estruturas subterrâneas! Page  20 by Ana Kastro
  21. 21. TEMPERATURA  Características / Morfologia Page  21 by Ana Kastro
  22. 22. TEMPERATURA Page  22 by Ana Kastro
  23. 23. TEMPERATURA http://www.youtube.com/watch?v=O_TFVia1yz0 Page  23 by Ana Kastro
  24. 24. TEMPERATURA Como é que a temperatura afeta ... Page  24 by Ana Kastro
  25. 25. TEMPERATURA Page  25 by Ana Kastro
  26. 26. TEMPERATURA  Adaptações morfológicas / corporais Que características tem o corpo daqueles animais que se encontram em zonas muito frias e muito quentes?  Adaptações comportamentais Que comportamentos têm os animais animais que se encontram em zonas muito frias e muito quentes? Procura informações no teu livro acerca deste tema e constrói no teu caderno uma tabela que contenha a informaçao RESUMIDA!!!! Page  26 by Ana Kastro
  27. 27. TEMPERATURA Descrição ADAPTAÇÕES CORPORAIS Exemplos Elevadas temperaturas Baixas temperaturas ADAPTAÇÕES COMPORTAMENTAIS Page  27 Elevadas temperaturas Baixas temperaturas by Ana Kastro
  28. 28. Descrição ADAPTAÇÕES CORPORAIS Elevadas temperaturas Baixas temperaturas ADAPTAÇÕES COMPORTAMENTAIS Elevadas temperaturas Baixas temperaturas Page  28 - Reduzida camada de gordura Exemplos (os animais são menos corpulentos) Raposa do deserto - Revestimento pouco denso (menos pêlos / penas) - Extremidades do corpo (focinho, orelhas) são maiores (para que se escape mais calor) - Espessa camada de gordura (isola do frio) - Revestimento denso (muitos pêlos / penas) - Extremidades do corpo (focinho, orelhas) são curtas (para que se escape menos calor) Raposa do Ártico Caracol - Estivação (a atividade do organismo diminui para valores mínimos) -Hibernação (a atividade do organismo diminui para valores mínimos; assim poupam energia) - Migração Arganaz by Ana Kastro
  29. 29. TEMPERATURA ADAPTAÇÕES CORPORAIS À TEMPERATURA Page  29 by Ana Kastro
  30. 30. TEMPERATURA ADAPTAÇÃO COMPORTAMENTAL ÀS ELEVADAS TEMPERATURAS http://www.youtube.com/watch?v=uDnbWItr__0 Page  30 by Ana Kastro
  31. 31. TEMPERATURA ADAPTAÇÃO COMPORTAMENTAL ÀS BAIXAS TEMPERATURAS (e à diminuição do fotoperíodo) http://www.youtube.com/watch?v=utRJqnOJg5k Page  31 by Ana Kastro
  32. 32. TEMPERATURA Durante a hibernação os animais estão inativos e não saem das tocas para caçar. Como tal, não podem gastar muita energia e, por isso, ficam imóveis e o ritmo cardíaco e respiratório baixa para valores mínimos... Page  32 ADAPTAÇÃO COMPORTAMENTAL ÀS BAIXAS TEMPERATURAS http://www.youtube.com/watch?v=jtWntEftFuk by Ana Kastro
  33. 33. Page  33 T.P.C – pág. 26 do livro by Ana Kastro
  34. 34. TEMPERATURA Alguns conseguem conseguem controlar a sua temperatura interna... Outros não! Page  34 by Ana Kastro
  35. 35. TEMPERATURA Page  35 by Ana Kastro
  36. 36. TEMPERATURA Independentemente da temperatura ambiente, conseguem manter constante a temperatura corporal. Ex: aves e mamíferos Muitas vezes os animais homeotérmicos são chamados animais de sangue quente e os poiquilotérmicos animais de sangue frio (o que é errado)... Page  36 Não conseguem manter a temperatura do corpo constante. Esta irá depender do meio onde se encontram. Ex: peixes e répteis by Ana Kastro
  37. 37. Quais conseguirão sobreviver numa maior variedade de ambientes? Os homeotérmicos uma vez que estes conseguem manter a sua temperatura constante enquanto que a influência da temperatura nos animais poiquilotérmicos far-se-à sentir com muito mais intensidade! Page  37 by Ana Kastro

×