SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
ESCOLA E.B. 2,3 GIL VICENTE
Alimentação das Plantas
 Facto (F): As plantas necessitam de ser regadas
regularmente, caso contrário, morrem.
 Questão (Q): Por que razão sucede isto?
 Resposta (R): As plantas necessitam de água
para produzir o seu alimento.
 Conceitos:
 Absorção
 Raiz
 Vasos condutores
 Seiva bruta
 Fotossíntese
Absorção e raiz
A raiz absorve água e sais
minerais através da zona pilosa. Aí
existem pêlos absorventes,
responsáveis por esta absorção.
Os sais minerais devem estar
dissolvidos na água para poderem
entrar na planta.
No interior da planta, a água e os
sais minerais constituem a seiva
bruta.
Seiva bruta
 Líquido constituído por água e sais minerais, absorvidos do solo
através dos pêlos absorventes.
 Circula através de vasos condutores, existentes no interior das
plantas.
Vasos condutores no interior de um caule
Vasos condutores
 No interior das plantas existem tecidos condutores.
 Existem dois tipos: xilema e floema.
 O xilema e o floema, são tecidos condutores que realizam o
transporte de seiva, comunicando o sistema radicular às
estruturas foliares, intermediado pelo caule.
A- Xilema (seiva bruta)
B- Floema (seiva
elaborada)
Fotossíntese
 A seiva bruta tem como destino as folhas, subindo através do
xilema.
 Aqui a planta produz o seu próprio alimento: Fotossíntese.
 As plantas são seres produtores ou autotróficos.
 Possível graças à clorofila existente nos cloroplastos.
 Existe grande quantidade de clorofila nas folhas, daí que a
fotossíntese se realize mais intensamente nestes órgãos.
 Para a fotossíntese é necessário: luz solar (fonte de energia),
água (absorvida do solo) e dióxido de carbono (atmosfera).
 Vídeo fotossíntese
Produtos da fotossíntese
 Como resultado a planta liberta oxigénio para a atmosfera e produz
substâncias orgânicas (utilizadas como fonte de energia e
reparação/produção de novas células).
 A principal substância orgânica é a glicose (hidrato de carbono),
que mais tarde se transforma em amido.
 A glicose e as outras substâncias orgânicas produzidas na
fotossíntese, juntamente com a água, formam a seiva elaborada.
Esta circula no floema.
 A seiva elaborada é utilizada pelas partes da planta em
crescimento ou recuperação. Também pode ser acumulada na
forma de substâncias de reserva.
Fotossíntese
Água e sais
minerais
Dióxido de
carbono
Luz solar
Oxigénio
Substâncias
orgânicas
Trocas gasosas
Ostíolo
Células guarda
ou
células
estomáticas
As plantas realizam algumas trocas
gasosas através dos estomas
localizados nas folhas.
Estoma
Acumulação de reservas
 Quando a quantidade de alimento ingerido é superior às
necessidades, as plantas acumulam o excesso na forma de
reservas alimentares (amido, água, lípidos, açúcar,
proteínas…)
 Estas reservas são utilizadas em épocas de maior escassez
ou para crescimento (Primavera).
 Alguns seres vivos, incluindo o Homem, utilizam estas
reservas para a sua alimentação.
Tipos de reservas
A salsa e outras ervas aromáticas
acumulam substâncias nas suas folhas
que são usados no tempero dos
alimentos.
A azeitona acumula lípidos, utilizados
na produção de azeite.
Tipos de reservas
A soja acumula proteínas nas suas vagens.
Por ser uma proteína vegetal, é muito
procurada por vegetarianos e apreciadores
de uma alimentação saudável.
A cana-de-açúcar acumula açúcar no seu
interior. Esta é utilizada pelo Homem na sua
alimentação devido ao seu poder adoçante.
Tipos de reservas
Os cactos acumulam água, muito
preciosa nos meios secos em que
habitam.
Órgãos que acumulam reservas
As cenouras são raízes aprumadas
tuberculosas que acumulam substâncias de
reserva. As suas reservas são usadas na
nossa alimentação.
A batata é um caule subterrâneo (tubérculo)
usado na alimentação.
Órgãos que acumulam reservas
Os frutos fazem parte do processo de
reprodução das plantas. As suas reservas,
das quais nos alimentamos, são usadas
para o crescimento de uma nova planta.
As sementes possuem reservas que
permitem que, em condições favoráveis,
novas plantas germinem.
Trocas gasosas
 Durante a fotossíntese as plantas absorvem dióxido de
carbono e libertam oxigénio.
 Tal como nos animais, as células das plantas realizam a
respiração celular, na qual consomem oxigénio e libertam
dióxido de carbono.
 Também realizam a transpiração através das folhas, ou seja,
libertam água que absorvem através das raízes.
Dia Noite
- Fotossíntese
- Respiração celular
- Transpiração
- Respiração celular
- Transpiração
Trocas gasosas
Ostíolo (orifício do estoma)
Células guarda ou células
estomáticas
As plantas realizam algumas trocas
gasosas através dos estomas
localizados nas folhas.
Plantas: fontes de matérias-primas
Da dedaleira são extraídas substâncias
utilizadas no fabrico de medicamentos para o
coração.
A rosa e o jasmim são utilizados no
fabrico de perfumes.
Plantas: fontes de matérias-primas
Da seringueira é extraído o látex,
usada no fabrico da borracha.
Da oliveira é extraído o azeite.
Plantas: fontes de matérias-primas
Do pinheiro é extraída a resina,
utilizada no fabrico de cola e plásticos.
O castanheiro fornece castanhas e
madeira.
Plantas: fontes de matérias-primas
O algodoeiro fornece algodão,
utilizado na indústria do
vestuário.
O eucalipto fornece madeira e pasta de
papel.
Plantas: fontes de matérias-primas
O sobreiro é fonte de cortiça, utilizada na
construção civil ou no fabrico de rolhas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºD
Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºDCiências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºD
Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºDAntónio Machado
 
Ciclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosCiclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosIone Rocha
 
Plantas 6º Ano
Plantas 6º Ano                                                         Plantas 6º Ano
Plantas 6º Ano Pedro Moniz
 
Ficha sobre a célula
Ficha sobre a célulaFicha sobre a célula
Ficha sobre a célulaMarta Espada
 
V.3 Gimnospermas
V.3 GimnospermasV.3 Gimnospermas
V.3 GimnospermasRebeca Vale
 
A importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivoA importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivoJoaquim André
 
Digestao Extracelular
Digestao ExtracelularDigestao Extracelular
Digestao Extracelularspondias
 
As Plantas, Raiz E Caule
As Plantas, Raiz E CauleAs Plantas, Raiz E Caule
As Plantas, Raiz E CauleTânia Reis
 
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folha
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folhaMorfologia vegetal, semente raiz caule e folha
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folhaMarcos Albuquerque
 
Como se alimentam as plantas
Como se alimentam as plantasComo se alimentam as plantas
Como se alimentam as plantasTânia Reis
 
A Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaA Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaCatir
 
Xilema e floema
Xilema e floemaXilema e floema
Xilema e floema00367p
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Silvana Sanches
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantascrisbassanimedeiros
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresGabriela de Lima
 

Mais procurados (20)

Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºD
Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºDCiências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºD
Ciências Da Natureza: A Fotossíntese nas Plantas - Diana e Barbara, 6ºD
 
Ciclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicosCiclos biogeoquimicos
Ciclos biogeoquimicos
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
 
Plantas 6º Ano
Plantas 6º Ano                                                         Plantas 6º Ano
Plantas 6º Ano
 
Ficha sobre a célula
Ficha sobre a célulaFicha sobre a célula
Ficha sobre a célula
 
Aula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetalAula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetal
 
V.3 Gimnospermas
V.3 GimnospermasV.3 Gimnospermas
V.3 Gimnospermas
 
A importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivoA importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivo
 
Digestao Extracelular
Digestao ExtracelularDigestao Extracelular
Digestao Extracelular
 
As Plantas, Raiz E Caule
As Plantas, Raiz E CauleAs Plantas, Raiz E Caule
As Plantas, Raiz E Caule
 
Teste plantas 6º
Teste plantas 6ºTeste plantas 6º
Teste plantas 6º
 
Diversidade das plantas
Diversidade das plantasDiversidade das plantas
Diversidade das plantas
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folha
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folhaMorfologia vegetal, semente raiz caule e folha
Morfologia vegetal, semente raiz caule e folha
 
Como se alimentam as plantas
Como se alimentam as plantasComo se alimentam as plantas
Como se alimentam as plantas
 
A Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaA Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vida
 
Xilema e floema
Xilema e floemaXilema e floema
Xilema e floema
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 

Destaque

RespiraçãO Celular
RespiraçãO CelularRespiraçãO Celular
RespiraçãO Celulars1lv1alouro
 
Morfologia dos órgãos vegetativos folha
Morfologia dos órgãos vegetativos  folhaMorfologia dos órgãos vegetativos  folha
Morfologia dos órgãos vegetativos folhaernandes damasceno
 
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º ano
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º anoImportância das plantas para o mundo vivo - 6.º ano
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º anoProfcris 81
 
Plano de aula 7 aves e mamiferos
Plano de aula 7 aves e mamiferosPlano de aula 7 aves e mamiferos
Plano de aula 7 aves e mamiferosfamiliaestagio
 
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferosElizabete Costa
 
Morfologia: Raiz, Caule e Folhas
Morfologia: Raiz, Caule e FolhasMorfologia: Raiz, Caule e Folhas
Morfologia: Raiz, Caule e FolhasAline Souza
 
The verb to have got
The verb to have gotThe verb to have got
The verb to have gotmarilize2
 
Teste plantas 6ano
Teste plantas 6anoTeste plantas 6ano
Teste plantas 6anomarcommendes
 
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]Isabel Ribeiro
 
Ficha de revisões sist respiratório
Ficha de revisões sist  respiratórioFicha de revisões sist  respiratório
Ficha de revisões sist respiratórioCristina Jesus
 
Alimentação saudável 5º a
Alimentação saudável   5º aAlimentação saudável   5º a
Alimentação saudável 5º aLicínia Simões
 
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humano
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humanoFicha orientacao de estudo sistema digestivo humano
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humanoOI Tavares
 
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xixPelo Siro
 
1820 e o liberalismo
1820 e o liberalismo1820 e o liberalismo
1820 e o liberalismocruchinho
 

Destaque (20)

RespiraçãO Celular
RespiraçãO CelularRespiraçãO Celular
RespiraçãO Celular
 
Morfologia dos órgãos vegetativos folha
Morfologia dos órgãos vegetativos  folhaMorfologia dos órgãos vegetativos  folha
Morfologia dos órgãos vegetativos folha
 
Aula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandroAula18bio2 c leandro
Aula18bio2 c leandro
 
As folhas - Ana Perna
As folhas - Ana PernaAs folhas - Ana Perna
As folhas - Ana Perna
 
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º ano
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º anoImportância das plantas para o mundo vivo - 6.º ano
Importância das plantas para o mundo vivo - 6.º ano
 
Plano de aula 7 aves e mamiferos
Plano de aula 7 aves e mamiferosPlano de aula 7 aves e mamiferos
Plano de aula 7 aves e mamiferos
 
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos
7ano exercicio repteis_aves_e_mamiferos
 
Morfologia: Raiz, Caule e Folhas
Morfologia: Raiz, Caule e FolhasMorfologia: Raiz, Caule e Folhas
Morfologia: Raiz, Caule e Folhas
 
The verb to have got
The verb to have gotThe verb to have got
The verb to have got
 
Have got neg (2)
Have got neg (2)Have got neg (2)
Have got neg (2)
 
Verb have got1
Verb have got1Verb have got1
Verb have got1
 
Teste plantas 6ano
Teste plantas 6anoTeste plantas 6ano
Teste plantas 6ano
 
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]
Digestão ruminantes e aves111101124957 phpapp01[1]
 
Sistema RespiratóRio
Sistema RespiratóRioSistema RespiratóRio
Sistema RespiratóRio
 
Ficha de revisões sist respiratório
Ficha de revisões sist  respiratórioFicha de revisões sist  respiratório
Ficha de revisões sist respiratório
 
Alimentação saudável 5º a
Alimentação saudável   5º aAlimentação saudável   5º a
Alimentação saudável 5º a
 
Prova 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestreProva 7 ano carla 3 bimestre
Prova 7 ano carla 3 bimestre
 
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humano
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humanoFicha orientacao de estudo sistema digestivo humano
Ficha orientacao de estudo sistema digestivo humano
 
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix
1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix
 
1820 e o liberalismo
1820 e o liberalismo1820 e o liberalismo
1820 e o liberalismo
 

Semelhante a Plantas (Alimentação)

Semelhante a Plantas (Alimentação) (20)

Alimentação das plantas
Alimentação das plantasAlimentação das plantas
Alimentação das plantas
 
Trocas nutricionais
Trocas nutricionaisTrocas nutricionais
Trocas nutricionais
 
As plantas
As plantasAs plantas
As plantas
 
Alimentação das plantas
Alimentação das plantasAlimentação das plantas
Alimentação das plantas
 
Raiz, Caule e Folha
Raiz, Caule e FolhaRaiz, Caule e Folha
Raiz, Caule e Folha
 
Plantas alimentação 3 d
Plantas alimentação 3 dPlantas alimentação 3 d
Plantas alimentação 3 d
 
1 reino das plantas
1 reino das plantas 1 reino das plantas
1 reino das plantas
 
Trabalho de ciências
Trabalho de ciênciasTrabalho de ciências
Trabalho de ciências
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Alimentação das plantas 6ano
Alimentação das plantas 6anoAlimentação das plantas 6ano
Alimentação das plantas 6ano
 
Funcoes da folha
Funcoes da folhaFuncoes da folha
Funcoes da folha
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
A fotossíntese nas plantas
A fotossíntese nas plantasA fotossíntese nas plantas
A fotossíntese nas plantas
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
Angiosperma
AngiospermaAngiosperma
Angiosperma
 
A fotossíntese nas plantas
A fotossíntese nas plantasA fotossíntese nas plantas
A fotossíntese nas plantas
 
Nutricao vegetal
Nutricao vegetalNutricao vegetal
Nutricao vegetal
 
Plantas (como se alimentam)
Plantas (como se alimentam)Plantas (como se alimentam)
Plantas (como se alimentam)
 
Histologia vegetal
Histologia vegetal Histologia vegetal
Histologia vegetal
 

Mais de António Machado

"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD
"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD
"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºDAntónio Machado
 
Vasos sanguíneos e coração
Vasos sanguíneos e coraçãoVasos sanguíneos e coração
Vasos sanguíneos e coraçãoAntónio Machado
 
Bárbara e Diana, O Sistema Circulatório
Bárbara e Diana, O Sistema CirculatórioBárbara e Diana, O Sistema Circulatório
Bárbara e Diana, O Sistema CirculatórioAntónio Machado
 
Trabalhos Alunos Roda Dos Alimentos
Trabalhos Alunos Roda Dos AlimentosTrabalhos Alunos Roda Dos Alimentos
Trabalhos Alunos Roda Dos AlimentosAntónio Machado
 
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema Respiratório
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema RespiratórioJoana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema Respiratório
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema RespiratórioAntónio Machado
 
Sistema Respiratorio Exercicio
Sistema Respiratorio ExercicioSistema Respiratorio Exercicio
Sistema Respiratorio ExercicioAntónio Machado
 
O Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema CirculatorioO Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema CirculatorioAntónio Machado
 
A Digestão Dos Ruminantes
A Digestão Dos RuminantesA Digestão Dos Ruminantes
A Digestão Dos RuminantesAntónio Machado
 
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)António Machado
 

Mais de António Machado (17)

ReproduçãO Humana
ReproduçãO HumanaReproduçãO Humana
ReproduçãO Humana
 
"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD
"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD
"Reprodução", Gabriela e Cláudia, 6ºD
 
Hemácias e Leucócitos
Hemácias e LeucócitosHemácias e Leucócitos
Hemácias e Leucócitos
 
Sistema Excretor
Sistema ExcretorSistema Excretor
Sistema Excretor
 
Vasos sanguíneos e coração
Vasos sanguíneos e coraçãoVasos sanguíneos e coração
Vasos sanguíneos e coração
 
Bárbara e Diana, O Sistema Circulatório
Bárbara e Diana, O Sistema CirculatórioBárbara e Diana, O Sistema Circulatório
Bárbara e Diana, O Sistema Circulatório
 
Trabalhos Alunos Roda Dos Alimentos
Trabalhos Alunos Roda Dos AlimentosTrabalhos Alunos Roda Dos Alimentos
Trabalhos Alunos Roda Dos Alimentos
 
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema Respiratório
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema RespiratórioJoana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema Respiratório
Joana e Gisela, 6ºD Funções e Constituição Do Sistema Respiratório
 
Joao Andre e Bruno, 6ºD
Joao Andre e Bruno, 6ºDJoao Andre e Bruno, 6ºD
Joao Andre e Bruno, 6ºD
 
Sistema Respiratorio Exercicio
Sistema Respiratorio ExercicioSistema Respiratorio Exercicio
Sistema Respiratorio Exercicio
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
O Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema CirculatorioO Sangue e o Sistema Circulatorio
O Sangue e o Sistema Circulatorio
 
A Digestão Dos Ruminantes
A Digestão Dos RuminantesA Digestão Dos Ruminantes
A Digestão Dos Ruminantes
 
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)
Aves Granivoras Ppt Ciencias (2)
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 

Último

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORDRONDINELLYRAMOS1
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 

Último (7)

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 

Plantas (Alimentação)

  • 1. ESCOLA E.B. 2,3 GIL VICENTE Alimentação das Plantas
  • 2.  Facto (F): As plantas necessitam de ser regadas regularmente, caso contrário, morrem.  Questão (Q): Por que razão sucede isto?  Resposta (R): As plantas necessitam de água para produzir o seu alimento.  Conceitos:  Absorção  Raiz  Vasos condutores  Seiva bruta  Fotossíntese
  • 3. Absorção e raiz A raiz absorve água e sais minerais através da zona pilosa. Aí existem pêlos absorventes, responsáveis por esta absorção. Os sais minerais devem estar dissolvidos na água para poderem entrar na planta. No interior da planta, a água e os sais minerais constituem a seiva bruta.
  • 4. Seiva bruta  Líquido constituído por água e sais minerais, absorvidos do solo através dos pêlos absorventes.  Circula através de vasos condutores, existentes no interior das plantas. Vasos condutores no interior de um caule
  • 5. Vasos condutores  No interior das plantas existem tecidos condutores.  Existem dois tipos: xilema e floema.  O xilema e o floema, são tecidos condutores que realizam o transporte de seiva, comunicando o sistema radicular às estruturas foliares, intermediado pelo caule. A- Xilema (seiva bruta) B- Floema (seiva elaborada)
  • 6. Fotossíntese  A seiva bruta tem como destino as folhas, subindo através do xilema.  Aqui a planta produz o seu próprio alimento: Fotossíntese.  As plantas são seres produtores ou autotróficos.  Possível graças à clorofila existente nos cloroplastos.  Existe grande quantidade de clorofila nas folhas, daí que a fotossíntese se realize mais intensamente nestes órgãos.  Para a fotossíntese é necessário: luz solar (fonte de energia), água (absorvida do solo) e dióxido de carbono (atmosfera).  Vídeo fotossíntese
  • 7. Produtos da fotossíntese  Como resultado a planta liberta oxigénio para a atmosfera e produz substâncias orgânicas (utilizadas como fonte de energia e reparação/produção de novas células).  A principal substância orgânica é a glicose (hidrato de carbono), que mais tarde se transforma em amido.  A glicose e as outras substâncias orgânicas produzidas na fotossíntese, juntamente com a água, formam a seiva elaborada. Esta circula no floema.  A seiva elaborada é utilizada pelas partes da planta em crescimento ou recuperação. Também pode ser acumulada na forma de substâncias de reserva.
  • 8. Fotossíntese Água e sais minerais Dióxido de carbono Luz solar Oxigénio Substâncias orgânicas
  • 9. Trocas gasosas Ostíolo Células guarda ou células estomáticas As plantas realizam algumas trocas gasosas através dos estomas localizados nas folhas. Estoma
  • 10. Acumulação de reservas  Quando a quantidade de alimento ingerido é superior às necessidades, as plantas acumulam o excesso na forma de reservas alimentares (amido, água, lípidos, açúcar, proteínas…)  Estas reservas são utilizadas em épocas de maior escassez ou para crescimento (Primavera).  Alguns seres vivos, incluindo o Homem, utilizam estas reservas para a sua alimentação.
  • 11. Tipos de reservas A salsa e outras ervas aromáticas acumulam substâncias nas suas folhas que são usados no tempero dos alimentos. A azeitona acumula lípidos, utilizados na produção de azeite.
  • 12. Tipos de reservas A soja acumula proteínas nas suas vagens. Por ser uma proteína vegetal, é muito procurada por vegetarianos e apreciadores de uma alimentação saudável. A cana-de-açúcar acumula açúcar no seu interior. Esta é utilizada pelo Homem na sua alimentação devido ao seu poder adoçante.
  • 13. Tipos de reservas Os cactos acumulam água, muito preciosa nos meios secos em que habitam.
  • 14. Órgãos que acumulam reservas As cenouras são raízes aprumadas tuberculosas que acumulam substâncias de reserva. As suas reservas são usadas na nossa alimentação. A batata é um caule subterrâneo (tubérculo) usado na alimentação.
  • 15. Órgãos que acumulam reservas Os frutos fazem parte do processo de reprodução das plantas. As suas reservas, das quais nos alimentamos, são usadas para o crescimento de uma nova planta. As sementes possuem reservas que permitem que, em condições favoráveis, novas plantas germinem.
  • 16. Trocas gasosas  Durante a fotossíntese as plantas absorvem dióxido de carbono e libertam oxigénio.  Tal como nos animais, as células das plantas realizam a respiração celular, na qual consomem oxigénio e libertam dióxido de carbono.  Também realizam a transpiração através das folhas, ou seja, libertam água que absorvem através das raízes. Dia Noite - Fotossíntese - Respiração celular - Transpiração - Respiração celular - Transpiração
  • 17. Trocas gasosas Ostíolo (orifício do estoma) Células guarda ou células estomáticas As plantas realizam algumas trocas gasosas através dos estomas localizados nas folhas.
  • 18. Plantas: fontes de matérias-primas Da dedaleira são extraídas substâncias utilizadas no fabrico de medicamentos para o coração. A rosa e o jasmim são utilizados no fabrico de perfumes.
  • 19. Plantas: fontes de matérias-primas Da seringueira é extraído o látex, usada no fabrico da borracha. Da oliveira é extraído o azeite.
  • 20. Plantas: fontes de matérias-primas Do pinheiro é extraída a resina, utilizada no fabrico de cola e plásticos. O castanheiro fornece castanhas e madeira.
  • 21. Plantas: fontes de matérias-primas O algodoeiro fornece algodão, utilizado na indústria do vestuário. O eucalipto fornece madeira e pasta de papel.
  • 22. Plantas: fontes de matérias-primas O sobreiro é fonte de cortiça, utilizada na construção civil ou no fabrico de rolhas.