SlideShare uma empresa Scribd logo

Sebrae

1 de 2
Baixar para ler offline
Sebrae: um agente do desenvolvimento
Fonte: Sebrae

O Sebrae surgiu em 1972 para estimular o empreendedorismo e o desenvolvimento do
Brasil


O Sebrae, uma entidade privada e de interesse público, apóia a abertura e expansão dos
pequenos negócios e transforma a vida de milhões de pessoas por meio do
empreendedorismo. Estas são algumas das razões pelas quais o Sebrae tem uma missão
clara e focada no desenvolvimento do Brasil através da geração de emprego e renda pela
via do empreendedorismo.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade
privada sem fins lucrativos criada em 1972 com a missão de promover a
competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro e
pequeno porte. A instituição atua também com foco no fortalecimento do
empreendedorismo e na aceleração do processo de formalização da economia por meio
de parcerias com os setores público e privado, programas de capacitação, acesso ao
crédito e à inovação, estímulo ao associativismo, feiras e rodadas de negócios.




Parte deste esforço ganhou visibilidade com a aprovação da Lei Geral da Micro e
Pequena Empresa, em dezembro de 2006. A lei consolidou, em um único documento, o
conjunto de estímulos que deve prevalecer para o segmento nas três esferas federal,
estadual e municipal da administração pública, inclusive na área tributária.

Um dos dispositivos da Lei Geral, o Simples Federal, já regulamentado, representou
grande ganho para micro e pequenas empresas em termos de redução de burocracia, de
carga tributária e de custos operacionais. Outro dispositivo, o de Compras
Governamentais, beneficiou o segmento por representar um nicho de negócios
fundamental ao aumento do faturamento e da competitividade dos pequenos negócios.

Essas ações reforçam o papel do Sebrae como incentivador do empreendedorismo e
revelam a importância da formalização para a economia brasileira. Nosso papel é
mostrar aos milhões de micro e pequenos empresários deste País as vantagens de se ter
um negócio formal, apontando caminhos e soluções, com o objetivo de facilitar o acesso
aos serviços financeiros, à tecnologia e ao mercado, sempre com foco na
competitividade empresarial.
História do Sebrae
O Sebrae existe como instituição desde 1972, mas sua história começa quase uma
década antes. Em 1964, o então Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico
(BNDE), atual Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),
criou o Programa de Financiamento à Pequena e Média Empresa (Fipeme) e o Fundo de
Desenvolvimento Técnico-Científico (Funtec), atual Financiadora de Estudos e Projetos
(Finep).


Em 17 de julho de 1972, por iniciativa do BNDE e do Ministério do Planejamento, foi
criado o Centro Brasileiro de Assistência Gerencial à Pequena Empresa (Cebrae)

Dois anos depois, em 1974, o Cebrae já contava com 230 colaboradores, dos quais
apenas sete no núcleo central, e estava presente em 19 estados. Em 1977, a instituição
atuava com programas específicos para as pequenas e médias empresas. Em 1979, havia
formado 1.200 consultores especializados em micro, pequenas e médias empresas. No
final dos anos 70, programas como Promicro, Pronagro e Propec levaram aos
empresários o atendimento de que necessitavam nas áreas de tecnologia, crédito e
mercado.


Em 9 de outubro de 1990, o Cebrae transformou-se em Sebrae, pelo decreto 99.570, que
complementa a Lei 8029, de 12 de abril. A entidade desvinculou-se da administração
pública e transformou-se em uma instituição privada, sem fins lucrativos e de utilidade
pública, mantida por repasses das maiores empresas do país, proporcionais ao valor de
suas folhas de pagamento. De lá para cá, o Sebrae ampliou sua estrutura de atendimento
para todos os estados do país, capacitou inúmeras pessoas e ajudou na criação e
desenvolvimento de milhares de micro e pequenos negócios por todo o país.

Recomendados

Apresentação - atividades Educação Fiscal encontro nacional - curitiba - educ...
Apresentação - atividades Educação Fiscal encontro nacional - curitiba - educ...Apresentação - atividades Educação Fiscal encontro nacional - curitiba - educ...
Apresentação - atividades Educação Fiscal encontro nacional - curitiba - educ...OBSERVATÓRIO SOCIAL DE ITAJAÍ
 
Infraestrutura Bancária e Histórico (em Bom Jardim – MA)
Infraestrutura Bancária e Histórico (em Bom Jardim – MA)Infraestrutura Bancária e Histórico (em Bom Jardim – MA)
Infraestrutura Bancária e Histórico (em Bom Jardim – MA)Adilson P Motta Motta
 
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)
Apresentação Tributo ao Futuro - Institucional (PJ)Priscilla Banaggia
 
Id 052485 apresentação aos novos membros
Id 052485 apresentação aos novos membrosId 052485 apresentação aos novos membros
Id 052485 apresentação aos novos membrosAlex da Silva
 
Ações câmara colunistas
Ações câmara colunistasAções câmara colunistas
Ações câmara colunistasFabiano Dutra
 
Ações câmara colunistas
Ações câmara colunistasAções câmara colunistas
Ações câmara colunistasFabiano Dutra
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Contributo das Microfinancas na reducacao da pobreza
Contributo das Microfinancas na reducacao da pobrezaContributo das Microfinancas na reducacao da pobreza
Contributo das Microfinancas na reducacao da pobrezaUniversidade Pedagogica
 
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...Instituto Comunitário Grande Florianópolis
 
Inclusao pelo credito
Inclusao pelo creditoInclusao pelo credito
Inclusao pelo creditovitadenarium
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de Angola
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de AngolaKixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de Angola
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de AngolaDevelopment Workshop Angola
 
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exame
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista ExameJuntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exame
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exameconhecacampinas
 
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...Guy Valerio Barros dos Santos
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)Development Workshop Angola
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano Tchoia
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano TchoiaKixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano Tchoia
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano TchoiaDevelopment Workshop Angola
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...Development Workshop Angola
 
Caixa trab social remunerado
Caixa trab social remuneradoCaixa trab social remunerado
Caixa trab social remuneradoJosé Marques
 
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOS
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOSAPRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOS
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOSINSTITUTO VOZ POPULAR
 
Rede de identidade mineira 02
Rede de identidade mineira   02Rede de identidade mineira   02
Rede de identidade mineira 02turmadochapeumg
 

Mais procurados (16)

Contributo das Microfinancas na reducacao da pobreza
Contributo das Microfinancas na reducacao da pobrezaContributo das Microfinancas na reducacao da pobreza
Contributo das Microfinancas na reducacao da pobreza
 
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...
Marco regulatório das OSCs - como a transparência é peça fundamental - Aline ...
 
Inclusao pelo credito
Inclusao pelo creditoInclusao pelo credito
Inclusao pelo credito
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de Angola
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de AngolaKixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de Angola
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Banco Nacional de Angola
 
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exame
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista ExameJuntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exame
Juntos Pelo Desenvolvimento Sustentável | Revista Exame
 
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...
Reunião apresentou fases do porto sul e a aprovação de empresários e lideranç...
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Allan Cain (Development Workshop)
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano Tchoia
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano TchoiaKixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano Tchoia
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Lauriano Tchoia
 
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...
Kixi-Crédito 2015 Simpósio (microfinanças): Santa Ernesto (Ministério da Fam...
 
Caixa trab social remunerado
Caixa trab social remuneradoCaixa trab social remunerado
Caixa trab social remunerado
 
Microempreendedor individual ei
Microempreendedor individual eiMicroempreendedor individual ei
Microempreendedor individual ei
 
COOPERATIVAS DE CRÉDITO
COOPERATIVAS DE CRÉDITOCOOPERATIVAS DE CRÉDITO
COOPERATIVAS DE CRÉDITO
 
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOS
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOSAPRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOS
APRESENTAÇÃO - BANCOS COMUNITÁRIOS
 
Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua
 
Apresentação inicial
Apresentação inicialApresentação inicial
Apresentação inicial
 
Rede de identidade mineira 02
Rede de identidade mineira   02Rede de identidade mineira   02
Rede de identidade mineira 02
 

Semelhante a Sebrae

Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)Edinho Silva
 
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª Edição
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª EdiçãoJornal da Feira do Empreendedor - 4ª Edição
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª EdiçãoSebrae-SaoPaulo
 
Proposta de Parceria - VI Fórum de Debates
Proposta de Parceria - VI Fórum de DebatesProposta de Parceria - VI Fórum de Debates
Proposta de Parceria - VI Fórum de DebatesFaculdade 2 de Julho
 
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª ediçãoRevista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª ediçãoPedro Valadares
 
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220Informativo da secretaria de comércio e serviços 220
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220fopemimpe
 
Boletim Sedese em ação ed.12
Boletim Sedese em ação  ed.12Boletim Sedese em ação  ed.12
Boletim Sedese em ação ed.12Victor Santos
 
Guia do prefeito empreendedor
Guia do prefeito empreendedorGuia do prefeito empreendedor
Guia do prefeito empreendedorAdmilson Augusto
 
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...ABCR
 
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.Heber Santana
 
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012Discurso plenário psd maia - 27 julho2012
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012Pedro Carvalho
 
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOS
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOSTrabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOS
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOSJONASDBU
 

Semelhante a Sebrae (20)

Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)
Balanço Final do Governo Lula - livro 1 (cap. 3)
 
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª Edição
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª EdiçãoJornal da Feira do Empreendedor - 4ª Edição
Jornal da Feira do Empreendedor - 4ª Edição
 
Livro Microcrédito
Livro MicrocréditoLivro Microcrédito
Livro Microcrédito
 
Abc sala empreendedor
Abc sala empreendedorAbc sala empreendedor
Abc sala empreendedor
 
Pequenos Negócios - Desafios e Perspectivas Vol 1
Pequenos Negócios - Desafios e Perspectivas Vol 1Pequenos Negócios - Desafios e Perspectivas Vol 1
Pequenos Negócios - Desafios e Perspectivas Vol 1
 
Proposta de Parceria - VI Fórum de Debates
Proposta de Parceria - VI Fórum de DebatesProposta de Parceria - VI Fórum de Debates
Proposta de Parceria - VI Fórum de Debates
 
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª ediçãoRevista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
 
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
Café com Seguro - Seguro Empresarial e PMEs - 7/03/2017
 
6. conjuntura
6. conjuntura6. conjuntura
6. conjuntura
 
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220Informativo da secretaria de comércio e serviços 220
Informativo da secretaria de comércio e serviços 220
 
Boletim Sedese em ação ed.12
Boletim Sedese em ação  ed.12Boletim Sedese em ação  ed.12
Boletim Sedese em ação ed.12
 
Guia do prefeito empreendedor
Guia do prefeito empreendedorGuia do prefeito empreendedor
Guia do prefeito empreendedor
 
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...
fabcr22_ppt palestrantes_Masterclass_ESG: O que isso tem a ver com a captação...
 
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.
Institui o Dia Estadual do Empreendedorismo.
 
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012Discurso plenário psd maia - 27 julho2012
Discurso plenário psd maia - 27 julho2012
 
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 newEntrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
 
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOS
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOSTrabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOS
Trabalho responsabilidade social PROCESSOS FORMATIVOS
 
História do Sebrae
História do SebraeHistória do Sebrae
História do Sebrae
 
Apostila adm pm es
Apostila  adm pm esApostila  adm pm es
Apostila adm pm es
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 

Sebrae

  • 1. Sebrae: um agente do desenvolvimento Fonte: Sebrae O Sebrae surgiu em 1972 para estimular o empreendedorismo e o desenvolvimento do Brasil O Sebrae, uma entidade privada e de interesse público, apóia a abertura e expansão dos pequenos negócios e transforma a vida de milhões de pessoas por meio do empreendedorismo. Estas são algumas das razões pelas quais o Sebrae tem uma missão clara e focada no desenvolvimento do Brasil através da geração de emprego e renda pela via do empreendedorismo. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada sem fins lucrativos criada em 1972 com a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro e pequeno porte. A instituição atua também com foco no fortalecimento do empreendedorismo e na aceleração do processo de formalização da economia por meio de parcerias com os setores público e privado, programas de capacitação, acesso ao crédito e à inovação, estímulo ao associativismo, feiras e rodadas de negócios. Parte deste esforço ganhou visibilidade com a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em dezembro de 2006. A lei consolidou, em um único documento, o conjunto de estímulos que deve prevalecer para o segmento nas três esferas federal, estadual e municipal da administração pública, inclusive na área tributária. Um dos dispositivos da Lei Geral, o Simples Federal, já regulamentado, representou grande ganho para micro e pequenas empresas em termos de redução de burocracia, de carga tributária e de custos operacionais. Outro dispositivo, o de Compras Governamentais, beneficiou o segmento por representar um nicho de negócios fundamental ao aumento do faturamento e da competitividade dos pequenos negócios. Essas ações reforçam o papel do Sebrae como incentivador do empreendedorismo e revelam a importância da formalização para a economia brasileira. Nosso papel é mostrar aos milhões de micro e pequenos empresários deste País as vantagens de se ter um negócio formal, apontando caminhos e soluções, com o objetivo de facilitar o acesso aos serviços financeiros, à tecnologia e ao mercado, sempre com foco na competitividade empresarial.
  • 2. História do Sebrae O Sebrae existe como instituição desde 1972, mas sua história começa quase uma década antes. Em 1964, o então Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE), atual Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), criou o Programa de Financiamento à Pequena e Média Empresa (Fipeme) e o Fundo de Desenvolvimento Técnico-Científico (Funtec), atual Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Em 17 de julho de 1972, por iniciativa do BNDE e do Ministério do Planejamento, foi criado o Centro Brasileiro de Assistência Gerencial à Pequena Empresa (Cebrae) Dois anos depois, em 1974, o Cebrae já contava com 230 colaboradores, dos quais apenas sete no núcleo central, e estava presente em 19 estados. Em 1977, a instituição atuava com programas específicos para as pequenas e médias empresas. Em 1979, havia formado 1.200 consultores especializados em micro, pequenas e médias empresas. No final dos anos 70, programas como Promicro, Pronagro e Propec levaram aos empresários o atendimento de que necessitavam nas áreas de tecnologia, crédito e mercado. Em 9 de outubro de 1990, o Cebrae transformou-se em Sebrae, pelo decreto 99.570, que complementa a Lei 8029, de 12 de abril. A entidade desvinculou-se da administração pública e transformou-se em uma instituição privada, sem fins lucrativos e de utilidade pública, mantida por repasses das maiores empresas do país, proporcionais ao valor de suas folhas de pagamento. De lá para cá, o Sebrae ampliou sua estrutura de atendimento para todos os estados do país, capacitou inúmeras pessoas e ajudou na criação e desenvolvimento de milhares de micro e pequenos negócios por todo o país.