SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
De 17 a 24 de outubro, vários eventos
ocorrerão em todo o Brasil para comemorar
o Dia Internacional de Atenção à Gagueira.
Participe você também!
GAGUEIRA NÃO TEM GRAÇA.
TEM TRATAMENTO.
Realização Nacional
Realização Regional Patrocínio Apoio
Maiores informações: www.gagueira.org.br
MENSAGEM AO PROFESSOR:
Você já deve ter tido em sua sala de aula um aluno com gagueira.Dados de pesqui-
sas informam que,no Brasil,há quase 10 milhões de crianças que já gaguejaram e
quase 2 milhões com gagueira crônica.
Caso você já tenha alguns anos de magistério e lhe pareça que nenhum de seus
alunos gaguejava, pense naqueles que nunca queriam ler para a classe, nem res-
ponder questões, que demoravam para dizer “presente” durante as chamadas
(ou que respondiam com um “sim”, com um “aqui” ou com algum som indefinido),
que diziam “não sei” sem tentar responder às perguntas formuladas. Alguns deles
provavelmente gaguejavam e seus comportamentos eram uma tentativa de
evitar demonstrar a gagueira e não timidez.
O que fazer quando um aluno está gaguejando? Ouça! Escute o que ele está di-
zendo e não se fixe tanto no modo como está falando.Forneça o tempo que ele neces-
sita para se comunicar.Evite completar as frases,mantenha-se receptivo,demonstre
atenção.Fale mais devagar e espere que ele termine a fala antes de iniciar a sua.
A atitude madura do professor é o primeiro passo. É preciso conhecer e respei-
tar as dificuldades do aluno, sem colocá-lo em posição de destaque negativo e sem
fazer com que se sinta incapacitado.
Se perceber que existe aceitação, procure dizer ao seu aluno que você perce-
be que ele tem dificuldades para falar e que você gostaria de ajudá-lo.
Quando parte da classe rejeita o aluno que gagueja, a atuação adequada do
professor é um ótimo modelo, mas, se ele estiver sendo alvo de desrespeito dos
demais alunos,explique que é necessário respeitar as diferenças.
Quanto mais cedo for realizado o encaminhamento para um fonoaudiólogo
especializado em gagueira,maiores serão as possibilidades de recuperação. Mas,
se este encaminhamento não ocorreu em tempo,sempre há o que fazer:o adolescente
e o adulto também têm grandes ganhos com a terapia.
Cientes da importância ímpar e da sua capacidade de divulgar não apenas idéias,
mas principalmente modos de conduta,o professor é uma pessoa essencial na tare-
fa de modificar a falta de conhecimento e o preconceito que envolve a gagueira.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)
O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)
O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)odileyaquinofreitas
 
O professor, o aluno e a sala (ariane)
O professor, o aluno e a sala (ariane)O professor, o aluno e a sala (ariane)
O professor, o aluno e a sala (ariane)frederico194320
 
Orientações aos pais 7 de abril
Orientações aos pais 7 de abrilOrientações aos pais 7 de abril
Orientações aos pais 7 de abrilaee-nurimar
 
Educação começa em casa
Educação começa em casaEducação começa em casa
Educação começa em casaevanildegomes
 
Escrita em reforma_fsp_17_05
Escrita em reforma_fsp_17_05Escrita em reforma_fsp_17_05
Escrita em reforma_fsp_17_05Nelson Silva
 
Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais
 Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais
Conhecendo um pouco sobre Deficiências IntelectuaisMaria Bárbara Floriano
 

Mais procurados (7)

Webquest terezinha
Webquest terezinhaWebquest terezinha
Webquest terezinha
 
O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)
O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)
O professor, o aluno e a sala (ariane) (2)
 
O professor, o aluno e a sala (ariane)
O professor, o aluno e a sala (ariane)O professor, o aluno e a sala (ariane)
O professor, o aluno e a sala (ariane)
 
Orientações aos pais 7 de abril
Orientações aos pais 7 de abrilOrientações aos pais 7 de abril
Orientações aos pais 7 de abril
 
Educação começa em casa
Educação começa em casaEducação começa em casa
Educação começa em casa
 
Escrita em reforma_fsp_17_05
Escrita em reforma_fsp_17_05Escrita em reforma_fsp_17_05
Escrita em reforma_fsp_17_05
 
Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais
 Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais
Conhecendo um pouco sobre Deficiências Intelectuais
 

Destaque

A gagueira de moisés múltiplas interpretações
A gagueira de moisés   múltiplas interpretaçõesA gagueira de moisés   múltiplas interpretações
A gagueira de moisés múltiplas interpretaçõesadrianomedico
 
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOK
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOKCAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOK
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOKRobson Lima
 
O PODER DA PRESSAO -EBOOK
O PODER DA PRESSAO -EBOOKO PODER DA PRESSAO -EBOOK
O PODER DA PRESSAO -EBOOKRobson Lima
 
Panorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterPanorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterRespirando Deus
 
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA Robson Lima
 
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOKEU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOKRobson Lima
 
Saiba mais sobre a gagueira infantil
Saiba mais sobre a gagueira infantilSaiba mais sobre a gagueira infantil
Saiba mais sobre a gagueira infantiladrianomedico
 
Um ensaio sobre a gagueira
Um ensaio sobre a gagueiraUm ensaio sobre a gagueira
Um ensaio sobre a gagueiraadrianomedico
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasRespirando Deus
 
Um processo de terapia para a gagueira
Um processo de terapia para a gagueiraUm processo de terapia para a gagueira
Um processo de terapia para a gagueiraadrianomedico
 
As eras mais primitivas da terra tomo ii
As eras mais primitivas da terra   tomo iiAs eras mais primitivas da terra   tomo ii
As eras mais primitivas da terra tomo iiDeusdete Soares
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasRespirando Deus
 
Livrando a mulher de jó do banco dos réus
Livrando a mulher de jó do banco dos réusLivrando a mulher de jó do banco dos réus
Livrando a mulher de jó do banco dos réusCarlos Augusto Vailatti
 
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...Carlos Augusto Vailatti
 
Livro manual de demonologia autor carlos augusto vailatti
Livro manual de demonologia   autor carlos augusto vailattiLivro manual de demonologia   autor carlos augusto vailatti
Livro manual de demonologia autor carlos augusto vailattiCarlos Augusto Vailatti
 

Destaque (17)

A gagueira de moisés múltiplas interpretações
A gagueira de moisés   múltiplas interpretaçõesA gagueira de moisés   múltiplas interpretações
A gagueira de moisés múltiplas interpretações
 
Ler
LerLer
Ler
 
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOK
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOKCAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOK
CAÇANDO DEUS SERVINDO AO HOMEM - EBOOK
 
O PODER DA PRESSAO -EBOOK
O PODER DA PRESSAO -EBOOKO PODER DA PRESSAO -EBOOK
O PODER DA PRESSAO -EBOOK
 
Panorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e EsterPanorama do AT - Neemias e Ester
Panorama do AT - Neemias e Ester
 
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA
LOUVOR E ADORAÇAO - APOSTILA
 
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOKEU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
 
Saiba mais sobre a gagueira infantil
Saiba mais sobre a gagueira infantilSaiba mais sobre a gagueira infantil
Saiba mais sobre a gagueira infantil
 
Um ensaio sobre a gagueira
Um ensaio sobre a gagueiraUm ensaio sobre a gagueira
Um ensaio sobre a gagueira
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
Panorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - MiqueiasPanorama do AT - Miqueias
Panorama do AT - Miqueias
 
Um processo de terapia para a gagueira
Um processo de terapia para a gagueiraUm processo de terapia para a gagueira
Um processo de terapia para a gagueira
 
As eras mais primitivas da terra tomo ii
As eras mais primitivas da terra   tomo iiAs eras mais primitivas da terra   tomo ii
As eras mais primitivas da terra tomo ii
 
Panorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - GálatasPanorama do NT - Gálatas
Panorama do NT - Gálatas
 
Livrando a mulher de jó do banco dos réus
Livrando a mulher de jó do banco dos réusLivrando a mulher de jó do banco dos réus
Livrando a mulher de jó do banco dos réus
 
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
 
Livro manual de demonologia autor carlos augusto vailatti
Livro manual de demonologia   autor carlos augusto vailattiLivro manual de demonologia   autor carlos augusto vailatti
Livro manual de demonologia autor carlos augusto vailatti
 

Semelhante a Gagueira tem tratamento

Livreto para professores
Livreto para professoresLivreto para professores
Livreto para professoressaudefieb
 
Cartilha sobre gagueira
Cartilha sobre gagueiraCartilha sobre gagueira
Cartilha sobre gagueiraadrianomedico
 
A inclusão e o tdah
A inclusão e o tdahA inclusão e o tdah
A inclusão e o tdahAlzira Dias
 
Educa%e7%e3o inclusica
Educa%e7%e3o inclusicaEduca%e7%e3o inclusica
Educa%e7%e3o inclusicaEliane1964
 
Cura da gagueira chega a 90% em crianças
Cura da gagueira chega a 90% em criançasCura da gagueira chega a 90% em crianças
Cura da gagueira chega a 90% em criançasadrianomedico
 
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdfPatrciaDaSilvaGaldin1
 
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...Cleide Araujo
 
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...Cleide Araujo
 
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aula
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aulaAutismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aula
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aulaSA Asperger
 
Indisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptxIndisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptxJoana Faria
 
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncldTaise Gomes
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...SimoneHelenDrumond
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...SimoneHelenDrumond
 
Síndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAHSíndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAHceciliaconserva
 
Grupo 2 ligia fagundes - situação de prendizagem 1
Grupo 2  ligia fagundes - situação de prendizagem 1Grupo 2  ligia fagundes - situação de prendizagem 1
Grupo 2 ligia fagundes - situação de prendizagem 1simoneciailimitada
 
Atraso cognitivo
Atraso cognitivoAtraso cognitivo
Atraso cognitivosedf
 
Limites, Autoridade e Disciplina
Limites, Autoridade e DisciplinaLimites, Autoridade e Disciplina
Limites, Autoridade e DisciplinaFrancielle Hilbert
 

Semelhante a Gagueira tem tratamento (20)

Livreto para professores
Livreto para professoresLivreto para professores
Livreto para professores
 
Cartilha sobre gagueira
Cartilha sobre gagueiraCartilha sobre gagueira
Cartilha sobre gagueira
 
A inclusão e o tdah
A inclusão e o tdahA inclusão e o tdah
A inclusão e o tdah
 
Educa%e7%e3o inclusica
Educa%e7%e3o inclusicaEduca%e7%e3o inclusica
Educa%e7%e3o inclusica
 
Cura da gagueira chega a 90% em crianças
Cura da gagueira chega a 90% em criançasCura da gagueira chega a 90% em crianças
Cura da gagueira chega a 90% em crianças
 
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf
01Livro Como conversar com crianças e pais sobre Necessidades Especiais.pdf
 
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
 
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
O diagnóstico da dislexia e sua relevância no atendimento psicopedagógico inf...
 
Educação Inclusiva
Educação InclusivaEducação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aula
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aulaAutismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aula
Autismo 50-dicas-para-admininistrar-o-deficit-de-atencao-em-sala-de-aula
 
Indisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptxIndisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptx
 
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld
1360165708 material de_orientacao_extraido_do_site_do_ncld
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolar
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
 
Síndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAHSíndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAH
 
Limites
LimitesLimites
Limites
 
Grupo 2 ligia fagundes - situação de prendizagem 1
Grupo 2  ligia fagundes - situação de prendizagem 1Grupo 2  ligia fagundes - situação de prendizagem 1
Grupo 2 ligia fagundes - situação de prendizagem 1
 
Atraso cognitivo
Atraso cognitivoAtraso cognitivo
Atraso cognitivo
 
Limites, Autoridade e Disciplina
Limites, Autoridade e DisciplinaLimites, Autoridade e Disciplina
Limites, Autoridade e Disciplina
 

Mais de adrianomedico

Tratamento farmacológico da gagueira
Tratamento farmacológico da gagueiraTratamento farmacológico da gagueira
Tratamento farmacológico da gagueiraadrianomedico
 
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeus
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeusProblemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeus
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeusadrianomedico
 
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...adrianomedico
 
Para quem a escola gagueja
Para quem a escola gaguejaPara quem a escola gagueja
Para quem a escola gaguejaadrianomedico
 
Gagueira não tem graça, tem tratamento
Gagueira não tem graça, tem tratamentoGagueira não tem graça, tem tratamento
Gagueira não tem graça, tem tratamentoadrianomedico
 
Gagueira não é emocional
Gagueira não é emocionalGagueira não é emocional
Gagueira não é emocionaladrianomedico
 
Gagueira e núcleos da base
Gagueira e núcleos da baseGagueira e núcleos da base
Gagueira e núcleos da baseadrianomedico
 
Gagueira e disfluência geral
Gagueira e disfluência   geralGagueira e disfluência   geral
Gagueira e disfluência geraladrianomedico
 
Gagueira e dificuldade de aprendizagem
Gagueira e dificuldade de aprendizagemGagueira e dificuldade de aprendizagem
Gagueira e dificuldade de aprendizagemadrianomedico
 
Gagueira estudo molecular dos genes g
Gagueira   estudo molecular dos genes gGagueira   estudo molecular dos genes g
Gagueira estudo molecular dos genes gadrianomedico
 
Gagueira disfluência
Gagueira   disfluênciaGagueira   disfluência
Gagueira disfluênciaadrianomedico
 
Gagueira até onde é normal
Gagueira   até onde é normalGagueira   até onde é normal
Gagueira até onde é normaladrianomedico
 
Gagueira a teoria na prática
Gagueira   a teoria na práticaGagueira   a teoria na prática
Gagueira a teoria na práticaadrianomedico
 
Fatores de risco na gagueira
Fatores de risco na gagueiraFatores de risco na gagueira
Fatores de risco na gagueiraadrianomedico
 
Estudo molecular dos genes da gagueira
Estudo molecular dos genes da gagueiraEstudo molecular dos genes da gagueira
Estudo molecular dos genes da gagueiraadrianomedico
 
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueira
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueiraEspecialista recomenda tratamento diferenciado para gagueira
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueiraadrianomedico
 
Disfemia o tartamudez
Disfemia o tartamudezDisfemia o tartamudez
Disfemia o tartamudezadrianomedico
 

Mais de adrianomedico (20)

Tratamento farmacológico da gagueira
Tratamento farmacológico da gagueiraTratamento farmacológico da gagueira
Tratamento farmacológico da gagueira
 
Seu filho gagueja.
Seu filho gagueja.Seu filho gagueja.
Seu filho gagueja.
 
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeus
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeusProblemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeus
Problemas na fala atrapalham carreira de reis e plebeus
 
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...
Perfil de sujeitos gagos que participam de comunidades virtuais como apoio so...
 
Para quem a escola gagueja
Para quem a escola gaguejaPara quem a escola gagueja
Para quem a escola gagueja
 
Genes da gagueira
Genes da gagueiraGenes da gagueira
Genes da gagueira
 
Gagueira não tem graça, tem tratamento
Gagueira não tem graça, tem tratamentoGagueira não tem graça, tem tratamento
Gagueira não tem graça, tem tratamento
 
Gagueira não é emocional
Gagueira não é emocionalGagueira não é emocional
Gagueira não é emocional
 
Gagueira infantil
Gagueira infantilGagueira infantil
Gagueira infantil
 
Gagueira e núcleos da base
Gagueira e núcleos da baseGagueira e núcleos da base
Gagueira e núcleos da base
 
Gagueira e disfluência geral
Gagueira e disfluência   geralGagueira e disfluência   geral
Gagueira e disfluência geral
 
Gagueira e dificuldade de aprendizagem
Gagueira e dificuldade de aprendizagemGagueira e dificuldade de aprendizagem
Gagueira e dificuldade de aprendizagem
 
Gagueira estudo molecular dos genes g
Gagueira   estudo molecular dos genes gGagueira   estudo molecular dos genes g
Gagueira estudo molecular dos genes g
 
Gagueira disfluência
Gagueira   disfluênciaGagueira   disfluência
Gagueira disfluência
 
Gagueira até onde é normal
Gagueira   até onde é normalGagueira   até onde é normal
Gagueira até onde é normal
 
Gagueira a teoria na prática
Gagueira   a teoria na práticaGagueira   a teoria na prática
Gagueira a teoria na prática
 
Fatores de risco na gagueira
Fatores de risco na gagueiraFatores de risco na gagueira
Fatores de risco na gagueira
 
Estudo molecular dos genes da gagueira
Estudo molecular dos genes da gagueiraEstudo molecular dos genes da gagueira
Estudo molecular dos genes da gagueira
 
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueira
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueiraEspecialista recomenda tratamento diferenciado para gagueira
Especialista recomenda tratamento diferenciado para gagueira
 
Disfemia o tartamudez
Disfemia o tartamudezDisfemia o tartamudez
Disfemia o tartamudez
 

Gagueira tem tratamento

  • 1. De 17 a 24 de outubro, vários eventos ocorrerão em todo o Brasil para comemorar o Dia Internacional de Atenção à Gagueira. Participe você também! GAGUEIRA NÃO TEM GRAÇA. TEM TRATAMENTO. Realização Nacional Realização Regional Patrocínio Apoio Maiores informações: www.gagueira.org.br
  • 2. MENSAGEM AO PROFESSOR: Você já deve ter tido em sua sala de aula um aluno com gagueira.Dados de pesqui- sas informam que,no Brasil,há quase 10 milhões de crianças que já gaguejaram e quase 2 milhões com gagueira crônica. Caso você já tenha alguns anos de magistério e lhe pareça que nenhum de seus alunos gaguejava, pense naqueles que nunca queriam ler para a classe, nem res- ponder questões, que demoravam para dizer “presente” durante as chamadas (ou que respondiam com um “sim”, com um “aqui” ou com algum som indefinido), que diziam “não sei” sem tentar responder às perguntas formuladas. Alguns deles provavelmente gaguejavam e seus comportamentos eram uma tentativa de evitar demonstrar a gagueira e não timidez. O que fazer quando um aluno está gaguejando? Ouça! Escute o que ele está di- zendo e não se fixe tanto no modo como está falando.Forneça o tempo que ele neces- sita para se comunicar.Evite completar as frases,mantenha-se receptivo,demonstre atenção.Fale mais devagar e espere que ele termine a fala antes de iniciar a sua. A atitude madura do professor é o primeiro passo. É preciso conhecer e respei- tar as dificuldades do aluno, sem colocá-lo em posição de destaque negativo e sem fazer com que se sinta incapacitado. Se perceber que existe aceitação, procure dizer ao seu aluno que você perce- be que ele tem dificuldades para falar e que você gostaria de ajudá-lo. Quando parte da classe rejeita o aluno que gagueja, a atuação adequada do professor é um ótimo modelo, mas, se ele estiver sendo alvo de desrespeito dos demais alunos,explique que é necessário respeitar as diferenças. Quanto mais cedo for realizado o encaminhamento para um fonoaudiólogo especializado em gagueira,maiores serão as possibilidades de recuperação. Mas, se este encaminhamento não ocorreu em tempo,sempre há o que fazer:o adolescente e o adulto também têm grandes ganhos com a terapia. Cientes da importância ímpar e da sua capacidade de divulgar não apenas idéias, mas principalmente modos de conduta,o professor é uma pessoa essencial na tare- fa de modificar a falta de conhecimento e o preconceito que envolve a gagueira.