SlideShare uma empresa Scribd logo

Nostalgias à velha casa

Nostalgias à velha casa

1 de 2
Baixar para ler offline
Nostalgias À Velha Casa 
Por Adilson Motta, 2014 
A velha casa é um baú de lembranças. Hoje, como num retrospecto vejo tudo que a vida esculpiu e o tempo transformou, assim como seus contrastes de diferenças moldadas pelo tempo. 
Tudo é um contraste do dantes. O piso cerâmico que hoje veste a superfície, um dia fora de chão malhado, o qual, ainda vejo em minhas lembranças, minha mãe aguando para evitar o poeiral, e aquele cheiro de barro molhado que subia. 
As telhas que hoje cobrem, dantes eram preenchidas pelo palharal. E na lembrança das palhas outras lembranças se arrastam... Como a lembrança do fantasma que na fresta da janela de meu quarto corria o dedo sob as impressões do medo enclausurado do quarto escuro que sob a luz do luar brilhava em todas as brechas que acendiam. Tal fantasma pôs-me em correria casa afora, atiçando os valentões da vizinhança, que com facões, pau e punho – em soma de coragem entraram casa adentro no propósito de enfrentá-lo. No abrir da janela, a figura aterrorizante engendrada no medo, para a surpresa de todos se revelava: Uma palha seca que sob a mobilidade do vento corria... 
O engenho de minhas criações e da garotada era um bucheiro que se estendia nas estacas do quintal de cujas buchas ainda em seu verdor, com palitos espetados movíamos a criação de lindas vacas e bois. E desta forma, em mimese a meninada tornava-se fazendeiros no mundo do faz de conta. 
A velha casa tem um valor que está acima da moeda, um valor sentimental pelas raízes ali fincadas da própria existência. Nela reside a marca de um tempo incrustada na memória, de tempos difíceis, e no nosso caso ainda era pior – onde a mãe fazia papel conjugado de pai e mãe, mas a benção era a ajuda e influência de nossos avós que ajudavam aquela mãe heroína a carregar seu pesado fardo de sete filhos. Imagine a luta: Não era aposentada, na época não existia nem sequer bolsa escola, quanto menos bolsa família ou outros... Foi uma guerreira, que do árduo labor conseguiu criar e educar todos seus filhos, sem a qual toda existência se apagaria. 
Por trás da velha casa tinha uma história, tinham várias histórias, que eram parte da história pintada de um todo dos contrastes do país. Mas o que nos importa no momento são as mine histórias que cercam a vida – daquele pequeno universo chamado família. 
Entre as histórias está o circunstancial que envolvia a vida sofrida que levávamos, da qual não sentíamos as dores, apesar do árduo labor que cercava cada vivente ali presente. Minha mãe era empreendedora, sabia se virar com seu pequeno batalhão. E como base desse empreendedorismo que a obrigava por questão de sobrevivência. Foi assim que, desde cedo tornei-me um exímio vendedor. O primeiro produto de minha lista era geladim, que outros chamam dindim, sacolé... Depois fui promovido a vender outros produtos: Bolo, cuscuz e milho cozido, e a clientela era certa e infalível: Alto dos Prexedes, rua do Comércio e Itamarati
do senhor Pedro Juvino, onde os ônibus paravam, era o centro financeiro de vendas da meninada. 
Falar em dindim, naquele tempo, já com olhar travesso para as garotas,me apaixonei por uma e na cabeça, jurando que ela me enxergava ou que eu ao menos existia em seu mundo.Vinham os questionamentosinfantis e de adolescente arisco, em avaliação certa do incerto fantasiado: Como vou sustentar ela como vendedor de geladim? E essa foi uma paixão velha da qual ela nunca soube, e que adormeceu e se apagou no tempo. 
As lembranças também trazem as saborosas jacas do véi Luizão, onde hoje é a Cohab – que antes fora, eu não diria uma floresta, ou quase um sítio fechado de abundantes pés de goiaba, manga, cajus e um extenso jacaral que se espalhava. Era um jardim de delícia e tentação à garotada, que a pretexto indeliberado de passarinhar (de baladeiras), mas nos entretia-se mesmo era no frutaral. Certa vez, em uma das “passarinhagens” nos detemos num provocante pé de jaca carregado – velho conhecido - que nos convidava e, pelas aparências estavam de vêz*. Dificilmente era colhida alguma madura nos pés e, antes que fossem colhidas ou amadurecessem, a meninada tirava e enterrava em alguns pontos estratégicos do matagal, para quando estivessem maduras íamos só deliciar. Certo dia, após o meio dia quando o velho tirava uma cesta (sabíamos), e já no olho da jaqueira, conta um amigo, quando de repente chega o velho tão temido, com uma espingarda e resmungando umas palavras: “Deixa eu pegar esses ladrão de jaca!” e saiu andando em direção ao mato. “Deixa eu ver se esses miserável enterraram alguma jaca no mato.” A essas alturas, a visão da “pé pôde”*, congelou uma total calmaria e silêncio na copa da jaqueira, até o mastigar parou... Enquanto o velho ia para o mato, descíam escorregando em máximo cuidado. E quando os pés bateram no chão sobre o tapete do folharal houve uma quebra do silêncio como num toque de sirene, e a carreira foi grande, e atrás vinha o velho resmungando: “Ah, seus ladrão de jaca vocês tavam era aqui! Agora vou pegar vocês!” De repente dona espoleta quebrou no aperto do gatilho anunciando o tiro que levava uma rajada de sal nas costas do amigo que nem a dor sentiu, anestesiado do medo. E na correria, deixou cair a sandália, como prova do crime que fora levada a delegacia para, como Cinderela, encontrar o famoso ladrão de jaca, que naquelas alturas, com as costas marcadas, só andava de camisa, pra escapar de outra taca. 
 De vez: quase madura 
 Pé pôde: pop. Espingarda.
Anúncio

Recomendados

E se a Morte Chegasse Agora?
E se a Morte Chegasse Agora?E se a Morte Chegasse Agora?
E se a Morte Chegasse Agora?-
 
Vovô Tancredo Neves o encanto possível
Vovô Tancredo Neves o encanto possívelVovô Tancredo Neves o encanto possível
Vovô Tancredo Neves o encanto possívelViva Minas
 
Andrea Neves - Vovô Tancredo, o encanto possível
Andrea Neves - Vovô Tancredo, o encanto possívelAndrea Neves - Vovô Tancredo, o encanto possível
Andrea Neves - Vovô Tancredo, o encanto possívelAndrea Neves
 
Texto de Andrea Neves sobre Tancredo Neves
Texto de Andrea Neves sobre Tancredo NevesTexto de Andrea Neves sobre Tancredo Neves
Texto de Andrea Neves sobre Tancredo NevesViva Minas
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (12)

Quem e amigo_e_tem_amigos_vai_perceber
Quem e amigo_e_tem_amigos_vai_perceberQuem e amigo_e_tem_amigos_vai_perceber
Quem e amigo_e_tem_amigos_vai_perceber
 
Quem E Amigo E Tem Amigos Vai Perceber
Quem E Amigo E Tem Amigos Vai PerceberQuem E Amigo E Tem Amigos Vai Perceber
Quem E Amigo E Tem Amigos Vai Perceber
 
Amigos
AmigosAmigos
Amigos
 
Viagem de-trem-blog-partida-e-chegada-1228280242857184-8
Viagem de-trem-blog-partida-e-chegada-1228280242857184-8Viagem de-trem-blog-partida-e-chegada-1228280242857184-8
Viagem de-trem-blog-partida-e-chegada-1228280242857184-8
 
Ando com saudades
Ando com saudadesAndo com saudades
Ando com saudades
 
Ficha de trabalho_poesia_trovadoresca_2_cantigas_de_amigo
Ficha de trabalho_poesia_trovadoresca_2_cantigas_de_amigoFicha de trabalho_poesia_trovadoresca_2_cantigas_de_amigo
Ficha de trabalho_poesia_trovadoresca_2_cantigas_de_amigo
 
Saudades
SaudadesSaudades
Saudades
 
A gratidao
A gratidaoA gratidao
A gratidao
 
A Gratidao
A GratidaoA Gratidao
A Gratidao
 
A viagem
A viagemA viagem
A viagem
 
A Viagem De Trem
A Viagem De TremA Viagem De Trem
A Viagem De Trem
 
Meia nota vinte escudos
Meia nota vinte escudosMeia nota vinte escudos
Meia nota vinte escudos
 

Destaque

Sinto muitas saudades
Sinto muitas saudadesSinto muitas saudades
Sinto muitas saudades198129
 
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesa
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesaFicha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesa
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesaPaula Costa
 
Regulamento Torneio 24h AEISCAC
Regulamento Torneio 24h AEISCACRegulamento Torneio 24h AEISCAC
Regulamento Torneio 24h AEISCACRuben Brito
 
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...NOVA IMS, FELU, ISEG, SKEMA
 
Sessão ordinária agenda
Sessão ordinária   agendaSessão ordinária   agenda
Sessão ordinária agendaJosé Ferreira
 
BMW Transformation - BMW
BMW Transformation - BMWBMW Transformation - BMW
BMW Transformation - BMWGrupo Phocus
 
#01 como enviar arquivos pelo facebook
#01   como enviar arquivos pelo facebook#01   como enviar arquivos pelo facebook
#01 como enviar arquivos pelo facebookIsrael Medeiros
 
Lista final corrigida contratação de escola
Lista final corrigida contratação de escolaLista final corrigida contratação de escola
Lista final corrigida contratação de escolaesrdaquadrodemerito
 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 Professor Paulo Duran
 
Regras de conduta na sala de aula
Regras de conduta na sala de aulaRegras de conduta na sala de aula
Regras de conduta na sala de aulaGabriela Costeira
 
Armas silenciosas para guerras tranquilas
Armas silenciosas para guerras tranquilasArmas silenciosas para guerras tranquilas
Armas silenciosas para guerras tranquilasMarco González
 

Destaque (20)

Sinto muitas saudades
Sinto muitas saudadesSinto muitas saudades
Sinto muitas saudades
 
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesa
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesaFicha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesa
Ficha trabalho 11_revolucao_liberal_portuguesa
 
Regulamento Torneio 24h AEISCAC
Regulamento Torneio 24h AEISCACRegulamento Torneio 24h AEISCAC
Regulamento Torneio 24h AEISCAC
 
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...
2015_05_25 “Inteligência Competitiva” é a nova ferramenta de gestão - Vida...
 
Release maratona new.
Release maratona new.Release maratona new.
Release maratona new.
 
Sessão ordinária agenda
Sessão ordinária   agendaSessão ordinária   agenda
Sessão ordinária agenda
 
BMW Transformation - BMW
BMW Transformation - BMWBMW Transformation - BMW
BMW Transformation - BMW
 
DIVERSIDADES DE LENGUAJES
DIVERSIDADES DE LENGUAJES DIVERSIDADES DE LENGUAJES
DIVERSIDADES DE LENGUAJES
 
#01 como enviar arquivos pelo facebook
#01   como enviar arquivos pelo facebook#01   como enviar arquivos pelo facebook
#01 como enviar arquivos pelo facebook
 
Lista final corrigida contratação de escola
Lista final corrigida contratação de escolaLista final corrigida contratação de escola
Lista final corrigida contratação de escola
 
Fadas
FadasFadas
Fadas
 
Portaria 90 6 fevereiro_2013
Portaria 90 6 fevereiro_2013Portaria 90 6 fevereiro_2013
Portaria 90 6 fevereiro_2013
 
Taller 6
Taller 6Taller 6
Taller 6
 
Molde munecos 00001_gx
Molde munecos 00001_gxMolde munecos 00001_gx
Molde munecos 00001_gx
 
Top15t2cor
Top15t2corTop15t2cor
Top15t2cor
 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 
Curso de corel draw x5 aula 48 cartao namorados 3 
 
Regras de conduta na sala de aula
Regras de conduta na sala de aulaRegras de conduta na sala de aula
Regras de conduta na sala de aula
 
Armas silenciosas para guerras tranquilas
Armas silenciosas para guerras tranquilasArmas silenciosas para guerras tranquilas
Armas silenciosas para guerras tranquilas
 
myself with eiffel tower
myself with eiffel towermyself with eiffel tower
myself with eiffel tower
 
O tempo dos dinossauros
O tempo dos dinossaurosO tempo dos dinossauros
O tempo dos dinossauros
 

Semelhante a Nostalgias à velha casa

Artesanato de palavras - Lucas Miguel Teixeira
Artesanato de palavras - Lucas Miguel TeixeiraArtesanato de palavras - Lucas Miguel Teixeira
Artesanato de palavras - Lucas Miguel TeixeiraSaulo Matias
 
Corpo do livro
Corpo do livroCorpo do livro
Corpo do livroRosa Regis
 
Familia paterna os genuinos
Familia paterna os genuinosFamilia paterna os genuinos
Familia paterna os genuinosPitágoras
 
Manuel da cachaca contos & casos de boteco
Manuel da cachaca contos & casos de botecoManuel da cachaca contos & casos de boteco
Manuel da cachaca contos & casos de botecoJader Moreira Almeida
 
Crônicas selecionadas nu, de botas - av2
Crônicas selecionadas   nu, de botas - av2Crônicas selecionadas   nu, de botas - av2
Crônicas selecionadas nu, de botas - av2Josi Motta
 
Livro armazem colombo parte
Livro armazem colombo parteLivro armazem colombo parte
Livro armazem colombo partevececo
 
Familia batista
Familia batistaFamilia batista
Familia batistaPitágoras
 
As minhas estórias do meu bairro
As minhas estórias do meu bairroAs minhas estórias do meu bairro
As minhas estórias do meu bairroSandra Moreira
 
Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book AMEOPOEMA Editora
 
Cartas de evita que perón não leu
Cartas de evita que perón não leuCartas de evita que perón não leu
Cartas de evita que perón não leuRailda Cardoso
 
Amor fora de série - Paulino Gil
Amor fora de série - Paulino GilAmor fora de série - Paulino Gil
Amor fora de série - Paulino GilRogerio de Paula
 
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdfO-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdfAldneideAlmeida1
 
Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabulosoCrisBiagio
 
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasFabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasAriane Mafra
 
Alínea ii o reencontro
Alínea ii o reencontroAlínea ii o reencontro
Alínea ii o reencontroFilomena Costa
 
Mario de Andrade e Vestida de Preto
Mario de Andrade e Vestida de PretoMario de Andrade e Vestida de Preto
Mario de Andrade e Vestida de PretoDani Bertollo
 

Semelhante a Nostalgias à velha casa (20)

Artesanato de palavras - Lucas Miguel Teixeira
Artesanato de palavras - Lucas Miguel TeixeiraArtesanato de palavras - Lucas Miguel Teixeira
Artesanato de palavras - Lucas Miguel Teixeira
 
Corpo do livro
Corpo do livroCorpo do livro
Corpo do livro
 
Vila criança
Vila criançaVila criança
Vila criança
 
Familia paterna os genuinos
Familia paterna os genuinosFamilia paterna os genuinos
Familia paterna os genuinos
 
Manuel da cachaca contos & casos de boteco
Manuel da cachaca contos & casos de botecoManuel da cachaca contos & casos de boteco
Manuel da cachaca contos & casos de boteco
 
Crônicas selecionadas nu, de botas - av2
Crônicas selecionadas   nu, de botas - av2Crônicas selecionadas   nu, de botas - av2
Crônicas selecionadas nu, de botas - av2
 
Livro armazem colombo parte
Livro armazem colombo parteLivro armazem colombo parte
Livro armazem colombo parte
 
Familia batista
Familia batistaFamilia batista
Familia batista
 
As minhas estórias do meu bairro
As minhas estórias do meu bairroAs minhas estórias do meu bairro
As minhas estórias do meu bairro
 
1 4918339399097254230
1 49183393990972542301 4918339399097254230
1 4918339399097254230
 
Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book
 
Cartas de evita que perón não leu
Cartas de evita que perón não leuCartas de evita que perón não leu
Cartas de evita que perón não leu
 
Casos do romualdo
Casos do romualdoCasos do romualdo
Casos do romualdo
 
Chicos 19 janeiro 2009
Chicos 19 janeiro 2009Chicos 19 janeiro 2009
Chicos 19 janeiro 2009
 
Amor fora de série - Paulino Gil
Amor fora de série - Paulino GilAmor fora de série - Paulino Gil
Amor fora de série - Paulino Gil
 
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdfO-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
O-Menino-no-Espelho-Fernando-Sabino.pdf
 
Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabuloso
 
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasFabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
 
Alínea ii o reencontro
Alínea ii o reencontroAlínea ii o reencontro
Alínea ii o reencontro
 
Mario de Andrade e Vestida de Preto
Mario de Andrade e Vestida de PretoMario de Andrade e Vestida de Preto
Mario de Andrade e Vestida de Preto
 

Mais de Adilson P Motta Motta

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMA
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMACRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMA
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMAAdilson P Motta Motta
 
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...Adilson P Motta Motta
 
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...Adilson P Motta Motta
 
As várias faces do ópio do Povo.pdf
As várias faces do ópio do Povo.pdfAs várias faces do ópio do Povo.pdf
As várias faces do ópio do Povo.pdfAdilson P Motta Motta
 
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdf
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdfpdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdf
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdfAdilson P Motta Motta
 
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdf
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdfProjeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdf
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdfAdilson P Motta Motta
 
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdf
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdfLEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdf
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdfAdilson P Motta Motta
 
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdf
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdfDESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdf
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdfAdilson P Motta Motta
 
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS SÓ ENEM
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS  SÓ ENEMINTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS  SÓ ENEM
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS SÓ ENEMAdilson P Motta Motta
 
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdf
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdfLEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdf
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdfAdilson P Motta Motta
 
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptx
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptxVALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptx
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptxAdilson P Motta Motta
 
01- LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf
01-  LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf01-  LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf
01- LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdfAdilson P Motta Motta
 
Regimento do conselho municipal de educação bom j ardim - ma
Regimento do conselho municipal de educação   bom j ardim - maRegimento do conselho municipal de educação   bom j ardim - ma
Regimento do conselho municipal de educação bom j ardim - maAdilson P Motta Motta
 
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim ma
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim  maProjeto programa educacao ambiental. bom jardim  ma
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim maAdilson P Motta Motta
 

Mais de Adilson P Motta Motta (20)

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMA
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMACRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMA
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PROJETO POEMA
 
PDF LIVRO BOM JARDIM 2023.pdf
PDF LIVRO BOM JARDIM  2023.pdfPDF LIVRO BOM JARDIM  2023.pdf
PDF LIVRO BOM JARDIM 2023.pdf
 
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...
A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO...
 
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...
UM ESTUDO SOBRE A LEITURA E O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO DE LÍNGUA ...
 
As várias faces do ópio do Povo.pdf
As várias faces do ópio do Povo.pdfAs várias faces do ópio do Povo.pdf
As várias faces do ópio do Povo.pdf
 
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdf
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdfpdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdf
pdf MONTANDO UMA REDACAO - PASSO A PASSO.pdf
 
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdf
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdfProjeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdf
Projeto Escolar - História de Bom Jardim-MA.pdf
 
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdf
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdfLEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdf
LEI ORGÂNICA DE BOM JARDIM-MA 2020.pdf
 
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdf
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdfDESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdf
DESAFIOS DAS ESCOLA MULTISSERIADAS EM BOM JARDIM-MA..pdf
 
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS SÓ ENEM
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS  SÓ ENEMINTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS  SÓ ENEM
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL INGLÊS SÓ ENEM
 
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdf
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdfLEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdf
LEI ORGANICA DE BOM JARDIM-MA. 2022 - ATUALIZADA.pdf
 
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptx
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptxVALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptx
VALE -PRIVATIZAÇÃO A SAÍDA OU O FUNDO DO POÇO.pptx
 
01- LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf
01-  LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf01-  LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf
01- LINGUAGEM INDÍGENA 5 PRIMEIRAS PÁGINAS.pdf
 
DICIONÁRIO TUPI - PORTUGUES.pdf
DICIONÁRIO TUPI - PORTUGUES.pdfDICIONÁRIO TUPI - PORTUGUES.pdf
DICIONÁRIO TUPI - PORTUGUES.pdf
 
A gramática do texto.ppt
A gramática do texto.pptA gramática do texto.ppt
A gramática do texto.ppt
 
A importância de falar inglês.ppt
A importância de falar inglês.pptA importância de falar inglês.ppt
A importância de falar inglês.ppt
 
Breve Resumo - Novo Ensino Médio
Breve Resumo -  Novo Ensino MédioBreve Resumo -  Novo Ensino Médio
Breve Resumo - Novo Ensino Médio
 
Frases à cidadania
Frases à cidadaniaFrases à cidadania
Frases à cidadania
 
Regimento do conselho municipal de educação bom j ardim - ma
Regimento do conselho municipal de educação   bom j ardim - maRegimento do conselho municipal de educação   bom j ardim - ma
Regimento do conselho municipal de educação bom j ardim - ma
 
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim ma
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim  maProjeto programa educacao ambiental. bom jardim  ma
Projeto programa educacao ambiental. bom jardim ma
 

Último

Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 

Último (20)

Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 

Nostalgias à velha casa

  • 1. Nostalgias À Velha Casa Por Adilson Motta, 2014 A velha casa é um baú de lembranças. Hoje, como num retrospecto vejo tudo que a vida esculpiu e o tempo transformou, assim como seus contrastes de diferenças moldadas pelo tempo. Tudo é um contraste do dantes. O piso cerâmico que hoje veste a superfície, um dia fora de chão malhado, o qual, ainda vejo em minhas lembranças, minha mãe aguando para evitar o poeiral, e aquele cheiro de barro molhado que subia. As telhas que hoje cobrem, dantes eram preenchidas pelo palharal. E na lembrança das palhas outras lembranças se arrastam... Como a lembrança do fantasma que na fresta da janela de meu quarto corria o dedo sob as impressões do medo enclausurado do quarto escuro que sob a luz do luar brilhava em todas as brechas que acendiam. Tal fantasma pôs-me em correria casa afora, atiçando os valentões da vizinhança, que com facões, pau e punho – em soma de coragem entraram casa adentro no propósito de enfrentá-lo. No abrir da janela, a figura aterrorizante engendrada no medo, para a surpresa de todos se revelava: Uma palha seca que sob a mobilidade do vento corria... O engenho de minhas criações e da garotada era um bucheiro que se estendia nas estacas do quintal de cujas buchas ainda em seu verdor, com palitos espetados movíamos a criação de lindas vacas e bois. E desta forma, em mimese a meninada tornava-se fazendeiros no mundo do faz de conta. A velha casa tem um valor que está acima da moeda, um valor sentimental pelas raízes ali fincadas da própria existência. Nela reside a marca de um tempo incrustada na memória, de tempos difíceis, e no nosso caso ainda era pior – onde a mãe fazia papel conjugado de pai e mãe, mas a benção era a ajuda e influência de nossos avós que ajudavam aquela mãe heroína a carregar seu pesado fardo de sete filhos. Imagine a luta: Não era aposentada, na época não existia nem sequer bolsa escola, quanto menos bolsa família ou outros... Foi uma guerreira, que do árduo labor conseguiu criar e educar todos seus filhos, sem a qual toda existência se apagaria. Por trás da velha casa tinha uma história, tinham várias histórias, que eram parte da história pintada de um todo dos contrastes do país. Mas o que nos importa no momento são as mine histórias que cercam a vida – daquele pequeno universo chamado família. Entre as histórias está o circunstancial que envolvia a vida sofrida que levávamos, da qual não sentíamos as dores, apesar do árduo labor que cercava cada vivente ali presente. Minha mãe era empreendedora, sabia se virar com seu pequeno batalhão. E como base desse empreendedorismo que a obrigava por questão de sobrevivência. Foi assim que, desde cedo tornei-me um exímio vendedor. O primeiro produto de minha lista era geladim, que outros chamam dindim, sacolé... Depois fui promovido a vender outros produtos: Bolo, cuscuz e milho cozido, e a clientela era certa e infalível: Alto dos Prexedes, rua do Comércio e Itamarati
  • 2. do senhor Pedro Juvino, onde os ônibus paravam, era o centro financeiro de vendas da meninada. Falar em dindim, naquele tempo, já com olhar travesso para as garotas,me apaixonei por uma e na cabeça, jurando que ela me enxergava ou que eu ao menos existia em seu mundo.Vinham os questionamentosinfantis e de adolescente arisco, em avaliação certa do incerto fantasiado: Como vou sustentar ela como vendedor de geladim? E essa foi uma paixão velha da qual ela nunca soube, e que adormeceu e se apagou no tempo. As lembranças também trazem as saborosas jacas do véi Luizão, onde hoje é a Cohab – que antes fora, eu não diria uma floresta, ou quase um sítio fechado de abundantes pés de goiaba, manga, cajus e um extenso jacaral que se espalhava. Era um jardim de delícia e tentação à garotada, que a pretexto indeliberado de passarinhar (de baladeiras), mas nos entretia-se mesmo era no frutaral. Certa vez, em uma das “passarinhagens” nos detemos num provocante pé de jaca carregado – velho conhecido - que nos convidava e, pelas aparências estavam de vêz*. Dificilmente era colhida alguma madura nos pés e, antes que fossem colhidas ou amadurecessem, a meninada tirava e enterrava em alguns pontos estratégicos do matagal, para quando estivessem maduras íamos só deliciar. Certo dia, após o meio dia quando o velho tirava uma cesta (sabíamos), e já no olho da jaqueira, conta um amigo, quando de repente chega o velho tão temido, com uma espingarda e resmungando umas palavras: “Deixa eu pegar esses ladrão de jaca!” e saiu andando em direção ao mato. “Deixa eu ver se esses miserável enterraram alguma jaca no mato.” A essas alturas, a visão da “pé pôde”*, congelou uma total calmaria e silêncio na copa da jaqueira, até o mastigar parou... Enquanto o velho ia para o mato, descíam escorregando em máximo cuidado. E quando os pés bateram no chão sobre o tapete do folharal houve uma quebra do silêncio como num toque de sirene, e a carreira foi grande, e atrás vinha o velho resmungando: “Ah, seus ladrão de jaca vocês tavam era aqui! Agora vou pegar vocês!” De repente dona espoleta quebrou no aperto do gatilho anunciando o tiro que levava uma rajada de sal nas costas do amigo que nem a dor sentiu, anestesiado do medo. E na correria, deixou cair a sandália, como prova do crime que fora levada a delegacia para, como Cinderela, encontrar o famoso ladrão de jaca, que naquelas alturas, com as costas marcadas, só andava de camisa, pra escapar de outra taca.  De vez: quase madura  Pé pôde: pop. Espingarda.