Apresentação de epigenética

357 visualizações

Publicada em

Epigenética

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de epigenética

  1. 1. Relação entre as pesquisas sobre obesidade e os mecanismos epigenéticos Aluna: Dineia Franco Machado
  2. 2. Obesidade lOcasiona o aumento de doenças crônicas como : l Diabetes tipo 2 lHipertensão lDislipidemia lDoenças cardíacas lOsteoartrite lPossivelmente câncer lRelacionada com a genética e fatores externos : lEstilo de vida lAlimentação lDiminuição da atividade física lPoucas horas de sono lAumento da obesidade aparentemente está relacionado com a nossa genética associada ao sistema de recompensa pelos alimentos palatáveis atuais Ambientes que incentivam o consumo exagerado de energia e desmotiva a atividade física
  3. 3. A Epigenética lEstudo das mudanças hereditárias mitóticas e meióticas nas funções dos genes que não podem ser explicadas por mudanças na sequencia de DNA lSeu papel nos fenótipos se encaixa entre o código genético e atividades transientes de fatores de transcrição lEpigenética relacionada à mudanças ambientais é mais versátil esse estudo prioriza essa área da epigenética
  4. 4. Tipos de modificações Epigenéticas A nível molecular existe três tipos de modificações epigenéticas em mamíferos : lMetilação do DNA lModificações nas Histonas lRNA não codificável (non-coding RNA)
  5. 5. Metilação do DNA lLigação covalente de um grupo metila em uma base de citosina lMetila inibe a ligação de fatores de transcrição (dificulta o reconhecimento dos sítios de ligação pelos fatores de transcrição) lAssociada a repressão da transcrição em locus lDevido a ação da DNA metiltranferase, que adiciona uma metila na fita filha durante a replicação de DNA quando encontra uma metila na fita mãe, essa modificação é considerada estável na epigenética
  6. 6. Modificações nas Histonas lSão proteínas de enovelamento do DNA que possuem uma calda proteica na qual se ligam grupos químicos que podem mudar sua conformação lOs tipos de adição são : metilação, acetilação,fosforilação, entre outros lModificações podem ativar ou reprimir a transcrição local (altera o enovelamento e o desenovelamento de um certo trecho do DNA a ser transcrito) lAcetilação é considerada uma atividade epigenética de ativação, pois o grupo acetil cria espaços entre os nucleossomas facilitando o encontro dos fatores de transcrição com a fita de DNA
  7. 7. RNA não codificável lSão fitas de RNA transcritas do genoma e que não são traduzidas lFicam livres no núcleo para se ligarem com outras fitas de RNA, já que o RNA é uma molécula muito instável e tende a se ligar rapidamente quando encontra afinidade, que precisam ser traduzidas inibindo assim a síntese de algumas proteínas
  8. 8. Epigenética programada Ciclo de vida dos mamíferos existem dois eventos que a epigenética precisa reparar possíveis erros genéticos causados por (epimutações): 1) Produção de gametas (células germinativas primordiais) 2) Após a fertilização até a formação do blasticisto Produçao de gametas Desmetilaçao do DNA Metilação para o silenciamento do cromossomo X é desfeita para produçao de gametas com as caracteriticas presentes nesse cromossomo Retrotransposon mantem a metilaçao Subteolomero matem a metilacao para manter estabilidade do cromossomo

×