SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
06
04030201
ANO
CÓDIGO DO SERVIÇO
DE FINANÇAS DA SEDE
OU DOMICÍLIO FISCAL
3 4 5 DADOS DA DECLARAÇÃO2 NUMERO DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL
DO CONTABILISTA CERTIFICADO
1 NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL DO
DECLARANTE
TIPO DE DECLARAÇÃO
6
11
VALOR
DA OPERAÇÂO
13 14
RELAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS E ENVIOS DE FUNDOS EFETUADOS
DECLARAÇÃO
(N.º 2 e n.º 6 do artigo 63.º-A da LGT)
MODELO 38DECLARAÇÃO DE OPERAÇÕES TRANSFRONTEIRAS
07
IBAN (INTERNATIONAL BANK
ACCOUNT NUMBER)
09
NOME
08 12
MOTIVO
DA OPERAÇÃO
NIF DO
ORDENANTE
. . ,
10
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
. . ,
PRIMEIRA 1
05
ASSINALE COM X SE NÃO FORAM
EFETUADAS TRANSFERÊNCIAS/
/ENVIOS DE FUNDOS
SUBSTITUIÇÃO 2
3
IBAN BIC
DATA - VALOR
DA OPERAÇÃO
PAÍS
DESTINO
PAÍS
SUCURSAL
/ ENTIDADE
INTERVE-
NIENTE
IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO
INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
DECLARAÇÃO MOD. 38
INDICAÇÕES GERAIS
A declaração de operações transfronteiras destina-se a cumprir a obrigação prevista no n.º 2 e n.º 6 do artigo 63.º-A da Lei Geral Tributária,
relativamente às transferências e envios de fundos que tenham como destinatário entidade localizada em país, território ou região com regime
de tributação privilegiada mais favorável que não sejam relativas a pagamentos de rendimentos sujeitos a algum dos regimes de comunicação
para efeitos fiscais já previstos na lei ou operações efetuadas por pessoas coletivas de direito público.
QUEM DEVE APRESENTAR A DECLARAÇÃO
A presente declaração deve ser apresentada pelas instituições de crédito, as sociedades financeiras e as demais entidades que prestem
serviços de pagamento, efetuem transferências e envios de fundos que tenham como destinatário entidade localizada em país, território ou
região com regime de tributação privilegiada mais favorável, com exceção das efetuadas por pessoas coletivas de direito público.
Esta obrigação abrange ainda as transferências e envios de fundos, efetuados pelas entidades referidas no parágrafo anterior, através das
respetivas sucursais localizadas fora do território português ou de entidades não residentes com as quais exista uma situação de relações
especiais, nos termos do n.º 4 do artigo 63.º do Código do IRC, quando a instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade prestadora de
serviços de pagamento tenha ou devesse ter conhecimento de que aquelas transferências ou envios de fundos tiveram como destinatário final
uma entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável.
Sempre que não tiverem ocorrido quaisquer transferências ou envios de fundos, nas condições referidas anteriormente, deve ser assinalado, o
campo 06 do quadro 5.
INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
Deve ser indicado:
Quadro 1 – O número de identificação fiscal da entidade declarante.
Quadro 2 – O número de identificação fiscal do Contabilista Certificado.
Quadro 3 – O ano a que se reporta a declaração.
Quadro 4 – O código do Serviço de Finanças da sede da entidade declarante.
Quadro 5 – Dados da declaração
Campo 05 – Assinalar com “X” o campo relativo à “primeira” quando se tratar da primeira declaração do ano a que se reportam as
operações, e o campo relativo à “substituição”, quando se pretender substituir a informação que consta de declaração já entregue.
Campo 06 – Se na instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade que preste serviços de pagamento declarante não foram
efetuadas transferências e envios de fundos nas condições referidas, assinale com “X” e não preencha o Quadro 6, submetendo assim
a declaração.
Quadro 6 – Relação das transferências e envios de fundos efetuados.
Neste quadro devem ser relacionadas as transferências e envios de fundos efetuados por qualquer contribuinte que figure como ordenante e
cujo beneficiário tenha a correspondente conta aberta em banco ou agência localizada em país, território ou região com regime de tributação
privilegiada mais favorável.
Campo 07 – Neste campo deve ser inscrito o NIF do “ordenante”, isto é, do titular da conta de onde são transferidos os fundos. No
caso de se tratar de contas coletivas deve ser indicado apenas o primeiro titular.
Campo 08 – Neste campo deve ser inscrito o IBAN (International Bank Account Number) do “ordenante", isto é, do titular da conta de
onde são transferidos os fundos.
Campo 09 – Neste campo deve ser inscrito:
Nome: O nome ou designação social do beneficiário.
IBAN: O International Bank Account Number do beneficiário.
BIC: O Código de Identificação Bancário do banco.
Campo 10 – Neste campo deve ser indicada a data-valor da operação.
Campo 11 – Neste campo deve ser inscrito o montante em Euros da transferência ou envios de fundos efetuados. Devem ser
relacionadas apenas as operações de valor superior a € 12 500.
Campo 12 – Neste campo deve ser indicada a categoria do motivo da operação, utilizando para o efeito os correspondentes Códigos
da Tabela constante da ISO 20022 (3-CategoryPurpose).
Campo 13 – Neste campo deve ser indicado o código do país de localização do banco ou agência da conta beneficiária, utilizando
para o efeito a Tabela constante da ISO 3166 (parte numérica).
Campo 14 – Neste campo deve ser indicado o código do país de localização da entidade não residente, quando as transferências e os
envios de fundos tenham sido efetuados através das respetivas sucursais localizadas fora do território português ou de entidades não
residentes com as quais exista uma situação de relações especiais, nos termos do n.º 4 do artigo 63.º do Código do IRC, sempre que a
instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade prestadora de serviços de pagamento tenha ou devesse ter conhecimento de
que aquelas transferências ou envios de fundos têm como destinatário final uma entidade localizada em país, território ou região com
regime de tributação privilegiada mais favorável.
Este campo é de preenchimento obrigatório, devendo ser utilizado para o efeito a Tabela constante da ISO 3166 (parte numérica).
Quando as transferências ou envios de fundos tiverem sido efetuados sem a intervenção de uma entidade não residente, deve ser
indicado o código de Portugal - 620.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014
Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014
Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014Ardanaz Sociedade de Advogados
 
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigaçõesAccurate
 
Newsletter 5 CFEI
Newsletter 5 CFEINewsletter 5 CFEI
Newsletter 5 CFEILuís Abreu
 
Newsletter 7 proposta orcamento estado 2015
Newsletter 7   proposta orcamento estado 2015Newsletter 7   proposta orcamento estado 2015
Newsletter 7 proposta orcamento estado 2015Luís Abreu
 
Determinação de prazo de documento unico
Determinação de prazo de documento unicoDeterminação de prazo de documento unico
Determinação de prazo de documento unicoJoão Manuel Juvandes
 
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.SESCAP TO
 
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15gabrielwelter
 
Newsletter 6 Preços de Transferência
Newsletter 6 Preços de TransferênciaNewsletter 6 Preços de Transferência
Newsletter 6 Preços de TransferênciaLuís Abreu
 
Viii congresso ibet palestra julia de menezes nogueira
Viii congresso ibet   palestra julia de menezes nogueiraViii congresso ibet   palestra julia de menezes nogueira
Viii congresso ibet palestra julia de menezes nogueiraJulia De Menezes Nogueira
 
Condicoes processos cons
Condicoes processos consCondicoes processos cons
Condicoes processos consManoel Marins
 
Apostila promotores correspondentes
Apostila promotores correspondentesApostila promotores correspondentes
Apostila promotores correspondentesmissaoonline
 
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980watsonlopes
 
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - Precatórios
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - PrecatóriosHurst Capital - Apresentação para Parceiros - Precatórios
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - PrecatóriosArthur Farache
 

Mais procurados (19)

CADIN - EMPRESA COM DÉBITOS FEDERAIS
CADIN - EMPRESA COM DÉBITOS FEDERAISCADIN - EMPRESA COM DÉBITOS FEDERAIS
CADIN - EMPRESA COM DÉBITOS FEDERAIS
 
Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014
Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014
Reabertura – Parcelamento Refis – Prazo 28.11.2014
 
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações
12 Questões sobre as novas alterações ao arrendamento - novas obrigações
 
Newsletter 5 CFEI
Newsletter 5 CFEINewsletter 5 CFEI
Newsletter 5 CFEI
 
Newsletter 7 proposta orcamento estado 2015
Newsletter 7   proposta orcamento estado 2015Newsletter 7   proposta orcamento estado 2015
Newsletter 7 proposta orcamento estado 2015
 
Anexo A Intersul
Anexo A IntersulAnexo A Intersul
Anexo A Intersul
 
Auto Crivo AC 3
Auto Crivo AC 3 Auto Crivo AC 3
Auto Crivo AC 3
 
Determinação de prazo de documento unico
Determinação de prazo de documento unicoDeterminação de prazo de documento unico
Determinação de prazo de documento unico
 
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.
Palestra - Tema: Prevenção a Crimes de Lavagem de Dinheiro.
 
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15
Siscoserv transporte de carga e serviços conexos - documentação v05 mar-15
 
Doc3
Doc3Doc3
Doc3
 
Newsletter 6 Preços de Transferência
Newsletter 6 Preços de TransferênciaNewsletter 6 Preços de Transferência
Newsletter 6 Preços de Transferência
 
Viii congresso ibet palestra julia de menezes nogueira
Viii congresso ibet   palestra julia de menezes nogueiraViii congresso ibet   palestra julia de menezes nogueira
Viii congresso ibet palestra julia de menezes nogueira
 
Condicoes processos cons
Condicoes processos consCondicoes processos cons
Condicoes processos cons
 
024384000101011 (1)
024384000101011 (1)024384000101011 (1)
024384000101011 (1)
 
Apostila promotores correspondentes
Apostila promotores correspondentesApostila promotores correspondentes
Apostila promotores correspondentes
 
Recuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributáriosRecuperação de créditos tributários
Recuperação de créditos tributários
 
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980
Lei municipal 038_de_25_de_outubro_de_1980
 
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - Precatórios
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - PrecatóriosHurst Capital - Apresentação para Parceiros - Precatórios
Hurst Capital - Apresentação para Parceiros - Precatórios
 

Destaque (9)

Despacho n.º 17024 a 2010
Despacho n.º 17024 a 2010Despacho n.º 17024 a 2010
Despacho n.º 17024 a 2010
 
Adivinhem quem tramou a caixa geral depósitos
Adivinhem quem tramou a caixa geral depósitosAdivinhem quem tramou a caixa geral depósitos
Adivinhem quem tramou a caixa geral depósitos
 
O interrogatório de Bataglia
O interrogatório de BatagliaO interrogatório de Bataglia
O interrogatório de Bataglia
 
Mata sete
Mata seteMata sete
Mata sete
 
A vida atribulada de Camilo Castelo Branco
A vida atribulada de Camilo Castelo BrancoA vida atribulada de Camilo Castelo Branco
A vida atribulada de Camilo Castelo Branco
 
Certidao
CertidaoCertidao
Certidao
 
Pn
PnPn
Pn
 
Angola livre
Angola livreAngola livre
Angola livre
 
Esclarecimento do banco de portugal sobre reportagem da sic
Esclarecimento do banco de portugal sobre reportagem da sicEsclarecimento do banco de portugal sobre reportagem da sic
Esclarecimento do banco de portugal sobre reportagem da sic
 

Semelhante a Mod38

ord-3605-2021-niteroi-rj.docx
ord-3605-2021-niteroi-rj.docxord-3605-2021-niteroi-rj.docx
ord-3605-2021-niteroi-rj.docxFernandaCabral63
 
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembro
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembroAtualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembro
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembroConfidential
 
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptx
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptxContas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptx
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptxCatarinaSequeira22
 
Novidades tributárias para 2017 e 2018
Novidades tributárias para 2017 e 2018Novidades tributárias para 2017 e 2018
Novidades tributárias para 2017 e 2018Renata Santana Santos
 
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazil
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazilTermos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazil
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazilAneeq Ahmad Khan
 
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambio
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambioDicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambio
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambioJose Carlos Passaretti
 
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-11f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1Ricardo Silva
 
Novas regras-facturacao-2013
Novas regras-facturacao-2013Novas regras-facturacao-2013
Novas regras-facturacao-2013Armin Caldas
 
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconectaFranciscoOlavoGomes
 
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por conta
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por contaPagamentos por conta e Pagamentos especiais por conta
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por contaMaria José Rodrigues
 
Retenção na fonte
Retenção na fonteRetenção na fonte
Retenção na fonteCarlos Rocha
 

Semelhante a Mod38 (20)

Arrecadação
ArrecadaçãoArrecadação
Arrecadação
 
SIMPLES NACIONAL2.pptx
SIMPLES NACIONAL2.pptxSIMPLES NACIONAL2.pptx
SIMPLES NACIONAL2.pptx
 
ord-3605-2021-niteroi-rj.docx
ord-3605-2021-niteroi-rj.docxord-3605-2021-niteroi-rj.docx
ord-3605-2021-niteroi-rj.docx
 
cartilhairpf-2018.pdf
cartilhairpf-2018.pdfcartilhairpf-2018.pdf
cartilhairpf-2018.pdf
 
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembro
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembroAtualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembro
Atualizacao --vade-mecum-impetus-para-oab-e-concursos-2014---novembro
 
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptx
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptxContas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptx
Contas e Instrumentos de Pagamento V_4.0.pptx
 
Novidades tributárias para 2017 e 2018
Novidades tributárias para 2017 e 2018Novidades tributárias para 2017 e 2018
Novidades tributárias para 2017 e 2018
 
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazil
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazilTermos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazil
Termos condicoes-abertura-conta-internacional of bradesco bank brazil
 
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambio
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambioDicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambio
Dicas para classificacao do codigo natureza da operação de cambio
 
Precario
PrecarioPrecario
Precario
 
Informativo Tributário - Maio 2016
Informativo Tributário - Maio 2016Informativo Tributário - Maio 2016
Informativo Tributário - Maio 2016
 
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-11f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1
1f6a6175 ec97-4b79-a98d-2b9cf89a2659-1
 
Fcont 2014
Fcont 2014Fcont 2014
Fcont 2014
 
Novas regras-facturacao-2013
Novas regras-facturacao-2013Novas regras-facturacao-2013
Novas regras-facturacao-2013
 
Tributação, cenários, tendências e oportunidades para 2017
Tributação, cenários, tendências e oportunidades para 2017Tributação, cenários, tendências e oportunidades para 2017
Tributação, cenários, tendências e oportunidades para 2017
 
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta
28 06 2018-modelo_minuta_contratual_fndct-recursosproprios-finepconecta
 
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por conta
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por contaPagamentos por conta e Pagamentos especiais por conta
Pagamentos por conta e Pagamentos especiais por conta
 
Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17Slides ppc e pec 2013_04_17
Slides ppc e pec 2013_04_17
 
Fcont 2013
Fcont 2013Fcont 2013
Fcont 2013
 
Retenção na fonte
Retenção na fonteRetenção na fonte
Retenção na fonte
 

Mais de Do outro lado da barricada (20)

Barcaça16.pdf
Barcaça16.pdfBarcaça16.pdf
Barcaça16.pdf
 
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA_01
 
BARCAÇA_01
BARCAÇA_01BARCAÇA_01
BARCAÇA_01
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021Barcaça 15 ago 2021
Barcaça 15 ago 2021
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
BARCAÇA
BARCAÇABARCAÇA
BARCAÇA
 
Liberdade de imprensa
Liberdade de imprensaLiberdade de imprensa
Liberdade de imprensa
 
A CEE e o PREC
A CEE e o PRECA CEE e o PREC
A CEE e o PREC
 
Roa x2 x5
Roa x2 x5Roa x2 x5
Roa x2 x5
 
PIEPE-ESCOLAS
PIEPE-ESCOLASPIEPE-ESCOLAS
PIEPE-ESCOLAS
 
Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021Manual PIEPE 2020/2021
Manual PIEPE 2020/2021
 
Assassinato de delgado
Assassinato de  delgadoAssassinato de  delgado
Assassinato de delgado
 
Sorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragemSorteio 500 miragem
Sorteio 500 miragem
 
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
Guia requerimento online subsidio desemprego 19-05-2020
 
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21Perguntas frequentes matriculas_2020_21
Perguntas frequentes matriculas_2020_21
 
Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020Despacho n.º 6608-B/2020
Despacho n.º 6608-B/2020
 
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?REGRESSO ÀS AULAS COMO?
REGRESSO ÀS AULAS COMO?
 
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolarLimpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
Limpeza e desinfeção de superfícies em ambiente escolar
 

Mod38

  • 1. 06 04030201 ANO CÓDIGO DO SERVIÇO DE FINANÇAS DA SEDE OU DOMICÍLIO FISCAL 3 4 5 DADOS DA DECLARAÇÃO2 NUMERO DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL DO CONTABILISTA CERTIFICADO 1 NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL DO DECLARANTE TIPO DE DECLARAÇÃO 6 11 VALOR DA OPERAÇÂO 13 14 RELAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS E ENVIOS DE FUNDOS EFETUADOS DECLARAÇÃO (N.º 2 e n.º 6 do artigo 63.º-A da LGT) MODELO 38DECLARAÇÃO DE OPERAÇÕES TRANSFRONTEIRAS 07 IBAN (INTERNATIONAL BANK ACCOUNT NUMBER) 09 NOME 08 12 MOTIVO DA OPERAÇÃO NIF DO ORDENANTE . . , 10 . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , . . , PRIMEIRA 1 05 ASSINALE COM X SE NÃO FORAM EFETUADAS TRANSFERÊNCIAS/ /ENVIOS DE FUNDOS SUBSTITUIÇÃO 2 3 IBAN BIC DATA - VALOR DA OPERAÇÃO PAÍS DESTINO PAÍS SUCURSAL / ENTIDADE INTERVE- NIENTE IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO
  • 2. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DECLARAÇÃO MOD. 38 INDICAÇÕES GERAIS A declaração de operações transfronteiras destina-se a cumprir a obrigação prevista no n.º 2 e n.º 6 do artigo 63.º-A da Lei Geral Tributária, relativamente às transferências e envios de fundos que tenham como destinatário entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável que não sejam relativas a pagamentos de rendimentos sujeitos a algum dos regimes de comunicação para efeitos fiscais já previstos na lei ou operações efetuadas por pessoas coletivas de direito público. QUEM DEVE APRESENTAR A DECLARAÇÃO A presente declaração deve ser apresentada pelas instituições de crédito, as sociedades financeiras e as demais entidades que prestem serviços de pagamento, efetuem transferências e envios de fundos que tenham como destinatário entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável, com exceção das efetuadas por pessoas coletivas de direito público. Esta obrigação abrange ainda as transferências e envios de fundos, efetuados pelas entidades referidas no parágrafo anterior, através das respetivas sucursais localizadas fora do território português ou de entidades não residentes com as quais exista uma situação de relações especiais, nos termos do n.º 4 do artigo 63.º do Código do IRC, quando a instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade prestadora de serviços de pagamento tenha ou devesse ter conhecimento de que aquelas transferências ou envios de fundos tiveram como destinatário final uma entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável. Sempre que não tiverem ocorrido quaisquer transferências ou envios de fundos, nas condições referidas anteriormente, deve ser assinalado, o campo 06 do quadro 5. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Deve ser indicado: Quadro 1 – O número de identificação fiscal da entidade declarante. Quadro 2 – O número de identificação fiscal do Contabilista Certificado. Quadro 3 – O ano a que se reporta a declaração. Quadro 4 – O código do Serviço de Finanças da sede da entidade declarante. Quadro 5 – Dados da declaração Campo 05 – Assinalar com “X” o campo relativo à “primeira” quando se tratar da primeira declaração do ano a que se reportam as operações, e o campo relativo à “substituição”, quando se pretender substituir a informação que consta de declaração já entregue. Campo 06 – Se na instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade que preste serviços de pagamento declarante não foram efetuadas transferências e envios de fundos nas condições referidas, assinale com “X” e não preencha o Quadro 6, submetendo assim a declaração. Quadro 6 – Relação das transferências e envios de fundos efetuados. Neste quadro devem ser relacionadas as transferências e envios de fundos efetuados por qualquer contribuinte que figure como ordenante e cujo beneficiário tenha a correspondente conta aberta em banco ou agência localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável. Campo 07 – Neste campo deve ser inscrito o NIF do “ordenante”, isto é, do titular da conta de onde são transferidos os fundos. No caso de se tratar de contas coletivas deve ser indicado apenas o primeiro titular. Campo 08 – Neste campo deve ser inscrito o IBAN (International Bank Account Number) do “ordenante", isto é, do titular da conta de onde são transferidos os fundos. Campo 09 – Neste campo deve ser inscrito: Nome: O nome ou designação social do beneficiário. IBAN: O International Bank Account Number do beneficiário. BIC: O Código de Identificação Bancário do banco. Campo 10 – Neste campo deve ser indicada a data-valor da operação. Campo 11 – Neste campo deve ser inscrito o montante em Euros da transferência ou envios de fundos efetuados. Devem ser relacionadas apenas as operações de valor superior a € 12 500. Campo 12 – Neste campo deve ser indicada a categoria do motivo da operação, utilizando para o efeito os correspondentes Códigos da Tabela constante da ISO 20022 (3-CategoryPurpose). Campo 13 – Neste campo deve ser indicado o código do país de localização do banco ou agência da conta beneficiária, utilizando para o efeito a Tabela constante da ISO 3166 (parte numérica). Campo 14 – Neste campo deve ser indicado o código do país de localização da entidade não residente, quando as transferências e os envios de fundos tenham sido efetuados através das respetivas sucursais localizadas fora do território português ou de entidades não residentes com as quais exista uma situação de relações especiais, nos termos do n.º 4 do artigo 63.º do Código do IRC, sempre que a instituição de crédito, sociedade financeira ou entidade prestadora de serviços de pagamento tenha ou devesse ter conhecimento de que aquelas transferências ou envios de fundos têm como destinatário final uma entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável. Este campo é de preenchimento obrigatório, devendo ser utilizado para o efeito a Tabela constante da ISO 3166 (parte numérica). Quando as transferências ou envios de fundos tiverem sido efetuados sem a intervenção de uma entidade não residente, deve ser indicado o código de Portugal - 620.