Unidade Curricular 
Gestão de Estoque
OBJETIVOS DA AULA 
Compreender: 
Conceitos de estoque 
Por que existe estoque 
Os objetivos do planejamento e controle de ...
O QUE É ESTOQUE ...
O QUE É ESTOQUE? 
Qualquer quantidade de bens físicos que sejam conservados de forma 
improdutiva, por algum intervalo de ...
TODAS OPERAÇÕES MANTÊM ESTOQUE... 
 Hotel 
 Hospital 
 Cozinha industrial 
 Loja de varejo 
 Distribuidor de autopeça...
POR QUE EXISTE ESTOQUE? 
Por causa da existência de uma diferença de ritmo entre fornecimento e demanda.
OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO 
CONTROLE DE ESTOQUE 
Assegurar o suprimento adequado de matéria-prima, 
material auxiliar, peça...
OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO E CONTROLE 
DE ESTOQUE 
Prevenir contra perdas, danos, extravios ou mau uso; 
Manter as quantida...
ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE 
Realizar um bom atendimento ao cliente: 
Uma das funções dos estoques é manter a 
disp...
ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE 
Equacionar demanda com capacidade de atendimento: 
Devido à sazonalidade de alguns tip...
ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE 
Redução de custos de transporte: 
Quanto maior a quantidade transportada em um 
veícul...
ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE 
Abastecer os canais de distribuição: 
Para que o abastecimento aos pontos de venda sej...
ALGUMAS RAZÕES PARA NÃO SE 
TER ESTOQUE 
Aumento de Custos: 
Esses custos podem ser subdivididos em custos de 
aquisição e...
ALGUMAS RAZÕES PARA NÃO SE TER 
ESTOQUE 
Ineficiência na resolução de problemas: 
Percebe-se que quanto maior a quantidade...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque de matérias-primas: 
É o estoque de qualquer mercadoria que ainda 
não sofreu alguma transform...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque de materiais auxiliares: 
Compõe-se dos agregados que participam do 
processo de transformação...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque de manutenção: 
Esse estoque é onde estão as peças que servem 
de apoio à manutenção dos equip...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque de material semiacabado: 
Trata-se do material parado em determinada linha 
de montagem, aguar...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque de produtos acabados: 
Considera-se nesse estoque o produto já 
fabricado e pronto para uso qu...
TIPOS DE ESTOQUE 
Estoque de segurança: 
É uma quantidade extra deixada armazenada para 
suprir alguma anormalidade no aba...
TIPOS DE ESTOQUE 
 Estoque em trânsito: 
Toda mercadoria necessita ser transportada de um 
local a outro e durante esse t...
BIBLIOGRAFIA 
Pozo, Hamilton. Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais: uma abordagem 
Logística. São Paulo: Atl...
Até a próxima aula...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conceitos 1

2.126 visualizações

Publicada em

Conceitos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conceitos 1

  1. 1. Unidade Curricular Gestão de Estoque
  2. 2. OBJETIVOS DA AULA Compreender: Conceitos de estoque Por que existe estoque Os objetivos do planejamento e controle de estoque As vantagens e desvantagens do estoque Tipos de estoque
  3. 3. O QUE É ESTOQUE ...
  4. 4. O QUE É ESTOQUE? Qualquer quantidade de bens físicos que sejam conservados de forma improdutiva, por algum intervalo de tempo aguardando seu uso, ou seja, todo material parado em algum local, desde que não esteja sendo processado ou utilizado naquele momento. Moreira (1998)
  5. 5. TODAS OPERAÇÕES MANTÊM ESTOQUE...  Hotel  Hospital  Cozinha industrial  Loja de varejo  Distribuidor de autopeças  Manufatura de linha branca  Fabricante de jóias
  6. 6. POR QUE EXISTE ESTOQUE? Por causa da existência de uma diferença de ritmo entre fornecimento e demanda.
  7. 7. OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO CONTROLE DE ESTOQUE Assegurar o suprimento adequado de matéria-prima, material auxiliar, peças e insumos ao processo de fabricação; Manter o estoque o mais baixo possível para atendimento compatível às necessidades vendidas; Identificar os itens obsoletos e defeituosos em estoque; Eliminar estes itens; Não permitir condições de falta ou excesso em relação à demanda de vendas;
  8. 8. OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ESTOQUE Prevenir contra perdas, danos, extravios ou mau uso; Manter as quantidades em relação às necessidades e aos registros; Fornecer bases concretas para a elaboração de dados ao planejamento de curto, médio e longo prazos, das necessidades de estoque; Manter os custos nos níveis mais baixos possíveis, levando em conta os volumes de vendas, prazos, recursos e seu efeito sobre o custo de venda do produto.
  9. 9. ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE Realizar um bom atendimento ao cliente: Uma das funções dos estoques é manter a disponibilidade de produtos ou serviços ao cliente em níveis que satisfaçam a sua grande exigência. Com essa disponibilidade, consegue-se, além de manter o cliente, aumentar a quantidade de produtos vendidos.
  10. 10. ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE Equacionar demanda com capacidade de atendimento: Devido à sazonalidade de alguns tipos de mercadorias, é comum que as organizações fabriquem e estoquem seus produtos para vendas posteriores, evitando, com isso, ter de gerenciar alguma falta de produto para seus consumidores ou um aumento repentino de produção, empregando de maneira uniforme a mão de obra e seus equipamentos.
  11. 11. ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE Redução de custos de transporte: Quanto maior a quantidade transportada em um veículo, menor o custo unitário do frete na carga. O que é necessário verificar, nesse caso, é qual a quantidade ideal de carga a ser transportada, de modo que não eleve o custo de manutenção dos estoques.
  12. 12. ALGUMAS RAZÕES PARA SE TER ESTOQUE Abastecer os canais de distribuição: Para que o abastecimento aos pontos de venda seja realizado de forma contínua, é necessário ter estoques em todos os pontos de abastecimento, seja nos centros de distribuição, seja transportando-os de um ponto para o outro. Dependendo da extensão do canal de distribuição do produto, a quantidade de estoques nesse canal é muito grande e necessita ser gerenciada, evitando custos desnecessários para o bom funcionamento da cadeia.
  13. 13. ALGUMAS RAZÕES PARA NÃO SE TER ESTOQUE Aumento de Custos: Esses custos podem ser subdivididos em custos de aquisição e custos de manutenção. Entendo por custo de aquisição o quanto a empresa gasta ao comprar a mercadoria (custo da mercadoria, transporte e de pedido). No custo de manutenção de estoque estão inclusos os custos para manter o material armazenado por determinado tempo e todos os custos relacionados a seguros, taxas, impostos, perdas ou desgaste da mercadoria.
  14. 14. ALGUMAS RAZÕES PARA NÃO SE TER ESTOQUE Ineficiência na resolução de problemas: Percebe-se que quanto maior a quantidade dos estoques, menor a chance de encontrarmos problemas durante o percurso. Porém, a partir do momento que os estoques são reduzidos, os problemas começam a aparecer. Esses problemas podem ser exemplificados como uma má previsão de demanda do item. A solução mais cômoda e fácil é aumentar o estoque para que esses problemas não comecem a atrapalhar o bom andamento da operação, mas acarretam maiores custos.
  15. 15. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque de matérias-primas: É o estoque de qualquer mercadoria que ainda não sofreu alguma transformação por parte do fabricante. Em resumo, são todos os materiais que se agregam ao produto, fazendo parte integrante de seu estado. Podem ser também itens comprados prontos ou já processados por outra unidade ou empresa.
  16. 16. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque de materiais auxiliares: Compõe-se dos agregados que participam do processo de transformação da matéria-prima dentro da fábrica. É o material que ajuda e participa na execução e transformação do produto, porém não se agrega a ele, mas é imprescindível no processo de fabricação.
  17. 17. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque de manutenção: Esse estoque é onde estão as peças que servem de apoio à manutenção dos equipamentos e edifícios. Normalmente, aqui estão também os materiais de escritório, usado na empresa.
  18. 18. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque de material semiacabado: Trata-se do material parado em determinada linha de montagem, aguardando a sua utilização em outra fase do processo. Também conhecido como peças em processos, esses estoques podem ou não ser restritos, isto é, possuir espaços delimitados e controlados, por isso, têm um fator altamente influente no custo do produto.
  19. 19. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque de produtos acabados: Considera-se nesse estoque o produto já fabricado e pronto para uso que tem como princípio básico a disponibilidade ao cliente. Seu bom planejamento e seu controle também são de suma importância, visto que todo material parado em estoque está onerando o custo do produto, além de mostrar forte sujeição à obsolescência.
  20. 20. TIPOS DE ESTOQUE Estoque de segurança: É uma quantidade extra deixada armazenada para suprir alguma anormalidade no abastecimento, como erros de previsão de consumo e atrasos na entrega da mercadoria. O maior benefício do estoque de segurança é que, quando alguma dessas anomalias acorre no processo, não há a falta da mercadoria ao cliente.
  21. 21. TIPOS DE ESTOQUE  Estoque em trânsito: Toda mercadoria necessita ser transportada de um local a outro e durante esse transporte a mercadoria não é processada, portanto verifica-se outro ponto de estoque, o chamado estoque em trânsito. Os fatores que influenciam o custo deste estoque são a quantidade movimentada e o tempo de transporte da mercadoria.
  22. 22. BIBLIOGRAFIA Pozo, Hamilton. Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais: uma abordagem Logística. São Paulo: Atlas, 2009. Caxito, Fabiano. Logística: um enfoque prático. São Paulo: Saraiva, 2011.
  23. 23. Até a próxima aula...

×