SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
A pintura do Antigo Egito
significou um ressurgimento da
pintura, muitos anos após às
pinturas rupestres.
No Antigo Egito, os artistas
estavam mais interessados na
arquitetura e na escultura.
Quanto a hierarquia na pintura,
eram representadas maiores as
pessoas com maior importância no
reino, ou seja, nesta ordem de
grandeza: o rei, a mulher do rei, o
sacerdote, os soldados e o povo.
As figuras femininas eram pintadas
em ocre, enquanto que as
masculinas pintadas de vermelho.
Os egípcios escreviam usando
desenhos.Desenvolveram três
formas de escrita:
Hieróglifos - considerados a escrita
sagrada;
Hierática - uma escrita mais
simples, utilizada pela nobreza e
pelos sacerdotes;
Demótica - a escrita popular.
A pintura egípcia durou de 3 a 4 mil anos,
dentro das mesmas formas
técnicas e expressivas; uma maneira peculiar
de representar a figura humana:
cabeça, pernas, peito, ventre e braços de perfil
olhos, ombros, umbigo e baixo-ventre de frente.
Embora figurativa, a pintura egípcia na
essência é abstrata, porque não revela a
observação direta da realidade.
cabeça, pernas, peito
ventre e braços de pe
olhos, ombros, umbig
e baixo-ventre de fren
Pintura
parietal no
túmulo de
Nefertari.
Os traços são
estilizados e
rígidos, as formas
são
bidimensionais
E a cor é aplicada
em manchas
uniformes.
Pintura Cerimonial de Túmulos
No Antigo Egito a pintura aplica-se a espaços
arquitetônicos, especialmente aqueles
relacionados com o culto dos mortos, como
túmulos de faraós. Contudo, egípcios ricos tinham
murais em casa, elaborados em estilos de rica
textura. Outras pinturas podem ser encontradas
em papiros e juntamente com hieróglifos.
Pintura do Livro dos Mortos, em papiro.
Os antigos egípcios criaram pinturas
para fazer da vida pós-morte um lugar
agradável.
Os temas incluíam a jornada para o
outro mundo ou divindades protetoras
que apresentavam o morto para os
deuses do pós-morte.
Algumas pinturas mostram as
atividades que o morto gostava de fazer
quando era vivo e que, certamente,
gostaria de continuar fazendo por toda
a eternidade.
Gansos de Medum,
Túmulo de Nafermaat.
• afrescos
musicais
• espantando as
aves que comem
os grãos.
• ANUBIS e a
mumificação
• Vida além
da morte
• Colheita
Fonte:
Trabalho realizado por:
Natiely Faedo
Rafaela lamera
Carla Carol
http://taislc.blogspot.com.br/2008/09/pintura-egpcia.html
http://br.ask.com/youtube?qsrc=167&q=pintura+no+egito&o=1
2704&l=sem
http://www.acemprol.com/pintura-do-antigo-egito-t5696.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Arte no egito
Arte no egitoArte no egito
Arte no egito
 
A arte egipcia
A arte egipciaA arte egipcia
A arte egipcia
 
Arte Egípcia; História da Arte
Arte Egípcia; História da ArteArte Egípcia; História da Arte
Arte Egípcia; História da Arte
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Aula arte egipicia
Aula arte egipiciaAula arte egipicia
Aula arte egipicia
 
Arte egípicia
Arte egípiciaArte egípicia
Arte egípicia
 
2c12-14 Arte do Egito e Museu do Cairo 2012
2c12-14 Arte do Egito e Museu do Cairo 20122c12-14 Arte do Egito e Museu do Cairo 2012
2c12-14 Arte do Egito e Museu do Cairo 2012
 
Arte Egípcia - Escola APP
Arte Egípcia - Escola APPArte Egípcia - Escola APP
Arte Egípcia - Escola APP
 
A arte no egito
A arte no egitoA arte no egito
A arte no egito
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A arte egípcia
A arte egípcia A arte egípcia
A arte egípcia
 
A ARTE NO EGITO - AULA 3
A ARTE NO EGITO - AULA 3A ARTE NO EGITO - AULA 3
A ARTE NO EGITO - AULA 3
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Arte Egípcia
Arte Egípcia Arte Egípcia
Arte Egípcia
 
A arte no egito
A arte no egitoA arte no egito
A arte no egito
 
Arte egípicia
Arte egípiciaArte egípicia
Arte egípicia
 
História da Arte - Arte egipcia
História da Arte - Arte egipciaHistória da Arte - Arte egipcia
História da Arte - Arte egipcia
 
Arte grega 2019
Arte grega 2019Arte grega 2019
Arte grega 2019
 
Arte egipcía
Arte egipcíaArte egipcía
Arte egipcía
 

Destaque

Literatura- Joao Cabral de Melo Neto
Literatura-  Joao Cabral de Melo NetoLiteratura-  Joao Cabral de Melo Neto
Literatura- Joao Cabral de Melo NetoNatiely Faedo
 
Trabajo de Informatica
Trabajo de InformaticaTrabajo de Informatica
Trabajo de InformaticaCarliitos554
 
Trabajo final Expresión Oral y Escrita
Trabajo final Expresión Oral y EscritaTrabajo final Expresión Oral y Escrita
Trabajo final Expresión Oral y Escritaparraoandrea
 
Hébergement en périgord vert-perigordvert.info
Hébergement en périgord vert-perigordvert.infoHébergement en périgord vert-perigordvert.info
Hébergement en périgord vert-perigordvert.infoMairie
 
教学データのベンチマーキングに関する一考察
教学データのベンチマーキングに関する一考察教学データのベンチマーキングに関する一考察
教学データのベンチマーキングに関する一考察CHES_waseda_univ
 
Private Business Group (Company Overview)
Private Business Group (Company Overview)Private Business Group (Company Overview)
Private Business Group (Company Overview)Private Business Group
 
arte grega - arquitetura
arte grega - arquiteturaarte grega - arquitetura
arte grega - arquiteturaNatiely Faedo
 
How to Create a CSR Program That Reinforces Your Brand
How to Create a CSR Program That Reinforces Your BrandHow to Create a CSR Program That Reinforces Your Brand
How to Create a CSR Program That Reinforces Your BrandAgility PR Solutions
 
El juego infantil y la importancia en su desarrollo
El juego infantil y la importancia en su desarrolloEl juego infantil y la importancia en su desarrollo
El juego infantil y la importancia en su desarrolloJulieth Vanegas
 
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 Pontevedra
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 PontevedraPrograma Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 Pontevedra
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 PontevedraStf
 
How To Choose A Professional Mobile Application Development Company
How To Choose A Professional Mobile Application Development CompanyHow To Choose A Professional Mobile Application Development Company
How To Choose A Professional Mobile Application Development CompanyNetscapeIndia
 
Guia didactica Asterix Gladiador
Guia didactica Asterix GladiadorGuia didactica Asterix Gladiador
Guia didactica Asterix Gladiadormaisaguevara
 

Destaque (20)

Willys de castro
Willys de castroWillys de castro
Willys de castro
 
Literatura- Joao Cabral de Melo Neto
Literatura-  Joao Cabral de Melo NetoLiteratura-  Joao Cabral de Melo Neto
Literatura- Joao Cabral de Melo Neto
 
Trabajo de Informatica
Trabajo de InformaticaTrabajo de Informatica
Trabajo de Informatica
 
Barandas metalicas
Barandas metalicasBarandas metalicas
Barandas metalicas
 
Kelas xii bab 2
Kelas xii bab 2Kelas xii bab 2
Kelas xii bab 2
 
Trabajo final Expresión Oral y Escrita
Trabajo final Expresión Oral y EscritaTrabajo final Expresión Oral y Escrita
Trabajo final Expresión Oral y Escrita
 
Hébergement en périgord vert-perigordvert.info
Hébergement en périgord vert-perigordvert.infoHébergement en périgord vert-perigordvert.info
Hébergement en périgord vert-perigordvert.info
 
教学データのベンチマーキングに関する一考察
教学データのベンチマーキングに関する一考察教学データのベンチマーキングに関する一考察
教学データのベンチマーキングに関する一考察
 
Private Business Group (Company Overview)
Private Business Group (Company Overview)Private Business Group (Company Overview)
Private Business Group (Company Overview)
 
arte grega - arquitetura
arte grega - arquiteturaarte grega - arquitetura
arte grega - arquitetura
 
Evaluation Question 4 A2 Media
Evaluation  Question 4 A2 MediaEvaluation  Question 4 A2 Media
Evaluation Question 4 A2 Media
 
Lit rubem fonseca
Lit rubem fonsecaLit rubem fonseca
Lit rubem fonseca
 
How to Create a CSR Program That Reinforces Your Brand
How to Create a CSR Program That Reinforces Your BrandHow to Create a CSR Program That Reinforces Your Brand
How to Create a CSR Program That Reinforces Your Brand
 
Arreglos unidimensionales
Arreglos unidimensionalesArreglos unidimensionales
Arreglos unidimensionales
 
El juego infantil y la importancia en su desarrollo
El juego infantil y la importancia en su desarrolloEl juego infantil y la importancia en su desarrollo
El juego infantil y la importancia en su desarrollo
 
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 Pontevedra
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 PontevedraPrograma Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 Pontevedra
Programa Salón Libro Infantil e Xuvenil 2017 Pontevedra
 
How To Choose A Professional Mobile Application Development Company
How To Choose A Professional Mobile Application Development CompanyHow To Choose A Professional Mobile Application Development Company
How To Choose A Professional Mobile Application Development Company
 
Guia didactica Asterix Gladiador
Guia didactica Asterix GladiadorGuia didactica Asterix Gladiador
Guia didactica Asterix Gladiador
 
Putting People First
Putting People FirstPutting People First
Putting People First
 
Themicroscope
ThemicroscopeThemicroscope
Themicroscope
 

Semelhante a Pintura Egípcia: Hierarquia e Técnicas

Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdf
Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdfArte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdf
Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdfMarizeSilva4
 
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...Anita Rink
 
Egito história da arte 7º ano
Egito história da arte 7º anoEgito história da arte 7º ano
Egito história da arte 7º anojosivaldopassos
 
Arte egipicia 1° ano
Arte egipicia 1° anoArte egipicia 1° ano
Arte egipicia 1° anoAline Raposo
 
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antigaArtes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antigahbilinha
 
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antigaArtes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antigahbilinha
 
Historia da arte primeiras civilizacoes
Historia da arte primeiras civilizacoesHistoria da arte primeiras civilizacoes
Historia da arte primeiras civilizacoesGeorge Alex
 

Semelhante a Pintura Egípcia: Hierarquia e Técnicas (20)

48787715 apostila-de-arte
48787715 apostila-de-arte48787715 apostila-de-arte
48787715 apostila-de-arte
 
Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdf
Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdfArte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdf
Arte egípcia e influencia da religião aula dia 10-04.pdf
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
 
02 IA-Arte Egipcia.pdf
02 IA-Arte Egipcia.pdf02 IA-Arte Egipcia.pdf
02 IA-Arte Egipcia.pdf
 
Artes.nadyne
Artes.nadyneArtes.nadyne
Artes.nadyne
 
Artes.nadyne
Artes.nadyneArtes.nadyne
Artes.nadyne
 
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
História da Arte (PaleoLítico, Mesolítico, Neolítico, Arte Egípsia, Arte Greg...
 
Egito história da arte 7º ano
Egito história da arte 7º anoEgito história da arte 7º ano
Egito história da arte 7º ano
 
Arte egipicia 1° ano
Arte egipicia 1° anoArte egipicia 1° ano
Arte egipicia 1° ano
 
At7 arte na antiguidade
At7  arte na antiguidadeAt7  arte na antiguidade
At7 arte na antiguidade
 
Arte Egípcia
Arte EgípciaArte Egípcia
Arte Egípcia
 
2 arte egito 2020
2 arte egito 20202 arte egito 2020
2 arte egito 2020
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antigaArtes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
 
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antigaArtes 03 gênesis 1º ano  mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
Artes 03 gênesis 1º ano mesopotâmia - egito - grécia e roma antiga
 
A arte no egito
A arte no egitoA arte no egito
A arte no egito
 
Arte egipicia
Arte egipiciaArte egipicia
Arte egipicia
 
Arte egipicia
Arte egipiciaArte egipicia
Arte egipicia
 
Historia da arte primeiras civilizacoes
Historia da arte primeiras civilizacoesHistoria da arte primeiras civilizacoes
Historia da arte primeiras civilizacoes
 
3 arte grega 2020
3 arte grega 20203 arte grega 2020
3 arte grega 2020
 

Último

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

Pintura Egípcia: Hierarquia e Técnicas

  • 1.
  • 2. A pintura do Antigo Egito significou um ressurgimento da pintura, muitos anos após às pinturas rupestres. No Antigo Egito, os artistas estavam mais interessados na arquitetura e na escultura.
  • 3. Quanto a hierarquia na pintura, eram representadas maiores as pessoas com maior importância no reino, ou seja, nesta ordem de grandeza: o rei, a mulher do rei, o sacerdote, os soldados e o povo. As figuras femininas eram pintadas em ocre, enquanto que as masculinas pintadas de vermelho.
  • 4. Os egípcios escreviam usando desenhos.Desenvolveram três formas de escrita: Hieróglifos - considerados a escrita sagrada; Hierática - uma escrita mais simples, utilizada pela nobreza e pelos sacerdotes; Demótica - a escrita popular.
  • 5. A pintura egípcia durou de 3 a 4 mil anos, dentro das mesmas formas técnicas e expressivas; uma maneira peculiar de representar a figura humana: cabeça, pernas, peito, ventre e braços de perfil olhos, ombros, umbigo e baixo-ventre de frente. Embora figurativa, a pintura egípcia na essência é abstrata, porque não revela a observação direta da realidade.
  • 6. cabeça, pernas, peito ventre e braços de pe olhos, ombros, umbig e baixo-ventre de fren
  • 7. Pintura parietal no túmulo de Nefertari. Os traços são estilizados e rígidos, as formas são bidimensionais E a cor é aplicada em manchas uniformes.
  • 8. Pintura Cerimonial de Túmulos No Antigo Egito a pintura aplica-se a espaços arquitetônicos, especialmente aqueles relacionados com o culto dos mortos, como túmulos de faraós. Contudo, egípcios ricos tinham murais em casa, elaborados em estilos de rica textura. Outras pinturas podem ser encontradas em papiros e juntamente com hieróglifos.
  • 9. Pintura do Livro dos Mortos, em papiro.
  • 10. Os antigos egípcios criaram pinturas para fazer da vida pós-morte um lugar agradável. Os temas incluíam a jornada para o outro mundo ou divindades protetoras que apresentavam o morto para os deuses do pós-morte. Algumas pinturas mostram as atividades que o morto gostava de fazer quando era vivo e que, certamente, gostaria de continuar fazendo por toda a eternidade.
  • 11. Gansos de Medum, Túmulo de Nafermaat.
  • 12.
  • 14. • espantando as aves que comem os grãos.
  • 15. • ANUBIS e a mumificação
  • 18. Fonte: Trabalho realizado por: Natiely Faedo Rafaela lamera Carla Carol http://taislc.blogspot.com.br/2008/09/pintura-egpcia.html http://br.ask.com/youtube?qsrc=167&q=pintura+no+egito&o=1 2704&l=sem http://www.acemprol.com/pintura-do-antigo-egito-t5696.html

Notas do Editor

  1. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
  2. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
  3. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
  4. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
  5. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
  6. por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.