SlideShare uma empresa Scribd logo

NR 20 Manuseio.ppt

NR 20

NR 20 Manuseio.ppt

1 de 37
Baixar para ler offline
SESMT - Alcoa Pinda
Manuseio, Transporte
Interno e Armazenamento
de Produtos Perigosos
SESMT - Alcoa Pinda
Introdução
Objetivo: Orientar quanto aos riscos de incidentes
inerentes ao manuseio, transportes internos e
armazenamento de produtos perigosos.
Conhecer as normas/procedimentos para evitar
e reduzir o risco de poluição ao Meio Ambiente.
SESMT - Alcoa Pinda
Organograma de Responsabilidades
Processo de Auditoria de Segurança, Higiene
Industrial e Saúde.
Segurança em Manipulação, Transporte e
Armazenamento de Produtos Químicos
Perigosos.
Empresa: fornecer as condições
adequadas de Segurança e meio
ambiente, para garantir a saúde
dos funcionários e da comunidade.
Usuários: seguir as Normas da
Empresa agindo com Segurança
no manuseio de Produtos químicos
perigosos.
Gerentes, Técnicos de
Segurança: apoiar os
supervisores para permitir o
cumprimento do programa.
Aperfeiçoar continuamente os
procedimentos de Segurança
para manipulação com
produtos perigosos.
Supervisores: sob orientação
da Engenharia, Técnicos de
Segurança e Químicos, fazer
cumprir o Programa do seu
setor e orientar a sua equipe
corretamente.
Compradores: Atender
rigorosamento as
especificações dos produtos
perigosos nos processos de
compra.
SESMT - Alcoa Pinda
Vias de Absorção dos Produtos Químicos pelo Organismo
• Via Respiratória: inalação de vapores. Podem passar aos pulmões e
ao sangue causando graves intoxicações ou doenças. Ex: benzeno.
• Via Digestiva: ingestão de produtos contaminados. Ex: fumar e
ingerir alimentos na área industrial, não lavar as mãos antes de
comer.
• Via Cutânea: contato do corpo com produtos químicos sem uso do
EPI. Ex: não tomar banho após o trabalho, ou contato direto do
produto químico com a pele.
SESMT - Alcoa Pinda
Vias de Absorção dos Produtos Químicos pelo Organismo
Intoxicações por Exposição à Vapores e Gases Tóxicos:
• Intoxicação Aguda: curta exposição e alta concentração.
Ex: derramamento de produtos químicos.
• Intoxicação Crônica: longa exposição e baixa concentração.
Ex: doenças após longo período.
SESMT - Alcoa Pinda
Agentes causadores de Doenças das Vias Respiratórias e
Pulmonares
• Irritantes das Vias Respiratórias:
vapores ácidos.
• Não Irritantes das Vias Respiratórias:
pós finos (podem levar a morte).
Dermatoses
• Doenças de Pele: contato com produto químico.
Ex: ácidos, alcalis, solventes.
Anúncio

Recomendados

1-NR 35 TREINAMENTO 102 SLIDES parte 3.pptx
1-NR 35 TREINAMENTO 102 SLIDES parte 3.pptx1-NR 35 TREINAMENTO 102 SLIDES parte 3.pptx
1-NR 35 TREINAMENTO 102 SLIDES parte 3.pptxMagnaBamineracao
 
APRESENTAÇÃO EMPILHADEIRA.ppt
APRESENTAÇÃO EMPILHADEIRA.pptAPRESENTAÇÃO EMPILHADEIRA.ppt
APRESENTAÇÃO EMPILHADEIRA.pptLuizCarlos994160
 
05 MINUTOS DE SEGURANÇA.ppt
05 MINUTOS DE SEGURANÇA.ppt05 MINUTOS DE SEGURANÇA.ppt
05 MINUTOS DE SEGURANÇA.pptVilson Stollmeier
 
Apresentação elcoeste
Apresentação elcoesteApresentação elcoeste
Apresentação elcoesteMiguel_S
 
Integração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptIntegração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptRosinaldoSena
 
ufcd3781ppt-170808183823.pdf
ufcd3781ppt-170808183823.pdfufcd3781ppt-170808183823.pdf
ufcd3781ppt-170808183823.pdfPedro Torres
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a NR 20 Manuseio.ppt

Manual Biosseguranca Praticas Corretas
Manual Biosseguranca Praticas CorretasManual Biosseguranca Praticas Corretas
Manual Biosseguranca Praticas CorretasRodrigo Nunes
 
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdfstpvendas2
 
Atribuição de responsabilidades
Atribuição de responsabilidadesAtribuição de responsabilidades
Atribuição de responsabilidadesJupira Silva
 
Segurança em Laboratórios
Segurança em Laboratórios Segurança em Laboratórios
Segurança em Laboratórios Matheus Gomes
 
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificos
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificosSegurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificos
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificosPedro Torres
 
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINARPRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINARfernanda silva
 
Manual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintariaManual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintariaEder Ribeiro
 
Manual de conservação de instrumentais
Manual de conservação de instrumentaisManual de conservação de instrumentais
Manual de conservação de instrumentaisdroliv
 
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdf
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdfnr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdf
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdfaureliofaria41
 
Where are the Risks - Içamento de Cargas
Where are the Risks - Içamento de CargasWhere are the Risks - Içamento de Cargas
Where are the Risks - Içamento de CargasEugenio Rocha
 
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptxTREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptxLeandroRomeiroDeSouz
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptxTREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptxEngenheiroSlavattori
 
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptxCurso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptxIsmeniaPereiradaSilv
 
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptx
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptxAPRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptx
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptxWCTreinamentos
 

Semelhante a NR 20 Manuseio.ppt (20)

11 manualdesaudeeseg
11 manualdesaudeeseg11 manualdesaudeeseg
11 manualdesaudeeseg
 
Manual Biosseguranca Praticas Corretas
Manual Biosseguranca Praticas CorretasManual Biosseguranca Praticas Corretas
Manual Biosseguranca Praticas Corretas
 
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf
496295844-3-Manutencao-Preventiva-CAT.pdf
 
Atribuição de responsabilidades
Atribuição de responsabilidadesAtribuição de responsabilidades
Atribuição de responsabilidades
 
Segurança em Laboratórios
Segurança em Laboratórios Segurança em Laboratórios
Segurança em Laboratórios
 
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificos
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificosSegurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificos
Segurança no trabalho – avaliação e controlo de riscos especificos
 
Fsa06.8 pintura01
Fsa06.8  pintura01Fsa06.8  pintura01
Fsa06.8 pintura01
 
Cap29
Cap29Cap29
Cap29
 
~7238048
~7238048~7238048
~7238048
 
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINARPRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDICIPLINAR
 
Manual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintariaManual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintaria
 
Act fichaverificacao
Act fichaverificacaoAct fichaverificacao
Act fichaverificacao
 
Manual de conservação de instrumentais
Manual de conservação de instrumentaisManual de conservação de instrumentais
Manual de conservação de instrumentais
 
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdf
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdfnr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdf
nr01-treinamento-integracao-p21-abr21-230209172016-2d1f4b7e (1).pdf
 
NR01 - Treinamento - Integracao - P21 - Abr 21.pptx
NR01 - Treinamento - Integracao - P21 - Abr 21.pptxNR01 - Treinamento - Integracao - P21 - Abr 21.pptx
NR01 - Treinamento - Integracao - P21 - Abr 21.pptx
 
Where are the Risks - Içamento de Cargas
Where are the Risks - Içamento de CargasWhere are the Risks - Içamento de Cargas
Where are the Risks - Içamento de Cargas
 
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptxTREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptxTREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
 
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptxCurso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
 
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptx
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptxAPRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptx
APRESENTAÇÃO DE TBSSMA VALE 2018.pptx
 

Mais de Karollyna Maciel

Apresentação Caminhão hidrojato.pptx
Apresentação Caminhão hidrojato.pptxApresentação Caminhão hidrojato.pptx
Apresentação Caminhão hidrojato.pptxKarollyna Maciel
 
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptx
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptxAula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptx
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptxKarollyna Maciel
 
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.pptKarollyna Maciel
 
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptx
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptxAULA 3 - SLIDES - Escalas.pptx
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptxKarollyna Maciel
 
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.pptKarollyna Maciel
 
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.ppt
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.pptANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.ppt
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.pptKarollyna Maciel
 
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.ppt
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.pptACIDENTE COM LIXADEIRA 1.ppt
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.pptKarollyna Maciel
 
Trabalho_20em_20Altura[1].ppt
Trabalho_20em_20Altura[1].pptTrabalho_20em_20Altura[1].ppt
Trabalho_20em_20Altura[1].pptKarollyna Maciel
 
Manual montagens de andaimes NBR.ppt
Manual montagens de andaimes NBR.pptManual montagens de andaimes NBR.ppt
Manual montagens de andaimes NBR.pptKarollyna Maciel
 
Artigo de Ergonômia - Flávio.ppt
Artigo de Ergonômia - Flávio.pptArtigo de Ergonômia - Flávio.ppt
Artigo de Ergonômia - Flávio.pptKarollyna Maciel
 
seguranca-caminhao-munk.pptx
seguranca-caminhao-munk.pptxseguranca-caminhao-munk.pptx
seguranca-caminhao-munk.pptxKarollyna Maciel
 

Mais de Karollyna Maciel (20)

2.ppt
2.ppt2.ppt
2.ppt
 
Apresentação Caminhão hidrojato.pptx
Apresentação Caminhão hidrojato.pptxApresentação Caminhão hidrojato.pptx
Apresentação Caminhão hidrojato.pptx
 
CERTIFICADO_CIPA5.ppt
CERTIFICADO_CIPA5.pptCERTIFICADO_CIPA5.ppt
CERTIFICADO_CIPA5.ppt
 
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptx
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptxAula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptx
Aula 2 - SLIDES - Atividade respiratória.pptx
 
AULA1-~1.pptx
AULA1-~1.pptxAULA1-~1.pptx
AULA1-~1.pptx
 
AULA 3 - Escalas.pptx
AULA 3 - Escalas.pptxAULA 3 - Escalas.pptx
AULA 3 - Escalas.pptx
 
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
 
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptx
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptxAULA 3 - SLIDES - Escalas.pptx
AULA 3 - SLIDES - Escalas.pptx
 
2.pptx
2.pptx2.pptx
2.pptx
 
Escalas.pptx
Escalas.pptxEscalas.pptx
Escalas.pptx
 
AULA 1111.pptx
AULA 1111.pptxAULA 1111.pptx
AULA 1111.pptx
 
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
1- Aula 1 -definicao e instrumentos- 2012.1.ppt
 
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.ppt
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.pptANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.ppt
ANÁLISE ERGONÔMICA DOS POSTOS DE TRABALHO.ppt
 
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.ppt
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.pptACIDENTE COM LIXADEIRA 1.ppt
ACIDENTE COM LIXADEIRA 1.ppt
 
Trabalho_20em_20Altura[1].ppt
Trabalho_20em_20Altura[1].pptTrabalho_20em_20Altura[1].ppt
Trabalho_20em_20Altura[1].ppt
 
Manual montagens de andaimes NBR.ppt
Manual montagens de andaimes NBR.pptManual montagens de andaimes NBR.ppt
Manual montagens de andaimes NBR.ppt
 
ESCADAS[1].ppt
ESCADAS[1].pptESCADAS[1].ppt
ESCADAS[1].ppt
 
ALTURA___Curso[1].PPT
ALTURA___Curso[1].PPTALTURA___Curso[1].PPT
ALTURA___Curso[1].PPT
 
Artigo de Ergonômia - Flávio.ppt
Artigo de Ergonômia - Flávio.pptArtigo de Ergonômia - Flávio.ppt
Artigo de Ergonômia - Flávio.ppt
 
seguranca-caminhao-munk.pptx
seguranca-caminhao-munk.pptxseguranca-caminhao-munk.pptx
seguranca-caminhao-munk.pptx
 

Último

Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...daimonkonicz6
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...AcademicaDlaUnicesum
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...daimonkonicz6
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfphvs120
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...AaAssessoriadll
 
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...AcademicaDlaUnicesum
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Unicesumar
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...mariaclarinhaa2723
 
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfArtigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfCassioZakabi
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.pptJefersonCavalcante10
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...daimonkonicz6
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...AaAssessoriadll
 

Último (15)

Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL I - 51 2024.docx
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
 
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
A atividade proposta corresponde a Atividade de Estudo 1 UM BREVE RESUMO SOBR...
 
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
O DESAFIO DE ENGAJAR FUNCIONÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES DE TRABALHO Qual ...
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
 
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdfArtigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
Artigo científico Cassio Kazedani Zakabi.pdf
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...(43)98816 5388 ASSESSORIA  ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
(43)98816 5388 ASSESSORIA ECIV - MAPA - CONCEITOS DA ADMINISTRAÇÃO E ÉTICA E...
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
 

NR 20 Manuseio.ppt

  • 1. SESMT - Alcoa Pinda Manuseio, Transporte Interno e Armazenamento de Produtos Perigosos
  • 2. SESMT - Alcoa Pinda Introdução Objetivo: Orientar quanto aos riscos de incidentes inerentes ao manuseio, transportes internos e armazenamento de produtos perigosos. Conhecer as normas/procedimentos para evitar e reduzir o risco de poluição ao Meio Ambiente.
  • 3. SESMT - Alcoa Pinda Organograma de Responsabilidades Processo de Auditoria de Segurança, Higiene Industrial e Saúde. Segurança em Manipulação, Transporte e Armazenamento de Produtos Químicos Perigosos. Empresa: fornecer as condições adequadas de Segurança e meio ambiente, para garantir a saúde dos funcionários e da comunidade. Usuários: seguir as Normas da Empresa agindo com Segurança no manuseio de Produtos químicos perigosos. Gerentes, Técnicos de Segurança: apoiar os supervisores para permitir o cumprimento do programa. Aperfeiçoar continuamente os procedimentos de Segurança para manipulação com produtos perigosos. Supervisores: sob orientação da Engenharia, Técnicos de Segurança e Químicos, fazer cumprir o Programa do seu setor e orientar a sua equipe corretamente. Compradores: Atender rigorosamento as especificações dos produtos perigosos nos processos de compra.
  • 4. SESMT - Alcoa Pinda Vias de Absorção dos Produtos Químicos pelo Organismo • Via Respiratória: inalação de vapores. Podem passar aos pulmões e ao sangue causando graves intoxicações ou doenças. Ex: benzeno. • Via Digestiva: ingestão de produtos contaminados. Ex: fumar e ingerir alimentos na área industrial, não lavar as mãos antes de comer. • Via Cutânea: contato do corpo com produtos químicos sem uso do EPI. Ex: não tomar banho após o trabalho, ou contato direto do produto químico com a pele.
  • 5. SESMT - Alcoa Pinda Vias de Absorção dos Produtos Químicos pelo Organismo Intoxicações por Exposição à Vapores e Gases Tóxicos: • Intoxicação Aguda: curta exposição e alta concentração. Ex: derramamento de produtos químicos. • Intoxicação Crônica: longa exposição e baixa concentração. Ex: doenças após longo período.
  • 6. SESMT - Alcoa Pinda Agentes causadores de Doenças das Vias Respiratórias e Pulmonares • Irritantes das Vias Respiratórias: vapores ácidos. • Não Irritantes das Vias Respiratórias: pós finos (podem levar a morte). Dermatoses • Doenças de Pele: contato com produto químico. Ex: ácidos, alcalis, solventes.
  • 7. SESMT - Alcoa Pinda Proteção Respiratória • Máscara e Respiradores apropriados à cada atividade; • os Operadores devem estar aptos a usar, manter e limpar os Equipamentos; • Desinfectar o Equipamento após cada uso; e • Trocar filtros regularmente.
  • 8. SESMT - Alcoa Pinda Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e Emergência • Chuveiros de Emergência: utilizados para limpeza do corpo, em caso de derramamento de produto químico. Ex: limpeza de matrizes e tratamento de soda. • Lava-olhos: utilizados para limpeza dos olhos, em caso de incidente. Ex: Laboratório.
  • 9. SESMT - Alcoa Pinda Retirada de Produtos Perigosos • Retirada e Movimentação de Produtos Perigosos na Unidade só poderá ser feita por pessoas devidamente autorizadas (vide lista na Portaria e no Almoxarifado). • O Almoxarifado e a Portaria não poderão liberar o produto ao Requisitante sem que o mesmo conste da relação. • Não se pode retirar o Produto, em seu nome, e passar a outro Funcionário não Autorizado.
  • 10. SESMT - Alcoa Pinda Movimentação de Produtos Perigosos Considerações: 1. Estado do Material: sólido (ou pastoso), líquido ou gasoso. Tipo de Embalagem, Volume, Forma, Peso e Características Químicas,Mecânicas, Radioativas etc. 2. Quantidades a Estocar e Frequência. 3. Percurso: de onde sai e para onde vai, se o plano é inclinado, largura de corredores, altura de passagem etc. 4. Deslocamento: contínuo ou intermitente, velocidade de produção. 5. Forma de Empilhamento e Força de Trabalho: - definir, então o sistema de transporte, manual, carrinhos de mão, carros motorizados, empilhadeiras, transportadores etc.
  • 11. SESMT - Alcoa Pinda Recomendações para o uso de equipamentos de proteção respiratória. • Pessoas a serem designadas para trabalhar com máscaras e respiradores, é necessário que sejam habilitadas fisicamente para realizar este tipo de trabalho. • A seleção dos equipamentos deve ser de acordo com os produtos químicos e a concentração a que o operador estará exposto. • Deve-se ter por escrito os procedimentos de operações que regem a seleção e o uso dos equipamentos de proteção para a respiração (Programa de Proteção Respiratória) . • Deve-se dar o devido treinamento para os operadores no uso, manutenção e limpeza dos equipamentos. • Equipamentos usados por mais de um operador devem ser limpos e desinfectados após cada uso. • A manutenção deve ser regular e periódica, no que se refere à limpeza, desinfecção, troca de filtros e substituição das partes danificadas.
  • 12. SESMT - Alcoa Pinda Transporte de Materiais e Produtos Químicos De acordo com as estatísticas, quase 1/3 dos incidentes do trabalho são causados pela movimentação e manuseio de materiais. Portanto, é muito importante numa empresa, todos conhecerem alguns princípios fundamentais, que devem ser sempre praticados visando: a) diminuir os riscos e reduzir os incidentes. b) facilitar a execução de um trabalho com qualidade. c) melhorar a organização e limpeza nos locais de trabalho. d) aumentar a produtividade na empresa. e) aumentar o bem estar de todos no trabalho. A N.R. - 11 do Ministério do Trabalho é a Norma que rege o transporte, movimentação e manuseio os materiais.
  • 13. SESMT - Alcoa Pinda Planejamento A movimentação de materiais exige um “planejamento”, para se determinar o melhor modo de se transportar, bem como os tipos de equipamentos ou dispositivos auxiliares e serem utilizados. Deve-se considerar: 1- Tipo de material: Estado físico: sólido (ou pastoso), líquido ou gasoso. Natureza do material: granel, embalagens (frágil ou resistente), volumoso, forma, peso, características químicas, mecânicas, readioativas, etc. 2- Quantidades estocadas ou a serem movimentadas e a frequência de recebimento ou entrega. 3- Percurso, de onde sai e para onde vai. Local plano ou inclinado, tipo de piso, largura dos corredores, altura das passagens, etc.
  • 14. SESMT - Alcoa Pinda Planejamento 4- Deslocamento será contínuo (quantidade por hora) ou irregular. A velocidade deverá estar sincronizada com a produção ? 5- Terá ou não empilhamento, qual a forma mais segura ? Qual a força de trabalho disponível ou necessária? Somente após conhecer essas informações é que se poderá planejar e definir o melhor sistema, que poderá ser: transporte manual, carrinhos de mão, carros motorizados, empilhadeiras, transportadores, etc.
  • 15. SESMT - Alcoa Pinda Empilhadeiras O uso de empilhadeiras ou outros carros de transporte motorizados simplificam muito o trabalho e economizam tempo, porém pode introduzir alguns novos riscos devido à falta de treinamento ou negligência dos operadores responsáveis, levando a incidentes bastante sérios. Recomendações úteis: • Ter um programa de Inspeção e manutenção permanente. • Deve possuir buzina. • Esses carros motorizados devem ser dirigidos por operadores treinados e habilitados pela empresa. • Não utilizar máquinas transportadoras movidas a motores de combustão, em áreas de pouca ventilação. • Adaptar dispositivos adequados (catalizadores) para eliminar os gases poluentes do motor de combustão.
  • 16. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Produtos Perigosos Considerações Gerais: • A armazenagem não é colocar os produtos químicos de qualquer maneira. • Deve-se obedecer a critérios rígidos para não incorrer em riscos de incidentes graves. Planejamento: • Deve-se fazer um planejamento levando em conta os diferentes tipos de produtos químicos, evitando armazenar juntos os produtos incompatíveis que podem reagir entre si... • Ordem de armazenamento, tamanhos e tipos das embalagens. • Fluxo de entrada e saída de estoque, e programação de consumo. Seguir o principio: “Primeiro que entra e o Primeiro que saí”. • Aceleração no tempo de seleção e distribuição dos materiais requisitados, redução de custos de áreas de estocagem, ou de avarias e finalmente o máximo aproveitamento da mão de obra.
  • 17. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Produtos Perigosos Local de Armazenagem: • Arejado, bem iluminado e com as sinalizações de segurança necessárias. • Cuidados com rebaixamento de piso, quando não adequados. • Prateleira resistentes aos materiais armazenados. • Fácil acesso para movimentação manual e principalmente movimentação por carrinhos, empilhadeiras, etc. • Corredores com mínimo de “1 metro” maior que o maior dos veículos utilizados • Corredores limpos desimpedidos para evitar golpes e danos nas embalagens ou nos materiais estocados.
  • 18. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Produtos Perigosos • Separar os produtos incompatíveis por grupos. Ver tabela de produtos químicos incompatíveis neste manual. • Cuidado com os rótulos para não desprender e correr o risco de se trocar de embalagem ou perder a identificação do produto. • Não armazenar produtos sem identificação. Consultar seu supervisor. Se necessário, mandar analisar.
  • 19. SESMT - Alcoa Pinda Reagente Incompatível com: Fósforo Enxofre, composto oxigenados, cloratos percloratos, nitratos, permanganatos. Hidrocarbonetos (butano, Ácido crômico, Flúor, Cloro, Bromo, propano,GLP, tolueno, etc.) peróxidos. Iodo Acetileno, hidróxido de amônio, Hidrogênio. Líquidos inflamáveis Ácido Nítrico, nitrato de amônio, óxido (álcools, cetonas, (VI), de Cromo éteres) peróxidos, Flúor, Cloro, Bromo, Hidrogênio, Oxigênio, óxido nitroso. Mercúrio Acetileno, Ácido Fulmínico, Amônea.
  • 20. SESMT - Alcoa Pinda Reagente Incompatível com: Metais alcalinos (Sódio, Água, halogenetos de alcanos, halogênios, Potássio, Lítio) tetracoreto de carbano, anidrido arbônico. Nitrato de amônio Ácidos, pós metálicos, líquidos inflamáveis, cloretos, Enxofre, compostos orgânicos em pó. Prata metálica Aceleno, ác. tartárico, ác. oxálico, compostos de amônio. Peróxico de Hidrogênio Alcools, anilina, Cobre, Cromo, Ferro, Líquidos inflamáveis, sais metálicos, compostos orgânicos em pó, nitrometano, metais em pó.
  • 21. SESMT - Alcoa Pinda Reagente Incompatível com: Peróxido de Sódio Ácido Acético, anidrido acético, benzaldeído, etanol, metanol, etilenoglicol, acetatos de metila e etila, furfural. Permanganato de Glicerina, etilenoglicol, ácido sulfúrico, Potássio benzaldeído. Óxido de Cromo (VI) Ác. acétileno, glicerina, benzina de petróleo, líquidos inflamáveis, naftaleno.
  • 22. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Produtos Perigosos Os produtos químicos são oferecidos em embalagens adequadas para cada tipo de produto químico, isto é, para resistir ao produto sem se danificar. Assim sendo, NUNCA podemos transferir produtos químicos de uma embalagem para outra diferente, sem conhecimento e autorização dos superiores, pois, pode haver reação do produto com a nova embalagem e causar vazamentos e outros acidentes graves.
  • 23. SESMT - Alcoa Pinda Empilhamentos Sacarias (Soda Cáustica - sacos de 25kg) • Empilhar sobre estrados para evitar umidade nas sacarias ou fardos e evitar problemas com pisos irregulares. • O cruzamento dos sacos, permite maior segurança evitando desmoronamentos. • As copas dos sacos devem ficar posicionadas para dentro das pilhas. • Empilhamento manual, não deve exceder a 2 metros de altura para facilitar o acesso. • As pilhas não devem permanecer próximo a máquinas sem proteção ou equipamentos elétricos não isolados que podem produzir faíscas. • Saber para cada produto, o número de fiadas máximo possível, para não danificar as embalagens e, evitar desmoronamentos das sacarias ou fardos. Ver a indicação na embalagem, com o Supervisor, ou consulte o fabricante do produto.
  • 24. SESMT - Alcoa Pinda Empilhamentos • Intercalar tábuas ou estrados para evitar desmoronamentos. • Deve-se deixar o tôpo das pilhas a uma distância mínima de 60cm do fôrro, dos “sprinklers” ou de lâmpadas. • As pilhas devem ficar afastadas no mínimo de 01 metro das paredes, para facilitar a ventilação, não forçar a estrutura do prédio, e permitir o acesso para inspeções e combate a incêndios. • Estocagem de materiais pesados e ou volumosos, quando em prateleiras de escaninho, somente deve ser nas prateleiras inferiores, de largura suficiente e não deixando formação de pontas de alinhamento nos corredores.
  • 25. SESMT - Alcoa Pinda Empilhamentos Empilhamento de tambores e barris • Deve ser armazenados de forma deitada e presos, de preferência, com calços de madeira na camada de baixo. • As pilhas devem ser na forma de pirâmide. • Tambores e barris também podem ser empilhados de pé em camadas desencontradas, com tábuas ou estrados entre camadas. • Empilhamento produtos inflamáveis em tambores ou outras embalagens metálicas, sobre estrados metálicos, estes devem ser “aterrados”.
  • 26. SESMT - Alcoa Pinda Armazenamentos Armazenagem de Produtos Inflamáveis • Quando em embalagens metálicas e prateleiras também metálicas, estas devem ser aterradas para não produzir faíscas. • Recipientes “containers” com sistema “corta-chama” e armários especiais para armazegem de produtos inflamáveis com maior segurança. • No local de armazenagem de grandes estoques de produtos inflamáveis, deve ser proibido fumar, usar fogareiros, chapas aquecedoras. Ser dotado de sistema de exaustão/ventilação e as instalações elétricas à prova de explosão (sem faiscamentos quando se liga-desliga).
  • 27. SESMT - Alcoa Pinda Armazenamentos Armazegem de Produtos Ácidos e Corrosivos • Nunca devem ser colocados em prateleiras altas. devem ser armazenados próximos do chão e se possível em recipientes tipo bandejas de contenção.
  • 28. SESMT - Alcoa Pinda Derramamentos/Vazamentos de Produtos Químicos Controle: Os derramentos e vazamentos de produtos químicos na área industrial se não forem tomadas providências corretas, como veremos a seguir poderão causar graves consequências para os trabalhadores, para as instalações ou ao meio ambiente. Procedimentos: • Procurar “identificar” o produto derramado, saber se é inflamável corrosivo, muito tóxico, etc. • Isolar a área e comunicar a todos trabalhadores do setor, bem como a equipe de segurança. Acionar o alarme dependendo da gravidade do incidente. • Para entrar na áea do sinistro, proteger-se com os devidos equipamentos de proteção individual (EPI’s).
  • 29. SESMT - Alcoa Pinda Derramamentos/Vazamentos de Produtos Químicos • Providenciar o reparo para cessar o vazamento ou o derramamento (Usar o Kit de Emergência). • Desligar equipamentos, máquinas ou motores que possam produzir faíscas, principalmente quando o produto for inflamável. É importante saber que, diversos produtos químicos não inflamáveis podem produzir “misturas explosivas” com o ar, tais como ácido acético, ácido nítrico amoníaco, gás sulfídrico, etc. • Adicionar o pó absorvente adequado para o produto químico derramado. • Recolher com o auxílio de uma vassoura e pá adequadas, colocar em saco plástico ou recipiente adequado e encaminhar para o descarte. • Fazer a limpeza final da área, promover ventilação/exaustão. • Se o produto for muito tóxico, só voltar a usar a área após monitorização dos gases ou vapores no ar, e autorização da Equipe de Segurança.
  • 30. SESMT - Alcoa Pinda Pós Absorventes de Produtos Químicos Para ácidos usar: Vermiculita Mantas de Polipropileno Barrilha Hidróxido de Cálcio Terras diatomáceas tipo CELITE OBS.: não usar soda ou outros álcalis que na reação liberam muito calor. Contenção de Derramamentos: Diversos dos produtos acima são oferecidos na forma de “almofadas” ou em forma de cordões para facilitar a contenção e o espalhamento dos derramamentos. (Vide Procedimento 613 0012013 - Kit de Emergência)
  • 31. SESMT - Alcoa Pinda Descarte de Resíduos Químicos Recomendações: • Armanezar resíduos do mesmo tipo em recipientes apropriados. • Não misturar resíduos desconhecidos pois pode causar reações químicas exalando gases perigosos, incêndios ou explosões. • Resíduos de produtos inflamáveis devem ser armazenados em local fresco arejado e em recipientes apropriados, os “containers com sistema corta-chama”. • NUNCA jogar produtos ou resíduos inflamáveis no esgoto, pois pode provocar explosões e incêndios de grandes proporções. • O transporte de resíduos industriais para fora da unidade fabril, deve seguir Normas Oficiais e o responsável pelo resíduo é sempre o gerador do resíduo.
  • 32. SESMT - Alcoa Pinda Norma de Risco NBR-8285 para transporte de Produtos Perigosos. Tabela 1 - Significado do 1º Algarismo NÚMERO SIGNIFICADO 2 GÁS 3 LÍQUIDO INFLAMÁVEL 4 SÓLIDO INFLAMÁVEL 5 SUBSTÂNCIA OXIDANTE OU PERÓXIDO ORGÂNICO 6 SUBSTÂNCIA TÓXICA 7 SUBSTÂNCIA RADIOATIVA 8 SUBSTÂNCIA CORROSIVA
  • 33. SESMT - Alcoa Pinda Norma de Risco NBR-8285 para transporte de Produtos Perigosos. Tabela 2 - Significado do 2º e ou 3º Algarismo NÚMERO SIGNIFICADO 0 AUSÊNCIA DE RISCO 1 EXPLOSIVO 2 EMANA GÁS 3 INFLAMÁVEL 5 OXIDANTE 6 TÓXICO 7 RADIOATIVO 8 CORROSIVO 9 PERIGO DE REAÇÃO VIOLENTA RESULTANTE DA DECOMPOSIÇÃO EXPONTÂNEA OU DE POLIMER.
  • 34. SESMT - Alcoa Pinda Classificação de Risco para Produtos Perigosos PRODUTO Nº DA ONU Nº DE RISCO GASOLINA 1203 33 QUEROSENE 1223 30 CLORO 1017 266 G.L.P. 1075 23 ÁCIDO SULFÚRICO 1830 88 SODA CAUSTICA (Sol.) 1824 88 BENZENO 1114 33 TOLUENO 1293 33 XILENO 1307 30 ETILENO 1962 23 ETILENO REFRIGER. 1038 223 PROPILENO 1077 23 BUTADIENO 1010 239 BUTENO 1012 23 CARBETO DE CÁLCIO 1402 43
  • 35. SESMT - Alcoa Pinda Manuseio, Transporte e Armazenamento de Cilindros de Gases O manuseio de cilindros de gases, inflamáveis ou não inflamáveis, porém sob pressão, oferece altíssimos riscos em casos de acidentes com vazamentos ou quedas do cilindro com a quebra do registro (válvula) da cabeça do cilindro.
  • 36. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Cilindros de Gás Procedimentos • Nunca manusear os cilindros sem o devido capacete instalado e rosqueado. • Nunca deixar o cilindro exposto em locais de transito de pessoas ou carros. • Não movimentar cilindros de gás com o regulador de pressão instalado. • Somente transportar cilindros de gás em carrinhos apropriados. • Manter os cilindros de gás sempre presos à parede com cintas metálicas ou correntes. • Manter cilindros de gases combustíveis separados de oxidantes por uma parede.
  • 37. SESMT - Alcoa Pinda Armazenagem de Cilindros de Gás • Armazenar os cilindros em local arejado, com área delimitada e com sinalizações de segurança. Ex: PROIBIDO FUMAR, etc. • Se o local de armazenagem de gases inflamáveis dispor de instalações elétricas, estas devem ser à prova de explosão.