SlideShare uma empresa Scribd logo

BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO

Localização, características, usinas hidrelétricas, importância social e econômica e a situação atual.

1 de 28
Baixar para ler offline
BACIA HIDROGRÁFICA DO
RIO SÃO FRANCISCO
Alunos: Bruno (12), Daniel (13), João Venturin (28) e Samuel (27)
Professora: Conceição Fontolan
Colégio Salesiano Itajaí 2º A/ 2017
História
• Diz a lenda que o São Francisco nasceu das lágrimas
derramadas pela índia Irati. Com saudade do bravo
companheiro que foi lutar pela posse da terra contra o
homem branco e não voltou mais, Irati sentou em um
pedra e chorou dias. De tão grande, sua tristeza deu
origem ao Opará, que significa rio-mar, na linguagem
indígena.
Localização
- Estados onde ela está
presente: Bahia, Sergipe,
Alagoas, Pernambuco,
Goiás, Minas Gerais e
Distrito Federal.
Biomas
- Biomas presentes:
- Caatinga (na região nordeste da Bahia)
- Cerrado (entre o sudoeste de Minas Gerais e norte da
Bahia)
- Mata Atlântica (na região da Serra da Canastra)
Cerrado
• O Cerrado é considerado
o segundo maior bioma
brasileiro em extensão e a
mais rica savana do
mundo em biodiversidade.
• Vegetação: Em sua maior
parte, semelhante à de
savana, com árvores
baixas, esparsas, troncos
retorcidos, folhas grossas
e raízes longas,
gramíneas e arbustos.
Caatiga
- As folhas deste tipo de
vegetação são de tamanho
pequeno.
- O solo da caatinga
apresenta baixa fertilidade,
além de ser pedregoso.
• A caatinga é típica de
regiões com baixo índice
de chuvas (presença de
solo seco).
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
 
Hidrografia no brasil
Hidrografia no brasilHidrografia no brasil
Hidrografia no brasil
 
Bacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São FranciscoBacia Hidrográfica do São Francisco
Bacia Hidrográfica do São Francisco
 
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCOTRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
 
Região norte
Região norteRegião norte
Região norte
 
Regiao Nordeste
Regiao NordesteRegiao Nordeste
Regiao Nordeste
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
 
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
Modulo 16  - O Complexo AmazônicoModulo 16  - O Complexo Amazônico
Modulo 16 - O Complexo Amazônico
 
Bacia hidrográfica amazônica
Bacia hidrográfica amazônicaBacia hidrográfica amazônica
Bacia hidrográfica amazônica
 
Hidrografia - oceanos e mares
Hidrografia - oceanos e maresHidrografia - oceanos e mares
Hidrografia - oceanos e mares
 
Rios
RiosRios
Rios
 
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCOTRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
 
Região Sudeste
Região SudesteRegião Sudeste
Região Sudeste
 
Hidrosfera: as Águas Continentais
Hidrosfera: as Águas ContinentaisHidrosfera: as Águas Continentais
Hidrosfera: as Águas Continentais
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma Amazônia
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Biomas: Pantanal
Biomas: PantanalBiomas: Pantanal
Biomas: Pantanal
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
 

Semelhante a BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO

Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasHidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasSaulo Lucena
 
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...Saulo Lucena
 
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisTreinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisRogério Bartilotti
 
Exercício geografia
Exercício geografiaExercício geografia
Exercício geografiaMarcos Paulo
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São FranciscoTransposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São FranciscoBruno Labanca Lopes
 
Bacia do são francisco
Bacia do são franciscoBacia do são francisco
Bacia do são franciscoMarcos Paulo
 
Bacia do são francisco
Bacia do são francisco Bacia do são francisco
Bacia do são francisco Edmar Souza
 
Rio são francisco obras de transposição
Rio são francisco obras de transposiçãoRio são francisco obras de transposição
Rio são francisco obras de transposiçãoFelipe Dias Guimarães
 
Considerações sobre o clima e os recursos hídricos
Considerações sobre o clima e os recursos hídricosConsiderações sobre o clima e os recursos hídricos
Considerações sobre o clima e os recursos hídricosHelvecio Filho
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCOBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCOConceição Fontolan
 
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTEHIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTEPaes Viana
 
Bacias Hidrográficas de Sergipe
Bacias Hidrográficas de SergipeBacias Hidrográficas de Sergipe
Bacias Hidrográficas de SergipeAlissonLeite6
 
Bacia do Rio São francisco
Bacia do Rio São francisco Bacia do Rio São francisco
Bacia do Rio São francisco Kaique Dadalto
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco   Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco Laisa Cabral Caetano
 

Semelhante a BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO (20)

Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasHidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
 
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
Hidrografia: a água no Planeta Terra - Estudo dos rios brasileiros e bacias h...
 
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisTreinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
 
Exercício geografia
Exercício geografiaExercício geografia
Exercício geografia
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São FranciscoTransposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco
 
Bacia do são francisco
Bacia do são franciscoBacia do são francisco
Bacia do são francisco
 
Bacia do São Francisco
Bacia do São FranciscoBacia do São Francisco
Bacia do São Francisco
 
Bacia do são francisco
Bacia do são francisco Bacia do são francisco
Bacia do são francisco
 
Rio são francisco obras de transposição
Rio são francisco obras de transposiçãoRio são francisco obras de transposição
Rio são francisco obras de transposição
 
Considerações sobre o clima e os recursos hídricos
Considerações sobre o clima e os recursos hídricosConsiderações sobre o clima e os recursos hídricos
Considerações sobre o clima e os recursos hídricos
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCOBACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO
 
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTEHIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
HIDROGRAFIA, CICLO DA ÁGUA E USINA DE BELO MONTE
 
Trabalho rafael ferreira
Trabalho rafael ferreiraTrabalho rafael ferreira
Trabalho rafael ferreira
 
Bacias Hidrográficas de Sergipe
Bacias Hidrográficas de SergipeBacias Hidrográficas de Sergipe
Bacias Hidrográficas de Sergipe
 
Bacia do Rio São francisco
Bacia do Rio São francisco Bacia do Rio São francisco
Bacia do Rio São francisco
 
Perfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiroPerfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiro
 
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifbaGeografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
 
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifbaGeografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
 
Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco   Transposição do Rio São Francisco
Transposição do Rio São Francisco
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 

Mais de Conceição Fontolan (20)

DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
ÁFRICA
 
ÁSIA ORIENTAL
ÁSIA ORIENTALÁSIA ORIENTAL
ÁSIA ORIENTAL
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
 
ÁSIA : EXTREMO ORIENTE
ÁSIA : EXTREMO ORIENTEÁSIA : EXTREMO ORIENTE
ÁSIA : EXTREMO ORIENTE
 
PAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTESPAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTES
 
FLORESTAS TEMPERADAS E VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEA
FLORESTAS TEMPERADAS E VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEAFLORESTAS TEMPERADAS E VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEA
FLORESTAS TEMPERADAS E VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEA
 
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHASVEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
 
FLORESTAS SUBTROPICAIS E SAVANAS
FLORESTAS SUBTROPICAIS E SAVANASFLORESTAS SUBTROPICAIS E SAVANAS
FLORESTAS SUBTROPICAIS E SAVANAS
 
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃOSOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
 
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAISSAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
SAVANAS E FLORESTAS SUBTROPICAIS
 
FLORESTAS TROPICAIS
FLORESTAS TROPICAISFLORESTAS TROPICAIS
FLORESTAS TROPICAIS
 
RELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTALRELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTAL
 
INDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAISINDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAIS
 
SUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICOSUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICO
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
ÁSIA : EXTREMO ORIENTE
ÁSIA : EXTREMO ORIENTEÁSIA : EXTREMO ORIENTE
ÁSIA : EXTREMO ORIENTE
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHASVEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
VEGETAÇÃO : ALTAS MONTANHAS
 
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃOSOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
 

Último

1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 

BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO

  • 1. BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO Alunos: Bruno (12), Daniel (13), João Venturin (28) e Samuel (27) Professora: Conceição Fontolan Colégio Salesiano Itajaí 2º A/ 2017
  • 2. História • Diz a lenda que o São Francisco nasceu das lágrimas derramadas pela índia Irati. Com saudade do bravo companheiro que foi lutar pela posse da terra contra o homem branco e não voltou mais, Irati sentou em um pedra e chorou dias. De tão grande, sua tristeza deu origem ao Opará, que significa rio-mar, na linguagem indígena.
  • 3. Localização - Estados onde ela está presente: Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal.
  • 4. Biomas - Biomas presentes: - Caatinga (na região nordeste da Bahia) - Cerrado (entre o sudoeste de Minas Gerais e norte da Bahia) - Mata Atlântica (na região da Serra da Canastra)
  • 5. Cerrado • O Cerrado é considerado o segundo maior bioma brasileiro em extensão e a mais rica savana do mundo em biodiversidade. • Vegetação: Em sua maior parte, semelhante à de savana, com árvores baixas, esparsas, troncos retorcidos, folhas grossas e raízes longas, gramíneas e arbustos.
  • 6. Caatiga - As folhas deste tipo de vegetação são de tamanho pequeno. - O solo da caatinga apresenta baixa fertilidade, além de ser pedregoso. • A caatinga é típica de regiões com baixo índice de chuvas (presença de solo seco).
  • 7. Mata Atlântica • O estrato superior da floresta é composto por árvores mais altas, como as leguminosas, os ipês, o manacá-da-serra, entre outras. O estrato arbustivo é formado por espécies arbóreas (jabuticabeiras, palmito-juçara, begônias, etc). Plantas de pequeno porte formam o estrato herbáceo, como ervas,
  • 8. Clima • No curso alto o clima é úmido, com bom índice de chuvas. À medida que penetra na região semiárida a pluviosidade é baixa, a evaporação é elevada e o clima torna-se cada vez mais seco. Na região da foz o clima torna-se úmido novamente, com maior quantidade de chuvas.
  • 9. Nascente • O rio São Francisco, popularmente conhecido por “Velho Chico”, nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais). Possui uma extensão de 2800 quilômetros e atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas.
  • 10. Foz • A foz do rio São Francisco entre a cidade de Piaçabuçu no estado de Alagoas e a cidade de Brejo Grande no estado de Sergipe, abriga um rico ecossistema em mangue, mata atlântica e dunas, onde o rio se encontra com o Oceano Atlântico.
  • 11. Afluentes - O rio São Francisco é um rio “principal”. Em toda a sua extensão, ele recebe água de 168 afluentes divididos entre as suas margens esquerda e direita. - O Velho Chico possui 36 afluentes de portes significativos. Exceto os dois primeiros rios, todos os outros são da margem esquerda do Velho Chico e a maioria é de Minas Gerais, estado que fornece cerca de 70% da água do rio.
  • 12. Principais Afluentes • Rio Grande • Rio Corrente • Rio Paracatu • Rio Paraopeba • Rio Abaeté
  • 13. Usinas Hidrelétricas • Três Marias (Minas Gerais) • Sobradinho (Pernambuco/Bahia) • Paulo Afonso (Alagoas/Bahia) • Xingó (Sergipe/Alagoas) • Luiz Gonzaga (Pernambuco/Bahia) • Moxotó (Alagoas/Bahia)
  • 14. Três Marias • A usina está instalada no Rio São Francisco e, além da geração de energia, a água da represa é usada, por exemplo, para a agropecuária ao longo do leito, até mesmo no Jaíba, um dos maiores projetos de irrigação do mundo que funciona no norte de Minas.
  • 15. Sobradinho • A usina tem uma potência instalada de 1.050.000 kW (1.050 MW) e conta com 6 máquinas geradoras. A Usina está posicionada no rio São Francisco a 748 km de sua foz, possuindo, além da função de geração de energia elétrica, a de principal fonte de regularização dos recursos hídricos da região.
  • 16. Paulo Afonso • Ao todo, são 13 máquinas geradoras, produzindo uma potência total de 1.56GW. Esse é um dos maiores complexos produtores de energia no Brasil, a partir da força das águas do Rio São Francisco, no município de Paulo Afonso, no estado da Bahia.
  • 17. Xingó • Uma das maiores do Brasil, que além de ser grande produtora de energia e colaborar com a irrigação local, também é um grande ponto turístico da região. • Xingó que é gerenciada pela Chesf abastece com energia elétrica uma grande parte do Nordeste, além de prestar-se ao desenvolvimento de projetos de irrigação e ao abastecimento de água para a cidade de Canindé/SE.
  • 18. Luiz Gonzaga • A usina, que pertence a Eletrobras Chesf foi renomeada em homenagem ao cantor e compositor brasileiro Luiz Gonzaga do Nascimento (1912-1989).
  • 19. Moxotó • A Usina Hidrelétrica de Moxotó, construída em 1971, está localizada a cerca de quatro quilômetros a montante do barramento das Usinas Paulo Afonso I, II e III, no município baiano de Paulo Afonso. • Foi inaugurada em 1975. Em 1983, passou a ser chamada Usina Apolônio Sales.
  • 20. Curiosidades • Quem batizou o rio São Francisco com esse foi o mesmo homem que deu nome ao nosso continente: o italiano Américo Vespúcio. • O São Francisco foi homenageado numa novela criada pelo dramaturgo e escritor Benedito Ruy Barbosa, exibida pela Globo em 2 016. Batizada de Velho Chico, ela entrou para a história pela excelente fotografia e direção de arte, mas também pela morte trágica de um dos atores principais afogado no rio.
  • 21. Questões de vestibular. (UPE) Leia o texto a seguir: O sertão vai virar mar? Carinhosamente chamado de Velho Chico, o rio São Francisco, considerado o rio da unidade nacional por ligar a região Sudeste à Zona da Mata nordestina, tem sido ponto de discórdia nos últimos tempos porque o governo ressuscitou um antigo projeto dos tempos imperiais: o de aproveitar suas águas para minorar os efeitos da seca no semiárido nordestino. A providência terá repercussão positiva na vida de 12 milhões de brasileiros, que passarão a ter condições, ao menos, de manter a higiene pessoal e de desenvolver a agricultura de subsistência - fatores essenciais para que ultrapassem a linha da pobreza absoluta. Fonte: Revista Desenvolvimento Regional, 2005. Adaptado. Do ponto de vista socioeconômico, as ações necessárias à implantação do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias do Nordeste Setentrional poderão ter resultados negativos. Sobre esses resultados, analise os seguintes itens: I. Perda de áreas produtivas e deslocamento de populações para a implantação dos canais e dos reservatórios. II. Ampliação de riscos socioculturais, tais como os de comprometimento do Patrimônio Arqueológico e de interferência em comunidades indígenas. III. Risco de redução da biodiversidade das comunidades biológicas aquáticas nativas nas bacias receptoras. IV. Risco de introdução de espécies de peixes potencialmente daninhas às pessoas nas bacias receptoras. V. Modificação do regime fluvial das drenagens receptoras, tornando bem maior o caráter sazonal intermitente dos rios.
  • 22. Questões de vestibular. Estão CORRETOS a) I e II, apenas. b) II e III, apenas. c) III, IV e V, apenas. d) I, II, III e IV, apenas. e) I, II, III, IV e V.
  • 23. Questões de vestibular. (CEFET-MG) Sobre as bacias hidrográficas brasileiras, afirma-se que I – a Bacia Amazônica, de regime pluvial e nival, é a maior do Brasil. II – a característica climática semiárida inviabiliza a geração hidrelétrica na Bacia do São Francisco. III – a maior produção hidroelétrica brasileira é verificada na Bacia do Paraná. IV – a expansão da soja tem impactado os rios da Bacia do Paraguai. V – a maior ilha fluvial do mundo, a do Bananal, encontra-se no interior da Bacia do Rio Parnaíba. Estão corretas apenas as afirmativas: a) I, II e III. b) I, II e V. c) I, III e IV. d) II, IV e V. e) III, IV e V.
  • 24. Questões de vestibular. (UNITAU) O Rio São Francisco é chamado de rio de Integráção Nacional, pois tem sua nascente no interior do Brasil e sua foz no Oceano Atlântico entre dois estados brasileiros. Em qual região e estado este rio nasce, e em qual região e estados está sua foz? a) SE(MG) e NE (AL e SE) b) S (MG) e NE (AL e SE) c) NE (MG) e N (PA e MA) d) SE (BA) e NE (AL e SE) e) SE (BA) e NE (PE e RN)
  • 25. Questões de vestibular. (UNIFOR) O Governo Federal brasileiro executa, sob responsabilidade do Ministério da Integração Nacional, o "Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional". Esse projeto objetiva a transposição de parte das águas do Rio São Francisco por meio da construção de dois canais com 700 quilômetros de extensão total, os quais viabilizarão o aumento da oferta de recursos hídricos em áreas semiáridas dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Sobre o assunto, assinale a alternativa correta. a) A realidade hídrica, principalmente nos aspectos atinentes à oferta e uso das águas, é tema que, historicamente, não tem integrado o debate sobre o semiárido nordestino. b) A transposição das águas do Rio São Francisco não é vista como solução para resolver o problema do abastecimento das cidades e mitigar a sede dos nordestinos. c) O São Francisco é um rio inteiramente localizado no Nordeste semiárido, com nascente no estado da Bahia e foz no litoral de Pernambuco. d) A escassez de água no Nordeste brasileiro pode ser atribuída a características geoambientais específicas dessa região e, também, de falhas na gestão dos recursos hídricos por parte do poder público. e) As chuvas na Região Nordeste são bem distribuídas no tempo, graças a fenômenos climáticos, tais como o El Niño que favorece a ocorrência de frentes frias causadoras de chuvas.
  • 26. Questões de vestibular. (FEI) Para responder à questão, interprete o mapa a seguir: As áreas preenchidas na cor cinza no mapa correspondem: a) à bacia hidrográfica do Paraguai e do São Francisco. b) à bacia hidrográfica do Paraná e do Araguaia-Tocantins. c) ao bioma de cerrado e da caatinga. d) à vegetação do Complexo do Pantanal e da Caatinga. e) às áreas de mais baixa densidade populacional do país.
  • 27. Gabarito 1- D 2- C 3- A 4- D 5- A
  • 28. Fontes: http://www.suapesquisa.com/geografia/bacia_rio_sao_francisco https://projetomaoamiga.wordpress.com/rio-sao-francisco-sua-historia/ https://www.todamateria.com.br/cerrado/ http://www.suapesquisa.com/geografia/vegetacao/caatinga.htm http://www.infoescola.com/biomas/mata-atlantica/ http://www.suapesquisa.com/pesquisa/rio_sao_francisco.htm https://www.todamateria.com.br/rio-sao-francisco/ http://cbhsaofrancisco.org.br/os-principais-afluentes-do-velho-chico/ http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,sem-chuva-represa-da-usina-de-tres-marias-pode-acabar-ano- com-5-da-capacidade,1626693/ https://pt.wikipedia.org/wiki/Usina_Hidrel%C3%A9trica_de_Sobradinho http://www.altus.com.br/site_ptbr/index.php?option=com_content&view=article&id=317&Itemid=194 http://cbhsaofrancisco.org.br/a-monumental-hidreletrica-de-xingo/ https://pt.wikipedia.org/wiki/Usina_Hidrel%C3%A9trica_Luiz_Gonzaga http://dicionario.sensagent.com/Usina%20Hidrel%C3%A9trica%20de%20Moxot%C3%B3/pt-pt/ http://www.maiscuriosidade.com.br/12-coisas-que-voce-devia-saber-sobre-o-rio-sao-francisco/