SlideShare uma empresa Scribd logo

ESTIMAR -PLANO DE NEGÓCIOS Pronto

1 de 33
Baixar para ler offline
ESTIMAR
Plano de Negócio para abertura da empresa Estimar
Local de abertura : Granja dos Cavaleiros , Macaé 2016. Executante e autor:
Engenheiro(a) Bruna Sanchez de Viveiros e-mail: brunasviveiros@gmail.com
ESTIMAR
Elaborado por: BRUNA SANCHEZ DE VIVEIROS
Data criação: 21/01/2016 23:57
Data Modificação: 23/01/2016 11:26
Tipo Empresa: Estudantil
1 - Sumário Executivo
1.1 - Resumo
1.2 - Dados dos empreendedores
1.3 - Missão da empresa
1.4 - Setores de atividade
1.5 - Forma jurídica
1.6 - Enquadramento tributário
Âmbito federal
1.7 - Capital social
1.8 - Fonte de recursos
2 - Análise de mercado
2.1 - Estudo dos clientes
2.2 - Estudo dos concorrentes
2.3 - Estudo dos fornecedores
3 - Plano de marketing
3.1 - Produtos e serviços
3.2 - Preço
3.3 - Estratégias promocionais
3.4 - Estrutura de comercialização
3.5 - Localização do negócio
4 - Plano operacional
4.1 - Leiaute
4.2 - Capacidade instalada
4.3 - Processos operacionais
4.4 - Necessidade de pessoal
5 - Plano financeiro
5.1 - Investimentos fixos
5.2 - Estoque inicial
5.3 - Caixa mínimo
5.4 - Investimentos pré-operacionais
5.5 - Investimento total
5.6 - Faturamento mensal
5.7 - Custo unitário
5.8 - Custos de comercialização
5.9 - Apuração do custo de MD e/ou MV
5.10 - Custos de mão-de-obra
5.11 - Custos com depreciação
5.12 - Custos fixos operacionais mensais
5.13 - Demonstrativo de resultados
5.14 - Indicadores de viabilidade
6 - Construção de cenário
6.1 - Ações preventivas e corretivas
7 - Avaliação estratégica
7.1 - Análise da matriz F.O.F.A
8 - Avaliação do plano
8.1 - Análise do plano
1 - Sumário Executivo
1.1 - Resumo
Este Plano de Negócios tem como objetivo apresentar todas as etapas planejadas para a abertura da empresa
ESTIMAR– EQUIPE DE SERVIÇOS TÉCNICOS PARA INSTRUMENTAÇÃO MANUTENÇÃO E RESTAURAÇÃO
LTDA., sediada à Rua Internacional– Novo Cavaleiro - Macaé – RJ, CEP 28.024-420. Esta empresa é uma empresa
que atuará como prestadora de serviços especializada em fornecimento de mão-de-obra na indústria do petróleo ou
produção industrial e atividades de certificação e manutenção em equipamentos diversos. A estimar é uma empresa
dividida em dois principais seguimentos, o de atividade laboratorial e o de serviços que envolvam trabalho de
manutenção pesada, ensaio hidrostático, e pintura, denominada mecânica.
As atividades laboratoriais ainda se dividem ainda em laboratórios distintos. Os laboratórios são: dimensional,
pressão, temperatura, elétrica, torque, massa e ensaio de válvulas.
Antes de falar de cada laboratório, faz-se necessário explicar como funciona a organização e processo do trabalho
na Estimar.
Todo instrumento tem uma vida útil, e um período adequado de funcionamento, sem ser necessária uma certificação.
Normalmente o período varia ente 1 e 5 anos. Esse instrumento para ser utilizado na indústria precisa estar dentro
desse período de tempo. Quando não, ou por não estar na faixa de tempo, ou por apresentar algum dano, este é
encaminhado pelas empresas possuidoras dos mesmos para ser certificado, a fim de cumprir com leis
regulamentadoras como a ABNT e outras. Assim, a empresa procura outra capaz e especializa para a atividade de
certificação, emissão de certificado e laudo de aprovação/reprovação.
Quando obtém contato, a empresa cliente solicita um orçamento ao departamento de Comercial que iniciará o
processo de orçar, receber aprovação de proposta, receber o instrumento com nota fiscal e encaminhar para o setor
de recebimento de material que vai abrir a ordem de serviço e iniciar o processo de triagem. Assim que a Ordem de
serviço é aberta, esta cai automaticamente na programação dos laboratórios, através de software/programa
específico desenvolvido para a empresa.
Os laboratórios e equipe de manutenção administrados por um coordenador geral obedecem a uma programação
fornecida pelo sistema da empresa ou alguma prioridade estabelecida para começar a executar a manutenção,
restauração e certificação necessária nos lotes de equipamentos.
Para abrir a empresa inicialmente, o plano estima e requer uma quantia de aproximadamente 300 000,00 reais
contando que não seja necessário pagar aluguel .
Pretende-se adquirir uma equipe enxuta com o salário de mercado fornecido em Macaé, todos da equipe com
experiência.
1.2 - Dados dos empreendedores
Indicadores Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5
Ponto de Equilíbrio R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04
Lucratividade 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 %
Rentabilidade 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 %
Prazo de retorno do investimento 4 meses
3 de 32
Plano de Negócio -
1.3 - Missão da empresa
Atender aos nossos clientes com o serviço de certificação, manutenção e emissão de laudos ou instalações
industriais com qualidade e verdade, tentando sempre priorizar o cliente o lucro e a bom ambiente de trabalho com
ideias inovadoras ou simplesmente eficientes e adequadas.
1.4 - Setores de atividade
[ ] Agropecuária
[ ] Comércio
[ ] Indústria
[x] Serviços
1.5 - Forma jurídica
( ) Empresário Individual
( ) Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI
( ) Microempreendedor Individual – MEI
(x) Sociedade Limitada
( ) Outros:
1.6 - Enquadramento tributário
Âmbito federal
Regime Simples
(x) Sim
( ) Não
IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica
PIS – Contribuição para os Programas de Integração Social
COFINS – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social
CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido
IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados (apenas para indústria)
ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços
ISS - Imposto sobre Serviços
Nome: Anônimo ou investidor Anjo
Endereço: Estrada Virgem santa
Cidade: macaé Estado: Rio de Janeiro
Perfil:
Pessoa com visão, com interesse de começar pequeno mas com os pés no chão com a certeza de que com
verdade e qualidade a criação de uma empresa exemplar de metologia e instrumentação é uma missão
interessante.
Atribuições:
administração / executante
4 de 32
Plano de Negócio -
1.7 - Capital social
1.8 - Fonte de recursos
Parte do dinheiro pode vir dos próprios sócios bem como de possível investidor Anjo ou Financeamento.
Nº Sócio Valor Participação (%)
1 Anônimo ou investidor Anjo R$ 263.567,43 50,00
Total R$ 263.567,43 50,00
5 de 32
Plano de Negócio -
2 - Análise de mercado
2.1 - Estudo dos clientes
Público-alvo (perfil dos clientes)
empresas do ramo petrolífero
empresas do ramo alimentício/ farmacêutico / industria
vendedores de equipamentos industriais
empresas relacionadas a construção e montagem
Comportamento dos clientes (interesses e o que os levam a comprar)
Necessidade de atendimento rápido e de qualidade
vencimento de calibração anterior
cobranças de normalização da empresa para enquadramento em NR como NR-13 e NR-10
venda de equipamento com certificado
quebra ou substituição de equipamento
Área de abrangência (onde estão os clientes?)
Os equipamentos precisam ser certificados periodicamente
Ser credenciado pelo imetro para o serviço
Menor preço em instalações e certificação
Menor Prazo de entrega
6 de 32
Plano de Negócio -
2.2 - Estudo dos concorrentes
Conclusões
A ESTIMAR tem condições de concorrer de forma leal e justa com lucro se apresentar preços competitivos, equipe eficiente, prazos curtos e verdadeiros, bom atendimento e
conseguir não depender apenas de um grande cliente como a SETIN, por exemplo. Depender de um único cliente pode ser perigoso para a saúde econômica da empresa.
Utilizar bem seus recursos de equipamentos, tecnologia, pessoal e material com otimização e custo mínimos de boa qualidade também fazem parte da ideia principal no
mundo de hoje que é otimizar e não ter medo de crescer e aprender com as mudanças.
Empresa Qualidade Preço
Condições de
Pagamento
Localização Atendimento Serviços aos clientes
VWC BOA COMPETITIVO N/C SÃO PAULO BOM
SERVIÇOS DE
INTALAÇÕES
ELÉTRICAS
WCR BOA COMPETITIVO N/C NITERÓI BOM
INSTRUMENTAÇÃO
INDUSTRIAL
IN LOCO E OFF-
SHORE
CIMEQ BOA COMPETITIVO N/C RIO DE JANEIRO BOM INSTRUMETAÇÃO
SETIN BOA COMPETITIVO N/C MACAÉ BOM
INSTRUMENTAÇÃO,
MANUTENÇÃO,
EMISSÃO DE
CERTIFICADOS E
LAUDOS.
PETROLAGOS MÉDIA COMPETITIVO N/C MACAÉ BOM
INSTRUMENTAÇÃO /
CERTIFICAÇÃO
7 de 32
Plano de Negócio -
2.3 - Estudo dos fornecedores
Nº
Descrição dos itens a
serem adquiridos
(matérias-primas,
insumos, mercadorias
e serviços)
Nome do fornecedor Preço
Condições de
pagamento
Prazo de entrega
Localização (estado
e/ou município)
1
MATERIAL DE
CONSUMO
INDUSTRIAL
LUVAS, FITAS
TRANSPARENTES,
COLAS, CX
TEFLONS...
COMERCIAL TROIKA COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ
2
MATERIAL DE
CONSUMO
INDUSTRIAL
VIANNA OFF SHORE COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ
3
PRODUTOS DE
ESCRITÓRIO
PAPELARIA
SUPRIMAR
COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ - RIVIERA
4
PLAQUETAS
METÁLICAS DE
IDENTIFICAÇÃO
ALUMIPLAC COMPETITIVO N/A RAZOÁVEL SÃO PAULO
8 de 32
Plano de Negócio -
3 - Plano de marketing
3.1 - Produtos e serviços
Serviços oferecidos :
CERTIFICAÇÃO/ MANUTENÇÃO/ EMISSÃO DE LAUDOS / PLAUETAS DE IDENTIFICAÇÃO
Grandeza pressão:
Manômetro de processo – digital/analógico
Manômetro Padrão – digital/analógico
Transmissor de pressão
Vacuômetro
Manovavuômetro
Ensaio de válvula de segurança
Controlador de pressão
Grandeza dimensional:
Paquímetro
Micrômetro interno e externo
Haste padrão
Bloco padrão
Anel liso padrão
Trena / escala de aço
Relógio comparador
Medidor de espessura
Grandeza elétrica:
Multímetro
Alicate amperímetro
Megômetro
Década resistiva
Fonte dc
Calibrador digital
Grandeza mássica:
Yoke
Peso padrão
Vidraria
Medidor de tensão
Grandeza Torque:
Torquímetro
Chave de torque
9 de 32
Plano de Negócio -
Grandeza Temperatura:
Termômetro bimetálico
Termômetro infravermelho
Termômetro volumétrico
Controlador de temperatura
Termopar / pt 100 / pt 1000
MONTAGEM E INSTALAÇÃO INDUSTRIAL
Fornecimento de mão de obra
Montagem de painel/ abertura de painel
Lançamento de cabos elétricos / instalação de instrumentos/ teste elétrico/ alimentação.
Lançamentos de tubing / instalação de instrumentos / teste hidrostático
3.2 - Preço
PAGAMENTOS A VISTA COM 10% DE DESCONTO NO PREÇO TOTAL
PAGAMENTO EM ATÉ 30 DIAS
3.3 - Estratégias promocionais
• Internet;
• Mala direta, folhetos e cartões de visita;
• Catálogos;
• Descontos (de acordo com os volumes comprados);
• Participação em feiras e eventos.
3.4 - Estrutura de comercialização
vendedores internos e externos,
representantes
visitas técnicas
3.5 - Localização do negócio
Nº Produtos / Serviços
1 certificação de instrumento
2 manutenção de instrumento
3 fornecimento de mão de obra
4 emissão de certificado e laudo
10 de 32
Plano de Negócio -
Considerações sobre o ponto (localização), que justifiquem sua escolha:
Cidade de Macaé por ser representante do próprio mercado Petrolífero, e não ser tão distante do Rio de Janeiro
que é uma cidade grande cheia de empresas diversas , com possíveis clientes.
Endereço: Rua Internacional
Bairro: Granja dos Cavaleiros
Cidade: Macaé
Estado: Rio de Janeiro
Fone 1: (22) 8130-4626
Fone 1: ( ) -
Fax: ( ) -
11 de 32
Plano de Negócio -
4 - Plano operacional
4.1 - Leiaute
12 de 32
Plano de Negócio -
4.2 - Capacidade instalada
Qual a capacidade máxima de produção (ou serviços) e comercialização?
A Estimar tem possibilidades de atender múltiplos clientes com prazo determinado.
É uma empresa capaz de certificar mais de 300 equipamentos por dia. A estimar tem área para teste hidrostático e
equipamentos diversos para atender equipamentos na área de dimensional, temperatura, pressão, torque, massa,
elétrica e ensaios de válvulas, mangueiras, acumuladores entre outros.
4.3 - Processos operacionais
processos operacionais:
A empresa Estimar desenvolve um Arquivo com endereçamento preso ao número de protocolo recebido por cada
instrumento no momento da abertura da Ordem de Serviço. Esse número vai funcionar como um rastreador do
equipamento na empresa e no mundo virtual dela , gerando informações básicas de número de série e faixa de
calibração automaticamente na emissão do certificado, após o equipamento ter sido cadastrado no mesmo sistema
assim que entrou.
O Arquivo universal da empresa usa uma planilha de EXCEL junto com o Access Pacote Office da Microsoft como
programa.
A empresa tem um servidor próprio que guarda os arquivos necessários.
Existem planilhas matrizes para preenchimento das folhas de dados físicas , o que as converte para um formato de
certificado a ser emitido.
Existem também folhas de dado específicas para cada equipamento .
Existem padrões específicos para atender aos laboratórios , bem como equipamentos diversos .
PROCESSO DA ATIVIDADE LABORATORIAL
Assim, que o departamento de recebimento abre a ordem e entra na programação do laboratório, o serviço passa a
ter um prazo para ser concluído. Assim que o instrumento entra nos laboratórios , os técnicos encarregados
efetivam um delineamento caso seja necessário, testes operacionais e dão início aos procedimentos de manutenção
e certificação.
LABORATÓRIO DE PRESSÃO
É o laboratório responsável pela variável pressão, e costuma receber instrumentos como : manômetros de processo
e padrões laboratoriais, esphigmomanômetros , vacuômetros , mano vacuômetros, transmissores, transdutores ,
registradores e outros.
Para trabalhar neste laboratório são basicamente utilizados : manômetros padrões , bombas comparativas (de
bancada ou de mão) , bomba de vácuo, ar comprimido e dispositivo eletrônicos ( fonte e multímetro ) para auxiliarna
certificação de sensores .
LABORATÓRIO DE DIMENSIONAL
É o responsável pela certificação de instrumentos de ‘medição’, tais como : relógios comparadores , micrômetros ,
paquímetros , trenas, anéis, camisas, blocos padrões, medidores de espessura, calibres de solda entre outros.
Para trabalhar neste local utiliza-se vários tipos diferentes de padrões tais como : jogo blocos padrões em
milímetros [mm], jogo de blocos padrões em polegadas [in], calibrador de altura, jogo de blocos para micrômetros ,
jogo de lentes para micrômetros, anéis , mesa de desempeno , lupa graduada, ... entre muitos outros ...
LABORATÓRIO DE ELÉTRICA
É o responsável pela certificação de instrumentos que trabalham com essa grandeza, tais como: Multímetros,
meghômetros , alicates amperímetros , calibradores , indicadores , controladores, décadas e fontes.
Para certificar neste ambiente faz-se necessário utilizar-se dos seguintes equipamentos : Calibrador de elétrica com
saída de tensão (VDC E VAC), corrente(VDC E VAC), frequência (HZ)e resistência(, K, M e G) . e um multímetro
com entrada para as mesmas grandezas listadas acima .
LABORATÓRIO DE TEMPERATURA
É o responsável pela certificação dos instrumentos que utilizam ou medem essa variável, que são : os termômetros (
bimetálicos , volumétricos , resistivos, ou ainda os termopares), indicadores , controladores, fornos, estufas e
termohigrômetros.
Para trabalhar com temperatura, faz-se necessário ter : Forno de calibração, termopar e pt100 para referência ,
calibrador de temperatura e estufa.
LABORATÓRIO DE MASSA
Responsável pela variável massa, nele há a certificação de instrumentos como dinamômetros , balanças e vidrarias.
Para trabalhar com massas é necessário ter um conjunto de massas e ter balanças .
1 Conjunto de Massas Padrão – 2 Balança Precisa – 3 Conjunto de Massa Padrão
LABORATÓRIO DE TORQUE
Responsável pela certificação de torquímetros e chaves de torque. Para trabalhar no laboratório utiliza-se do
calibrador de torque e diferentes conexões para adaptação dos diferentes torquímetros e chavas de torque.
LABORATÓRIO DE ENSAIO DE VÁLVULAS
Responsável por realizar ensaios em válvulas de alívio e de segurança.
Aqui, além dos instrumentos básicos do laboratório de pressão também precisa de Boosteres , reguladoras e
garrafas de nitrogênio.
13 de 32
Plano de Negócio -
Excel.
3 Téc. Financeiro
Esperiência na área de Financeiro. Formação em
Contabilidade desejada.
4 Téc. Metrologista Esperiência de 2 anos comprovada em carteira.
14 de 32
Plano de Negócio -
4.4 - Necessidade de pessoal
Nº Cargo/Função Qualificações necessárias
1 Técnico instrumentista
Instrumentista com experiência em equipamentos da áre de
pressão, torque, tempratura, elétrica, dimensional, massa
eensaios de válvulas. Desejado também experiêcia na área de
montagem industrial .
2 Auxiliar administrativo Ensino médio completo, com experiência em informática,
5 - Plano financeiro
5.1 - Investimentos fixos
A – Imóveis
B – Máquinas
C – Equipamentos
D – Móveis e Utensílios
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
SUB-TOTAL (A) R$ 0,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
1
MANÔMETRO PADRÃO
CERTIFICADO
13 R$ 2.000,00 R$ 26.000,00
2 CALIBRADOR DE ELÉTRICA 1 R$ 80.000,00 R$ 80.000,00
3 Bomba comparativa 3 R$ 1.500,00 R$ 4.500,00
4 Bancada de Válvula 1 R$ 18.000,00 R$ 18.000,00
5 Booster 1 R$ 10.000,00 R$ 10.000,00
6
MANÔMETROS ANALÓGICOS
CERTIFICADOS
12 R$ 1.600,00 R$ 19.200,00
7
FORNO COM INDICADOR E
CALIBRADOR
1 R$ 10.000,00 R$ 10.000,00
8 PT-100 CERTIFICADO 1 R$ 1.000,00 R$ 1.000,00
9
CONJUNTO DE BLOCOS
PADRÃO
1 R$ 5.700,00 R$ 5.700,00
10 CANETA DE GRAVAR TAG 2 R$ 180,00 R$ 360,00
11 MULTIMETRO DE BANCADA 1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00
SUB-TOTAL (B) R$ 177.760,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
SUB-TOTAL (C) R$ 0,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
1 bancada 7 R$ 1.700,00 R$ 11.900,00
2 Cadeira de escritório 10 R$ 300,00 R$ 3.000,00
3 MESAS ESCRITÓRIO 6 R$ 220,00 R$ 1.320,00
15 de 32
Plano de Negócio -
E – Veículos
F – Computadores
TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS
5.2 - Estoque inicial
5.3 - Caixa mínimo
1º Passo: Contas a receber – Cálculo do prazo médio de vendas
SUB-TOTAL (D) R$ 16.220,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
1
ENTREGA E COLETA DE
MATERIAIS
1 R$ 40.000,00 R$ 40.000,00
SUB-TOTAL (E) R$ 40.000,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
1 Administração 5 R$ 3.000,00 R$ 15.000,00
SUB-TOTAL (F) R$ 15.000,00
TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS (A+B+C+D+E+F): R$ 248.980,00
Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total
1
SALÁRIO DOS TÉCNICPS DE
PELO MENOS 6 MESES
18 R$ 3.000,00 R$ 54.000,00
2
DESPESAS FIXAS POR 6
MESES
6 R$ 5.000,00 R$ 30.000,00
3 ALUGUEL 6 MESES 6 R$ 20.000,00 R$ 120.000,00
TOTAL (A) R$ 204.000,00
Prazo médio de vendas (%) Número de dias
Média
Ponderada em
dias
VENDAS 50,00 30 15,00
VENDAS 30,00 0 0,00
VENDAS 20,00 60 12,00
Prazo médio total 27
16 de 32
Plano de Negócio -
2º Passo: Fornecedores – Cálculo do prazo médio de compras
3º Passo: Estoque – Cálculo de necessidade média de estoque
4º Passo: Cálculo da necessidade líquida de capital de giro em dias
Caixa Mínimo
Prazo médio de compras (%) Número de dias
Média
Ponderada em
dias
PLAQUETAS 15,00 15 2,25
CONSUMOS DE ESCRITÓRIO 5,00 0 0,00
COSUMO LABORATÓRIO MATERIAL 40,00 10 4,00
FLUIDO 10,00 10 1,00
ALCOOL 10,00 10 1,00
MATERIAL DE TRABALHO 20,00 10 2,00
Prazo médio total 11
Necessidade média de estoque
Numero de dias 30
Recursos da empresa fora do seu caixa Número de dias
1. Contas a Receber – prazo médio de vendas 27
2. Estoques – necessidade média de estoques 30
Subtotal Recursos fora do caixa 57
Recursos de terceiros no caixa da empresa
3. Fornecedores – prazo médio de compras 11
Subtotal Recursos de terceiros no caixa 11
Necessidade Líquida de Capital de Giro em dias 46
1. Custo fixo mensal R$ 3.133,17
2. Custo variável mensal R$ 12.620,00
3. Custo total da empresa R$ 15.753,17
4. Custo total diário R$ 525,11
5. Necessidade Líquida de Capital de Giro em dias 46
Total de B – Caixa Mínimo R$ 24.154,86
17 de 32
Plano de Negócio -
Capital de giro (Resumo)
5.4 - Investimentos pré-operacionais
5.5 - Investimento total
Descrição Valor
A – Estoque Inicial R$ 204.000,00
B – Caixa Mínimo R$ 24.154,86
TOTAL DO CAPITAL DE GIRO (A+B) R$ 228.154,86
Descrição Valor
Despesas de Legalização R$ 50.000,00
Obras civis e/ou reformas R$ 0,00
Divulgação de Lançamento R$ 0,00
Cursos e Treinamentos R$ 0,00
Outras despesas R$ 0,00
TOTAL R$ 50.000,00
Descrição dos investimentos Valor (%)
Investimentos Fixos – Quadro 5.1 R$ 248.980,00 47,23
Capital de Giro – Quadro 5.2 R$ 228.154,86 43,28
Investimentos Pré-Operacionais – Quadro 5.3 R$ 50.000,00 9,49
TOTAL (1 + 2 + 3) R$ 527.134,86 100,00
Fontes de recursos Valor (%)
Recursos próprios R$ 0,00 0,00
18 de 32
Plano de Negócio -
5.6 - Faturamento mensal
Projeção das Receitas:
(x) Sem expectativa de crescimento
( ) Crescimento a uma taxa constante:
0,00 % ao mês para os 12 primeiros meses
0,00 % ao ano a partir do 2º ano
( ) Entradas diferenciadas por período
Recursos de terceiros R$ 0,00 0,00
Outros R$ 0,00 0,00
TOTAL (1 + 2 + 3) R$ 527.134,86 100,00
Nº Produto/Serviço
Quantidade
(Estimativa de
Vendas)
Preço de
Venda Unitário
(em R$)
Faturamento Total
(em R$)
1 certificação de instrumento 2200 R$ 30,00 R$ 66.000,00
2 manutenção de instrumento 220 R$ 100,00 R$ 22.000,00
3 fornecimento de mão de obra 5 R$ 1.000,00 R$ 5.000,00
4 emissão de certificado e laudo 2200 R$ 20,00 R$ 44.000,00
TOTAL R$ 137.000,00
Período Faturamento Total
Mês 1 R$ 137.000,00
Mês 2 R$ 137.000,00
Mês 3 R$ 137.000,00
Mês 4 R$ 137.000,00
Mês 5 R$ 137.000,00
Mês 6 R$ 137.000,00
19 de 32
Plano de Negócio -
5.7 - Custo unitário
Produto: certificação de instrumento
Produto: manutenção de instrumento
Mês 7 R$ 137.000,00
Mês 8 R$ 137.000,00
Mês 9 R$ 137.000,00
Mês 10 R$ 137.000,00
Mês 11 R$ 137.000,00
Mês 12 R$ 137.000,00
Ano 1 R$ 1.644.000,00
Ano 2 R$ 1.644.000,00
Ano 3 R$ 1.644.000,00
Ano 4 R$ 1.644.000,00
Ano 5 R$ 1.644.000,00
Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total
CONSUMIVEIS OLASTICO BOLHA E
PLAQUETA CX
1 R$ 2,00 R$ 2,00
TOTAL R$ 2,00
Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total
TOTAL R$ 0,00
20 de 32
Plano de Negócio -
Produto: fornecimento de mão de obra
Produto: emissão de certificado e laudo
5.8 - Custos de comercialização
Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total
TOTAL R$ 0,00
Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total
TOTAL R$ 0,00
Descrição (%) Faturamento Estimado Custo Total
SIMPLES (Imposto Federal) 6,00 R$ 137.000,00 R$ 8.220,00
Comissões (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00
Propaganda (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00
Taxas de Cartões (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00
Total Impostos R$ 8.220,00
Total Gastos com Vendas R$ 0,00
Total Geral (Impostos + Gastos) R$ 8.220,00
Período Custo Total
Mês 1 R$ 0,00
Mês 2 R$ 0,00
Mês 3 R$ 0,00
Mês 4 R$ 0,00
Mês 5 R$ 0,00
Mês 6 R$ 0,00
Mês 7 R$ 0,00
Mês 8 R$ 0,00
Mês 9 R$ 0,00
Mês 10 R$ 0,00
Mês 11 R$ 0,00
Mês 12 R$ 0,00
Ano 1 R$ 0,00
Ano 2 R$ 0,00
Ano 3 R$ 0,00
21 de 32
Plano de Negócio -
5.9 - Apuração do custo de MD e/ou MV
Ano 4 R$ 0,00
Ano 5 R$ 0,00
Nº Produto/Serviço
Estimativa de
Vendas (em
unidades)
Custo Unitário
de Matériais
/Aquisições
CMD / CMV
1 certificação de instrumento 2200 R$ 2,00 R$ 4.400,00
2 manutenção de instrumento 220 R$ 0,00 R$ 0,00
3 fornecimento de mão de obra 5 R$ 0,00 R$ 0,00
4 emissão de certificado e laudo 2200 R$ 0,00 R$ 0,00
TOTAL R$ 4.400,00
Período CMD/CMV
Mês 1 R$ 0,00
Mês 2 R$ 0,00
Mês 3 R$ 0,00
Mês 4 R$ 0,00
Mês 5 R$ 0,00
Mês 6 R$ 0,00
Mês 7 R$ 0,00
Mês 8 R$ 0,00
Mês 9 R$ 0,00
Mês 10 R$ 0,00
Mês 11 R$ 0,00
22 de 32
Plano de Negócio -
5.10 - Custos de mão-de-obra
5.11 - Custos com depreciação
Mês 12 R$ 0,00
Ano 1 R$ 0,00
Ano 2 R$ 0,00
Ano 3 R$ 0,00
Ano 4 R$ 0,00
Ano 5 R$ 0,00
Função
Nº de
Empregados
Salário Mensal Subtotal
(%) de
encargos
sociais
Encargos
sociais
Total
Técnico
instrumentista
1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00 11,00 R$ 330,00 R$ 3.330,00
Auxiliar
administrativo
2 R$ 1.500,00 R$ 3.000,00 9,00 R$ 270,00 R$ 3.270,00
Téc. Financeiro 1 R$ 1.800,00 R$ 1.800,00 9,00 R$ 162,00 R$ 1.962,00
Téc.
Metrologista
1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00 11,00 R$ 330,00 R$ 3.330,00
TOTAL 5 10.800,00 R$ 1.092,00 R$ 11.892,00
Ativos Fixos Valor do bem Vida útil em Anos Depreciação Anual Depreciação Mensal
MÁQUINAS E
EQUIPAMENTOS
R$ 177.760,00 10 R$ 17.776,00 R$ 1.481,33
MÓVEIS E R$ 16.220,00 10 R$ 1.622,00 R$ 135,17
23 de 32
Plano de Negócio -
5.12 - Custos fixos operacionais mensais
Projeção dos Custos:
(x) Sem expectativa de crescimento
( ) Crescimento a uma taxa constante:
0,00 % ao mês para os 12 primeiros meses
0,00 % ao ano a partir do 2º ano
( ) Entradas diferenciadas por período
UTENSÍLIOS
VEÍCULOS R$ 40.000,00 5 R$ 8.000,00 R$ 666,67
COMPUTADORES R$ 15.000,00 5 R$ 3.000,00 R$ 250,00
Total R$ 30.398,00 R$ 2.533,17
Descrição Custo
Aluguel R$ 0,00
Condomínio R$ 0,00
IPTU R$ 0,00
Energia elétrica R$ 0,00
Telefone + internet R$ 0,00
Honorários do contador R$ 0,00
Pró-labore R$ 0,00
Manutenção dos equipamentos R$ 0,00
Salários + encargos R$ 0,00
Material de limpeza R$ 300,00
Material de escritório R$ 300,00
Taxas diversas R$ 0,00
Serviços de terceiros R$ 0,00
Depreciação R$ 2.533,17
Contribuição do Microempreendedor Individual – MEI R$ 0,00
Outras taxas R$ 0,00
TOTAL R$ 3.133,17
Período Custo Total
Mês 1 R$ 2.533,17
Mês 2 R$ 2.533,17
Mês 3 R$ 2.533,17
Mês 4 R$ 2.533,17
Mês 5 R$ 2.533,17
24 de 32
Plano de Negócio -
5.13 - Demonstrativo de resultados
Mês 6 R$ 2.533,17
Mês 7 R$ 2.533,17
Mês 8 R$ 2.533,17
Mês 9 R$ 2.533,17
Mês 10 R$ 2.533,17
Mês 11 R$ 2.533,17
Mês 12 R$ 2.533,17
Ano 1 R$ 30.398,04
Ano 2 R$ 30.398,04
Ano 3 R$ 30.398,04
Ano 4 R$ 30.398,04
Ano 5 R$ 30.398,04
Descrição Valor Valor Anual (%)
1. Receita Total com Vendas R$ 137.000,00 R$ 1.644.000,00 100,00
2. Custos Variáveis Totais
2.1 (-) Custos com materiais diretos e/ou CMV(*) R$ 4.400,00 R$ 52.800,00 3,21
2.2 (-) Impostos sobre vendas R$ 8.220,00 R$ 98.640,00 6,00
2.3 (-) Gastos com vendas R$ 0,00 R$ 0,00 0,00
Total de custos Variáveis R$ 12.620,00 R$ 151.440,00 9,21
3. Margem de Contribuição R$ 124.380,00 R$ 1.492.560,00 90,79
4. (-) Custos Fixos Totais R$ 3.133,17 R$ 37.598,04 2,29
5. Resultado Operacional: LUCRO R$ 121.246,83 R$ 1.454.961,96 88,50
25 de 32
Plano de Negócio -
5.14 - Indicadores de viabilidade
Período Resultado
Mês 1 R$ 121.246,83
Mês 2 R$ 134.466,83
Mês 3 R$ 134.466,83
Mês 4 R$ 134.466,83
Mês 5 R$ 134.466,83
Mês 6 R$ 134.466,83
Mês 7 R$ 134.466,83
Mês 8 R$ 134.466,83
Mês 9 R$ 134.466,83
Mês 10 R$ 134.466,83
Mês 11 R$ 134.466,83
Mês 12 R$ 134.466,83
Ano 1 R$ 1.600.381,96
Ano 2 R$ 1.613.601,96
Ano 3 R$ 1.613.601,96
Ano 4 R$ 1.613.601,96
Ano 5 R$ 1.613.601,96
Indicadores Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5
Ponto de Equilíbrio R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04
26 de 32
Plano de Negócio -
Lucratividade 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 %
Rentabilidade 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 %
Prazo de retorno do investimento 4 meses
27 de 32
Plano de Negócio -
6 - Construção de cenário
6.1 - Ações preventivas e corretivas
Descrição
Cenário provável Cenário pessimista Cenário otimista
Valor (%) Valor (%) Valor (%)
1. Receita total com vendas R$ 137.000,00 100,00 R$ 68.500,00 100,00 R$ 150.700,00 100,00
2. Custos variáveis totais
2.1 (-) Custos com materiais diretos e ou CMV R$ 4.400,00 3,21 R$ 2.200,00 3,21 R$ 4.840,00 3,21
2.2 (-) Impostos sobre vendas R$ 8.220,00 6,00 R$ 4.110,00 6,00 R$ 9.042,00 6,00
2.3 (-) Gastos com vendas R$ 0,00 0,00 R$ 0,00 0,00 R$ 0,00 0,00
Total de Custos Variáveis R$ 12.620,00 9,21 R$ 6.310,00 9,21 R$ 13.882,00 9,21
3. Margem de contribuição R$ 124.380,00 90,79 R$ 62.190,00 90,79 R$ 136.818,00 90,79
4. (-) Custos fixos totais R$ 3.133,17 2,29 R$ 3.133,17 4,57 R$ 3.133,17 2,08
Resultado Operacional R$ 121.246,83 88,50 R$ 59.056,83 86,21 R$ 133.684,83 88,71
Ações corretivas e preventivas:
-TER CUIDADO COM O MATERIAL DA EMPRESA
-PROCURAR TRABALHAR DENTRO DO HORÁRIO DE 8H
-VERIFICAR SE HÁ NECESSIDADE DE TRABALHAR AOS SÁB.
-PROCURAR CUSTOS MÍNIMOS NOS MATERIAIS DE CONSUMO
-TENTAR NÃO DEPENDER DE APENAS UM CLIENTE
-MANTER OS PRAZOS EM DIA
Receita (pessimista) 50,00 % Receita (otimista) 10,00 %
28 de 32
Plano de Negócio -
-PROCURAR FAZER COM QUE A PRÓPRIA MÃO DE OBRA DÊ MANUTENÇÃO NOS EQUIPAMENTOS QUANDO NECESSÁRIO.
29 de 32
Plano de Negócio -
7 - Avaliação estratégica
7.1 - Análise da matriz F.O.F.A
Ações:
Investir em mercados diferentes do ramo do Petróleo
Procurar se aliar a vendedores de equipamentos como manômetros para aumentar a receita da empresa.
Oferecer treinamentos em metrologia para empresas.
Alugar o alditório para outras empresas para aumentar renda
Alugar área de testes para ajudar a arrecadar maior receita
Treinamento interno
Procurar separar dinheiro em um fund para poder financear ou comprar a área de instalaçõ da empresa e não pagar aluguel.
FATORES INTERNOS FATORES EXTERNOS
PONTOS
FORTES
FORÇAS
Empresa nova e sem vícios
Empresa com equipamentos novos e tecnológicos
Empresa com equipe unida e experiente
Empresa enxuta que não tem grande perda de hora ociosa.
OPORTUNIDADES
Investir em mercados diferentes do ramo do Petróleo
Procurar se aliar a vendedores de equipamentos como manômetros para
aumentar a receita da empresa.
Oferecer treinamentos em metrologia para empresas.
Alugar o alditório para outras empresas para aumentar renda
Alugar área de testes para ajudar a arrecadar maior receita
PONTOS
FRACOS
FRAQUEZAS
Pouco tempo de Mercado
Equipe nova
Grande investimento de dinheiro e tempo de retorno.
AMEAÇAS
Mercado de petróleo em baixa
aluguél não ser próprio
30 de 32
Plano de Negócio -
8 - Avaliação do plano
8.1 - Análise do plano
-Este é um plano bem audacioso e que precisa de um capital muito grande.
-Quanto mais equipamentos puderem ser comprados , maior a garantia de retorno, porém maior se torna o
investimento.
-Seria muito viável que a empresa tivesse uma área própria e não fosse necesspario pagar aluguel .
-Talvez seja uma alternativa investir em cada laboratório por vez e com os lucros investir na própria empresa para
tornar o investimento menor, correndo o risco de perder clientes por não apresentar solução para todos os
equipamentos do mesmo.
31 de 32
Plano de Negócio -
Termo de Aceite
SOFTWARE CEPN 3.0 - COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIO
O software tem como objetivo oferecer uma ferramenta simples e prática para a elaboração de um plano de negócios.
Criar uma empresa é um desafio e o plano de negócios, enquanto instrumento de planejamento, é adotado em todo o
mundo, por diversas instituições e por empresas dos mais diversos porte e setores.
Um plano de negócios tem como proposta fazer com que o empreendedor seja capaz de estimar se, a partir da sua
visão de futuro, experiência e conhecimento de mercado, seu projeto é viável ou não. Apesar de não eliminar totalmente
os riscos, evita que erros sejam cometidos pela falta de análise.
O sistema foi preparado para orientá-lo no preenchimento de cada seção do plano a partir das informações coletadas
por você. Para ajudá-lo, a ferramenta explica as etapas do plano, apresentando dicas, alertas e recomendações. Os
exemplos disponibilizados são fictícios, de natureza pedagógica e trazem informações e valores meramente ilustrativos.
Tenho ciência e concordo com os termos acima.
BRUNA SANCHEZ DE VIVEIROS
Informações Gerais
Um plano de negócios não garante por si só o sucesso de uma empresa. Fatores externos também influenciam o
negócio, portanto monitore ameaças e oportunidades.
Fatores internos também determinam a existência e o crescimento de uma empresa. Esses fatores estão sob controle
do empreendedor e são relacionados à implantação de controles e à uma gestão eficiente.
Informação é a matéria-prima para qualquer ação de planejamento e quanto mais precisa for, maior será a qualidade
do plano de negócios. Portanto, leia revistas especializadas, consulte associações e entidades do seu segmento,
participe de feiras e cursos, faça pesquisas na Internet, converse com outros empresários, clientes, fornecedores e
especialistas (consultores, contabilistas, advogados, etc.).
O plano de negócio deve ser revisado periodicamente, pois é flexível e está sujeito a ajustes em função das
mudanças no mercado ou do ambiente interno da empresa.
Apesar do plano ser um instrumento de gestão importante, há outras ferramentas que devem ser utilizadas por você
na administração da empresa.
O plano de negócios pode ser solicitado por uma instituição financeira ou por um investidor para a captação de
recursos. Entretanto, este plano não assegura a obtenção dos recursos em si, pois cada instituição tem processos
próprios, requisitos e exigências.
Um plano de negócio pode ser utilizado para obter sócios e investidores, estabelecer parcerias com fornecedores e
clientes ou mesmo buscar recursos. Porém, o usuário mais importante do plano de negócios é o próprio
empreendedor.
32 de 32
Plano de Negócio -

Recomendados

1. plano de negocio formato pdf.
1. plano de negocio   formato pdf.1. plano de negocio   formato pdf.
1. plano de negocio formato pdf.Dalcino Erdmann
 
Plano de-negocio
Plano de-negocioPlano de-negocio
Plano de-negocioErick Alves
 
Administração de custos na agropecuária
Administração de custos na agropecuária Administração de custos na agropecuária
Administração de custos na agropecuária ranilsonalves
 
Contabilidade Na Pequena Empresa Rural
Contabilidade Na Pequena Empresa RuralContabilidade Na Pequena Empresa Rural
Contabilidade Na Pequena Empresa RuralRicardo Pinheiro
 
Gilberto Barreto Curriculo
Gilberto Barreto CurriculoGilberto Barreto Curriculo
Gilberto Barreto Curriculoguest60f32e73
 
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmaraOficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmara
Oficio 13 2013 solicitação de reunião com preseidência da câmaraFolha de Pernambuco
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Dudu Oliveira
 
Horta Comunitária
Horta ComunitáriaHorta Comunitária
Horta ComunitáriaMarco Coghi
 
Livro fundamentos-de-agronegocios
Livro fundamentos-de-agronegociosLivro fundamentos-de-agronegocios
Livro fundamentos-de-agronegociosLeticia Foratto
 
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.Rosane Domingues
 
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora Pernambucana
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora PernambucanaPlantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora Pernambucana
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora PernambucanaJames Cantarelli
 
Modelo de contrato social
Modelo de contrato socialModelo de contrato social
Modelo de contrato socialLuiz Piovesana
 
Apostila de associativismo e cooperativismo
Apostila de associativismo e cooperativismoApostila de associativismo e cooperativismo
Apostila de associativismo e cooperativismoLuiz Oliveira
 
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018Geraldina Braga
 
Modelo de carta p solicitação de estagio
Modelo de carta p solicitação de estagioModelo de carta p solicitação de estagio
Modelo de carta p solicitação de estagioRosane Domingues
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para ConcursosMilton Henrique do Couto Neto
 
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisAula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisProf. Paulo Marques
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaTadeu Mendes
 
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto Crescer
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto CrescerCARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto Crescer
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto CrescerGustavo Miguelez
 

Mais procurados (20)

Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12Oficio convite seminário 06 01 12
Oficio convite seminário 06 01 12
 
Aula 20 medidas de assimetria
Aula 20   medidas de assimetriaAula 20   medidas de assimetria
Aula 20 medidas de assimetria
 
Licenciamento ambiental
Licenciamento ambientalLicenciamento ambiental
Licenciamento ambiental
 
Horta Comunitária
Horta ComunitáriaHorta Comunitária
Horta Comunitária
 
Oficio modelo convite
Oficio modelo   conviteOficio modelo   convite
Oficio modelo convite
 
Livro fundamentos-de-agronegocios
Livro fundamentos-de-agronegociosLivro fundamentos-de-agronegocios
Livro fundamentos-de-agronegocios
 
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.CRAS e CREAS- Quem faz o que.
CRAS e CREAS- Quem faz o que.
 
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora Pernambucana
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora PernambucanaPlantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora Pernambucana
Plantas da Nossa Terra - Um Olhar Sobre a Flora Pernambucana
 
Guia do Saneamento Básico Perguntas e Respostas
Guia do Saneamento Básico Perguntas e RespostasGuia do Saneamento Básico Perguntas e Respostas
Guia do Saneamento Básico Perguntas e Respostas
 
Modelo de contrato social
Modelo de contrato socialModelo de contrato social
Modelo de contrato social
 
Agronomia
AgronomiaAgronomia
Agronomia
 
Apostila de associativismo e cooperativismo
Apostila de associativismo e cooperativismoApostila de associativismo e cooperativismo
Apostila de associativismo e cooperativismo
 
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018
Relatorio das Ações realizadas na Assistência Social no mês de Abril de 2018
 
Modelo de carta p solicitação de estagio
Modelo de carta p solicitação de estagioModelo de carta p solicitação de estagio
Modelo de carta p solicitação de estagio
 
Seminário 1 arranjo produtivo local
Seminário 1   arranjo produtivo localSeminário 1   arranjo produtivo local
Seminário 1 arranjo produtivo local
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
 
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisAula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentária
 
Fluxo de Caixa no setor rural
Fluxo de Caixa no setor ruralFluxo de Caixa no setor rural
Fluxo de Caixa no setor rural
 
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto Crescer
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto CrescerCARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto Crescer
CARTA DE RECOMENDAÇÃO Instituto Crescer
 

Destaque

1ª versão plano de negócios envia fácil
1ª versão   plano de negócios envia fácil1ª versão   plano de negócios envia fácil
1ª versão plano de negócios envia fácilRodrigo1544
 
Palestra planejamento estrategico
Palestra planejamento estrategicoPalestra planejamento estrategico
Palestra planejamento estrategicoD2b Comunicação
 
Doutrina motopatrulhamento giro
Doutrina motopatrulhamento giroDoutrina motopatrulhamento giro
Doutrina motopatrulhamento giroSang Lee
 
Sorveteria (Marketing)
Sorveteria (Marketing)Sorveteria (Marketing)
Sorveteria (Marketing)leda brito
 
Portfolio Palestrante César Lustosa
Portfolio Palestrante César LustosaPortfolio Palestrante César Lustosa
Portfolio Palestrante César LustosaCésar Lustosa
 
Plano de Marketing - Green By Missako
Plano de Marketing - Green By MissakoPlano de Marketing - Green By Missako
Plano de Marketing - Green By MissakoElliah Pernas
 
Planejamento de Marketing - Ateliê Marina Sepúlveda
Planejamento de Marketing -  Ateliê Marina SepúlvedaPlanejamento de Marketing -  Ateliê Marina Sepúlveda
Planejamento de Marketing - Ateliê Marina SepúlvedaPâmela Guimarães
 
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)Marcioveras
 
ConstruçãO De Projetos Palestra
ConstruçãO De Projetos PalestraConstruçãO De Projetos Palestra
ConstruçãO De Projetos Palestrantebrusque
 
Apresentação - Projecto Final- Plano de Marketing
Apresentação - Projecto Final- Plano de MarketingApresentação - Projecto Final- Plano de Marketing
Apresentação - Projecto Final- Plano de MarketingMª Luisa Pires
 
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...ProjetoSemeandoaLeitura
 
Estratégia comercial e os diversos modelos de venda
Estratégia comercial e os diversos modelos de vendaEstratégia comercial e os diversos modelos de venda
Estratégia comercial e os diversos modelos de vendaSandro Magaldi
 
Plano de vendas_apresentacao
Plano de vendas_apresentacaoPlano de vendas_apresentacao
Plano de vendas_apresentacaoFabio Mesquita
 
Como elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãoComo elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãomzylb
 
Plano de negocios sorveteria artesanal (15 11-14) (1)
Plano de negocios   sorveteria artesanal (15 11-14) (1)Plano de negocios   sorveteria artesanal (15 11-14) (1)
Plano de negocios sorveteria artesanal (15 11-14) (1)Weverton Abreu
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixNeca Boullosa
 

Destaque (17)

1ª versão plano de negócios envia fácil
1ª versão   plano de negócios envia fácil1ª versão   plano de negócios envia fácil
1ª versão plano de negócios envia fácil
 
Palestra planejamento estrategico
Palestra planejamento estrategicoPalestra planejamento estrategico
Palestra planejamento estrategico
 
Doutrina motopatrulhamento giro
Doutrina motopatrulhamento giroDoutrina motopatrulhamento giro
Doutrina motopatrulhamento giro
 
Sorveteria (Marketing)
Sorveteria (Marketing)Sorveteria (Marketing)
Sorveteria (Marketing)
 
Portfolio Palestrante César Lustosa
Portfolio Palestrante César LustosaPortfolio Palestrante César Lustosa
Portfolio Palestrante César Lustosa
 
Plano de Marketing - Green By Missako
Plano de Marketing - Green By MissakoPlano de Marketing - Green By Missako
Plano de Marketing - Green By Missako
 
Planejamento de Marketing - Ateliê Marina Sepúlveda
Planejamento de Marketing -  Ateliê Marina SepúlvedaPlanejamento de Marketing -  Ateliê Marina Sepúlveda
Planejamento de Marketing - Ateliê Marina Sepúlveda
 
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)
plano de marketing biscoitos bommel(marca fictícia)
 
ConstruçãO De Projetos Palestra
ConstruçãO De Projetos PalestraConstruçãO De Projetos Palestra
ConstruçãO De Projetos Palestra
 
Apresentação - Projecto Final- Plano de Marketing
Apresentação - Projecto Final- Plano de MarketingApresentação - Projecto Final- Plano de Marketing
Apresentação - Projecto Final- Plano de Marketing
 
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
 
Estratégia comercial e os diversos modelos de venda
Estratégia comercial e os diversos modelos de vendaEstratégia comercial e os diversos modelos de venda
Estratégia comercial e os diversos modelos de venda
 
Plano de vendas_apresentacao
Plano de vendas_apresentacaoPlano de vendas_apresentacao
Plano de vendas_apresentacao
 
Como elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentaçãoComo elaborar uma boa apresentação
Como elaborar uma boa apresentação
 
Planejamento de vendas
Planejamento de vendasPlanejamento de vendas
Planejamento de vendas
 
Plano de negocios sorveteria artesanal (15 11-14) (1)
Plano de negocios   sorveteria artesanal (15 11-14) (1)Plano de negocios   sorveteria artesanal (15 11-14) (1)
Plano de negocios sorveteria artesanal (15 11-14) (1)
 
MODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André FélixMODELOS de Briefing - by André Félix
MODELOS de Briefing - by André Félix
 

Semelhante a ESTIMAR -PLANO DE NEGÓCIOS Pronto

Semelhante a ESTIMAR -PLANO DE NEGÓCIOS Pronto (20)

Cadastro de fornecedores petrobras
Cadastro de fornecedores   petrobrasCadastro de fornecedores   petrobras
Cadastro de fornecedores petrobras
 
Eletrotécnica moreira
Eletrotécnica moreiraEletrotécnica moreira
Eletrotécnica moreira
 
Estudo de viabilidade
Estudo de viabilidadeEstudo de viabilidade
Estudo de viabilidade
 
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Projeto organização área comercial e de serviços
Projeto   organização área comercial e de serviçosProjeto   organização área comercial e de serviços
Projeto organização área comercial e de serviços
 
Tre Punti Soluções Industriais
Tre Punti Soluções IndustriaisTre Punti Soluções Industriais
Tre Punti Soluções Industriais
 
Tre Punti Soluções Industriais
Tre Punti Soluções IndustriaisTre Punti Soluções Industriais
Tre Punti Soluções Industriais
 
Seis sigma
Seis sigma  Seis sigma
Seis sigma
 
Processo seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geralProcesso seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geral
 
Processo seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geralProcesso seis sigma, uma visão geral
Processo seis sigma, uma visão geral
 
Portfólio msm word atual 06 02 2016
Portfólio msm word atual 06 02 2016Portfólio msm word atual 06 02 2016
Portfólio msm word atual 06 02 2016
 
Aviação Sustentavel
Aviação SustentavelAviação Sustentavel
Aviação Sustentavel
 
Versao final risco
Versao final riscoVersao final risco
Versao final risco
 
GREENSTONE
GREENSTONEGREENSTONE
GREENSTONE
 
Plano_Estrategico_MKT_PM
Plano_Estrategico_MKT_PMPlano_Estrategico_MKT_PM
Plano_Estrategico_MKT_PM
 
Empresa de call center
Empresa de call center Empresa de call center
Empresa de call center
 
Troca de Óleo Delivery
Troca de Óleo DeliveryTroca de Óleo Delivery
Troca de Óleo Delivery
 
Troca de óleo delivery
Troca de óleo deliveryTroca de óleo delivery
Troca de óleo delivery
 

ESTIMAR -PLANO DE NEGÓCIOS Pronto

  • 1. ESTIMAR Plano de Negócio para abertura da empresa Estimar Local de abertura : Granja dos Cavaleiros , Macaé 2016. Executante e autor: Engenheiro(a) Bruna Sanchez de Viveiros e-mail: brunasviveiros@gmail.com
  • 2. ESTIMAR Elaborado por: BRUNA SANCHEZ DE VIVEIROS Data criação: 21/01/2016 23:57 Data Modificação: 23/01/2016 11:26 Tipo Empresa: Estudantil
  • 3. 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo 1.2 - Dados dos empreendedores 1.3 - Missão da empresa 1.4 - Setores de atividade 1.5 - Forma jurídica 1.6 - Enquadramento tributário Âmbito federal 1.7 - Capital social 1.8 - Fonte de recursos 2 - Análise de mercado 2.1 - Estudo dos clientes 2.2 - Estudo dos concorrentes 2.3 - Estudo dos fornecedores 3 - Plano de marketing 3.1 - Produtos e serviços 3.2 - Preço 3.3 - Estratégias promocionais 3.4 - Estrutura de comercialização 3.5 - Localização do negócio 4 - Plano operacional 4.1 - Leiaute 4.2 - Capacidade instalada 4.3 - Processos operacionais 4.4 - Necessidade de pessoal 5 - Plano financeiro 5.1 - Investimentos fixos 5.2 - Estoque inicial 5.3 - Caixa mínimo 5.4 - Investimentos pré-operacionais 5.5 - Investimento total 5.6 - Faturamento mensal 5.7 - Custo unitário 5.8 - Custos de comercialização 5.9 - Apuração do custo de MD e/ou MV 5.10 - Custos de mão-de-obra 5.11 - Custos com depreciação 5.12 - Custos fixos operacionais mensais 5.13 - Demonstrativo de resultados 5.14 - Indicadores de viabilidade 6 - Construção de cenário 6.1 - Ações preventivas e corretivas 7 - Avaliação estratégica 7.1 - Análise da matriz F.O.F.A 8 - Avaliação do plano 8.1 - Análise do plano
  • 4. 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo Este Plano de Negócios tem como objetivo apresentar todas as etapas planejadas para a abertura da empresa ESTIMAR– EQUIPE DE SERVIÇOS TÉCNICOS PARA INSTRUMENTAÇÃO MANUTENÇÃO E RESTAURAÇÃO LTDA., sediada à Rua Internacional– Novo Cavaleiro - Macaé – RJ, CEP 28.024-420. Esta empresa é uma empresa que atuará como prestadora de serviços especializada em fornecimento de mão-de-obra na indústria do petróleo ou produção industrial e atividades de certificação e manutenção em equipamentos diversos. A estimar é uma empresa dividida em dois principais seguimentos, o de atividade laboratorial e o de serviços que envolvam trabalho de manutenção pesada, ensaio hidrostático, e pintura, denominada mecânica. As atividades laboratoriais ainda se dividem ainda em laboratórios distintos. Os laboratórios são: dimensional, pressão, temperatura, elétrica, torque, massa e ensaio de válvulas. Antes de falar de cada laboratório, faz-se necessário explicar como funciona a organização e processo do trabalho na Estimar. Todo instrumento tem uma vida útil, e um período adequado de funcionamento, sem ser necessária uma certificação. Normalmente o período varia ente 1 e 5 anos. Esse instrumento para ser utilizado na indústria precisa estar dentro desse período de tempo. Quando não, ou por não estar na faixa de tempo, ou por apresentar algum dano, este é encaminhado pelas empresas possuidoras dos mesmos para ser certificado, a fim de cumprir com leis regulamentadoras como a ABNT e outras. Assim, a empresa procura outra capaz e especializa para a atividade de certificação, emissão de certificado e laudo de aprovação/reprovação. Quando obtém contato, a empresa cliente solicita um orçamento ao departamento de Comercial que iniciará o processo de orçar, receber aprovação de proposta, receber o instrumento com nota fiscal e encaminhar para o setor de recebimento de material que vai abrir a ordem de serviço e iniciar o processo de triagem. Assim que a Ordem de serviço é aberta, esta cai automaticamente na programação dos laboratórios, através de software/programa específico desenvolvido para a empresa. Os laboratórios e equipe de manutenção administrados por um coordenador geral obedecem a uma programação fornecida pelo sistema da empresa ou alguma prioridade estabelecida para começar a executar a manutenção, restauração e certificação necessária nos lotes de equipamentos. Para abrir a empresa inicialmente, o plano estima e requer uma quantia de aproximadamente 300 000,00 reais contando que não seja necessário pagar aluguel . Pretende-se adquirir uma equipe enxuta com o salário de mercado fornecido em Macaé, todos da equipe com experiência. 1.2 - Dados dos empreendedores Indicadores Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5 Ponto de Equilíbrio R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 Lucratividade 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % Rentabilidade 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % Prazo de retorno do investimento 4 meses 3 de 32 Plano de Negócio -
  • 5. 1.3 - Missão da empresa Atender aos nossos clientes com o serviço de certificação, manutenção e emissão de laudos ou instalações industriais com qualidade e verdade, tentando sempre priorizar o cliente o lucro e a bom ambiente de trabalho com ideias inovadoras ou simplesmente eficientes e adequadas. 1.4 - Setores de atividade [ ] Agropecuária [ ] Comércio [ ] Indústria [x] Serviços 1.5 - Forma jurídica ( ) Empresário Individual ( ) Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI ( ) Microempreendedor Individual – MEI (x) Sociedade Limitada ( ) Outros: 1.6 - Enquadramento tributário Âmbito federal Regime Simples (x) Sim ( ) Não IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica PIS – Contribuição para os Programas de Integração Social COFINS – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados (apenas para indústria) ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ISS - Imposto sobre Serviços Nome: Anônimo ou investidor Anjo Endereço: Estrada Virgem santa Cidade: macaé Estado: Rio de Janeiro Perfil: Pessoa com visão, com interesse de começar pequeno mas com os pés no chão com a certeza de que com verdade e qualidade a criação de uma empresa exemplar de metologia e instrumentação é uma missão interessante. Atribuições: administração / executante 4 de 32 Plano de Negócio -
  • 6. 1.7 - Capital social 1.8 - Fonte de recursos Parte do dinheiro pode vir dos próprios sócios bem como de possível investidor Anjo ou Financeamento. Nº Sócio Valor Participação (%) 1 Anônimo ou investidor Anjo R$ 263.567,43 50,00 Total R$ 263.567,43 50,00 5 de 32 Plano de Negócio -
  • 7. 2 - Análise de mercado 2.1 - Estudo dos clientes Público-alvo (perfil dos clientes) empresas do ramo petrolífero empresas do ramo alimentício/ farmacêutico / industria vendedores de equipamentos industriais empresas relacionadas a construção e montagem Comportamento dos clientes (interesses e o que os levam a comprar) Necessidade de atendimento rápido e de qualidade vencimento de calibração anterior cobranças de normalização da empresa para enquadramento em NR como NR-13 e NR-10 venda de equipamento com certificado quebra ou substituição de equipamento Área de abrangência (onde estão os clientes?) Os equipamentos precisam ser certificados periodicamente Ser credenciado pelo imetro para o serviço Menor preço em instalações e certificação Menor Prazo de entrega 6 de 32 Plano de Negócio -
  • 8. 2.2 - Estudo dos concorrentes Conclusões A ESTIMAR tem condições de concorrer de forma leal e justa com lucro se apresentar preços competitivos, equipe eficiente, prazos curtos e verdadeiros, bom atendimento e conseguir não depender apenas de um grande cliente como a SETIN, por exemplo. Depender de um único cliente pode ser perigoso para a saúde econômica da empresa. Utilizar bem seus recursos de equipamentos, tecnologia, pessoal e material com otimização e custo mínimos de boa qualidade também fazem parte da ideia principal no mundo de hoje que é otimizar e não ter medo de crescer e aprender com as mudanças. Empresa Qualidade Preço Condições de Pagamento Localização Atendimento Serviços aos clientes VWC BOA COMPETITIVO N/C SÃO PAULO BOM SERVIÇOS DE INTALAÇÕES ELÉTRICAS WCR BOA COMPETITIVO N/C NITERÓI BOM INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL IN LOCO E OFF- SHORE CIMEQ BOA COMPETITIVO N/C RIO DE JANEIRO BOM INSTRUMETAÇÃO SETIN BOA COMPETITIVO N/C MACAÉ BOM INSTRUMENTAÇÃO, MANUTENÇÃO, EMISSÃO DE CERTIFICADOS E LAUDOS. PETROLAGOS MÉDIA COMPETITIVO N/C MACAÉ BOM INSTRUMENTAÇÃO / CERTIFICAÇÃO 7 de 32 Plano de Negócio -
  • 9. 2.3 - Estudo dos fornecedores Nº Descrição dos itens a serem adquiridos (matérias-primas, insumos, mercadorias e serviços) Nome do fornecedor Preço Condições de pagamento Prazo de entrega Localização (estado e/ou município) 1 MATERIAL DE CONSUMO INDUSTRIAL LUVAS, FITAS TRANSPARENTES, COLAS, CX TEFLONS... COMERCIAL TROIKA COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ 2 MATERIAL DE CONSUMO INDUSTRIAL VIANNA OFF SHORE COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ 3 PRODUTOS DE ESCRITÓRIO PAPELARIA SUPRIMAR COMPETITIVO N/C N/C MACAÉ - RIVIERA 4 PLAQUETAS METÁLICAS DE IDENTIFICAÇÃO ALUMIPLAC COMPETITIVO N/A RAZOÁVEL SÃO PAULO 8 de 32 Plano de Negócio -
  • 10. 3 - Plano de marketing 3.1 - Produtos e serviços Serviços oferecidos : CERTIFICAÇÃO/ MANUTENÇÃO/ EMISSÃO DE LAUDOS / PLAUETAS DE IDENTIFICAÇÃO Grandeza pressão: Manômetro de processo – digital/analógico Manômetro Padrão – digital/analógico Transmissor de pressão Vacuômetro Manovavuômetro Ensaio de válvula de segurança Controlador de pressão Grandeza dimensional: Paquímetro Micrômetro interno e externo Haste padrão Bloco padrão Anel liso padrão Trena / escala de aço Relógio comparador Medidor de espessura Grandeza elétrica: Multímetro Alicate amperímetro Megômetro Década resistiva Fonte dc Calibrador digital Grandeza mássica: Yoke Peso padrão Vidraria Medidor de tensão Grandeza Torque: Torquímetro Chave de torque 9 de 32 Plano de Negócio -
  • 11. Grandeza Temperatura: Termômetro bimetálico Termômetro infravermelho Termômetro volumétrico Controlador de temperatura Termopar / pt 100 / pt 1000 MONTAGEM E INSTALAÇÃO INDUSTRIAL Fornecimento de mão de obra Montagem de painel/ abertura de painel Lançamento de cabos elétricos / instalação de instrumentos/ teste elétrico/ alimentação. Lançamentos de tubing / instalação de instrumentos / teste hidrostático 3.2 - Preço PAGAMENTOS A VISTA COM 10% DE DESCONTO NO PREÇO TOTAL PAGAMENTO EM ATÉ 30 DIAS 3.3 - Estratégias promocionais • Internet; • Mala direta, folhetos e cartões de visita; • Catálogos; • Descontos (de acordo com os volumes comprados); • Participação em feiras e eventos. 3.4 - Estrutura de comercialização vendedores internos e externos, representantes visitas técnicas 3.5 - Localização do negócio Nº Produtos / Serviços 1 certificação de instrumento 2 manutenção de instrumento 3 fornecimento de mão de obra 4 emissão de certificado e laudo 10 de 32 Plano de Negócio -
  • 12. Considerações sobre o ponto (localização), que justifiquem sua escolha: Cidade de Macaé por ser representante do próprio mercado Petrolífero, e não ser tão distante do Rio de Janeiro que é uma cidade grande cheia de empresas diversas , com possíveis clientes. Endereço: Rua Internacional Bairro: Granja dos Cavaleiros Cidade: Macaé Estado: Rio de Janeiro Fone 1: (22) 8130-4626 Fone 1: ( ) - Fax: ( ) - 11 de 32 Plano de Negócio - 4 - Plano operacional 4.1 - Leiaute
  • 13. 12 de 32 Plano de Negócio - 4.2 - Capacidade instalada Qual a capacidade máxima de produção (ou serviços) e comercialização? A Estimar tem possibilidades de atender múltiplos clientes com prazo determinado. É uma empresa capaz de certificar mais de 300 equipamentos por dia. A estimar tem área para teste hidrostático e equipamentos diversos para atender equipamentos na área de dimensional, temperatura, pressão, torque, massa, elétrica e ensaios de válvulas, mangueiras, acumuladores entre outros. 4.3 - Processos operacionais processos operacionais: A empresa Estimar desenvolve um Arquivo com endereçamento preso ao número de protocolo recebido por cada instrumento no momento da abertura da Ordem de Serviço. Esse número vai funcionar como um rastreador do equipamento na empresa e no mundo virtual dela , gerando informações básicas de número de série e faixa de calibração automaticamente na emissão do certificado, após o equipamento ter sido cadastrado no mesmo sistema assim que entrou. O Arquivo universal da empresa usa uma planilha de EXCEL junto com o Access Pacote Office da Microsoft como programa. A empresa tem um servidor próprio que guarda os arquivos necessários. Existem planilhas matrizes para preenchimento das folhas de dados físicas , o que as converte para um formato de certificado a ser emitido. Existem também folhas de dado específicas para cada equipamento . Existem padrões específicos para atender aos laboratórios , bem como equipamentos diversos . PROCESSO DA ATIVIDADE LABORATORIAL Assim, que o departamento de recebimento abre a ordem e entra na programação do laboratório, o serviço passa a ter um prazo para ser concluído. Assim que o instrumento entra nos laboratórios , os técnicos encarregados efetivam um delineamento caso seja necessário, testes operacionais e dão início aos procedimentos de manutenção e certificação. LABORATÓRIO DE PRESSÃO É o laboratório responsável pela variável pressão, e costuma receber instrumentos como : manômetros de processo e padrões laboratoriais, esphigmomanômetros , vacuômetros , mano vacuômetros, transmissores, transdutores , registradores e outros. Para trabalhar neste laboratório são basicamente utilizados : manômetros padrões , bombas comparativas (de bancada ou de mão) , bomba de vácuo, ar comprimido e dispositivo eletrônicos ( fonte e multímetro ) para auxiliarna certificação de sensores . LABORATÓRIO DE DIMENSIONAL É o responsável pela certificação de instrumentos de ‘medição’, tais como : relógios comparadores , micrômetros , paquímetros , trenas, anéis, camisas, blocos padrões, medidores de espessura, calibres de solda entre outros.
  • 14. Para trabalhar neste local utiliza-se vários tipos diferentes de padrões tais como : jogo blocos padrões em milímetros [mm], jogo de blocos padrões em polegadas [in], calibrador de altura, jogo de blocos para micrômetros , jogo de lentes para micrômetros, anéis , mesa de desempeno , lupa graduada, ... entre muitos outros ... LABORATÓRIO DE ELÉTRICA É o responsável pela certificação de instrumentos que trabalham com essa grandeza, tais como: Multímetros, meghômetros , alicates amperímetros , calibradores , indicadores , controladores, décadas e fontes. Para certificar neste ambiente faz-se necessário utilizar-se dos seguintes equipamentos : Calibrador de elétrica com saída de tensão (VDC E VAC), corrente(VDC E VAC), frequência (HZ)e resistência(, K, M e G) . e um multímetro com entrada para as mesmas grandezas listadas acima . LABORATÓRIO DE TEMPERATURA É o responsável pela certificação dos instrumentos que utilizam ou medem essa variável, que são : os termômetros ( bimetálicos , volumétricos , resistivos, ou ainda os termopares), indicadores , controladores, fornos, estufas e termohigrômetros. Para trabalhar com temperatura, faz-se necessário ter : Forno de calibração, termopar e pt100 para referência , calibrador de temperatura e estufa. LABORATÓRIO DE MASSA Responsável pela variável massa, nele há a certificação de instrumentos como dinamômetros , balanças e vidrarias. Para trabalhar com massas é necessário ter um conjunto de massas e ter balanças . 1 Conjunto de Massas Padrão – 2 Balança Precisa – 3 Conjunto de Massa Padrão LABORATÓRIO DE TORQUE Responsável pela certificação de torquímetros e chaves de torque. Para trabalhar no laboratório utiliza-se do calibrador de torque e diferentes conexões para adaptação dos diferentes torquímetros e chavas de torque. LABORATÓRIO DE ENSAIO DE VÁLVULAS Responsável por realizar ensaios em válvulas de alívio e de segurança. Aqui, além dos instrumentos básicos do laboratório de pressão também precisa de Boosteres , reguladoras e garrafas de nitrogênio. 13 de 32 Plano de Negócio -
  • 15. Excel. 3 Téc. Financeiro Esperiência na área de Financeiro. Formação em Contabilidade desejada. 4 Téc. Metrologista Esperiência de 2 anos comprovada em carteira. 14 de 32 Plano de Negócio - 4.4 - Necessidade de pessoal Nº Cargo/Função Qualificações necessárias 1 Técnico instrumentista Instrumentista com experiência em equipamentos da áre de pressão, torque, tempratura, elétrica, dimensional, massa eensaios de válvulas. Desejado também experiêcia na área de montagem industrial . 2 Auxiliar administrativo Ensino médio completo, com experiência em informática,
  • 16. 5 - Plano financeiro 5.1 - Investimentos fixos A – Imóveis B – Máquinas C – Equipamentos D – Móveis e Utensílios Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total SUB-TOTAL (A) R$ 0,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total 1 MANÔMETRO PADRÃO CERTIFICADO 13 R$ 2.000,00 R$ 26.000,00 2 CALIBRADOR DE ELÉTRICA 1 R$ 80.000,00 R$ 80.000,00 3 Bomba comparativa 3 R$ 1.500,00 R$ 4.500,00 4 Bancada de Válvula 1 R$ 18.000,00 R$ 18.000,00 5 Booster 1 R$ 10.000,00 R$ 10.000,00 6 MANÔMETROS ANALÓGICOS CERTIFICADOS 12 R$ 1.600,00 R$ 19.200,00 7 FORNO COM INDICADOR E CALIBRADOR 1 R$ 10.000,00 R$ 10.000,00 8 PT-100 CERTIFICADO 1 R$ 1.000,00 R$ 1.000,00 9 CONJUNTO DE BLOCOS PADRÃO 1 R$ 5.700,00 R$ 5.700,00 10 CANETA DE GRAVAR TAG 2 R$ 180,00 R$ 360,00 11 MULTIMETRO DE BANCADA 1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00 SUB-TOTAL (B) R$ 177.760,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total SUB-TOTAL (C) R$ 0,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total 1 bancada 7 R$ 1.700,00 R$ 11.900,00 2 Cadeira de escritório 10 R$ 300,00 R$ 3.000,00 3 MESAS ESCRITÓRIO 6 R$ 220,00 R$ 1.320,00 15 de 32 Plano de Negócio -
  • 17. E – Veículos F – Computadores TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS 5.2 - Estoque inicial 5.3 - Caixa mínimo 1º Passo: Contas a receber – Cálculo do prazo médio de vendas SUB-TOTAL (D) R$ 16.220,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total 1 ENTREGA E COLETA DE MATERIAIS 1 R$ 40.000,00 R$ 40.000,00 SUB-TOTAL (E) R$ 40.000,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total 1 Administração 5 R$ 3.000,00 R$ 15.000,00 SUB-TOTAL (F) R$ 15.000,00 TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS (A+B+C+D+E+F): R$ 248.980,00 Nº Descrição Qtde Valor Unitário Total 1 SALÁRIO DOS TÉCNICPS DE PELO MENOS 6 MESES 18 R$ 3.000,00 R$ 54.000,00 2 DESPESAS FIXAS POR 6 MESES 6 R$ 5.000,00 R$ 30.000,00 3 ALUGUEL 6 MESES 6 R$ 20.000,00 R$ 120.000,00 TOTAL (A) R$ 204.000,00 Prazo médio de vendas (%) Número de dias Média Ponderada em dias VENDAS 50,00 30 15,00 VENDAS 30,00 0 0,00 VENDAS 20,00 60 12,00 Prazo médio total 27 16 de 32 Plano de Negócio -
  • 18. 2º Passo: Fornecedores – Cálculo do prazo médio de compras 3º Passo: Estoque – Cálculo de necessidade média de estoque 4º Passo: Cálculo da necessidade líquida de capital de giro em dias Caixa Mínimo Prazo médio de compras (%) Número de dias Média Ponderada em dias PLAQUETAS 15,00 15 2,25 CONSUMOS DE ESCRITÓRIO 5,00 0 0,00 COSUMO LABORATÓRIO MATERIAL 40,00 10 4,00 FLUIDO 10,00 10 1,00 ALCOOL 10,00 10 1,00 MATERIAL DE TRABALHO 20,00 10 2,00 Prazo médio total 11 Necessidade média de estoque Numero de dias 30 Recursos da empresa fora do seu caixa Número de dias 1. Contas a Receber – prazo médio de vendas 27 2. Estoques – necessidade média de estoques 30 Subtotal Recursos fora do caixa 57 Recursos de terceiros no caixa da empresa 3. Fornecedores – prazo médio de compras 11 Subtotal Recursos de terceiros no caixa 11 Necessidade Líquida de Capital de Giro em dias 46 1. Custo fixo mensal R$ 3.133,17 2. Custo variável mensal R$ 12.620,00 3. Custo total da empresa R$ 15.753,17 4. Custo total diário R$ 525,11 5. Necessidade Líquida de Capital de Giro em dias 46 Total de B – Caixa Mínimo R$ 24.154,86 17 de 32 Plano de Negócio -
  • 19. Capital de giro (Resumo) 5.4 - Investimentos pré-operacionais 5.5 - Investimento total Descrição Valor A – Estoque Inicial R$ 204.000,00 B – Caixa Mínimo R$ 24.154,86 TOTAL DO CAPITAL DE GIRO (A+B) R$ 228.154,86 Descrição Valor Despesas de Legalização R$ 50.000,00 Obras civis e/ou reformas R$ 0,00 Divulgação de Lançamento R$ 0,00 Cursos e Treinamentos R$ 0,00 Outras despesas R$ 0,00 TOTAL R$ 50.000,00 Descrição dos investimentos Valor (%) Investimentos Fixos – Quadro 5.1 R$ 248.980,00 47,23 Capital de Giro – Quadro 5.2 R$ 228.154,86 43,28 Investimentos Pré-Operacionais – Quadro 5.3 R$ 50.000,00 9,49 TOTAL (1 + 2 + 3) R$ 527.134,86 100,00 Fontes de recursos Valor (%) Recursos próprios R$ 0,00 0,00 18 de 32 Plano de Negócio -
  • 20. 5.6 - Faturamento mensal Projeção das Receitas: (x) Sem expectativa de crescimento ( ) Crescimento a uma taxa constante: 0,00 % ao mês para os 12 primeiros meses 0,00 % ao ano a partir do 2º ano ( ) Entradas diferenciadas por período Recursos de terceiros R$ 0,00 0,00 Outros R$ 0,00 0,00 TOTAL (1 + 2 + 3) R$ 527.134,86 100,00 Nº Produto/Serviço Quantidade (Estimativa de Vendas) Preço de Venda Unitário (em R$) Faturamento Total (em R$) 1 certificação de instrumento 2200 R$ 30,00 R$ 66.000,00 2 manutenção de instrumento 220 R$ 100,00 R$ 22.000,00 3 fornecimento de mão de obra 5 R$ 1.000,00 R$ 5.000,00 4 emissão de certificado e laudo 2200 R$ 20,00 R$ 44.000,00 TOTAL R$ 137.000,00 Período Faturamento Total Mês 1 R$ 137.000,00 Mês 2 R$ 137.000,00 Mês 3 R$ 137.000,00 Mês 4 R$ 137.000,00 Mês 5 R$ 137.000,00 Mês 6 R$ 137.000,00 19 de 32 Plano de Negócio -
  • 21. 5.7 - Custo unitário Produto: certificação de instrumento Produto: manutenção de instrumento Mês 7 R$ 137.000,00 Mês 8 R$ 137.000,00 Mês 9 R$ 137.000,00 Mês 10 R$ 137.000,00 Mês 11 R$ 137.000,00 Mês 12 R$ 137.000,00 Ano 1 R$ 1.644.000,00 Ano 2 R$ 1.644.000,00 Ano 3 R$ 1.644.000,00 Ano 4 R$ 1.644.000,00 Ano 5 R$ 1.644.000,00 Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total CONSUMIVEIS OLASTICO BOLHA E PLAQUETA CX 1 R$ 2,00 R$ 2,00 TOTAL R$ 2,00 Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total TOTAL R$ 0,00 20 de 32 Plano de Negócio -
  • 22. Produto: fornecimento de mão de obra Produto: emissão de certificado e laudo 5.8 - Custos de comercialização Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total TOTAL R$ 0,00 Materiais / Insumos usados Qtde Custo Unitário Total TOTAL R$ 0,00 Descrição (%) Faturamento Estimado Custo Total SIMPLES (Imposto Federal) 6,00 R$ 137.000,00 R$ 8.220,00 Comissões (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00 Propaganda (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00 Taxas de Cartões (Gastos com Vendas) 0,00 R$ 137.000,00 R$ 0,00 Total Impostos R$ 8.220,00 Total Gastos com Vendas R$ 0,00 Total Geral (Impostos + Gastos) R$ 8.220,00 Período Custo Total Mês 1 R$ 0,00 Mês 2 R$ 0,00 Mês 3 R$ 0,00 Mês 4 R$ 0,00 Mês 5 R$ 0,00 Mês 6 R$ 0,00 Mês 7 R$ 0,00 Mês 8 R$ 0,00 Mês 9 R$ 0,00 Mês 10 R$ 0,00 Mês 11 R$ 0,00 Mês 12 R$ 0,00 Ano 1 R$ 0,00 Ano 2 R$ 0,00 Ano 3 R$ 0,00 21 de 32 Plano de Negócio -
  • 23. 5.9 - Apuração do custo de MD e/ou MV Ano 4 R$ 0,00 Ano 5 R$ 0,00 Nº Produto/Serviço Estimativa de Vendas (em unidades) Custo Unitário de Matériais /Aquisições CMD / CMV 1 certificação de instrumento 2200 R$ 2,00 R$ 4.400,00 2 manutenção de instrumento 220 R$ 0,00 R$ 0,00 3 fornecimento de mão de obra 5 R$ 0,00 R$ 0,00 4 emissão de certificado e laudo 2200 R$ 0,00 R$ 0,00 TOTAL R$ 4.400,00 Período CMD/CMV Mês 1 R$ 0,00 Mês 2 R$ 0,00 Mês 3 R$ 0,00 Mês 4 R$ 0,00 Mês 5 R$ 0,00 Mês 6 R$ 0,00 Mês 7 R$ 0,00 Mês 8 R$ 0,00 Mês 9 R$ 0,00 Mês 10 R$ 0,00 Mês 11 R$ 0,00 22 de 32 Plano de Negócio -
  • 24. 5.10 - Custos de mão-de-obra 5.11 - Custos com depreciação Mês 12 R$ 0,00 Ano 1 R$ 0,00 Ano 2 R$ 0,00 Ano 3 R$ 0,00 Ano 4 R$ 0,00 Ano 5 R$ 0,00 Função Nº de Empregados Salário Mensal Subtotal (%) de encargos sociais Encargos sociais Total Técnico instrumentista 1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00 11,00 R$ 330,00 R$ 3.330,00 Auxiliar administrativo 2 R$ 1.500,00 R$ 3.000,00 9,00 R$ 270,00 R$ 3.270,00 Téc. Financeiro 1 R$ 1.800,00 R$ 1.800,00 9,00 R$ 162,00 R$ 1.962,00 Téc. Metrologista 1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00 11,00 R$ 330,00 R$ 3.330,00 TOTAL 5 10.800,00 R$ 1.092,00 R$ 11.892,00 Ativos Fixos Valor do bem Vida útil em Anos Depreciação Anual Depreciação Mensal MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS R$ 177.760,00 10 R$ 17.776,00 R$ 1.481,33 MÓVEIS E R$ 16.220,00 10 R$ 1.622,00 R$ 135,17 23 de 32 Plano de Negócio -
  • 25. 5.12 - Custos fixos operacionais mensais Projeção dos Custos: (x) Sem expectativa de crescimento ( ) Crescimento a uma taxa constante: 0,00 % ao mês para os 12 primeiros meses 0,00 % ao ano a partir do 2º ano ( ) Entradas diferenciadas por período UTENSÍLIOS VEÍCULOS R$ 40.000,00 5 R$ 8.000,00 R$ 666,67 COMPUTADORES R$ 15.000,00 5 R$ 3.000,00 R$ 250,00 Total R$ 30.398,00 R$ 2.533,17 Descrição Custo Aluguel R$ 0,00 Condomínio R$ 0,00 IPTU R$ 0,00 Energia elétrica R$ 0,00 Telefone + internet R$ 0,00 Honorários do contador R$ 0,00 Pró-labore R$ 0,00 Manutenção dos equipamentos R$ 0,00 Salários + encargos R$ 0,00 Material de limpeza R$ 300,00 Material de escritório R$ 300,00 Taxas diversas R$ 0,00 Serviços de terceiros R$ 0,00 Depreciação R$ 2.533,17 Contribuição do Microempreendedor Individual – MEI R$ 0,00 Outras taxas R$ 0,00 TOTAL R$ 3.133,17 Período Custo Total Mês 1 R$ 2.533,17 Mês 2 R$ 2.533,17 Mês 3 R$ 2.533,17 Mês 4 R$ 2.533,17 Mês 5 R$ 2.533,17 24 de 32 Plano de Negócio -
  • 26. 5.13 - Demonstrativo de resultados Mês 6 R$ 2.533,17 Mês 7 R$ 2.533,17 Mês 8 R$ 2.533,17 Mês 9 R$ 2.533,17 Mês 10 R$ 2.533,17 Mês 11 R$ 2.533,17 Mês 12 R$ 2.533,17 Ano 1 R$ 30.398,04 Ano 2 R$ 30.398,04 Ano 3 R$ 30.398,04 Ano 4 R$ 30.398,04 Ano 5 R$ 30.398,04 Descrição Valor Valor Anual (%) 1. Receita Total com Vendas R$ 137.000,00 R$ 1.644.000,00 100,00 2. Custos Variáveis Totais 2.1 (-) Custos com materiais diretos e/ou CMV(*) R$ 4.400,00 R$ 52.800,00 3,21 2.2 (-) Impostos sobre vendas R$ 8.220,00 R$ 98.640,00 6,00 2.3 (-) Gastos com vendas R$ 0,00 R$ 0,00 0,00 Total de custos Variáveis R$ 12.620,00 R$ 151.440,00 9,21 3. Margem de Contribuição R$ 124.380,00 R$ 1.492.560,00 90,79 4. (-) Custos Fixos Totais R$ 3.133,17 R$ 37.598,04 2,29 5. Resultado Operacional: LUCRO R$ 121.246,83 R$ 1.454.961,96 88,50 25 de 32 Plano de Negócio -
  • 27. 5.14 - Indicadores de viabilidade Período Resultado Mês 1 R$ 121.246,83 Mês 2 R$ 134.466,83 Mês 3 R$ 134.466,83 Mês 4 R$ 134.466,83 Mês 5 R$ 134.466,83 Mês 6 R$ 134.466,83 Mês 7 R$ 134.466,83 Mês 8 R$ 134.466,83 Mês 9 R$ 134.466,83 Mês 10 R$ 134.466,83 Mês 11 R$ 134.466,83 Mês 12 R$ 134.466,83 Ano 1 R$ 1.600.381,96 Ano 2 R$ 1.613.601,96 Ano 3 R$ 1.613.601,96 Ano 4 R$ 1.613.601,96 Ano 5 R$ 1.613.601,96 Indicadores Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5 Ponto de Equilíbrio R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 R$ 30.398,04 26 de 32 Plano de Negócio -
  • 28. Lucratividade 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % 98,15 % Rentabilidade 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % 306,11 % Prazo de retorno do investimento 4 meses 27 de 32 Plano de Negócio -
  • 29. 6 - Construção de cenário 6.1 - Ações preventivas e corretivas Descrição Cenário provável Cenário pessimista Cenário otimista Valor (%) Valor (%) Valor (%) 1. Receita total com vendas R$ 137.000,00 100,00 R$ 68.500,00 100,00 R$ 150.700,00 100,00 2. Custos variáveis totais 2.1 (-) Custos com materiais diretos e ou CMV R$ 4.400,00 3,21 R$ 2.200,00 3,21 R$ 4.840,00 3,21 2.2 (-) Impostos sobre vendas R$ 8.220,00 6,00 R$ 4.110,00 6,00 R$ 9.042,00 6,00 2.3 (-) Gastos com vendas R$ 0,00 0,00 R$ 0,00 0,00 R$ 0,00 0,00 Total de Custos Variáveis R$ 12.620,00 9,21 R$ 6.310,00 9,21 R$ 13.882,00 9,21 3. Margem de contribuição R$ 124.380,00 90,79 R$ 62.190,00 90,79 R$ 136.818,00 90,79 4. (-) Custos fixos totais R$ 3.133,17 2,29 R$ 3.133,17 4,57 R$ 3.133,17 2,08 Resultado Operacional R$ 121.246,83 88,50 R$ 59.056,83 86,21 R$ 133.684,83 88,71 Ações corretivas e preventivas: -TER CUIDADO COM O MATERIAL DA EMPRESA -PROCURAR TRABALHAR DENTRO DO HORÁRIO DE 8H -VERIFICAR SE HÁ NECESSIDADE DE TRABALHAR AOS SÁB. -PROCURAR CUSTOS MÍNIMOS NOS MATERIAIS DE CONSUMO -TENTAR NÃO DEPENDER DE APENAS UM CLIENTE -MANTER OS PRAZOS EM DIA Receita (pessimista) 50,00 % Receita (otimista) 10,00 % 28 de 32 Plano de Negócio -
  • 30. -PROCURAR FAZER COM QUE A PRÓPRIA MÃO DE OBRA DÊ MANUTENÇÃO NOS EQUIPAMENTOS QUANDO NECESSÁRIO. 29 de 32 Plano de Negócio -
  • 31. 7 - Avaliação estratégica 7.1 - Análise da matriz F.O.F.A Ações: Investir em mercados diferentes do ramo do Petróleo Procurar se aliar a vendedores de equipamentos como manômetros para aumentar a receita da empresa. Oferecer treinamentos em metrologia para empresas. Alugar o alditório para outras empresas para aumentar renda Alugar área de testes para ajudar a arrecadar maior receita Treinamento interno Procurar separar dinheiro em um fund para poder financear ou comprar a área de instalaçõ da empresa e não pagar aluguel. FATORES INTERNOS FATORES EXTERNOS PONTOS FORTES FORÇAS Empresa nova e sem vícios Empresa com equipamentos novos e tecnológicos Empresa com equipe unida e experiente Empresa enxuta que não tem grande perda de hora ociosa. OPORTUNIDADES Investir em mercados diferentes do ramo do Petróleo Procurar se aliar a vendedores de equipamentos como manômetros para aumentar a receita da empresa. Oferecer treinamentos em metrologia para empresas. Alugar o alditório para outras empresas para aumentar renda Alugar área de testes para ajudar a arrecadar maior receita PONTOS FRACOS FRAQUEZAS Pouco tempo de Mercado Equipe nova Grande investimento de dinheiro e tempo de retorno. AMEAÇAS Mercado de petróleo em baixa aluguél não ser próprio 30 de 32 Plano de Negócio -
  • 32. 8 - Avaliação do plano 8.1 - Análise do plano -Este é um plano bem audacioso e que precisa de um capital muito grande. -Quanto mais equipamentos puderem ser comprados , maior a garantia de retorno, porém maior se torna o investimento. -Seria muito viável que a empresa tivesse uma área própria e não fosse necesspario pagar aluguel . -Talvez seja uma alternativa investir em cada laboratório por vez e com os lucros investir na própria empresa para tornar o investimento menor, correndo o risco de perder clientes por não apresentar solução para todos os equipamentos do mesmo. 31 de 32 Plano de Negócio -
  • 33. Termo de Aceite SOFTWARE CEPN 3.0 - COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIO O software tem como objetivo oferecer uma ferramenta simples e prática para a elaboração de um plano de negócios. Criar uma empresa é um desafio e o plano de negócios, enquanto instrumento de planejamento, é adotado em todo o mundo, por diversas instituições e por empresas dos mais diversos porte e setores. Um plano de negócios tem como proposta fazer com que o empreendedor seja capaz de estimar se, a partir da sua visão de futuro, experiência e conhecimento de mercado, seu projeto é viável ou não. Apesar de não eliminar totalmente os riscos, evita que erros sejam cometidos pela falta de análise. O sistema foi preparado para orientá-lo no preenchimento de cada seção do plano a partir das informações coletadas por você. Para ajudá-lo, a ferramenta explica as etapas do plano, apresentando dicas, alertas e recomendações. Os exemplos disponibilizados são fictícios, de natureza pedagógica e trazem informações e valores meramente ilustrativos. Tenho ciência e concordo com os termos acima. BRUNA SANCHEZ DE VIVEIROS Informações Gerais Um plano de negócios não garante por si só o sucesso de uma empresa. Fatores externos também influenciam o negócio, portanto monitore ameaças e oportunidades. Fatores internos também determinam a existência e o crescimento de uma empresa. Esses fatores estão sob controle do empreendedor e são relacionados à implantação de controles e à uma gestão eficiente. Informação é a matéria-prima para qualquer ação de planejamento e quanto mais precisa for, maior será a qualidade do plano de negócios. Portanto, leia revistas especializadas, consulte associações e entidades do seu segmento, participe de feiras e cursos, faça pesquisas na Internet, converse com outros empresários, clientes, fornecedores e especialistas (consultores, contabilistas, advogados, etc.). O plano de negócio deve ser revisado periodicamente, pois é flexível e está sujeito a ajustes em função das mudanças no mercado ou do ambiente interno da empresa. Apesar do plano ser um instrumento de gestão importante, há outras ferramentas que devem ser utilizadas por você na administração da empresa. O plano de negócios pode ser solicitado por uma instituição financeira ou por um investidor para a captação de recursos. Entretanto, este plano não assegura a obtenção dos recursos em si, pois cada instituição tem processos próprios, requisitos e exigências. Um plano de negócio pode ser utilizado para obter sócios e investidores, estabelecer parcerias com fornecedores e clientes ou mesmo buscar recursos. Porém, o usuário mais importante do plano de negócios é o próprio empreendedor. 32 de 32 Plano de Negócio -