120712 21-wbeef-sust-andre-nassar

187 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

120712 21-wbeef-sust-andre-nassar

  1. 1. Outlook Brasil 2022PROJEÇÕES PARA O AGRONEGÓCIO
  2. 2. Uso da Terra no Brasil 554  milhões/ha  de  vegetação  na5va    107  milhões/ha  de  Unidades  de  Conservação      103.5  milhões/ha  de  Terras  Indígenas  Regularizadas  2011    274  milhões  de/ha  de  vegetação  naDva  em  propriedades   privadas  (APPs  hídricas  e  de  topo  de  morro  +  Reserva  Legal)    69.5  remanescentes  de  vegetação  naDva  em  APPs 60  milhões/ha  de  área  produ5va  (grãos,   frutas  e  florestas  plantadas)   38  milhões/ha  urbanização     e  outros  usos   198  milhões/ha  de  pastagens   Fontes:  Ministério  do  Meio  Ambiente  -­‐  MMA;  IBGE  –  PAM  (2010)  e  Censo  Agropecuário  (2006);   INPE   –   TerraClass;   Agricultural   Land   Use   and   Expansion   Model   Brazil   -­‐   AgLUE-­‐BR   (Gerd   Sparovek,  ESALQ-­‐USP).  Notas  1)  Os  dados  de  Unidades  de  Conservação  excluem  as  chamadas   Áreas  de  Proteção  Ambiental  –  APAs;  2)  Os  dados  de  APPs  consideram  vegetação  naDva  ripária,   em  topo  de  morros  e  encostas;  3)  O  dado  de  remanescentes  de  vegetação  naDva  inclui  terras   quilombolas,  florestas  públicas  não  regularizadas  e  outros  remanescentes  de  vegetação  naDva.  
  3. 3. Resultados Macro   O Brasil aumentará a sua participação nas exportações mundiais dos principais produtos do agronegócio em 2022. A produção e as exportações brasileiras crescerão a um ritmo inferior ao observado nos últimos 10 anos, com exceção da produção de carne bovina. Ainda assim, o crescimento será superior à média mundial.Fonte: Outlook Brasil 2022
  4. 4. Dinamismo das exportações | Brasil e Mundo  Legenda: Crescimento Anual Market share do Brasil Mundo Brasil 2002 - 2011 2012 - 2022 2011 2022 26,1% 38,0% Carne bovina 49,8% 54,1% Carne de frango 10,5% 13,4% Carne suínaFontes: Outlook Brasil 2022 e FAPRI
  5. 5. Dinamismo das exportações | Brasil e Mundo  Legenda: Crescimento Anual Market share do Brasil Mundo Brasil 2002 - 2011 2012 - 2022 2011 2022 34,7% 41,2% Soja 10,3% 9,5% Milho 67,6% 73,0% AçúcarFontes: Outlook Brasil 2022 e FAPRI
  6. 6. Dinamismo da produção | Brasil e Mundo   Legenda: Crescimento Anual Crescimento Anual Legenda: Mundo Brasil 2006 - 2011 2012 - 2022 2006 - 2011 2012 - 2022 Mundo Brasil Soja Carne bovina Carne de Milho frango Açúcar Carne suínaFontes: Outlook Brasil 2022 e FAPRI
  7. 7. Resultados Macro   O Brasil observará uma redução de 63% no ritmo de incorporação de novas áreas para a agropecuária. Entre 2002 - 2011, foram incorporados 1.212 mil ha/ano. No período projetado 2012 - 2022, serão necessários 443 mil ha/ano.Fonte: Outlook Brasil 2022
  8. 8. Dinâmica do uso da terra   Em milhões de hectares Lavouras* (+9,9) Agropecuária (+4,5) 48,6 58,5 230,3 234,8 Pastagens (-5,4) 181,7 176,3 Pastagens Lavouras* As lavouras de 2ª safra ampliarão sua importância e serão responsáveis por 19% da produção total de grãos em 2022.* Cana + lavouras de 1ª safra (algodão, arroz, feijão 1ª safra, milho 1ª safra e soja). Fonte: Outlook Brasil 2022
  9. 9. Resultados Macro   O Brasil observará uma redução de 63% no ritmo de incorporação de novas áreas para a agropecuária. Entre 2002 - 2011, foram incorporados 1.212 mil ha/ano. No período projetado 2012 - 2022, serão necessários 443 mil ha/ano. A produtividade média dos grãos crescerá 11,4% entre 2011 e 2022, resultando na preservação de 5,2 milhões de ha.Fonte: Outlook Brasil 2022
  10. 10. Dinamismo da produção brasileira | Grãos*   Área Produção +15,9% +29,1%* Grãos: inclui soja, milho (todas as safras), algodão (base pluma), arroz (base casca), feijão (todas as safras), trigo e cevada. Fonte: Outlook Brasil 2022
  11. 11. Dinâmica regional do uso da terra   O pasto irá ceder área em todas as regiões, com exceção da região Norte Amazônia. Resultado da maior intensificação das pastagem e da competição com a agricultura. O Sul não irá alterar sua área agrícola, mas a pecuária irá ceder 1,4 milhões ha. O Sudeste cederá 1,9 milhões ha de pastagem para a agricultura. O Centro-Oeste Cerrado irá ceder aproximadamente 3 milhões ha entre 2011- 2022. O Norte Amazônia irá incorporar 2,2 milhões ha de pasto no mesmo período. O Nordeste Litorâneo terá redução de 0,08 milhões de ha da área de pasto. O Nordeste Cerrado irá ceder 1,4 milhões ha de pasto.Fonte: Outlook Brasil 2022
  12. 12. Dinâmica regional do uso da terra (em milhões ha) Sul Sudeste Centro-Oeste Cerrado35.0 40.0 70.030.0 35.0 60.0 30.0 50.025.0 25.020.0 40.0 20.015.0 15.0 30.010.0 10.0 20.0 5.0 5.0 10.0 0.0 0.0 0.0 2002 2006 2008 2010 2012 2016 2018 2020 2022 2004 2014 2002 2006 2008 2010 2012 2016 2018 2020 2022 2004 2014 2002 2006 2008 2010 2012 2016 2018 2020 2022 2004 2014 Lavouras* Norte Amazônia Nordeste Litorâneo Nordeste Cerrado60.0 16.0 40.0 Pastagem 14.0 35.050.0 12.0 30.040.0 10.0 25.030.0 8.0 20.0 6.0 15.020.0 4.0 10.0 *Cana+lavouras10.0 de 1ª safra 2.0 5.0 (algodão, arroz, 0.0 0.0 0.0 feijão 1ª safra, milho 1ª safra e 2002 2006 2008 2010 2012 2016 2018 2020 2022 2004 2014 2002 2006 2008 2010 2012 2016 2018 2020 2022 2002 2004 2006 2008 2010 2012 2014 2016 2018 2020 2022 2004 2014 soja). Fonte: Outlook Brasil 2022
  13. 13. Dinâmica do rebanho brasileiro   O desenvolvimento do rebanho para o período projeto, com crescimento do número de cabeça com redução da área de pasto, demonstra a intensificação do setor de pecuária. Todas as regiões apresentam expansão do rebanho para o período projetado. A taxa de lotação projetada para o Brasil em 2022 será de 1,29 cab/ha, ante uma taxa de 1,17 em 2011. A região Norte Amazônia será responsável por 61% da expansão do rebanho brasileiro. O Centro-Oeste Cerrado será ultrapassado pelo Norte Amazônia como maior rebanho.Fonte: Outlook Brasil 2022
  14. 14. Rebanho brasileiro (mil cabeças)250,000200,000150,000100,000 50,000 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 Sul Sudeste Centro-Oeste Cerrado Norte Amazônia Nordeste-Cerrado Nordeste-Litorâneo
  15. 15. Balanço de oferta e demanda Mil toneladas R$/@ 12,000 120 10,000 100 8,000 80 6,000 60 4,000 40 2,000 20 0 0 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 Produção Consumo Doméstico Exportações Líquidas Preço Sudeste (R$/@ 2010)
  16. 16. Dinâmica regional da produção de carne   A expansão da produção de carne ocorrerá em todas as regiões, com maior intensidade no Sudeste e Norte Amazônia. O Centro-Oeste Cerrado continuará sendo o maior produtor de carne entre 2011 e 2022. O Norte Amazônia terá o maior crescimento no abate com 1,7 milhões de cab a mais no período. O Desfrute Brasil será de 20% em 2022. O maior índice será no Sudeste com 25,7%.Fonte: Outlook Brasil 2022
  17. 17. Produção de carne (mil toneladas)12,00010,000 8,000 6,000 4,000 2,000 - 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 Sul Sudeste Centro-Oeste Cerrado Norte Amazônia Nordeste-Cerrado Nordeste-Litorâneo
  18. 18. Evolução do abate por regiões BLUM 2011 2022 Nordeste- Nordeste- Nordeste- Cerrado Nordeste- Cerrado Litorâneo 10% Litorâneo 9% 5% Sul 6% Sul 15% 14% Norte Norte Amazônia Amazônia Sudeste Sudeste 16% 18% 22% 23% Centro-Oeste Centro-Oeste Cerrado Cerrado 32% 30% Abate total de 40 milhões de cabeças Abate total de 45,4 milhões de cabeças
  19. 19. Motivação Outlook Brasil   Preparar estrategicamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos frente à dinâmica futura da produção agropecuária. Oferecer uma visão de longo prazo para as decisões dos agentes envolvidos nesse setor, conectando grande parte dos dados disponíveis sobre o agronegócio: Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques Como nos EUA, apresentar um número elaborado pelo setor privado, a partir de uma metodologia diferenciada em relação à apresentada pelo Governo, servindo como balizador do mesmo.Fonte: Outlook Brasil 2022
  20. 20. Motivação Outlook Brasil   A partir das projeções, apresentar os seus impactos: Na dinâmica do uso da terra no Brasil e a competição entre as atividades produtivas. Na demanda por fertilizantes (agregada, regional e por cultura), destacando a participação do produto importado no mercado nacional. Na demanda por logística de transportes para o escoamento da produção futura, a partir da simulação de dois cenários. Para o Brasil, em termos sociais e econômicos, refletidos nas contribuições dos crescimentos do PIB, do emprego, entre outros. O Outlook é resultado de 3 anos de trabalho da FIESP e do ICONE no aperfeiçoamento do modelo do FAPRI (Food and Agricultural Policy Research Institute), consagrado e utilizado desde 1980 nos EUA.Fonte: Outlook Brasil 2022
  21. 21. Outlook Brasil 2022PROJEÇÕES PARA O AGRONEGÓCIO Obrigado   www.fiesp.com.br/outlookbrasil  

×