O perdão em samz (rvsdo)

152 visualizações

Publicada em

art

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
152
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O perdão em samz (rvsdo)

  1. 1. OPERDÃO EM SAMZ O ser pecador é uma realidade que não nega o perdão de Deus. É bom compreender que a graça de Deus é infinita e incomensurável. Entender e aceitar o nossoser pecador perdoado é uma graça divina, um presente. De fato no caminho espiritual é indispensável sentir que nós somos perdoados, isto é, reconhecerhumildemente que “sou pecador”, uma condição que impededarescusas ou justificativas para se achar justo (atitude farisaica). Certamente, o pecado faz fracassar e destrói o plano de Deus. Às vezes, conscientemente, colabora-se como mal. Porisso, de alguma forma,definitivamente, devemos sentir o desejo da conversão diante de tanto amor por parte Deus. Diante do perdão divino somos chamados a emendarnossa vida, para que o crescimento espiritual esteja garantido. Vejamos nos Escritos (Cartas, Sermões e Constituições) de Santo Antônio Maria Zaccaria algumas referências a respeito do PERDÃO. O Santo Reformador assim se expressa: “Para serem mais facilmente ouvidos, peçam perdão por intermédio do Sangue de Cristo e pela intercessão de todos os santos, lembrando, ainda o amor que Ele tem por todo o gênero humano” (31005).Este trechoapresenta um Deus que contempla constantemente a vida humana,oferecendo a sua misericórdia sem limites. De fato, a vinda de Jesus (Filho do Pai) é a maior revelação de amor pela humanidade. Porque de condição pecadora, o ser humano pode cair no erro, mas isso não é o fim do mundo porque Deus lhe dá coração e inteligência para crescer desdeoperdão. SAMZ cita ao profeta Miquéias que apresenta um programa de fé autentica: o sacrifício só tem valor si é integrado numa vida totalmente consagrada a Deus.“Ó homem, já foi explicado o que Javé exige de você: praticar o direito, amar a misericórdia, caminhar humildemente com seu
  2. 2. Deus (Mq 6:8)”(10211). Lembremos que, na pregação profética, a verdadeira fé se resume na prática do direito e da justiça. Pedir perdão a Deus e ao irmão atinge o passado, o presente e o futuro da pessoa.Com essa prática cotidiana foge-se do narcisismo e de falsas justificativas. É necessário mirar para o futuro e não ficar chorando pelo passado (culpabilidade). Santo Antônio pede a seus filhos trabalhar com honestidade e reta intenção. Note-se que na vida espiritual o propósito de melhorar o comportamento e a mentalidade deve ser radical,“Ensine-lhes que a simples recitação dos pecados não lhes dá o perdão dos mesmos, mas que é preciso, também, a vontade de não os cometer, junto com a intenção de corrigir-se na medida da possibilidade”(31220). Um profundo exame de consciência é o caminho que mexe com a vontade e a intenção de crescer grau por de grau. Para concluir. Em todo ato de reconciliação o centro é Deus, enquanto nosso olhar está fixo no seu perdão.Acreditamos que as feridas da vida serão sanadas porque Deus não quer o sofrimento de seus filhos. Ocombate contra o pecado que desumaniza, certamente, é um gesto de amadurecimento espiritual. Assim o Médico das almas exigirá:“Ensine-lhes, ainda que se confessem com pudor, envergonhando-se diante de Deus e dentro de si mesmos, sem se preocuparem com os sinais externos. Por isso, avise-lhes que, desejando obter o perdão de tudo evitem esconder alguns pecados por vergonha, sugerindo-lhes que quem mostrar suas feridas mortais ao médico, escondendo uma só, por causa daquela chaga apenas, morrerá” (31223). Obter o perdão, para SAMZ,resulta em estar saudável espiritualmente, alémde viver a experiência de Deus de modo gratificante elibertador, não ameçador, porque Deus sempre vem para buscar o que estava perdido. (Alguns passos para a leitura orante da Sagrada Escritura.Poderão ser aproveitados, também, os textos bíblicos que fazem referência ao perdão).
  3. 3. LEITURA ORANTE “Saibam, meusirmãos, que a meditaçãoé a comida, é o alimento dos que querem progredir. Por isso, se vocês não se nutrirem dela, certamente sentirão faltar-lhes as forças.” (SAMZ). LEITURA: O que fala o texto em si? Ler o texto como se fosse a primeira vez. Quem fala? Para quem? Onde? Quando? Para quê? Qual imagem de Deus aparece nos textos? MEDITAÇÃO: Repetir alguma frase que chamou minha atenção ou que me tocou profundamente. Com que personagens me identifico mais? O que Jesus tem a me dizer hoje com este texto? Em que me encontro? ORACÃO: O que o texto me leva a dizer a Deus? Responder, dirigir-lhe a palavra, interceder, agradecer, pedir, na alegria, na tristeza? COMTEMPLAÇÃO: Mergulhar, no silêncio, no mistério que o Senhor me revela a partir do texto. Deixar que seja transfigurado por ele. 1. Oseias 2, 16.21 (Deus restaura a união) - Como estou vivendo minha vida? Como estou vivendo com minha família e minha comunidade? Como é minha relação com Deus? Quais são os problemas mais fortes que tenho? 2. Romanos 8, 31-39 (Hino ao amor de Deus) - Que momentos importantes da minha vida lembro? Creio que, então, me aconteceu algo bom? Sinto que Deus sempre está presente? 3. Isaias 43, 1-7 (Não tenhas medo) - Me pergunto: tenho medo de quais situações ou pessoas, etc.? Estou confiando em Deus nos momentos difíceis? Agradeço pela sua presença? 4. João 8, 1-11 (A mulher adúltera) - Sinto o perdão de Deus na minha vida? Sou capaz de perdoar aos outros? 5. João 4, 1-45 (O encontro da Samaritana com Jesus) - Peço a Deus que tenha a mesma experiência da Samaritana. Leio o texto lentamente e medito as palavras. 6. Mateus 9, 9-13 (Jesus chama Mateus) - Sou capaz de seguir Jesus como Mateus? Deixo Jesus entrar no meu coração? Experimento a misericórdia de Deus? 7. Repetir (o texto que mais gostei durante a semana) - Avaliar a minha vida. Agradecer a Deus pelos dons. Pedir a graça que mais preciso. Fazer um compromisso com Jesus.
  4. 4. OBS.: É IMPORTANTE ANOTAR NO CADERNO OS FRUTOS DA LEITURA ORANTE. BIBLIOGRAFIA - BÍBLIA, tradução ecuménica, TEB. São Paulo, 1994. - ESCRITOS de Santo Antônio Maria Zaccaria, Belo Horizonte, 2010. - INSTRUCCIÓN SOBRE EL EXAMEN DE CONCIENCIA, Adolfo Chércoles, 2012.

×