SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
SAMZ mestre de discernimento
Santo Antônio Maria Zaccaria, na 1ª Carta, dirige-se ao Frei Batista de Crema, frei
dominicano, seu orientador espiritual, fundamental no seu itinerário espiritual, ao longo do
qual muito o ajudou para crescer com mentalidade aberta às necessidades eclesiais do séc.
XVI. Acompanhado por alguém experimentado no caminho ascético (“Deus costuma agir em
um homem por meio de outro” 20420), o nosso Santo vinha descobrindo a vontade de Deus.
Istonos levaa deduzirque AntônioMaria, por sua vez, tinha o dom do discernimento porque
sempre quis ser iluminado por um instrumento espiritual, e que soube, vigilante, escutar e
discerniraação doEspírito Santo.Comomestre nodiscernimento, pode nosoferecerariqueza
espiritual deque precisamos para viver o seguimento de Cristo.
AntônioMaria,tendo procurado entenderalinguagemdacomunicaçãodivinae,nisto,
tendo-se exercitado, compreendeu, por experiência própria, que Deus se comunica com os
homens. Como, então, saber distinguir a voz de Deus segundo a maneira da qual SAMZ foi
capaz? A capacidade de saber distinguir entre a voz que procede do Pai e a voz que surge do
nossoegodepende doespíritode discernimento.Naespiritualidade zaccariana,verifica-se que
o avanço na percepçãodapresençade Deusestá ligadoaodesenvolvimentododom o Espírito
que acabamos de mencionar.A suavivênciapromove a experiência dinâmica que vai além da
simplesdoutrina,formulaçãoideológicaoucódigo moral. Para captar, para nos apercebermos
da presença dinamizadora de Deus, pronto em promover em nós a sua vida, precisamos
desenvolver os sentidos e o coração do homem espiritual (cf. 1Cor 2,6-15).
Desde oinício da carta, podemosconstatarque SAMZ estava convencido de que Deus
sempre oabençoavaporque,mesmotendofaltade sensibilidade (10101), havia nele o desejo
profundo de descobrir e fazer a vontade de Deus, com a qual estava em plena conformidade
(10102). Dessa forma, nos ensina como ter uma meta e como definir objetivos a serem
alcançados para promover o Reino, uma vez que a pessoa com bons propósitos sabe como
conduzir a sua vida.
Não é coisa fácil saber discernir. O discernimento, contudo, no campo da cultura, por
exemplo,é condiçãopara nos contextualizar. O discernimento exige, como de fato acontecia
para Antônio Maria, que coloquemos diante de Jesus o nosso sentir e o nosso bom desejo.
Dessa forma, nada escondemos, enquanto somos movidos a agir com normalidade e
naturalidade. É o que lemos na carta: “Meus negócios caminham devagar e a minha
negligênciaatrasatudoaindamais;mesmoassim, vouemfrente”(10106). E continuadizendo:
“Querido pai, não se esqueça de mim e seja meu intercessor junto a Deus, para que Ele me
livre das minhas limitações, da minha moleza e do orgulho” (10109). A situação do Santo nos
revela que todo cristão deve passar por crises e provações. Que venha a tormenta! Contudo,
que sempre sejamantidaumaatitude prudente e sensatadiante das tensões e ambiguidades
da vida, enquanto é vivenciada a tríade fundamental: fé, esperança e caridade.
São Paulo, referência na doutrina e exemplo de vida para os barnabitas, também,
sugere o discernimento dos espíritos (diakrisispneumaton, 1Cor 12,20), que todo fiel deve
possuir. O Mal está no mundo e Satanás está decidido levar ao engano, de forma sutil, quem
desejaavançarna vidacristã.Isto exige muitaoraçãoe contínua avaliaçãoda própria vida para
não sofrer quedas e se tornar parte do mundo que “está sob o poder do Maligno” (1Jo 5,19).
A espiritualidade zaccarianabuscarenovarofervorcristão, enquantoabertaao mundo
e à realidade, evitando se ater a cultos vazios. Ela nos impele a nos adaptarmos às novas
exigências da Igreja e do mundo, mantido, todavia, o espírito nas devidas condições de
genuinidade (Const. 6), conforme o ensinamento do apóstolo Paulo: “Onde há o Espírito há
liberdade”. Isto significa que discernir é um processo dinâmico, libertador e criativo.
Na tradição da Igreja encontramos sugestões sábias que nos ajudam a revigorar o
nosso discernimento. Entre elas temos a seguinte: “A sabedoria dos justos consiste em
nada fingir por ostentação; declarar o sentido das palavras; amar as coisas verdadeiras
tais como são; evitar as falácias; fazer o bem gratuitamente; preferir tolerar de bom
grado o mal a fazê-lo; não procurar vingança contra a injúria; reputar lucro a afronta, em
bem da verdade. Zomba-se porém, desta simplicidade dos justos porque para os
prudentes deste mundo a virtude da pureza de coração é tida por loucura. Tudo quanto
se faz com inocência, eles reputam tolice e aquilo que a verdade aprova nas ações, soa
falso à sabedoria humana”. (São Gregório Magno, Séc. VI).
Nenhuma experiência de Deus no mundo é casual. No entanto toda vivência de
fé deve ser atentamente diagnosticada. O processo de discernimento bem conduzido
evita o fracasso. A interpretação da presença de Deus é uma atividade preciosa porque é
importante a pessoa não cair no erro ou acreditar em falsa profecia. Por conseguinte, ela
requer uma constante revisão. O discernimento, a correta interpretação da voz de Deus é
fundamental na vida humana e na comunidade cristã. Sem discernimento não há decisão
acertada (R.W.L. Moberly, 2008)
Que Santo Antônio Maria Zaccaria, interceda por nós para vivermos
autenticamente a vida cristã e poder dizer como ele “O livro, “A vitória sobre si
mesmo”, vou ter que escrevê-lo com a vida e não só no papel” (10110).
BIBLIOGRAFIA
 Bíblia Tradução Ecuménica.
 Constituições dos Clérigos Regulares de São Paulo.
 Discernimiento y vida cotidiana, Toni Catalá, pp. 5-6.
 El discernimiento cristiano, José M. Castillo, 1984.
 Escritos de Santo Antônio Maria Zaccaria, pp. 6-8.
 Prophecy and Discernment, R.W.L. Moberly, 2008., p. 221.
Recomenda-se este artigo pelo vigor da lógica e a genuinidade do esforço exegético
que conseguem apresentar a riqueza e a preciosidade do pensamento de SAMZ,
fundamentado na Escritura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptReconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptVanda Machado
 
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divinaPalestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divinaDivulgador do Espiritismo
 
De nada vale a fé sem obras
De nada vale a fé sem obrasDe nada vale a fé sem obras
De nada vale a fé sem obrasHelio Cruz
 
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - Prece
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - PreceAula Mocidade Espírita Chico Xavier - Prece
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - PreceSergio Lima Dias Junior
 
O Deus que se revela
O Deus que se revelaO Deus que se revela
O Deus que se revelaElias Borges
 
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERA
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERAESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERA
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERAJorge Luiz dos Santos
 
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e ChegadaFRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e ChegadaPartida e Chegada
 
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamenteDai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamentepietra bravo
 
Falsos cristos e falsos profetas
Falsos cristos e falsos profetasFalsos cristos e falsos profetas
Falsos cristos e falsos profetasAlice Lirio
 
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11Patricia Farias
 
O que é ser espírita
O que é ser espírita  O que é ser espírita
O que é ser espírita Amadeu Wolff
 
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritual
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritualImposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritual
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritualJosiane Carvalho
 
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicosTiago de Souza
 

Mais procurados (20)

Reconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptReconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.ppt
 
VIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITAVIVÊNCIA ESPÍRITA
VIVÊNCIA ESPÍRITA
 
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divinaPalestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
 
Bons espíritas
Bons espíritasBons espíritas
Bons espíritas
 
De nada vale a fé sem obras
De nada vale a fé sem obrasDe nada vale a fé sem obras
De nada vale a fé sem obras
 
Fe e caridade gec 05 12-2015
Fe e caridade  gec 05 12-2015Fe e caridade  gec 05 12-2015
Fe e caridade gec 05 12-2015
 
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - Prece
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - PreceAula Mocidade Espírita Chico Xavier - Prece
Aula Mocidade Espírita Chico Xavier - Prece
 
O Deus que se revela
O Deus que se revelaO Deus que se revela
O Deus que se revela
 
Falsos cristos
Falsos cristosFalsos cristos
Falsos cristos
 
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERA
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERAESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERA
ESPIRITISMO 159 ANOS DE UMA NOVA ERA
 
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e ChegadaFRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
 
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamenteDai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
Dai gratuitamente o que recebeste gratuitamente
 
Falsos cristos e falsos profetas
Falsos cristos e falsos profetasFalsos cristos e falsos profetas
Falsos cristos e falsos profetas
 
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11
Livro dos Espiritos Q.274 ESE cap 21 item 10e11
 
O que é ser espírita
O que é ser espírita  O que é ser espírita
O que é ser espírita
 
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritual
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritualImposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritual
Imposição de mãos como meio de transmissão de poder espiritual
 
Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar Aula sobre prece- como Rezar
Aula sobre prece- como Rezar
 
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos
[Desintoxicação da Alma] Relacionamentos tóxicos
 
Ser Espirita 2
Ser Espirita 2Ser Espirita 2
Ser Espirita 2
 
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
 

Semelhante a Samz revisão

Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdf
Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdfApresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdf
Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdfDboraPatrycia
 
Espiritualidade crista
 Espiritualidade crista  Espiritualidade crista
Espiritualidade crista luciano
 
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...pralucianaevangelista
 
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptx
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptxPecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptx
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptxManasssSilva4
 
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoLição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoÉder Tomé
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOSergio Menezes
 
A Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé PdfA Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé Pdfrowalino
 
Gaudere et exsultate
Gaudere et exsultateGaudere et exsultate
Gaudere et exsultateJose Cosme
 
Batalha espiritual no evangelismo
Batalha espiritual no evangelismoBatalha espiritual no evangelismo
Batalha espiritual no evangelismoEdleusa Silva
 
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdf
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdfbatalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdf
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdfDenivalSouza1
 
Lição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagraçãoLição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagraçãoboasnovassena
 
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdfComunidadeEstoril
 
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pinkA obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pinkDeusdete Soares
 

Semelhante a Samz revisão (20)

Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdf
Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdfApresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdf
Apresentação Cosmovisão bíblica cos1.pdf
 
Espiritualidade crista
 Espiritualidade crista  Espiritualidade crista
Espiritualidade crista
 
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...
Lição 3 dons de revelacao - CPAD 2 trimestre de 2014 - Dons Espirituais e Min...
 
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptx
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptxPecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptx
Pecado e Libertação da Mente_Mateus 15_19.pptx
 
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoLição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
Evangelismo
EvangelismoEvangelismo
Evangelismo
 
Evangelismo
EvangelismoEvangelismo
Evangelismo
 
A prática de fazer o bem
A prática de fazer o bemA prática de fazer o bem
A prática de fazer o bem
 
A Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé PdfA Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé Pdf
 
Gaudere et exsultate
Gaudere et exsultateGaudere et exsultate
Gaudere et exsultate
 
Batalha espiritual no evangelismo
Batalha espiritual no evangelismoBatalha espiritual no evangelismo
Batalha espiritual no evangelismo
 
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdf
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdfbatalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdf
batalhaespiritualnoevangelismo-140426213640-phpapp02.pdf
 
A verdadeira prosperidade do corpo e da alma
A verdadeira prosperidade do corpo e da almaA verdadeira prosperidade do corpo e da alma
A verdadeira prosperidade do corpo e da alma
 
Lição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagraçãoLição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagração
 
A bíblia condena o espiritismo
A bíblia condena o espiritismoA bíblia condena o espiritismo
A bíblia condena o espiritismo
 
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf
33291180-Encontro-com-Deus-Os-perigos-de-um-movimento-cheio-de-misterios.pdf
 
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pinkA obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
 
A Importância da Sabedoria Humilde
A Importância da Sabedoria HumildeA Importância da Sabedoria Humilde
A Importância da Sabedoria Humilde
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
 

Mais de Cristobal Avalos Rojas

O reino de deus na pregação de jesus (correcao)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao)O reino de deus na pregação de jesus (correcao)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao)Cristobal Avalos Rojas
 
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)Cristobal Avalos Rojas
 
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015Cristobal Avalos Rojas
 
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)Cristobal Avalos Rojas
 
Esame della conoscenza generale della bibbia
Esame della conoscenza generale della bibbiaEsame della conoscenza generale della bibbia
Esame della conoscenza generale della bibbiaCristobal Avalos Rojas
 
Capitulo iii, iv, v esquema e desarrollo
Capitulo iii, iv, v   esquema e desarrolloCapitulo iii, iv, v   esquema e desarrollo
Capitulo iii, iv, v esquema e desarrolloCristobal Avalos Rojas
 
A vocação na espiritualidade zaccariana
A vocação na espiritualidade zaccarianaA vocação na espiritualidade zaccariana
A vocação na espiritualidade zaccarianaCristobal Avalos Rojas
 

Mais de Cristobal Avalos Rojas (20)

The greek-new-testament-sbl-edition
The greek-new-testament-sbl-editionThe greek-new-testament-sbl-edition
The greek-new-testament-sbl-edition
 
Qualidades do reformador dos costumes
Qualidades do reformador dos costumesQualidades do reformador dos costumes
Qualidades do reformador dos costumes
 
O reino de deus na pregação de jesus (correcao)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao)O reino de deus na pregação de jesus (correcao)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao)
 
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)
O reino de deus na pregação de jesus (correcao) (1)
 
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015
Manual para a_elaboracao_de_trabalhos_academicos_faal_terceira_edicao_27022015
 
Vida e exemplo de paulo
Vida e exemplo de pauloVida e exemplo de paulo
Vida e exemplo de paulo
 
Sobre o caso da prepotencia
Sobre o caso da prepotenciaSobre o caso da prepotencia
Sobre o caso da prepotencia
 
Plantilla libro-17x24
Plantilla libro-17x24Plantilla libro-17x24
Plantilla libro-17x24
 
Plantilla libro-14x21 (1)
Plantilla libro-14x21 (1)Plantilla libro-14x21 (1)
Plantilla libro-14x21 (1)
 
O perdão em samz (rvsdo)
O perdão em samz (rvsdo)O perdão em samz (rvsdo)
O perdão em samz (rvsdo)
 
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)
O espírto prfétco na espritualdde (rvsdo)
 
Nume rsermões
Nume rsermõesNume rsermões
Nume rsermões
 
Nume rconstituições
Nume rconstituiçõesNume rconstituições
Nume rconstituições
 
Normas para artigos
Normas para artigosNormas para artigos
Normas para artigos
 
Esame della conoscenza generale della bibbia
Esame della conoscenza generale della bibbiaEsame della conoscenza generale della bibbia
Esame della conoscenza generale della bibbia
 
Capitulo iii, iv, v esquema e desarrollo
Capitulo iii, iv, v   esquema e desarrolloCapitulo iii, iv, v   esquema e desarrollo
Capitulo iii, iv, v esquema e desarrollo
 
A vocação na espiritualidade zaccariana
A vocação na espiritualidade zaccarianaA vocação na espiritualidade zaccariana
A vocação na espiritualidade zaccariana
 
A oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samzA oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samz
 
A oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samzA oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samz
 
273037063 palestra
273037063 palestra273037063 palestra
273037063 palestra
 

Samz revisão

  • 1. SAMZ mestre de discernimento Santo Antônio Maria Zaccaria, na 1ª Carta, dirige-se ao Frei Batista de Crema, frei dominicano, seu orientador espiritual, fundamental no seu itinerário espiritual, ao longo do qual muito o ajudou para crescer com mentalidade aberta às necessidades eclesiais do séc. XVI. Acompanhado por alguém experimentado no caminho ascético (“Deus costuma agir em um homem por meio de outro” 20420), o nosso Santo vinha descobrindo a vontade de Deus. Istonos levaa deduzirque AntônioMaria, por sua vez, tinha o dom do discernimento porque sempre quis ser iluminado por um instrumento espiritual, e que soube, vigilante, escutar e discerniraação doEspírito Santo.Comomestre nodiscernimento, pode nosoferecerariqueza espiritual deque precisamos para viver o seguimento de Cristo. AntônioMaria,tendo procurado entenderalinguagemdacomunicaçãodivinae,nisto, tendo-se exercitado, compreendeu, por experiência própria, que Deus se comunica com os homens. Como, então, saber distinguir a voz de Deus segundo a maneira da qual SAMZ foi capaz? A capacidade de saber distinguir entre a voz que procede do Pai e a voz que surge do nossoegodepende doespíritode discernimento.Naespiritualidade zaccariana,verifica-se que o avanço na percepçãodapresençade Deusestá ligadoaodesenvolvimentododom o Espírito que acabamos de mencionar.A suavivênciapromove a experiência dinâmica que vai além da simplesdoutrina,formulaçãoideológicaoucódigo moral. Para captar, para nos apercebermos da presença dinamizadora de Deus, pronto em promover em nós a sua vida, precisamos desenvolver os sentidos e o coração do homem espiritual (cf. 1Cor 2,6-15). Desde oinício da carta, podemosconstatarque SAMZ estava convencido de que Deus sempre oabençoavaporque,mesmotendofaltade sensibilidade (10101), havia nele o desejo profundo de descobrir e fazer a vontade de Deus, com a qual estava em plena conformidade (10102). Dessa forma, nos ensina como ter uma meta e como definir objetivos a serem alcançados para promover o Reino, uma vez que a pessoa com bons propósitos sabe como conduzir a sua vida. Não é coisa fácil saber discernir. O discernimento, contudo, no campo da cultura, por exemplo,é condiçãopara nos contextualizar. O discernimento exige, como de fato acontecia para Antônio Maria, que coloquemos diante de Jesus o nosso sentir e o nosso bom desejo. Dessa forma, nada escondemos, enquanto somos movidos a agir com normalidade e naturalidade. É o que lemos na carta: “Meus negócios caminham devagar e a minha negligênciaatrasatudoaindamais;mesmoassim, vouemfrente”(10106). E continuadizendo: “Querido pai, não se esqueça de mim e seja meu intercessor junto a Deus, para que Ele me livre das minhas limitações, da minha moleza e do orgulho” (10109). A situação do Santo nos revela que todo cristão deve passar por crises e provações. Que venha a tormenta! Contudo, que sempre sejamantidaumaatitude prudente e sensatadiante das tensões e ambiguidades da vida, enquanto é vivenciada a tríade fundamental: fé, esperança e caridade. São Paulo, referência na doutrina e exemplo de vida para os barnabitas, também, sugere o discernimento dos espíritos (diakrisispneumaton, 1Cor 12,20), que todo fiel deve possuir. O Mal está no mundo e Satanás está decidido levar ao engano, de forma sutil, quem
  • 2. desejaavançarna vidacristã.Isto exige muitaoraçãoe contínua avaliaçãoda própria vida para não sofrer quedas e se tornar parte do mundo que “está sob o poder do Maligno” (1Jo 5,19). A espiritualidade zaccarianabuscarenovarofervorcristão, enquantoabertaao mundo e à realidade, evitando se ater a cultos vazios. Ela nos impele a nos adaptarmos às novas exigências da Igreja e do mundo, mantido, todavia, o espírito nas devidas condições de genuinidade (Const. 6), conforme o ensinamento do apóstolo Paulo: “Onde há o Espírito há liberdade”. Isto significa que discernir é um processo dinâmico, libertador e criativo. Na tradição da Igreja encontramos sugestões sábias que nos ajudam a revigorar o nosso discernimento. Entre elas temos a seguinte: “A sabedoria dos justos consiste em nada fingir por ostentação; declarar o sentido das palavras; amar as coisas verdadeiras tais como são; evitar as falácias; fazer o bem gratuitamente; preferir tolerar de bom grado o mal a fazê-lo; não procurar vingança contra a injúria; reputar lucro a afronta, em bem da verdade. Zomba-se porém, desta simplicidade dos justos porque para os prudentes deste mundo a virtude da pureza de coração é tida por loucura. Tudo quanto se faz com inocência, eles reputam tolice e aquilo que a verdade aprova nas ações, soa falso à sabedoria humana”. (São Gregório Magno, Séc. VI). Nenhuma experiência de Deus no mundo é casual. No entanto toda vivência de fé deve ser atentamente diagnosticada. O processo de discernimento bem conduzido evita o fracasso. A interpretação da presença de Deus é uma atividade preciosa porque é importante a pessoa não cair no erro ou acreditar em falsa profecia. Por conseguinte, ela requer uma constante revisão. O discernimento, a correta interpretação da voz de Deus é fundamental na vida humana e na comunidade cristã. Sem discernimento não há decisão acertada (R.W.L. Moberly, 2008) Que Santo Antônio Maria Zaccaria, interceda por nós para vivermos autenticamente a vida cristã e poder dizer como ele “O livro, “A vitória sobre si mesmo”, vou ter que escrevê-lo com a vida e não só no papel” (10110). BIBLIOGRAFIA  Bíblia Tradução Ecuménica.  Constituições dos Clérigos Regulares de São Paulo.  Discernimiento y vida cotidiana, Toni Catalá, pp. 5-6.  El discernimiento cristiano, José M. Castillo, 1984.  Escritos de Santo Antônio Maria Zaccaria, pp. 6-8.  Prophecy and Discernment, R.W.L. Moberly, 2008., p. 221.
  • 3. Recomenda-se este artigo pelo vigor da lógica e a genuinidade do esforço exegético que conseguem apresentar a riqueza e a preciosidade do pensamento de SAMZ, fundamentado na Escritura.