Funções sintáticas

373 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Funções sintáticas

  1. 1. Funções sintáticas Metas Curriculares 5.º ano G5 – 25. Analisar e estruturar unidades sintáticas. 2. Identificar as seguintes funções sintáticas: sujeito (simples e composto), vocativo, predicado, complemento direto, complemento indireto. Diálogos – Português, 2.º ciclo
  2. 2. Sujeito / Predicado 1. Inventa sujeitos para os seguintes predicados. a. ______________________ viu um filme de terror. b. ______________________ visitámos o jardim zoológico. c. ______________________ cantaram-me os parabéns. d. ______________________ faltaste à festa da Rita. e. ______________________ são tão simpáticos! 2. Inventa predicados para os seguintes sujeitos. a. A gata da minha vizinha __________________________. b. Eu ____________________________________________. c. A Terra e a Lua __________________________________. d. A aula de Português ______________________________. e. As revistas juvenis ________________________________. Diálogos – Português, 2.º ciclo O meu irmão Nós Os meus colegas Tu O Pedro e o Rui teve uma ninhada sinto-me bem em tua casa são planetas têm muitas ilustrações foi muito engraçada Exemplos Exemplos
  3. 3. Sujeito / Predicado (continuação) 3. Sublinha o sujeito nas frases seguintes. a. As girafas têm um pescoço compridíssimo. b. O livro de Inglês mostra várias fotos de Londres. c. Alguns espectadores não viram o filme até ao fim. d. Amanhã, a Vera apresentará o livro na aula. e. Todos os meninos se portaram muito bem. f. No sábado, a banda do Rui deu um concerto. g. Os dois quadros foram muito apreciados. h. Este chapéu de palha é da minha mãe. i. Felizmente, tu não te magoaste! j. Os exercícios de Matemática eram fáceis. k. O diretor da escola reuniu os alunos no ginásio. l. Eu e tu somos parecidos. Diálogos – Português, 2.º ciclo _________ ______________ __________________ _____ _______________ _____________ _____________ __________________ __ _________________________ ________________ _____
  4. 4. Sujeito / Predicado (continuação) 4. Identifica o sujeito de cada uma das seguintes frases e classifica-o. a. A Sara e os pais vão acampar no fim de semana.  Simples  Composto b. Tu, a Inês e o Bruno orientarão o trabalho das equipas.  Simples  Composto c. Nas férias grandes, nós vamos para o Algarve.  Simples  Composto d. A saia de xadrez da Ana é muito bonita.  Simples  Composto e. A música e a leitura ocupam os meus tempos livres.  Simples  Composto f. A lâmpada do candeeiro fundiu.  Simples  Composto Diálogos – Português, 2.º ciclo _____________ _________________ ____________________ ___ _________________ _____________________
  5. 5. Sujeito / Predicado (continuação) 5. Lê o texto abaixo, constituído por cinco frases simples. 5.1. Sublinha o sujeito de cada uma das frases e classifica-o. Frase 1: Frase 2: Frase 3: Frase 4: Frase 5: Diálogos – Português, 2.º ciclo sujeito simples sujeito simples sujeito simples sujeito composto sujeito composto Uns colegas do 5.º C participaram num concurso de pintura. Eles fizeram desenhos de objetos inventados. No final, os concorrentes e a professora receberam vários livros para a biblioteca. Este prémio deixou-os muito orgulhosos. No próximo ano, eu a minha turma também participaremos. __________________ ___ __________________________ __________ _______________
  6. 6. Vocativo 1. Sublinha a palavra ou expressão que desempenha a função sintática de vocativo em cada uma das frases seguintes. a. Ó mãe, posso dormir em casa do João? b. Não façam barulho, meninos! c. Minha querida Aninhas, posso contar com o teu apoio? d. Já te disse, Carlota, não tenho dinheiro para o cinema. e. A Ana vem almoçar, Ricardo? 2. Assinala a função sintática do constituinte sublinhado em cada frase. a. Carolina, chega-me esse livro, por favor.  Sujeito  Vocativo b. Mafalda, sem barulho, abriu a porta do quarto.  Sujeito  Vocativo c. Que maçada, Jorge, estás sempre a aborrecer a Sofia!  Sujeito  Vocativo Diálogos – Português, 2.º ciclo _____ _______ ____________________ ______ ______
  7. 7. Complemento direto 1. Sublinha o complemento direto nas frases seguintes. a. O rapaz deu uma flor à namorada. b. A Catarina pôs o livro na estante. c. Ele ofereceu um livro de banda desenhada ao irmão. d. O vento derrubou algumas árvores ontem à noite. e. Tu conheces a prima do Vasco? f. O menino ouviu um grito horrível. g. A minha turma recitou um longo poema na festa da escola. h. Devolve-me a minha pulseira, por favor. 2. Completa cada frase com um complemento direto. a. Eu vi ____________________. b. O meu irmão desenhou ____________________. c. Ele lavou ____________________ cuidadosamente. d. Ontem, nós encontrámos ____________________. Diálogos – Português, 2.º ciclo _______ _____ __________________________ _______________ _______________ ______________ ______________ ______________ um fantasma uma cidade encantada os dentes vinte euros Exemplos
  8. 8. Complemento direto (continuação) 3. Reescreve as frases de cada alínea, substituindo o complemento direto pelo pronome pessoal adequado. a. Aquele indivíduo assustou as crianças. Aquele indivíduo assustou-as. b. O Rui encontrou o primo na praia. O Rui encontrou-o na praia. c. Eu fiz os exercícios de Matemática. Eu fi-los. d. A Rosa não comeu a sobremesa. A Rosa não a comeu. e. As crianças fizeram castelos de areia na praia. As crianças fizeram-nos na praia. f. Acabaste o teu trabalho? Acabaste-o? Diálogos – Português, 2.º ciclo _________ ______ _________________________ ___________ ______________ ____________
  9. 9. Complemento direto (continuação) 4. Para além do pronome pessoal o/a/os/as, há outros pronomes pessoais que podem desempenhar a função de complemento direto: me, te, nos, vos. Observa: A Ana viu quem? A Ana viu-me. A Ana viu-o/a. A Ana viu-vos. A Ana viu-te. A Ana viu-nos. A Ana viu-os/as. 4.1. Sublinha os seis complementos diretos presentes nas frases seguintes. Atenção: nem todas as frases têm complemento direto. a. A professora aplaudiu os seus alunos. Depois, ela abraçou-os. b. A Rita saiu de casa de madrugada c. O carteiro já entregou a encomenda? d. O médico observou-nos cuidadosamente. e. No domingo, o Nuno viu-te com os teus amigos. f. Todos apreciaram o seu discurso. Diálogos – Português, 2.º ciclo ____________ __ ____________ ___ _ ____________
  10. 10. Complemento direto (continuação) 5. Completa as frases da coluna A com os complementos diretos da coluna B. Diálogos – Português, 2.º ciclo a. A Carla completou… b. A Sofia comprou os livros e encadernou… c. Nós ajudámos a Ana. Ela agradeceu... d. Ontem, a neve cobriu… e. Ouviste… f. O cão foi abandonado e eu adotei… g. O meteorologista prevê… h. Depois do treino, bebi… 1. a serra da Estrela. 2. os uivos dos lobos? 3. o desenho. 4. -nos. 5. chuva intensa. 6. -os. 7. um grande copo de água. 8. -o. A B
  11. 11. Complemento indireto 1. Sublinha os seis complementos indiretos presentes nas frases seguintes. a. O Rui vendeu a bicicleta à Joana. b. O ladrão roubou a carteira ao passageiro do autocarro. c. A Teresa falou aos avós através do Skype. d. Eu vi um filme muito divertido. e. O professor explicou o problema aos alunos. f. Eles regressaram de Paris ontem à tarde. g. O garoto entregou um bilhete à colega. h. Telefona às tuas primas. 2. Completa cada frase com um complemento indireto. a. A Ana obedeceu ____________________. b. O Simão sorriu ____________________. c. Ela pediu um queque ____________________. d. O Miguel mostrou as fotografias ____________________. Diálogos – Português, 2.º ciclo aos avós à Margarida ao empregado aos amigos Exemplos _______ ________________________ _______ _________ _______ _____________
  12. 12. Complemento indireto (continuação) 3. Reescreve as frases de cada alínea, substituindo o complemento indireto pelo pronome pessoal adequado. a. O jogador devolveu a bola aos companheiros. O jogador devolveu-lhes a bola. b. Contaste o nosso segredo à Rita? Contaste-lhe o nosso segredo? c. Eu transmito o teu recado ao Jorge. Eu transmito-lhe o teu recado. d. O Rui deixou todos os seus bens às sobrinhas. O Rui deixou-lhes todos os seus bens. e. A população pediu auxílio aos bombeiros. A população pediu-lhes auxílio. f. Ele não propôs o negócio ao Vítor. Ele não lhe propôs o negócio. Diálogos – Português, 2.º ciclo _____ _______________ _______ ___________ ____________ ______
  13. 13. Complemento indireto (continuação) 4. Para além do pronome pessoal lhe/lhes, há outros pronomes pessoais que podem desempenhar a função de complemento indireto: me, te, nos, vos. Observa: A Ana sorriu a quem? A Ana sorriu-me. A Ana sorriu-lhe. A Ana sorriu-vos. A Ana sorriu-te. A Ana sorriu-nos. A Ana sorriu-lhes. 4.1. Sublinha os cinco complementos indiretos presentes nas frases seguintes. a. A tua avó enviou-te uma encomenda. d. A vizinha deu-lhes um grande raspanete. b. Todos os anos, ele escreve uma carta aos padrinhos. c. O meu irmão fez-nos um bolo delicioso. e. O autocarro chegou à hora certa. f. A Sílvia telefonou-me à noite. Diálogos – Português, 2.º ciclo __ ___ ____________ __ __
  14. 14. Funções sintáticas Metas Curriculares 6.º ano G6 – 23. Analisar e estruturar unidades sintáticas. 2. Identificar as seguintes funções sintáticas: predicativo do sujeito, complemento oblíquo, complemento agente da passiva e modificador. Diálogos – Português, 2.º ciclo
  15. 15. Complemento oblíquo 1. Reescreve as frases seguintes, retirando-lhes o constituinte sublinhado. De seguida, verifica se as frases que obtiveste são gramaticais. a. Aquele miúdo só pensa em jogos. b. Elas vão à piscina. c. Os visitantes olharam para os quadros. d. A Maria esperou por mim. e. Ele queixou-se do barulho. 1.1. Indica a classe a que pertence a primeira palavra de cada um dos constituintes sublinhados nas frases acima. 1.2. Completa: Há verbos que exigem um complemento iniciado por uma ____________: pensar em; ir a; olhar para; esperar por; queixar-se de… Esse complemento chama-se ______________________. Diálogos – Português, 2.º ciclo  *Aquele miúdo só pensa.  *Elas vão.  *Os visitantes olharam.  *A Maria esperou.  *Ele queixou-se. São preposições: em, a (à = a + a), para, por, de (do = de + o). preposição complemento oblíquo
  16. 16. Complemento oblíquo (continuação) 2. Como sabes, o complemento indireto é introduzido pela preposição “a”. No entanto, não se confunde com o complemento oblíquo porque este não pode ser substituído pelo pronome pessoal “lhe/lhes”: O Lucas sorriu à rapariga.  O Lucas sorriu-lhe. c. indireto O Lucas foi à pastelaria.  *O Lucas foi-lhe. c. oblíquo 2.1. Indica a função sintática do constituinte destacado em cada frase. Diálogos – Português, 2.º ciclo C. I. C. Obl. a. Eles reagiram às críticas serenamente. b. Telefona à tua avó. c. O gato subiu à árvore. d. Vamos brindar ao teu novo emprego. e. Ele deu a papa ao bebé.
  17. 17. Complemento oblíquo (continuação) 3. Sublinha o complemento oblíquo presente em cada uma das frases seguintes. a. Eu gosto de música pop. b. O Pedro encontrou-se com os amigos. c. O rapaz saiu da escola muito apressado. d. A enfermeira tratou dos doentes. e. Nós acreditamos nas tuas palavras. 4. Completa as frases seguintes com um complemento oblíquo. a. A Elsa apaixonou-se ____________________________. b. Ele afastou-se ____________________________. c. Eu desconfio ____________________________. d. O Ivo entrou ____________________________. e. Ele participará ____________________________. f. Todos perguntaram ____________________________. Diálogos – Português, 2.º ciclo ____________ _____________ ________ __________ _______________ pela dança. dos amigos do Júlio no curso de Medicina no jogo pelo Pedro Exemplos
  18. 18. Complemento oblíquo (continuação) 5. O complemento oblíquo pode ser constituído por um advérbio (aqui, ali, aí, lá). Observa: Eu moro neste prédio.  Eu moro aqui. c. oblíquo c. oblíquo Eu vou à piscina municipal.  Eu vou lá. c. oblíquo c. oblíquo 5.1. Sublinha o complemento oblíquo em todas as frases. a. Eu chego aí cedo. b. A polícia suspeita de três indivíduos. c. No domingo, ele partiu para Espanha. d. Nós fomos lá no ano passado. e. A Cláudia confia em ti. f. Viveste aqui? g. Amanhã, voltaremos para os Açores. h. A Aurora desistiu do atletismo. Diálogos – Português, 2.º ciclo _ _______________ ____________ _ ____ ___ _____________ ___________
  19. 19. Complemento agente da passiva 1. Observa o que acontece na transformação de uma frase ativa em frase passiva: A minha irmã leu o jornal. sujeito c. direto O jornal foi lido pela minha irmã. sujeito c. agente da passiva 1.1. Transforma as frases ativas seguintes em frases passivas. De seguida, sublinha o complemento agente da passiva. a. O Zé comprou um computador. b. A Ana acaricia o gato. c. O João ensinava as crianças. d. Eu acabarei esse texto. e. O Sol queimou as searas. Diálogos – Português, 2.º ciclo verbo auxiliar ser + verbo principal  Um computador foi comprado pelo Zé.  O gato é acariciado pela Ana.  As crianças eram ensinadas pelo João.  Esse texto será acabado por mim.  As searas foram queimadas pelo Sol.
  20. 20. Complemento agente da passiva (continuação) 2. Completa: O complemento agente da passiva surge nas frases _________ e é introduzido pela ____________ “por” (simples ou contraída – _____________________). Este complemento corresponde ao sujeito da frase ________ correspondente. 3. Sublinha os cinco constituintes com a função sintática de complemento agente da passiva. a. Os cães-guia são treinados por instrutores. b. O bolo foi feito pela minha avó. c. A água escorria pelas paredes. d. Os concorrentes serão avaliados por um júri. e. As plantas eram tratadas pelo Carlos. f. A Maria espera por nós. g. Os atores foram aplaudidos por todos. Diálogos – Português, 2.º ciclo preposição pelo, pela, pelos, pelas passivas ativa _____________ _____________ __________ __________ ________ (pelas paredes = c. oblíquo) (por nós = c. oblíquo)
  21. 21. Predicativo do sujeito 1. Completa as frases seguintes com verbos copulativos, evitando repeti-los. a. O filme ___________ divertido. b. A Carla ___________ de bom humor. c. O Rui ___________ com enjoos depois do jantar. d. No Carnaval, o Tomás ___________ um palhacito. e. O meu primo ___________ furioso. f. O soldado ___________ de pé durante toda a cerimónia. g. Ele ___________ muito tristonho. 1.1. Sublinha, em cada frase, o constituinte à direita do verbo copulativo com a função de predicativo do sujeito. Diálogos – Português, 2.º ciclo é está ficou parecia continua permaneceu anda
  22. 22. Predicativo do sujeito (continuação) 2. Completa cada uma das frases seguintes com um predicativo do sujeito que respeite a forma indicada entre parênteses. a. D. Afonso Henriques foi ______________________. (GN) b. A biblioteca está ______________________. (GAdj) c. A mãe ficou ______________________ com as notas do Zé. (GAdj) d. O espetáculo será ______________________. (GAdv) e. O Carlos continua ______________________. (GPrep) f. Este bicho é _____________________. (GN) g. A sopa está ______________________. (GPrep) h. Os alunos permaneceram ______________________ durante o espetáculo. (GPrep) Diálogos – Português, 2.º ciclo o primeiro rei de Portugal vazia muito preocupada amanhã com dor de cabeça um porco-espinho sem sal em silêncio Exemplos
  23. 23. Predicativo do sujeito (continuação) 3. Sublinha os seis constituintes com a função sintática de predicativo do sujeito. a. A noite está tão bonita! b. A Maria ficou com a boca aberta. c. O João é um rapaz muito aplicado. d. Este bolo foi feito pela Teresa. e. A Ritinha parece uma princesa. f. A casa dos meus avós era de madeira. g. Timidamente, a Elsa deu um sorriso. h. O carro do Rui continua sem um risco. Diálogos – Português, 2.º ciclo
  24. 24. Modificador 1. Assinala com X as afirmações verdadeiras. 2. Acrescenta um modificador a cada uma das frases seguintes. a. Ela encontrou uma fada. b. O leão rugiu. c. Um monstro surgiu. d. As estrelas brilhavam. Diálogos – Português, 2.º ciclo O modificador a. não é selecionado por qualquer palavra da frase. b. é um constituinte obrigatório. c. pode ser suprimido sem que daí resulte uma frase agramatical. d. pode ser representado por um GAdv ou um GPrep. e. geralmente, pode ocupar diferentes posições na frase. X X X X  Ela encontrou uma fada na floresta.  O leão rugiu assustadoramente.  Um monstro surgiu de repente.  As estrelas brilhavam num céu sem nuvens.
  25. 25. Modificador (continuação) 3. Reescreve as frases seguintes, retirando-lhes os constituintes com a função sintática de modificador. Atenção: há frases com mais do que um modificador. a. Certa tarde, um leão dormia na sua caverna. b. De repente, ele viu um ratinho. c. Sem hesitações, o leão prendeu o animalzinho com a sua pata. d. Cheio de medo, o rato pediu-lhe perdão. e. O leão, generosamente, libertou o rato. f. Mais tarde, o rato salvou o leão. 4. Reescreve a frase alterando a posição do modificador. A professora leu uma fábula na sexta-feira. Diálogos – Português, 2.º ciclo _________ _________ _____________ ____________ _____________ _________  Na sexta-feira, a professora leu uma fábula.  A professora, na sexta-feira, leu uma fábula.  A professora leu, na sexta-feira, uma fábula. ____________ _____________
  26. 26. Modificador (continuação) 5. Assinala com X a função sintática do constituinte destacado em cada frase. Diálogos – Português, 2.º ciclo C. Oblíquo Modificador a. O Diogo viveu nesta casa. b. O Diogo foi muito feliz nesta casa. c. A Rita organizou uma festa com os amigos. d. A Rita encontrou-se com os amigos. e. Todos viram o Tomás no espetáculo. f. Todos participaram no espetáculo. g. No fim das aulas, ela entrou no autocarro. h. Ela leu o jornal no autocarro. X X X X X X X X

×