SlideShare uma empresa Scribd logo

Funções sintáticas e modificadores

1 de 13
Funções sintáticas
Grupo nominal sujeito
 Simples
O ambiente precisa de ser protegido.
 Composto
A chuva e a neve são dois fenómenos
naturais.
 Nulo subentendido
Gostei de ver a neve cair.
 Nulo indeterminado
Tem-se escrito muito sobre Fernando Pessoa.
Dizem que os portugueses são pessimistas.
 Nulo expletivo
Ora chove, ora neva, ora faz sol, ora troveja.
Há pão na mesa.
PREDICADO
 Função sintáctica cujo núcleo é o verbo. Os
complementos situados à direita do verbo fazem
parte do predicado, quando por si seleccionados.
 Predicado nominal: constituído por um verbo
copulativo (ser, estar, parecer permanecer, ficar,
continuar, …) e o predicativo do sujeito.
A Ana está doente.
 Predicado verbal: Constituído por um verbo com
significado próprio, transitivo ou intransitivo:
Os filhos obedecem aos pais.
O queijo foi comido pelo rato.
Funções sintáticas internas ao GV
 Os complementos do verbo são os constituintes por
si seleccionados e poderão ser grupos nominais,
grupos preposicionais, grupos adverbiais ou frásicos.
 Predicativo do sujeito – complemento solicitado
pelos verbos copulativos (ser, estar, permanecer, ficar,
continuar, parecer, revelar-se, tornar-se):
O cão está saudável.
 Complemento directo – complemento solicitado
pelos verbos transitivos directos:
O agricultor cultiva os campos.
Funções sintáticas internas ao GV
 Predicativo do Complemento directo –
complemento exigido pelos transitivos
diretos e que completa o complemento
direto, solicitado por verbos como
considerar, julgar, eleger, nomear,
apelidar:
a. O juiz considerou o jovem inocente.
b. Alguém chamou D. Sebastião de louco.
Funções sintáticas internas ao GV
 Complemento Indirecto – complemento
seleccionado pelos verbos transitivos
indirectos e que se liga indirectamente ao
verbo por meio da preposição a:
Os soldados obedecem ao capitão.
 Agente da Passiva – complemento de um
verbo na voz passiva:
A casa foi limpa pelo pai.

Recomendados

funções sintaticas
 funções sintaticas funções sintaticas
funções sintaticasameliapadrao
 
Oração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativaOração subordinada adjetiva relativa
Oração subordinada adjetiva relativaAntónio Fernandes
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Rosalina Simão Nunes
 
Teste poesia trovadoresca 10 ano
Teste poesia trovadoresca 10 anoTeste poesia trovadoresca 10 ano
Teste poesia trovadoresca 10 anoRonaldo Figo
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasma.no.el.ne.ves
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquemaPaulo Portelada
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoquintaldasletras
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)FranciscoSilva772
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadasRita Pereira
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoAntónio Fernandes
 
Classificação de orações
Classificação de oraçõesClassificação de orações
Classificação de oraçõesFernanda Monteiro
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadoresgracacruz
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalgracacruz
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito5julho55
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFelisbela da Silva
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoGijasilvelitz 2
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosquintaldasletras
 

Mais procurados (20)

Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquema
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
 
Classe de palavras
Classe de palavrasClasse de palavras
Classe de palavras
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquo
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Classificação de orações
Classificação de oraçõesClassificação de orações
Classificação de orações
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadores
 
Actos ilocutorios
Actos ilocutoriosActos ilocutorios
Actos ilocutorios
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Fenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9ºFenómenos fonéticos português 9º
Fenómenos fonéticos português 9º
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
Subclasses dos verbos
Subclasses dos verbosSubclasses dos verbos
Subclasses dos verbos
 
Cantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumoCantigas de amigo - resumo
Cantigas de amigo - resumo
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercícios
 

Destaque

Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseVanda Marques
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeAntónio Fernandes
 
Funções sintáticas do grupo verbal
Funções sintáticas do grupo verbalFunções sintáticas do grupo verbal
Funções sintáticas do grupo verbalVanda Marques
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoJosé Monteiro
 
Funções sintáticas internas ao grupo verbal
Funções sintáticas internas ao grupo verbalFunções sintáticas internas ao grupo verbal
Funções sintáticas internas ao grupo verbalAntónio Fernandes
 
Cronicas
CronicasCronicas
Cronicaskadjaxh
 
Exercícios de Coordenadas - Semântica
Exercícios de Coordenadas -  SemânticaExercícios de Coordenadas -  Semântica
Exercícios de Coordenadas - SemânticaAyla De Sá Marques
 
Gênero textual Resenha
Gênero textual ResenhaGênero textual Resenha
Gênero textual ResenhaMarcia Facelli
 
Vários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazesVários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazesherciliasilva
 
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfc
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfcConjunções coordenadas e subordinadas na ibfc
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfcma.no.el.ne.ves
 
Ficha exercicios net
Ficha exercicios netFicha exercicios net
Ficha exercicios netanarsantos8
 
Orações coordenadas e orações subordinadas
Orações coordenadas e orações subordinadasOrações coordenadas e orações subordinadas
Orações coordenadas e orações subordinadastaizinha
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º anoElisabeteMarques
 

Destaque (20)

Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da frase
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nome
 
Modificador da frase
Modificador da fraseModificador da frase
Modificador da frase
 
Funções sintáticas do grupo verbal
Funções sintáticas do grupo verbalFunções sintáticas do grupo verbal
Funções sintáticas do grupo verbal
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
 
Funções sintáticas internas ao grupo verbal
Funções sintáticas internas ao grupo verbalFunções sintáticas internas ao grupo verbal
Funções sintáticas internas ao grupo verbal
 
Cronicas
CronicasCronicas
Cronicas
 
Coordenada
CoordenadaCoordenada
Coordenada
 
Exercícios de Coordenadas - Semântica
Exercícios de Coordenadas -  SemânticaExercícios de Coordenadas -  Semântica
Exercícios de Coordenadas - Semântica
 
Cartaz
CartazCartaz
Cartaz
 
Conjunções (Linking Words)
Conjunções (Linking Words)Conjunções (Linking Words)
Conjunções (Linking Words)
 
Gênero textual Resenha
Gênero textual ResenhaGênero textual Resenha
Gênero textual Resenha
 
Vários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazesVários tipos de cartazes
Vários tipos de cartazes
 
Genero Textual Cartaz
Genero Textual CartazGenero Textual Cartaz
Genero Textual Cartaz
 
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfc
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfcConjunções coordenadas e subordinadas na ibfc
Conjunções coordenadas e subordinadas na ibfc
 
Ficha exercicios net
Ficha exercicios netFicha exercicios net
Ficha exercicios net
 
O Cartaz
O CartazO Cartaz
O Cartaz
 
Orações coordenadas e orações subordinadas
Orações coordenadas e orações subordinadasOrações coordenadas e orações subordinadas
Orações coordenadas e orações subordinadas
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resenha crítica
 

Semelhante a Funções sintáticas e modificadores

Funções sintácticas e modificadores
Funções sintácticas e modificadoresFunções sintácticas e modificadores
Funções sintácticas e modificadoresMargarida Tomaz
 
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01Vanda Marques
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20luisprista
 
funcoes_sintaticas.pptx
funcoes_sintaticas.pptxfuncoes_sintaticas.pptx
funcoes_sintaticas.pptxanacosta493480
 
Funções Sintáticas - 9º Ano.doc
Funções Sintáticas - 9º Ano.docFunções Sintáticas - 9º Ano.doc
Funções Sintáticas - 9º Ano.docPaula Vieira
 
Predicação Verbal
Predicação VerbalPredicação Verbal
Predicação VerbalLaura Penha
 

Semelhante a Funções sintáticas e modificadores (13)

Funções sintácticas e modificadores
Funções sintácticas e modificadoresFunções sintácticas e modificadores
Funções sintácticas e modificadores
 
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01
Funessintticasdafrase 120127052752-phpapp01
 
funcoes_sintaticas.pdf
funcoes_sintaticas.pdffuncoes_sintaticas.pdf
funcoes_sintaticas.pdf
 
FUNÇÕES SINTÁTICAS.docx
FUNÇÕES SINTÁTICAS.docxFUNÇÕES SINTÁTICAS.docx
FUNÇÕES SINTÁTICAS.docx
 
Pt9 cdr funcoes
Pt9 cdr funcoesPt9 cdr funcoes
Pt9 cdr funcoes
 
Período simples 1
Período simples 1Período simples 1
Período simples 1
 
Período simples 1
Período simples 1Período simples 1
Período simples 1
 
Funções Sintáticas
Funções SintáticasFunções Sintáticas
Funções Sintáticas
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 20
 
funcoes_sintaticas.pptx
funcoes_sintaticas.pptxfuncoes_sintaticas.pptx
funcoes_sintaticas.pptx
 
Funções Sintáticas - 9º Ano.doc
Funções Sintáticas - 9º Ano.docFunções Sintáticas - 9º Ano.doc
Funções Sintáticas - 9º Ano.doc
 
Portugues
PortuguesPortugues
Portugues
 
Predicação Verbal
Predicação VerbalPredicação Verbal
Predicação Verbal
 

Mais de Margarida Tomaz

O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexão
O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexãoO herói n’os lusíadas - tópicos para reflexão
O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexãoMargarida Tomaz
 
Fernando pessoa nas suas palavras
Fernando pessoa   nas suas palavrasFernando pessoa   nas suas palavras
Fernando pessoa nas suas palavrasMargarida Tomaz
 
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudo
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudoSermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudo
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudoMargarida Tomaz
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasMargarida Tomaz
 

Mais de Margarida Tomaz (12)

A mitologia
A mitologiaA mitologia
A mitologia
 
Felizmente há luar
Felizmente há luarFelizmente há luar
Felizmente há luar
 
O advérbio
O advérbioO advérbio
O advérbio
 
O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexão
O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexãoO herói n’os lusíadas - tópicos para reflexão
O herói n’os lusíadas - tópicos para reflexão
 
ÁLvaro de campos
ÁLvaro de camposÁLvaro de campos
ÁLvaro de campos
 
Fernando pessoa nas suas palavras
Fernando pessoa   nas suas palavrasFernando pessoa   nas suas palavras
Fernando pessoa nas suas palavras
 
O advérbio
O advérbioO advérbio
O advérbio
 
O adjetivo informação
O adjetivo informaçãoO adjetivo informação
O adjetivo informação
 
A geração de 70
A geração de 70A geração de 70
A geração de 70
 
Frei luís de sousa
Frei luís de sousaFrei luís de sousa
Frei luís de sousa
 
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudo
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudoSermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudo
Sermão de Santo António aos Peixes - Tópicos para estudo
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativas
 

Último

1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 

Funções sintáticas e modificadores

  • 2. Grupo nominal sujeito  Simples O ambiente precisa de ser protegido.  Composto A chuva e a neve são dois fenómenos naturais.  Nulo subentendido Gostei de ver a neve cair.  Nulo indeterminado Tem-se escrito muito sobre Fernando Pessoa. Dizem que os portugueses são pessimistas.  Nulo expletivo Ora chove, ora neva, ora faz sol, ora troveja. Há pão na mesa.
  • 3. PREDICADO  Função sintáctica cujo núcleo é o verbo. Os complementos situados à direita do verbo fazem parte do predicado, quando por si seleccionados.  Predicado nominal: constituído por um verbo copulativo (ser, estar, parecer permanecer, ficar, continuar, …) e o predicativo do sujeito. A Ana está doente.  Predicado verbal: Constituído por um verbo com significado próprio, transitivo ou intransitivo: Os filhos obedecem aos pais. O queijo foi comido pelo rato.
  • 4. Funções sintáticas internas ao GV  Os complementos do verbo são os constituintes por si seleccionados e poderão ser grupos nominais, grupos preposicionais, grupos adverbiais ou frásicos.  Predicativo do sujeito – complemento solicitado pelos verbos copulativos (ser, estar, permanecer, ficar, continuar, parecer, revelar-se, tornar-se): O cão está saudável.  Complemento directo – complemento solicitado pelos verbos transitivos directos: O agricultor cultiva os campos.
  • 5. Funções sintáticas internas ao GV  Predicativo do Complemento directo – complemento exigido pelos transitivos diretos e que completa o complemento direto, solicitado por verbos como considerar, julgar, eleger, nomear, apelidar: a. O juiz considerou o jovem inocente. b. Alguém chamou D. Sebastião de louco.
  • 6. Funções sintáticas internas ao GV  Complemento Indirecto – complemento seleccionado pelos verbos transitivos indirectos e que se liga indirectamente ao verbo por meio da preposição a: Os soldados obedecem ao capitão.  Agente da Passiva – complemento de um verbo na voz passiva: A casa foi limpa pelo pai.
  • 7. Funções sintáticas internas ao GV  Complemento Oblíquo – complemento selecionado por um verbo transitivo indireto, apresentando a forma de grupo preposicional, grupo adverbial ou a coordenação de uma dessas formas: a. O João gosta de cinema. b. Ontem fui a Lisboa. c. Gosto dos filmes do Spielberg.
  • 8. Funções sintáticas internas ao GN  Modificador do nome - função sintática desempenhada pelo constituintes não seleccionados pelo núcleo do grupo nominal, formado por um nome, ou por uma expressão, ou adjectivos, ou um constituinte frásico, cujo núcleo é o nome
  • 9. Funções sintáticas internas ao GN  Modificador apositivo a. O livro de Miguel SousaTavares, O Equador, mereceu o prémio para o melhor romance, em Itália. b. D. Dinis, o rei a quem chamam o trovador, foi o “plantador de naus a haver”. c. Conversei com o João, o rapaz a quem ofereceste emprego. d. O casaco que estreaste ontem, castanho e creme, fica-te bem.
  • 10. Funções sintáticas internas ao GN  Modificador restritivo do nome - modificador adjectival, restritivo: e. A Ana comprou um livro interessante. f. Gosto de pessoas boas e inteligentes.  Modificador restritivo do nome – oração subordinada adjectiva relativa restritiva: g. As crianças que são vítimas da guerra precisam da nossa ajuda.
  • 11. Funções sintáticas internas ao GN  Vocativo – função sintáctica exercida pelo nome que identifica o interlocutor: a. “E vós,Tágides minhas, pois criado/ tendes em mi um novo engenho ardente…” b. “E vós, ó bem nascida segurança/… Vós, ó novo temor da Maura lança…” c. - Maria, queres sair? d. - Mãe, vou sair.
  • 12. Modificador do grupo verbal  constituinte frásico, modificador de predicado: a. A folha caiu aqui. (advérbio) b. Os operários trabalham de manhã à noite. (grupo preposicional)
  • 13. c. Os operários trabalham para sustentar a família. (Oração adverbial, subordinada final) d. Os operários trabalham porque precisam de sustentar a família. (oração adverbial subordinada causal) e. Eles realizaram o trabalho quando tu saíste. (oração subordinada adverbial temporal)