UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE FLORESTA
DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS
IF 322 – Tecnologia...
2
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE FLORESTAS
DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS
IF 322 – Tecnolo...
3
Introdução
É importante saber a densidade da madeira, pois dela depende a maior parte de suas
propriedades físicas e tec...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Determinação da Densidade Aparente da Madeira - Renata Pontes Araújo (201103535-8)

691 visualizações

Publicada em

Determinação da Densidade Aparente da Madeira.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
691
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Determinação da Densidade Aparente da Madeira - Renata Pontes Araújo (201103535-8)

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTA DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS IF 322 – Tecnologia da Madeira Camila Santos da Silva– 201103510-2 Francisco Fabris – 201103552-8 Tharles Pereira e Silva – 200803533-4 Renata Pontes Araújo – 201103535-8 Renato Marques Sanches Pereira – 201103536-6 Engenharia Florestal Turma: T01/P01 Professora Isabel Cristina Nogueira Alves de Melo Seropédica, 22 de Janeiro de 2014.
  2. 2. 2 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTAS DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS IF 322 – Tecnologia da Madeira Determinação da densidade aparente da madeira.
  3. 3. 3 Introdução É importante saber a densidade da madeira, pois dela depende a maior parte de suas propriedades físicas e tecnológicas, servindo na prática como referência para a classificação da madeira. Para calcular a densidade aparente é utilizada a massa e o volume aparente, nas umidades fixas de 0% e 12%, levando em consideração o material lenhoso, extrativos e o ar contidos nas células da madeira. Material e métodos O experimento foi realizado no Laboratório de Tecnologia da Madeira, a espécie utilizada foi o Cedrinho. Para a densidade aparente anidra (0%) foi medida a massa (10,6g) em uma balança de precisão e o volume (30,035cm³) foi através da imersão no mercúrio, tal amostra ficou na estufa por algum tempo. Na densidade aparente à umidade ambiente (+/-12%), a amostra permaneceu na sala de climatização, com ambiente controlado, depois foi medido a massa (12,861g) na balança e o volume (21,32cm³) com o paquímetro. Resultados e discussão O resultado da densidade anidra foi 0,3529g/cm³, já a densidade aparente à umidade ambiente foi 0,6031g/cm³. A diferença dos resultados foi devido à diferença dos ambientes, portanto com umidade zero a madeira vai possuir menor densidade do que a que ficou em local com umidade e temperatura controlada. Segundo Pereira & Higa (2003) o cedrinho possui densidade cerca de 0,41g/cm³. Bibliografia PEREIRA, J. C. D.; HIGA, R. C. V. Propriedades da madeira de Cupressus lusitanica Mill. Colombo: Embrapa Florestas, 2003. 5 p. (Embrapa Florestas. Comunicado técnico, 107). Shimizu, J. Y. et al. Cedrinho como alternativa para produção de madeira em pequenas propriedades rurais. Disponível em:< http://www.cnpf.embrapa.br/publica/comuntec/edicoes/com_tec172.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2014.

×