UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIROINSTITUTO DE TECNOLOGIAIT501 - Topografia e CartografiaRenata Pontes AraújoEng...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataara...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Topografia (direções de referência, medição de angulo e distância, altimetria) renata pontes araújo (201103535-8)

1.694 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Topografia (direções de referência, medição de angulo e distância, altimetria) renata pontes araújo (201103535-8)

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIROINSTITUTO DE TECNOLOGIAIT501 - Topografia e CartografiaRenata Pontes AraújoEngenharia Florestal201103535-8Professor Pedro Ernestto Dantas CambraiaSeropédica, 10 de Julho de 2012.
  2. 2. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br2ÍNDICE Objetivo ---------------------------------------------------------------------------- Página 3 Introdução ------------------------------------------------------------------------- Página 3 Desenvolvimentoo Direções de Referência ------------------------------------------------ Página 3o Medição de Ângulo e Distância -------------------------------------- Página 5o Altimetria ------------------------------------------------------------------ Página 6 Conclusão -------------------------------------------------------------------------- Página 7 Bibliografia ------------------------------------------------------------------------- Página 7
  3. 3. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br 3OBJETIVOEste trabalho tem como objetivo a avaliação dos alunos da Universidade Federal Ruraldo Rio de Janeiro que estão concluindo a disciplina IT 501 (Topografia e Cartografia).Neste trabalho, os alunos deverão dissertar sobre os 3 temas: Direções de Referência,Medição de ângulo e Distância, e Altimetria.INTRODUÇÃOTopografia é a ciência que estuda todos os acidentes geográficos definindo a situação ea localização deles que podem ficar em qualquer área. Tem a importância de determinaranaliticamente as medidas de área e perímetro, localização, orientação, variações no relevo,etc. e ainda representá-las graficamente em cartas (ou plantas) topográficas.A topografia é também instrumento fundamental para a implantação (chamadaslocações) e acompanhamentos de obras como: projeto viário, edificações, urbanizações(loteamentos), movimento de terra (cubagem de terra), etc.O termo só se aplica a áreas relativamente pequenas, sendo utilizado o termo geodésiaquando se fala de áreas maiores. Para isso são usadas coordenadas que podem ser duasdistâncias e uma elevação, ou uma distância, uma elevação e uma direção.É também muitas vezes utilizado como ciência necessária à caracterização daintensidade sísmica num dado local, visto que só em locais onde a topografia é conhecida, éque são possíveis identificações de intensidade.DESENVOLVIMENTO Direções de ReferênciaO sistema de referência é composto por um numeroso conjunto de linhas imagináriastraçadas sobre mapas e globos: círculos máximos (Equador), semicírculos (meridianos) ecírculos menores (os paralelos). Eixo da Terra, linha imaginária que intersecta os pólos (Norte e Sul) passando pelocentro da Terra e em volta do qual a Terra executa o seu movimento de rotação.
  4. 4. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br4 Círculo máximo e semicírculos máximos– Equador e Meridianos - dividem a Terra emduas partes iguais, ou seja, em dois hemisférios. O Equador é um círculo perpendicular ao eixo da terrestre que a divide a terra em duaspartes iguais, o hemisfério Norte e o hemisfério Sul. Meridianos – São linhas imaginárias ou semicircunferências imaginarias que vão de umpólo ao outro, dividindo a Terra em duas partes iguais: hemisfério oriental e hemisférioocidental .Um Meridiano é um arco de 180º, ou seja, um semicírculo máximo perpendicular aoequador e paralelo ao eixo terrestre (direção norte-sul), que passa sempre pelos pólos.O principal meridiano é o Greenwich (linha imaginária), também conhecido como principal,de referência ou de origem, ponto de partida para a numeração dos demais meridianos, é alinha que passa pelo observatório de GREENWICH, uma cidade vizinha a Londres, por isso échamado de meridiano de Greenwich. Este meridiano é o único que possui um nomeespecifico, e é utilizado como referência para estabelecer a divisão da Terra entre Ocidente(oeste) e Oriente (leste).Paralelos são linhas imaginárias (círculos menores) traçadas paralelamente ao Equador eperpendiculares ao eixo da Terra. Elas não passam pelo centro da Terra e são em tamanhomenor que o Equador. O paralelo principal é chamado de Linha do Equador que está situado naparte mais larga do planeta, a partir dessa linha tem origem o hemisfério sul ou meridional e ohemisfério norte. O Equador corresponde ao círculo máximo, perpendicular ao eixo terrestre.Existem outros paralelos secundários mais de grande importância e, por isso, recebem nomesespeciais: no hemisfério norte ou setentrional o Círculo Polar Ártico e o Trópico de Câncer. Nohemisfério sul, o Trópico de Capricórnio de o Círculo Polar Antártico. Esses quatro paralelos e oEquador delimitam as diferentes zonas de temperatura do planeta.Azimute é uma medida de abertura angular cujo valor em graus perfaz horizontalmente umcirculo que vai do norte geográfico até a intersecção do brilho de uma estrela, refletido nasuperfície mar, com o horizonte marítimo. Originalmente, representa uma direção definida emfunção de sua separação angular a um ponto de origem, o Norte astronômico.Círculos menores – todos os paralelos, exceto o Equador (são círculos que dividem a Terraem duas partes desiguais).Declinação magnética é a inconstância que ocorre entre as marcações da bússola e ageográfica definido pela posição astronômica. Ou seja, declinação magnética é a diferença "emgraus" apontado pelo norte magnético terreno e o norte geográfico, determinado pelo eixo derotação do planeta, que não tem obrigação de coincidir com a atração magnética.
  5. 5. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br 5 Medição de Ângulo e DistânciaUma predição da declinação magnética para uma posição geográfica em determinadadata pode ser calculada de acordo com um modelo empírico de abrangência mundialdesenvolvido pelo National Geophysical Data Center (NGDC/NOAA), nos Estados Unidos. Estecentro disponibiliza na internet uma página intitulada Declination Calculator que permitecalcular a declinação magnética de qualquer local em uma data escolhida.Para localizar com rigor e precisão qualquer ponto à superfície terrestre utilizam-se ascoordenadas geográficas: latitude e a longitude.Coordenadas Geográficas são duas medidas angulares tomadas a partir de doisreferencias: o plano do Equador, onde a medida dada é a latitude; o outro é o plano domeridiano de origem (Greenwich), onde a medida dada é a longitude.Latitude – É a distância, medida em graus, (distância angular ) entre o paralelo que passa pelolugar considerado e o Equador. Pode ser medida para Norte ou para Sul do Equador. Varia entre 0º noequador e 90º Norte e 90º Sul nos pólos. O seu valor máximo é de 90º nos pólos e o valor mínimo de 0ºno Equador. Um grau de latitude corresponde, sensivelmente a 111 Km.Latitude de um ponto A – é o arco de Meridiano de Greenwich, medido entre o equador e oparalelo do lugar – varia entre 0º (equador) e 90º Norte (Pólo Norte) e 90º Sul (Pólo Sul).Longitude é a distância, medida em graus (distância angular), entre o meridiano deGreenwich ou de referência e o meridiano que passa pelo lugar considerado. Pode ser medidapara Este (E) e para Oeste (W) do meridiano de Greenwich, O valor da longitude varia entre 0º,no meridiano de Greenwich , e 180º no meridiano oposto.Longitude de um ponto C – é o arco de Equador, medido entre o Meridiano deGreenwich e o meridiano do lugar – varia entre 0º e 180º Leste ou 0º e 180º Oeste.
  6. 6. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br6Medida de distância: a distância entre dois pontos significa a distância horizontal. Asdistâncias inclinadas são reduzidas às dimensões de sua projeção horizontal equivalente. Medidas lineareso Distâncias horizontais;o Distâncias verticais ou diferenças de nível. Medição direta e indiretao Direta: quando o instrumento de medida é aplicado diretamente sobre oterreno;o Indireta: quando se obtém o valor da distância com o auxílio do cálculogonométrico. AltimetriaA Altitude é a coordenada geográfica que nos faltava, já que os lugares podem estar àmesma latitude e longitude, mas podem localizar-se a diferentes altitudes.É então a distância medida na vertical, em metros, desde o nível médio das águas do maraté ao lugar considerado.Sendo assim, entendemos como por altimetria a parte da topografia que trata dos métodose instrumentos empregados no estudo e representação do relevo do solo. O estudo do relevode um terreno consiste na determinação das alturas de seus pontos característicos edefinidores da altimetria, relacionados com uma superfície de nível que se toma comoelemento de comparação.
  7. 7. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)Aluna: Renata Pontes Araújo – Matrícula: 201103535-8Contato: renataaraujo@ufrrj.br 7CONCLUSÃOO estudo da Topografia da área onde vivemos é de suma importância, pois assim,sabemos exatamente onde estamos localizados no globo terrestre: coordenadas (latitude elongitude) e altimetria (altitude).Tendo um estudo sobre o local, podemos realizar diversos trabalhos e projetos naquelaregião, prevenindo possíveis acidentes e erros.BIBLIOGRAFIA Site de buscas Google; Site Wikipédia; Site Topografia Com; Dicionário Aurélio.

×