Modulo 02 - O quadro natural africano

822 visualizações

Publicada em

- Terceiro maior continente do planeta, com 30.309.495 km².
- A África abriga 55 países e mais 10 territórios pertencentes a países estrangeiros.
- A área total do continente africano representa 20,3% das terras emersas, sendo a maior parte dela situada na zona tropical.
- A menor distância entre a Europa e a África é encontrada a noroeste, no Estreito de Gibraltar, com cerca de 13 quilômetros.
- O extenso continente africano foi dividido, ocupado e pilhado pelas potências europeias a partir do seculo XV.
- Nessa época, milhões dos africanos foram escravizados e assistiram à exploração dos recursos naturais da sua terra, o que explica, em parte, a condição do subdesenvolvimento de muitos países que compõem esse continente.
- A atual divisão politica dos países africanos é resultado da colonização europeia, entre os séculos XVI e XX, e foi definida com a Conferência de Berlim (1884 – 1885).
O relevo predominante é o Planalto, tendo como destaque:
Ao norte, temos a Cadeia dos Atlas, que ocupa a região do Marrocos, da Argélia e da Tunísia e que podem chegar a 4 mil metros.
Ao sul, temos a Cadeia do Cabo, na África do Sul, de formação antiga (o que proporciona elevações modestas), culminando nos Montes Drakensberg.
Outro característica evidenjte na África é a existência, no leste, de uma falha geológica chamada de Vale do Rift.
Nessa região, sucedem-se montanhas, algumas de origem vulcânica e grandes depressões.
No litoral, localizam-se as planícies costeiras.
Ao leste, encontramos altas montanhas, como o Quilimanjaro (5895 metros), o Monte Quênia (5201 metros) e o Ruzenzori (5119 metros)
Na África encontramos lagos extensos e profundos (o Vitótia, o Niassa, o Rodolfo e o Tanganica)
Principais rios: o Niger, o Congo, o Nilo, o Zambeze, o Senegal, o Orange, o Limpopo e o Zaire)
Em um continente atravessado por desertos, os rios ganham um significado exemplar. Esse é o caso da África.
Rio Nilo

O Rio Nilo disputa com o Amazonas o primeiro lugar em extensão no mundo: 6.695 quilômetros
Historicamente importante, pois em suas margens desenvolveu-se a civilização egípcia, esse rio atravessa cerca de 2 mil quilômetros do Deserto do Saara, sendo suas águas fundamentais para a sobrevivência das populações ribeirinhas.
O continente e dividido ao meio pela linha do Equador, por isso o seus climas e vegetações são semelhantes conforme vão se distanciando da linha do Equador, tanto no sentido norte quando no sentido sul.
A África tem um clima, de modo geral, quente.
Deserto do Saara: Grandes amplitudes térmicas diárias, podendo atingir uma temperatura, durante o dia, de 50° C e, a noite, cair a 0° C, chegando à -5° C.
Enquanto encontramos uma grande incidência de chuva próxima à linha do Equador, nas proximidades dos trópicos de Câncer e de Capricórnio a incidência de chuva é praticamente nula.
Os domínios climáticos se sucedem no continente africano.
N

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
822
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo 02 - O quadro natural africano

  1. 1. 9º ano: Apostila 01 / Modulo 02 Professor Claudio Henrique Ramos Sales GEOGRAFIA
  2. 2.  O continente africano possui uma área de 30.272.922 Km2 (20% das terras emersas do globo ou 3x e meia o tamanho do Brasil) com um total de 53 países e várias ilhas.  Observe o mapa político desse continente:
  3. 3.  A África é o terceiro maior continente do mundo  É banhada pelos oceanos Atlânticos e Índico e pelos mares Mediterrâneo e Vermelho.  Em seu imenso território há grande variedade de paisagens.
  4. 4. ÁFRICA DE A À Z
  5. 5. África do Sul
  6. 6. Angola
  7. 7. Argélia
  8. 8. Benim
  9. 9. Botsuana
  10. 10. Burquina Faso
  11. 11. Burundi
  12. 12. Cabo Verde
  13. 13. Camarões
  14. 14. Chade
  15. 15. Comores
  16. 16. Congo Brazzaville
  17. 17. Congo Kinshasa
  18. 18. Costa do Marfim
  19. 19. Djibuti
  20. 20. Egipto
  21. 21. Eritreia
  22. 22. Etiópia
  23. 23. Gabão
  24. 24. Gambia
  25. 25. Gana
  26. 26. Guiné
  27. 27. Guiné-Bissau
  28. 28. Guiné Equatorial
  29. 29. Lesoto
  30. 30. Libéria
  31. 31. Líbia
  32. 32. Madagáscar
  33. 33. Malauí
  34. 34. Mali
  35. 35. Marrocos
  36. 36. Maurícias
  37. 37. Mauritânia
  38. 38. Moçambique
  39. 39. Namíbia
  40. 40. Níger
  41. 41. Nigéria
  42. 42. Quénia
  43. 43. República Centro -Africana
  44. 44. Ruanda
  45. 45. São Tomé e Príncipe
  46. 46. Senegal
  47. 47. Serra Leoa
  48. 48. Seicheles
  49. 49. Somália
  50. 50. Sudão
  51. 51. Suazilândia
  52. 52. Tanzânia
  53. 53. Togo
  54. 54. Tunísia
  55. 55. Uganda
  56. 56. Zâmbia
  57. 57. RELEVO O Quilimanjaro é o monte mais alto do continente africano.  Terreno antigo e desgastado pela erosão, rico em minérios  Predomínio de planaltos no centro e montanhas nas bordas (áreas de contatos entre placas tectônicas).  As áreas alaranjadas representam as médias altitudes (planaltos).  As áreas em lilás representam as maiores altitudes (montanhas). A Cadeia do Atlas
  58. 58. A Cadeia do Atlas impede que as nuvens carregadas com umidade entrem no interior do continente africano sendo um dos causadores da criação e manutenção do Deserto do Saara
  59. 59. Marrakesh (SAARA). Sul do MARROCOS Ceuta (Mediterrâneo) Norte do MARROCOS
  60. 60.  A Cordilheira do Cabo ou Drakensberg estende-se por mais de 1000 km, paralelamente à costa oriental da África do Sul. O nome desta cordilheira em língua isiZulu é uKhahlamba, que significa “barreira de lanças”.
  61. 61. O Rift Valley, assim como o Mar Vermelho, encontra-se em uma zona de contato entre placas tectônicas. Caso essa linha de falhas se alargue, futuramente, poderá se transformar em um braço de mar e o Chifre da Africa se transformará em uma Ilha.
  62. 62. OBS: Monte Quilimanjaro, o ponto mais alto do continente com 6.010 metros de altitude. Também conhecido como Montanha Branca, pela presença de neves eternas no seu cume, situa-se entre o Quênia e a Tanzânia.
  63. 63.  Tendo suas regiões norte e sul praticamente tomadas por desertos, a África possui relativamente poucos rios.  Alguns deles são muito extensos e volumosos, por estarem localizados em regiões tropicais e equatoriais;  Outros atravessam áreas desérticas, tornando a vida possível ao longo de suas margens.  O relevo predominantemente planáltico permite aos rios apresentarem elevado potencial hidrelétrico, apesar de pouco aproveitado. Principais Bacias: a) Bacia do Nilo b) Bacia do Congo c) Bacia do Níger
  64. 64.  Rio Nilo  2º maior do mundo em extensão - 6 627,15 km
  65. 65.  O Rio Níger nasce na fronteira entre Serra Leoa e a Guiné (Montes Fouta Djalon),  Extensão: 4.200 Km.
  66. 66. Ponte sobre o Rio Congo
  67. 67.  Os Grandes Lagos Africanos são um conjunto de lagos de origem tectônica, localizados na África oriental, que incluem alguns dos lagos mais profundos do mundo.  São os únicos lagos do mundo onde tem ondas, pois são imensos e profundos (tectônicos).  Os mais importantes são: A) Vitória (nascente do Nilo) B) Malawi ou Niassa C) Tanganica
  68. 68. A DIVERSIDADE CLIMÁTICA AFRICANA
  69. 69.  Partindo da linha do Equador para o Norte e para o Sul, a África repete uma sequencia de climas e de paisagens vegetais muito parecida.  Costuma-se dizer que a vegetação africana é um espelho do clima, já que as paisagens se organizam no espaço geográfico de forma muito parecida com os tipos climáticos EXEMPLOS:A) Clima Equatorial : Floresta Equatorial (Chuvosa e Quente, fechada e alta, heterogênea e latifoliada) B) Clima Tropical : Savanas (arbustiva média e aberta) C) Clima Semi-Árido: Estepes (rasteira) D) Clima Desértico: Xerófitas SAARA (ao sul) e Kaalahari e Namíbia(ao sudoeste) E) Clima Mediterrâneo: Vegetação Mediterrânea (arbustiva) F) Clima de Montanha : Tundra
  70. 70. FLORESTAS LATIFOLIADAS
  71. 71. SAVANAS
  72. 72. ESTEPES
  73. 73. XERÓFILAS
  74. 74. AUSENTE OU OÁSIS EVENTUAIS
  75. 75. Maquis e Garrigues
  76. 76.  O continente africano enfrenta problemas ambientais agravados pelo crescimento da população, pelo alto grau de pobreza e pela urbanização acelerada.  Entre esses problemas, destaca-se a escassez de água, em razão das extensas áreas áridas e semiáridas e da reduzida rede hidrográfica.
  77. 77.  Com o crescimento da população, o consumo de água aumentou, ampliando-se os danos à paisagem vegetal e aos rios, o que dificulta ainda mais sua obtenção.  Um dos locais onde isso pode ser percebido é no Sahel
  78. 78. Ao sul do Saara encontramos uma faixa do território africano, que se estende de leste para oeste, denominada Sahel, tradicionalmente ocupada pela agricultura de desubsistência, mas que passa por um processo de desertificação e avanço do Saara. SAHEL
  79. 79.  Em quase todo o continente africano é difícil obter água potável, já que mesmo nas grandes cidades a água, em geral, não recebe tratamento, o que contribui para a disseminação de doenças.
  80. 80.  Outro problema ambiental da África é o uso de técnicas agrícolas ultrapassadas, especialmente de queimadas.  Além de destruir os nutrientes do solo e seus microrganismos, reduzindo a produtividade, as queimas o ressecam, retirando sua umidade natural e levando-o à desertificação.

×